Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Decanoato de nandrolona (Deca-Durabolin®)

Saiba tudo sobre decanoato de nandrolona (Deca-Durabolin®): como ciclar, efeitos colaterais, para que serve e mais


Thiago Carneiro
 Compartilhar

Decanoato de nandrolona
Tabela resumida
Princípio ativo: Decanoato de nandrolona
Nome comercial mais conhecido: Deca-Durabolin®
Família: 19-nortestosterona
Forma: Solução injetável e cápsulas manipuladas
Meia-vida: 6 dias
Anabolismo (hipertrofia):
Androgenia (masculinização):
Estrogenismo (feminilização):
Hepatoxidade:
Efeito lipolítico (queima de gordura):
Retenção hídrica:
Distúrbios psicológicos:
Disponibilidade (acesso no mercado):
Preço (custo):

Introdução:

A nandrolona é muito semelhante à testosterona na estrutura, embora não tenha um átomo de carbono na posição 19 (daí seu outro nome, 19-nortestosterona). Como a testosterona, a nandrolona exibe propriedades anabólicas relativamente fortes.

Ao contrário da testosterona, no entanto, sua atividade de construção de tecidos é acompanhada por propriedades androgênicas fracas. Muito disso tem a ver com a redução da nandrolona a um esteroide mais fraco, diidronandrolona, nos mesmos tecidos-alvo responsivos a andrógenos que potencializam a ação da testosterona (convertendo-a em DHT).

As propriedades suaves do decanoato de nandrolona o tornaram um dos esteroides injetáveis mais populares em todo o mundo, altamente preferido por atletas por sua capacidade de promover força significativa e ganhos de massa muscular magra sem fortes efeitos colaterais androgênicos ou estrogênicos.

História: o decanoato de nandrolona foi descrito pela primeira vez em 1960. Tornou-se um medicamento de prescrição em 1962. Foi desenvolvido pela gigante farmacêutica internacional Organon e vendido sob a marca Deca-Durabolin®.

O nome Deca-Durabolin® denota que o produto contém uma variante do Durabolin® injetável de nandrolona da Organon (fenilpropionato de nandrolona), usando um éster de 10 átomos de carbono.

Para que serve (efeitos esperados):

As aplicações médicas modernas, aprovadas, para o medicamento são ainda mais refinadas do que eram em meados da década de 1970.

Nos Estados Unidos, o medicamento agora é aprovado pela FDA apenas para o tratamento da anemia, embora também seja freqüentemente usado “off label” para preservar a massa magra em pacientes HIV positivos e outros que sofrem de doenças debilitantes.

Fora dos EUA, a Organon parece apoiar o uso desta droga principalmente em pacientes que sofrem de anemia grave, osteoporose e câncer de mama avançado.

O decanoato de nandrolona fornece um aumento acentuado na liberação de nandrolona 24 a 48 horas após a injeção intramuscular profunda, que diminui continuamente para perto dos níveis basais aproximadamente duas semanas depois. A meia-vida do decanoato de nandrolona é de 7 a 12 dias.

A nandrolona promove:

  • o aumento da síntese protéica (aumento nos níveis de colágeno e da densidade óssea);
  • estimulação da formação periosteal;
  • maior retenção de liquido sinovial;
  • redução as dores articulares e orevenção de inflamações dos tendões e ligamentos;
  • redução dos níveis de hormônios glicocorticoides;
  • aumento nos níveis de IGF-1;
  • aumento nas células vermelhas;
  • aumento no aproveitamento de nutrientes pelo corpo;
  • aumento de força.

Efeitos colaterais:

A nandrolona tem uma tendência baixa para a conversão de estrogênio, estimada em apenas 20% daquela observada com a testosterona. Isso ocorre porque, embora o fígado possa converter nandrolona em estradiol, e em outros locais mais ativos de aromatização de esteróides, como o tecido adiposo, a nandrolona está muito menos aberta a esse processo.

