Jump to content

Os Benefícios do Fisiculturismo

Vinicius Idelfonso Tonioli
  • , 9,125 views

Estou cansado de ouvir gente hipócrita e estúpida difamando a nossa classe. Dizendo que somos burros, bombados, que só temos músculos demais e cérebro de menos. Ouço ainda que somos bitolados, fechados em um mundo egoísta, e malucos.

Desde que iniciei no esporte, minha vida mudou, e garanto que foi pra melhor. O fisiculturismo nos ensina valores que muitas vezes estão escondidos em nossos espíritos . Espíritos que são amontoados por vícios que a sociedade impõe. Comodismo, preguiça, indiferença, são malefícios impostos direta e indiretamente em nossas vidas de forma tão avassaladora que deixamos escondido aquilo que deveria realmente ser ressaltado, ou que pelo menos eu julgo que merecia ser ressaltado.

O que você aprende com o Fisiculturismo além de técnicas para criar um corpo escultural? O que nos diferencia dos demais?

Disciplina: Não existe um fisiculturista que não tenha isso como um dos principais valores. A disciplina, a insistência, o foco na missão é o que traz os resultados que a maioria não tem.

Determinação: Quantas vezes você traça um objetivo e deixa pra lá? Desiste por dificuldades? Seja no que for, um fisiculturista aprende a nunca desistir, a ser determinado e ir até o fim em seus objetivos

Dor: Todo fisiculturista sofre, passa fome ou então come o que odeia. Sente a dor de cada treino, a dor de cada lesão, a dor dos sacrifícios pelo seu objetivo. Isso só os torna mais fortes.

Saúde: Enquanto a sociedade impõe que o homem feliz ideal é aquele que bebe cerveja, fuma e se acaba na noite, o atleta preza por sua saúde , alimentação regrada e bons hábitos.

Poderia ficar horas mais aqui falando sobre os benefícios extra musculares que o fisiculturismo causa na vida das pessoas. Experimente pegar estes valores e aplicar na sua vida fora da academia. Com certeza começará a ser mais bem sucedido em todos os seus projetos.

Sign in to follow this  

User Feedback

Recommended Comments



Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Add a comment...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


