Jump to content
  • Similar Content

    • By Isabela Borba
      Início de ciclo e academias fechadas na quarentena do coronavírus
      Janeiro de 2020 começou e você se lançou à todo vapor no mundo da musculação. Você já treinava há anos e buscava melhorar ainda mais sua estética física! Era chegada a hora de usar algum esteroide anabolizante.
      Você iniciou o uso e veio a triste notícia do coronavírus: todas as academias iriam fechar! Bom, você pensou: "vou manter meu ciclo, pois, logo logo tudo voltará ao funcionamento normal". Semanas se passaram e a situação do mundo apenas piorou. Já se passaram meses, e as academias ainda não estão em funcionamento normal.
      E então, o que fazer com o meu ciclo de anabolizantes?
      Faça exercícios funcionais e aeróbios
      Primeiramente, não se desespere. As academias realmente fecharam, mas você ainda pode minimamente treinar em casa. Não se pode comparar a potência de um treino funcional em casa com um treino bem feito em uma academia com cargas.
      Entretanto, pode-se evitar a perda de massa magra com esse tipo de treino. Deve-se, ainda, manter uma média de 30 minutos de exercícios aeróbios ao dia, tanto para a saúde cardiovascular, quanto para se evitar uma deposição maior de gordura nesse período. 
      E meu ciclo de esteroides? Devo parar? Devo fazer TPC na quarentena?
      A verdade é que não há uma resposta correta. Mas, na minha experiência como médica e atleta profissional de fisiculturismo, esse é o pior momento para se interromper um ciclo.
      Quando se interrompe um ciclo de esteroides em homens, deve-se realizar uma TPC (terapia pós-ciclo) adequada para que o eixo fisiológico hipotálamo - hipófise - gônadas retorne ao funcionamento e, consequentemente, a produção de testosterona fisiológica. 
      Em conjunto, deve-se manter uma rotina de treinamentos intensos e dieta à risca para haver menor perda de massa muscular possível no período, afinal, você retornará ao seu nível “normal” de testosterona.
      A estratégia mais inteligente para os homens, então, seria manter a testosterona em uso e retirar outros esteroides, caso haja alguma associação. Por exemplo, caso você esteja utilizando deposteron associado à oxandrolona, deve-se considerar retirar a segunda droga. 
      Já no caso das mulheres, que, geralmente, utilizam os derivados de DHT (como a oxandrolona e o estanozolol) para performance, é interessante que se mantenha o uso deste tipo de esteroide em uma dose reduzida nesse período. Caso você esteja utilizando outros tipos de esteroides, considere retirar essas drogas. 
      Obviamente, tudo isso deve ser discutido e conversado com o seu médico, que analisará seus exames laboratoriais e fará sua avaliação corporal. Juntos vocês poderão discutir sobre a melhor estratégia.
      Conclusão
      Para resumir: 
      Mantenha uma rotina de treinos diários em casa; Mantenha a dieta, mesmo em casa; Converse com seu médico sobre o seu ciclo, considerando as desvantagens de pausar o uso nesse período; Mantenha o uso de creatina, e. caso você não a utilize, considere iniciar. Este suplemento irá auxiliar a retenção de glicogênio muscular.
    • By Rodney Wenke
      Coronavírus e academias fechadas
      Diante da Pandemia da COVID-19 estamos vivendo em momentos muito difíceis, várias incertezas, restrições de todos os tipos, mas, em especial, temos uma que está afetando diretamente a nós que gostamos de treinar o corpo e somos de alguma forma ligados ao fisiculturismo. 
      O fechamento das academias quebrou a nossa rotina, campeonatos foram cancelados, periodização de treino foi pro espaço, a dieta, então, nem se fala. 
      Academia é saúde
      Quando nos reportamos a prática de atividade física estamos longe de pensar só na estética corporal. A hashtag  #academiaésaúde está em quase todos os posts de marombeiros por aí. Isso é uma grande verdade. A falta de prática regular de exercícios está ligada diretamente à piora do quadro de pelo menos 10 doenças e, indiretamente, ã piora de centenas outras. Isso não parece preocupar vários governantes. 