Consequentemente, os efeitos colaterais relacionados ao estrogênio são uma preocupação muito menor com essa droga do que com a testosterona. Níveis elevados de estrogênio ainda podem ser notados com doses mais altas, no entanto, podem causar efeitos colaterais como:

  • aumento da retenção de água;
  • ganho de gordura corporal;
  • ginecomastia.

É importante notar que a nandrolona tem alguma atividade como progesterona no corpo. Embora a progesterona seja um esteróide c-19, a remoção desse grupo, como na 19-norprogesterona, cria um hormônio com maior afinidade de ligação para seu receptor correspondente.

Compartilhando essa característica, muitos esteroides anabolizantes 19 também demonstraram ter alguma afinidade com o receptor de progesterona.  Os efeitos colaterais associados à progesterona são semelhantes aos do estrogênio, incluindo:

  • a inibição por feedback negativo da produção de testosterona;
  • aumento da taxa de armazenamento de gordura.

Os progestágenos também aumentam o efeito estimulador dos estrogênios no crescimento do tecido mamário (ginecomastia).

A nandrolona não é 17 alfa alquilado e não tem efeitos hepatotóxicos conhecidos em indivíduos saudáveis. A toxicidade hepática é improvável.

Efeitos colaterais (cardiovasculares): os esteróides anabólicos / androgênicos podem ter efeitos deletérios sobre o colesterol sérico. Isso inclui uma tendência de reduzir os valores do colesterol HDL (bom) e aumentar os valores do colesterol LDL (mau), o que pode mudar o equilíbrio de HDL para LDL em uma direção que favorece um maior risco de arteriosclerose.

Os esteroides anabólicos-androgênicos também podem afetar adversamente a pressão arterial e os triglicerídeos, reduzir o relaxamento endotelial e apoiar a hipertrofia ventricular esquerda, todos aumentando potencialmente o risco de doença cardiovascular e infarto do miocárdio.

Para ajudar a reduzir o esforço cardiovascular, é aconselhável manter um programa de exercícios cardiovasculares ativo e minimizar a ingestão de gorduras saturadas, colesterol e carboidratos simples em todos os momentos.

Acredita-se que a atividade progestínica da nandrolona contribua notavelmente para a supressão da síntese de testosterona durante a terapia, que pode ser acentuada apesar de uma baixa tendência à conversão de estrogênio. O hipogonadismo hipogonadotrófico prolongado pode se desenvolver secundário ao abuso de esteroides, necessitando de intervenção médica.

Por fim, existem fortes evidências que o uso da nandrolona no longo prazo pode causar redução da capacidade cognitiva e relacionado a memória. E, ainda, no curto prazo, pode causar efeito leve ansiolítico (a nandrolona tem reação negativa sobre a serotonina).

Ciclos comuns:

Administração em homens:

Para tratar a anemia renal, as diretrizes de prescrição do decanoato de nandrolona recomendam uma dosagem de 100 a 200 mg por semana.

A dosagem usual para propósitos de melhoria do físico ou desempenho é a faixa de 200 a 600 mg por semana, tomada em ciclos de 8 a 12 semanas de duração. Este nível é suficiente para a maioria dos usuários notar ganhos mensuráveis na massa muscular magra e força.

Sendo um construtor muscular moderadamente forte, a nandrolona também pode ser incorporada em ciclos de massa com resultados aceitáveis. A clássica pilha “Deca® e D-bol®” (geralmente 200-400 mg de decanoato de nandrolona por semana e 15 a 25 mg de Dianabol® por dia) tem sido uma base de musculação por décadas e sempre parece fornecer excelente crescimento muscular.

Administração em mulheres:

Para efeitos anabólicos gerais, as diretrizes de prescrição precoce recomendam uma dosagem de 50 a 100 mg a cada semana durante 10 semanas.

AVISO: CONSULTE UM MÉDICO ANTES DE TOMAR QUALQUER MEDICAMENTO. As informações apresentadas neste site não substituem prescrição médica personalizada. O conteúdo postado é meramente informativo.