  • Similar Content

    • By Rafael Bracca dos Santos
      Encontramos muitas opções de  suplementos no mercado, porém, alguns deles são os que consideramos de maior importância no processo de saúde, longevidade e, também, performance.
      Existe uma épica frase que diz assim: "que seu remédio seja seu alimento, e que seu alimento seja seu remédio", Hipócrates - pai da medicina moderna.
      Então devemos primeiramente, antes de pensar em remédio, pensar nos "remédios da farmácia de Deus", que são nossos alimentos. A cura e a prevenção da maioria das doenças está tudo na natureza que Deus criou.
      Lembrando que este artigo é informativo e de forma alguma tem a intenção de realizar alguma prescrição generalizada, o que seria incabível, antiético e sem sentido.
      Segue abaixo uma lista de alguns suplementos que consideramos essenciais para saúde, performance e longevidade.
      Magnésio Dimalato
      Pode ser manipulado na forma de Dimalato, que é uma forma quelada, deste mineral.
      Os minerais só são altamente biodisponiveis se ingeridos na forma quelada. Uma forma interessante é o ZMA, que é a junção de Zinco + Magnésio, contanto que seja de alta qualidade como o ZMA da @blackskullusa, por exemplo.
      O Magnésio é considerado um santo remédio. Remédio da farmácia de Deus, melhor antiarrítmico existente no planeta:
      bom para o cérebro; bom para combater dores; bom para fibromialgia; ajuda a prevenir diabetes; fortalece os ossos através da fixação de cálcio neles; ajuda a regular o potássio no corpo; rejuvenesce todo o organismo; diminui a insônia por regular o GABA no nosso sistema (ótimo se ingerido com glutamina); participa da regulação e formação do ciclo de Krebs; sintetiza a Glutationa, que é o antioxidante mais poderoso do seu corpo, e ele precisa de magnésio para sua formação; participa de mais de 300 funções bioquímicas do nosso corpo. Aproximadamente 80% das pessoas no mundo são deficientes de magnésio. As melhores formas apresentadas em forma de suplementos são magnésio dimalato, magnésio aspartato (fórmula do Zma @blackskullusa), treonato de magnésio, citrato de magnésio e cloreto de magnésio.
      Outro detalhe importante é que não adianta pedir magnésio sérico como forma de exame para deficiência do mineral. Esta base não é das melhores para identificar deficiência.
      Temos 9 possíveis sintomas de deficiência de magnésio, que são:
      cãibras nas pernas; insônia; dores musculares (fibromialgia); ansiedade; hipertensão; diabete tipo 2; fadiga; dores de cabeça (enxaqueca); osteoporose. A junção de zinco e magnésio também pode ser considerada uma combinação fantástica para estímulo natural de testosterona. Para aqueles que buscam melhora da disposição, melhora da qualidade do sono e melhor recuperação muscular.
      Este é um aliado que consideramos vital, não só para benefícios diretos citados acima, como também indiretos. Toda doença hoje tem algum grau de associação com deficiência de magnésio (Dr Normal Shealy, 2013, PhD, Neurocirurgião americano).
      DHA 500mg ou Ômega 3 1g
      Este é um maravilhoso suplemento que deve fazer parte da dieta de todas as pessoas.
      Porém, existem muitos ômega 3 de péssima qualidade no mercado. Para saber a qualidade, primeiramente, devemos avaliar o preço. Produtos que custam menos de R$ 75,00 a R$ 90,00 para 120 cápsulas dificilmente serão de alta qualidade.
      Outro marcador interessante é o cheiro. Se você abrir o pote e ele apresentar cheiro de peixe, provavelmente está altamente contaminado.
      Ômega 3 deve se ter sua encapsulação com altos padrões de qualidade e isso tem um custo, como citei acima. Estes ômega 3 baratinhos de farmácia são péssimos e ainda podem causar intoxicação com mercúrio, além, de gerar azia e refluxo.
      Portanto, tome estes cuidados para garantir os benefícios de melhora da saúde. O ômega 3 é excepcional para:
      fornecer ação anti-inflamatória; aumentar o sistema imune; melhorar a qualidade da pele; tem ação antitrombótica; inibe agregação plaquetária; promove a saúde cardiovascular; diminui as chances de alzheimer no futuro; dentre muitos outros benefícios. Iodo Lugol 5%
      Considerado um suplemento excepcional para aumentar a capacidade neuronal e cognitiva, saiba que você ingere metade do Iodo que seu pai ingeria no passado.
      Japoneses consomem 100 vezes mais iodo por dia  que o brasileiro. É inquestionável a inteligência diferenciada dos japoneses. Hoje o solo é pobre e o iodo que utilizamos no sal é apresentado na forma orgânica, que pode ser cancerígena se consumida em excesso.