      Bolsonorado decretou que academias são essenciais
      Recentemente, o governo federal publicou o Decreto nº. 10344/2020, em que considerou academias de ginástica com um serviço essencial. Isso deu a liberdade para Estados e Municípios regulamentarem a reabertura das academias.
      Porém, parece que, por birra ou qualquer outra motivação política, alguns governantes declararam que não vão considerar o ato do Presidente da República, sem ao menos realizar qualquer estudo a respeito do tema. 
      Consequências do fechamento das academias para a saúde física e mental
      É muito difícil fechar os olhos para a situação. Eu mesmo tenho diversos pacientes que estavam com as situações de saúde controladas e que perderem o controle da saúde, voltando a tomar diversos medicamentos, aumentando a dose de outros, retomando o uso de antidepressivos, perdendo completamente a qualidade de sono, ou voltando a ter dores incapacitantes por todo o corpo (caso dos pacientes com fibromialgia).
      Será que a saúde mental, cardiovascular ou musculoesquelética são menos importantes que a saúde pulmonar? Uma doença é mais importante que outras? 
      Devemos lembrar que 200.000 (duzentos mil) é o número de mortos por diabetes a cada ano aqui no Brasil. O controle da diabetes é realizado pela prática regular de exercícios, isso é cientificamente comprovado. 
      Desemprego pelo fechamento de academias
      Por outro lado, tenho diversos colegas que perderam o emprego, pois, o local do seu ganha pão está com as portas fechadas.
      Os números da ACAFBRASIL apenas para o Estado do Paraná são os seguintes:
       3.800 (três mil e oitocentas) academias associadas no Paraná;  56.000 (cinquenta e seis mil) empregados diretos;  112.000 (cento e doze mil) empregos indiretos ligados ao setor. Essas famílias, que dependem exclusivamente dessa renda, como ficam nessa história? 
      A saúde financeira não pode entrar em pauta? Se a própria  Organização Mundial de Saúde (OMS) define saúde como “um estado de completo bem-estar físico, mental e social e não somente ausência de afecções e enfermidades”?
      Academias funcionando em alguns Estados
      Acredito que estamos na contramão desses princípios. Alguns Estados tiveram as portas das academias abertas e o treino liberado, com algumas restrições. Penso que é assim que se deve fazer.
      O Mato Grosso do Sul é um exemplo. Em Alvorada, MS, Emerson (@performanceacademiaoficial) nos contou que a prefeitura publicou o Decreto de nº. 2.294/2020, que determina em seu art. 19, parágrafo XV, que:
      o número máximo de alunos simultâneos na academia deve ser de 5 pessoas;  o distanciamento entre as pessoas deve ser de  3 metros; é obrigatório o uso de máscara para todos; é obrigatório o uso de  luvas para os professores; deve ser feita a higienização após o uso de cada aparelho. DECRETO XI.pdf
      Essas medidas são sensatas, semelhantes àquela que estão sendo adotadas no transporte coletivo, por exemplo. 
      Ana Paula (@apaulacapelim), de Porto Mourinho, MS, relata que a experiência está sendo ótima. Os alunos estão mais focados no treino e as conversinhas paralelas (essas que arruínam o nosso desempenho) praticamente acabaram na sala de musculação.
      A mesma situação também é vivida por Gabriel, que é de Carmo do Paraíba (Mister Carmo do Paranaíba Universo 2019), MG. Lá as academias estão funcionando bem, seguindo-se as devidas restrições. 
      Conclusão
      É possível sim a reabertura programada e organizada das academias, com as medidas de segurança e respeito pela vida, deixando de lado as picuinhas políticas, mantendo-se o pensamento no sentido de se buscar o bem-estar de todos.
      Qual é a sua opinião sobre este tema? Deixe seu voto na enquete:
       
    • By Rodney Wenke
      Qual é a sua opinião sobre o funcionamento das academias durante a pandemia do coronavírus (COVID-19)?
      Leia a matéria que escrevi e dê a sua opinião postando seu voto na enquete:
       
×
×
  • Create New...