Referências:

  1. Anabolics (William Llewellyn);
  2. Hormônios no Fisiculturismo (Dudu Haluch);
  3. Esteroides Anabólico Androgênicos (Lucas Caseri);
  4. Endocrinologia Feminina e Andrologia (Ruth Clapauch).

Nomes de referência: estrenolona.

Vídeos relevantes:

Indisponível.

Links relevantes:

Indisponível.

 Compartilhar

Publique seu conteúdo como colaborador

       (0 avaliações)

Comentários

Crie um conta ou entre para deixar uma avaliação

Você precisar ser um membro para fazer uma avaliação

Criar uma conta

Crie uma conta 100% gratuita!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora

Não há avaliações para exibir.


  • Conteúdo similar

    • Por Thiago Carneiro
      O fenilpropionato de nandrolona tem as mesmas características do decaonato de nandrolona, sendo a meia-vida a principal diferença entre as drogas, decorrente de um ester acoplado de modo diverso.
      A meia-vida do decaonato de nandrolona (Deca-Durabolin®) é de 6 dias, enquanto que a meia-vida do fenilpropionato de nandrolona (Durabolin®) é de 3 dias.
      A droga não é disponibilizada no mercado, salvo de modo irregular no mercado underground (Durabolin®, Fenabolin®, Activin®).
      Para mais informações, consulte decaonato de nandrolona.
    • Por Gustavo Barquilha Joel
      Leia a matéria de Gustavo Barquilha Joel e Luis Gustavo da Silva Rodrigues sobre o Decaonato de Nandrolona (Deca Durabolin).

      Por Gustavo Barquilha Joel (gustavo_barquilha@hotmail.com)
      Preparador Físico do Bauru in Line Hockey
      Prof. Mestrando do Programa de Pós-Graduação
      em Ciências do Movimento Humano - Instituto de
      Ciências da Atividade Física e Esporte - Icafe/Unicsul

      Por Luis Gustavo da Silva Rodrigues (luis.gustavo.ef@hotmail.com)
      Preparador Físico formado pela UNIP
      Atleta de Fisiculturismo
      Nota importante:
      Ola amigos,
      A intenção desta coluna não é estimular ninguém a utilizar qualquer tipo de substância ilícita, muito pelo contrário, o objetivo é demonstrar os vários efeitos colaterais que elas trazem com seu uso. Tentamos também na coluna associar as informações cientificas disponíveis na literatura com as informações praticas de atletas e/ou praticantes de musculação do mundo underground das academias.
      DECAONATO DE NANDROLONA
      A pratica de exercícios físicos, em especial a musculação, vêm sendo amplamente realizada por pessoas que buscam uma melhor qualidade de vida.
      Porém, a musculação também é utilizada por atletas e pessoas que buscam um melhor rendimento físico ou estético, sendo muitas vezes a uso de drogas para maximizar seus resultados.
      Nesse sentido uma das drogas mais utilizadas por freqüentadores de academias é a Nandrolona (Barquilha, 2009).
      A nandrolona (também conhecida como deca-durabolin) é um andrógeno sintético, tendo ação anabolizante prolongada de até três semanas (Kutscher et al., 2002), podendo estimular o crescimento e a resistência celular.
      Sua estrutura é parecida com a testosterona, porém não possui o carbono da posição 19, daí o nome 19Nor-testosterona, essa pequena mudança é faz com que ela não seja convertida em DHT (dihidrotestosterona) pela enzima 5-alfa-reductase (5AR) como normalmente acontece com a testosterona, conferindo então menores efeitos androgênios se comparado a testosterona.
      Essa droga é utilizada na regeneração de diversos tecidos, como o sangüíneo, córneo e outros. Ela é classificada como um andrógeno não aromatizavel decorrente da baixa conversão a estrógeno, minimizando efeitos femininos em grandes doses desse hormônio (Kuhn, 2002; Cunha et al., 2006), e nas mulheres essa droga apresenta menor virilização quando comparada a testosterona, porém ainda assim pode causar tal efeito.
      A via de administração da nandrolona é intramuscular ou oral. Ele é encontrado na urina como 19-nortestosterona e seus metabólitos; 19 norandrosterona e 19-noretiocholanolona, que podem ser detectados por um longo período de tempo na urina, sendo geralmente a norandrosterona presente em maior concentração (Guimarães e Alves).
      Um dos principais benefícios com a prática de exercícios físicos é a cardioproteção, sendo que o uso da nandrolona parece anular esse efeito positivo decorrente do exercício, o que corrobora com o fato de serem encontradas lesões freqüentemente nos corações de indivíduos que fazem uso de altas doses de anabolizante (Chaves et al, 2007).
      Além disso, outros possíveis efeitos colaterais podem ser encontrados com o uso, como acnes, calvície, libido, possível ruptura de tendão decorrente do aumento exorbitante de massa muscular, aumento do colesterol LDL, infarto agudo do miocárdio, morte súbita por hipertrofia ventricular esquerda.
      Quando utilizados na puberdade, causam o fechamento das epífises ósseas, acarretando déficit final do crescimento em conseqüência do amadurecimento ósseo precoce, atrofia do tecido testicular, infertilidade, impotência, dificuldade ou dor para urinar e hipertrofia prostática, tumores hepáticos e de próstata.
      Na mulher, pode ocorrer a masculinização, evidenciada pelo engrossamento de voz e crescimento de pêlos no corpo no padrão de distribuição masculino; irregularidade menstrual e aumento do clitóris. (Fineschi et al., 2001). Fatores psicológicos também são alterados, como irritabilidade.
      A sua utilização fica geralmente entre 200 à 800mg por semana em homens, sendo que sua meia vida é geralmente de 6 dias.
      Geralmente essa droga á associada com alguma testosterona de ação média ou longa, como por exemplo a oximetolona (fabricado com o nome comercial de Hemogenin) e a metandrostenolona (conhecida como Dianabol).
      Sua dosagem então vai variar do período da forma como estiver usando e sua pré-disposição a ter ou não demasiada retenção hídrica com a mesma.
      A Deca-Durabolin é produzida no Brasil pela empresa farmacêutica Organon, em ampolas de um mililitro com a concentração de 25 ou 50 miligramas/ampola.
      REFERÊNCIAS
      LARSSON, C.E. et al. Terapêutica tópica e sistêmica: pele, ouvido e olho. In: ANDRADE, S.F. Manual de terapêutica veterinária. 2.ed. São Paulo : Roca, 2002. p.116-178.
      BARQUILHA, G. Uma analise da incidência de efeitos colaterais em usuários de anabolizante da cidade de Bauru. Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício, v. 03, p. 146-153, 2009.
      CHAVES, E. A.; PEREIRA-JUNIOR, P. P.; FORTUNATO, R. S.; CARVALHO, D. P.; NASCIMENTO, J. H. M.; OLIVEIRA, M. F. Cardioproteção induzida pelo exercício é prejudicada pelo tratamento com o anabolizante decanoato de nandrolona. Brazilian Journal of Biomotricity. v. 1, n. 3, p. 46-55, 2007
      CUNHA TS, TANNO A.N, MARCONDES, F.K.; PEREZ, S.E.A., SELISTRE-ARAUJO, H.S. A administração de nandrolona não promove hipertrofia do músculo sóleo em ratos. Arquivos Brasileiros de Endocrinologia & Metabologia. 2006; 50(3): 532-540.
      FINESCHI V, BAROLDI G, MONCIOTTI F, PAGLICCI REATTELLI L, TURILLAZZI E. Anabolic steroid abuse and cardiac sudden death: a pathologic study. Arch Pathol Lab Med. 2001; 125(2): 253-255.
      GUIMARÃES WAM, ALVES SCC. Efeitos Crônicos do Treinamento de Forca Associado ao uso do Decanoato de Nandrolona sobre as Reservas de Glicogênio Muscular e Hepatico em Ratos. http://www.unimep.br/phpg/mostraacademica/anais/4mostra/pdfs/255.pdf
      KUTSCHER EC, LUND BC, PERRY PJ. Anabolic steroids: a review for the clinician. Sports Med. 2002; 32(5): 285-96.
      KUHN, CM. Anabolic steroids. Recent Prog Horm Res. 2002; 57: 411-434.
      1. Pharmacokinetic parameters of nandrolone (19-nortestosterone) after intramuscular administration of nandrolone decanoate (Deca-Durabolin) to healthy volunteers;
      2. Impact of Nandrolone Decanoate on Gene Expression in Endocrine Systems Related to the Adverse Effects of Anabolic Androgenic Steroids;
      3. Anabolic androgenic steroids differentially affect social behaviors in adolescent and adult male Syrian hamsters – Salas-Ramirez KY, Montalto PR, Sisk CL;
      Atenção:
      Anabolizantes esteróides são medicamentos e somente podem ser adquiridos em farmácias sob prescrição médica.
    • Por Amanda Mayrinck Hallak
      Conceito de meia-vida
      A meia-vida de um esteróide refere-se ao intervalo de tempo necessário para que metade da droga seja metabolizada. Quando uma droga tem meia-vida de 10 horas, isso significa que depois deste tempo sua concentração em nosso organismo cai pela metade, sendo que a quantidade restante não estará mais em condição de cumprir sua tarefa apropriadamente.
      Exemplo: O decanoato de nandrolona tem uma meia-vida de 15 dias. Sendo assim, se alguém aplicar 100 mg de decanoato de nandrolona após 15 dias a concentração desta droga diminuirá para aproximadamente 50mg, mais 15 dias para 25 mg e assim sucessivamente caso uma nova aplicação não seja feita.
      Vale lembrar que drogas orais possuem uma meia-vida atípica comparada a outras drogas injetáveis, pois seus cristais se dissolvem lentamente, mas tão logo tenham se dissolvido, a concentração da droga declina rapidamente. Um exemplo é o stanozolol oral, sua meia-vida é em torno de 1 dia.
      Tipos de ciclos
      Os ciclos podem ser: curtos, médios ou longos.
      Independente do ciclo vale lembrar que toda droga possui riscos conhecidos e desconhecidos em curto, médio ou longo prazo; algumas, inclusive podem provocar óbito. Existe uma crença que a combinação de esteróides funciona melhor do que a utilização de apenas um deles. Se por um lado essa crença parece ser indiscutível, por outro é bem certo que determinadas combinações, apesar de parecerem produzir melhores efeitos quanto ao aumento da força e massa muscular, também salientam os efeitos colaterais.
      Um ciclo curto tem um período de 8 a 10 semanas. Com 5 a 6 semanas de administração de drogas e de 3 a 4 semanas de intervalo pelo menos. No intervalo não se utilizam esteroides anabolizantes. Ciclos curtos permitem menores intervalos de descanso entre os ciclos.
      Um exemplo tradicional de ciclo curto é utilizando as drogas Deca Durabolin e Durateston. Deca durabolin possuiu meia-vida de 15 dias e durateston meia-vida de 15 a 18 dias. Este é um tipo de combinação muito comum entre aqueles que estão começando. Para pessoas absolutamente iniciantes, doses pequenas podem ocasionar ganhos espetaculares. Lembre-se quanto mais próximo do inicio, maior é a magnitude dos ganhos. Mulheres jamais devem se envolver com esta categoria de drogas, pois os efeitos colaterais seriam muito salientes.
      Deca Durabolin (Decanoato de Nandrolona)
      Deca é um preparado anabólico injetável. Após a injeção, o decanoato de nandrolona é gradualmente liberado do depósito intramuscular e subseqüentemente hidrolisado em nandrolona.
      A duração de ação é de cerca de 2 semanas. O perfil anabólico de DECA-DURABOLIN, segundo estudos metabólicos realizados em seres humanos, demonstra os efeitos anticatabólico e poupador de proteína, como também os efeitos favoráveis no metabolismo do cálcio (em casos de excreção).
      A Deca é modernamente androgênica, com boas propriedades anabólica e reduzido efeito aromatizante, sendo atípico o pronunciamento de efeitos colaterais.
      Por outro lado, esta droga reduz o desejo sexual e provoca infertilidade em homens mais do que qualquer outro esteroide anabólico em altas dosagens. É uma droga facilmente coletada em exames anti-doping.
      Durateston (Decanoato de testosterona, fenilproprionato de testosterona, isocaproato de testosterona e propionato de testosterona)
      Durateston é um preparado androgênico para administração intramuscular contendo quatro ésteres diferentes do hormônio natural, a testosterona. Pela combinação desses ésteres de testosterona, a ação de Durateston inicia-se logo após a injeção e é mantida por aproximadamente três semanas.
      O propionato e o fenilproprionato de testosterona tem uma ação imediata, mas, de curto período. Já o isocaproato e o decantado tem um inicio de ação mais lento, porem de longa duração. Esta droga pode mostrar excelentes resultados em aumento de forca e ganho de peso e parece não promover muita retenção hídrica como a maioria dos esteróides altamente androgênicos.
      Outra vantagem observada pelos usuários é que só se pode utilizar esta droga por maior período de tempo pelo fato de não causar maciço fechamento dos receptores celulares, como acontece com muitos esteróides. Durateston é geralmente bem tolerado.
      Ao planejar um ciclo, o entendimento da meia-vida das drogas é fundamental e muito importante, pois se não for assim o usuário poderá, dentre outros enganos, se manter dentro de um ciclo durante muito tempo salientando assim todos os possíveis efeitos colaterais.
      Esta informação também pode contribuir para que o ciclo planejado não tenha muita flutuação de drogas no sistema e na concentração sanguinea.
    • Por Carolzinha12323
      Oi gente, então queria uma ajuda de vocês rss, malho a 6 anos e já fiz um ciclo de masteron 0,5 dia sim dia não por 6 semanas, tive queda de cabelo e pele oleosa a voz engrosou um pouquinho durante o ciclo mas volto quando parei fiz apenas um mês perdi 6 quilos, eu malhei por 6 anos em seguida e tive que da uma parada e tals e tinha engordado ai voltei com meu primeiro ciclo mas qse sem conhecimento e adorei e agora resolvi fazer um pra ganho comprei deca e comecei a tomar faz 10 dias, 0,3 a cada 3 dias querendo aumenta pra 0,5 a cada 3 dias oq acham? Nesses 10 dias ganhei 1 quilo e meio, estou pensando em aumenta minha alimentação, estou me sentindo um pouco inchada e sem definição. 
      Tenho 1, 58 de altura 
      Pesando 60 quilos
    • Por Dellys Amanda
      Bom dia! Me chamo Dellys Amanda, e estou querendo fazer um ciclo dom Deca. Pois bem, comprei o kit para 8 semanas de ampolas da deca, óbvio que clandestinamente com o dono de uma farmácia da cidade vizinha. 
      Só que eu não sabia a questão da concentração que viria, e veio alta. Veio 250mg/ml.. da Schering plough.
      queria saber como eu faço pra tomar a dosagem de forma a não ter colaterais pesados, pois nunca fiz ciclo, e já me consultei com nutricionista esportivo, cheguei no máximo de objetivo natural que meu corpo pode oferecer. 
      Meus dados:
      idade: 26 anos 
      Peso: 53 kg
      Altura: 1,60 m
      Medicações em uso: nenhuma no momento
      Problemas de saúde: nenhum no momento. 
      Nunca fiz ciclo
      Ciclo proposto: Deca por 8 semanas 
      Divisão do treino: inferiores com divisão entre quadríceps/ posterior e glúteo alternado na segunda, quarta e sexta. Superiores e abdominal na terça e quinta. 

      ainda não faço dieta, mas cortei refrigerante, gorduras e frituras. Como frango e ovos 95% do tempo, e arroz, feijão, macaxeira e batata. As vezes pão. Não como massas nem nada do tipo.
      Não tenho como postar Fotos agora, mas vou mandar uma atual.
       
       




×
×
  • Criar novo...