      Iodo deve ser consumido na forma inorgânica. "Ah, mas eu não tenho bócio", ok, não estamos discutindo saúde básica, sobrevivência, estamos discutindo sobre ter uma saúde de excelência que gere longevidade e menor risco de doenças futuras como câncer de mama, câncer de ovário ou câncer de próstata por exemplo, que são coisas completamente distintas.
      O Iodo é desintoxicante, desinfetante, elimina metais pesados, quela mercúrio, quela chumbo, quela cádmio, você não fica gripado, dentre outros benefícios.
      Existem vários livros médicos relatando esses benefícios como o Livro do Dr David Bronstein, maior especialista de Iodo e tireóide no mundo. E aqui no Brasil um livro muito interessante do Dr Juliano Pimentel.
      Pessoas com hipotireoidismo também podem se beneficiar com o uso conjunto de Lugol, selênio e zinco.
      Em muitos casos, pacientes que estão usando doses altíssimas de T4 sem que o problema da tireóide seja resolvido, podem usar conjuntamente com o tratamento medicamentoso estes três suplementos citados acima (Lugol, selênio e zinco).
      Eles podem auxiliar a tratar o problema, não deixando ativar o t3 reverso, e com muito menos t4 já se pode resolver o problema.
      Uma regra importante é que você necessita ingerir, juntamente com o iodo, o selênio,  para garantir ótima absorção.
      Selênio
      Uma cápsula em jejum com Lugol 5% é excelente para regulação do sistema endócrino e coadjuvante no processo de absorção do Iodo (LUGOL 5%).
      A dose depende de cada pessoa. Benefícios:
      combate radicais livres; aumenta a imunidade; auxilia na prevenção de doenças cardiovasculares; auxilia na perda de peso; auxilia no trabalho nutricional de aumento de massa muscular. Vitamina D3
      A dose individual depende do resultado dos exames sanguíneos. A deficiência de vitamina D é verificada em 97% dos brasileiros. Esta vitamina é considerada o melhor anticâncer existente no planeta.
      Procure manter altos no sangue os níveis de vitamina D, ele deve estar sempre acima de 50 nanogramas por ml, por isso, a necessidade dos exames, inclusive este dado está publicado na literatura.
      A vitamina D protege o organismo de 85% dos cânceres que você poderia eventualmente desenvolver.
      Ela deve ser consumida com algum tipo de gordura por ser lipossolúvel.
      Tomar sol também pode ser uma opção "natural" para aumentos dos níveis de vitamina D (necessita ser entre 12h e 14h, por 20 minutos por dia, com 70% do corpo descoberto).
      Vitamina K2
      É a vitamina antienvelhecimento. Afirma-se que 80% das doenças cardíacas e morte súbita poderiam ser completamente evitadas se este nutriente não estivesse deficiente.
      Em uma semana sem ingesta já se encontra em deficiência. Anti-rugas, anticáries e anticâncer. É considerada a peça chave que estava faltando no quebra-cabeça da nutrição adequada.
      Excepcional captador de cálcio, removendo, por exemplo, uma calcificação da válvula aórtica e sinalizando para os ossos que é onde deveria estar diminuindo o risco de DCV e acabando com a osteoporose, duas doenças consideradas irmãs.
      Outro fator importantíssimo, e que deveria ser obrigatório, é o uso da combinação de vitamina K2 (carreador de cálcio, tirando da artéria e enviando pro osso), magnésio (auxilia o cálcio a segurar no osso) e vitamina D3 (garante melhor absorção do cálcio) em pessoas que estão suplementando com cálcio.
      E há derivados ainda melhores, como uma Whey Protein de alta qualidade, como é o caso da Whey Zero da @blackskullusa, onde cada 100g de produto fornece cerca de 600mg de cálcio altamente biodisponível.
      Essa medida garante que todos os benefícios possam ser desfrutados sem risco de osteoporose, DCV, morte súbita, AVC dentre outros problemas relacionados à calcificação de artérias por deficiência nutricional.
      Custos
      "”Ah mas essa suplementação é cara?".  Isso depende do que você considera caro. Quem não investe em saúde hoje, investirá na doença amanhã.
      Vejo muitas pessoas gastarem R$ 200,00 a R$ 300,00 em uma festa para ficarem 2 a 3 horas. Pergunto: uma suplementação para 30 dias por menos de R$ 500,00  é cara?
      Caso sua saúde seja sua prioridade, não é caro.
      Vamos analisar a média em reais desse investimento por mês:
      vit D3; vit K2; magnésio dimalato; Lugol 5%; selênio; ômega 3 1g. Total deste investimento: R$ 250,00 por mês.
      Não são essas fórmulas manipuladas que custam R$ 2.000,00 a R$ 3.000,00 por mês como algumas pessoas pensam. Não são essas fórmulas caríssimas que são essenciais à saúde.
      É possível a suplementação para se ter saúde com produtos com preço infinitamente mais acessível.
      As formulações acima citadas podem ser inseridas na rotina nutricional por um custo baixo e são suficientes para a maioria das pessoas.
      Espero que tenham gostado do material apresentado. Para saber exatamente quais suplementos tomar e a posologia para prevenção, tratamento e manutenção da sua saúde, procure um nutricionista ou médico nutrólogo.
      Sigam no instagram:
      @clinicaortomecularbracca @rafaelbracca Referências bibliográficas:
      A.V da Costa. O magnésio e o que ele pode fazer por você. E. Thesaurus, 2010. Brasília, pág. 283.
      Alzheimer’s Association. Alzheimer’s facts and figures. https://www.alz.org/alzheimers-dementia/facts-figures
      Acetyl-L-Carnitine WebMD. Vitamins and Supplements. Acetyl-L-Carnitine. Accessed 5-14-14, https://www.webmd.com/vitamins-and-supplements/qa/what-is-acetyllcarnitine-alc
      Brownstein D. Clinical Experience with Inorganic Non-radioactive Iodine/Iodide. The Original Internist. 12(3):105-108, 2005.
      D’Amour P, Rousseau L, Hornyak S, Yang Z, Cantor T. Influence of Secondary Hyperparathyroidism Induced by Low Dietary Calcium, Vitamin D Deficiency, and Renal Failure on Circulating Rat PTH Molecular Forms. Int J Endocrinol.
      Finley JW, Bogardus, GM. Breast Cancer and Thyroid Disease Quart. Review Surg Obstet Gyn 17:139-147, 1960.
      Garcia-Solis Pand others. Inhibition of N-methyl-N-nitrosourea-induced mammary carcinogenesis by molecular iodine ([I.sub.2]) but not by iodide (I) treatment: evidence that [I.sub.2] prevents cancer promotion. Mol Cell Endocrinol2005;236:49-57.
      Ghent WR and others. Iodine replacement in fibrocystic disease of the breast. Can J Surg 1993;36:453-460.
      Henderson S. High carbohydrate diets and Alzheimer’s disease. Med Hypotheses 2004; 62:689- 700.
      Hollowell J. Use of Iodine for Water Disinfection: Iodine Toxicity and Maximum Recommended Dose. Environmental Healthy Perspectives, Aug 1, 2000.
      Institute of Medicine (US) Committee to Review Dietary Reference Intakes for Vitamin D and Calcium; Ross AC, Taylor CL, Yaktine AL, et al., editors. Dietary Reference Intakes for Calcium and Vitamin D. Washington (DC): National Academies Press (US); 2011
      Jones G. Pharmacokinetics of vitamin D toxicity. Am J Clin Nutr. 2008;88(2):582S-6S. [Pubmed].
      Johnson RJ et al. Potential role of sugar (fructose) in the epidemic of hypertension, obesity and the metabolic syndrome, diabetes, kidney disease, and cardiovascular disease.
      Kanazawa I, Tanaka K, Ogawa N, Yamauchi M, Yamaguchi T, Sugimoto T. Undercarboxylated osteocalcin is positively associated with free testosterone in male patients with type 2 diabetes mellitus. Osteoporos Int. 2013;24(3):1115-9.
      Khansari N et al. Chronic Inflammation and Oxidative Stress as a major cause of agerelated diseases and cancer. Recent Patents on Inflammation and Allergy Drug Discovery 2009, 3, 73-80.
      Kirmani S, Atkinson EJ, Melton LJ 3rd, Riggs BL, Amin S, Khosla S. Reltationship of testosterone and osteocalcin levels during growth. J Bone Miner Res. 2011;26(9):2212-6.
      Leaky gut and magnesium deficiency: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK507249/
      Magnesium Therapy, by Patricia Ann Braun, M.D. http:// pbraunmd.org/magnesium.htm.
      Magnesium: The Nutrient that Could Change Your Life, by J.I. Rodale http://www.mgwater.com/rodtitle.shtml
      McCANN JC and AMES B. Vitamin K, an example do triage theory: is micronutrient inadequacy linked to diseases of aging? Am J Nutr 2009, Oct, 90(4): 889-907.
      McTiernan A and others. Incidence of Thyroid Cancerin Women in Relation to Known or Suspected Risk Factors for Breast Cancer. Cancer Research 47, 292-295, January 1, 1987.
      McCullough ML, Bostick RM, Daniel CR, Flanders WD, Shaukat A, Davison J, Rangaswamy U, Hollis BW. Vitamin D status and impact of vitamin D3 and/or calcium supplementation in a randomized pilot study in the Southeastern United States. J Am Coll Nutr. 2009;28(6):678-86. [PubMed].
      Mercola J. Avoid This Food to Help Slow Aging. Mercola.com. February 22, 2012 http://bit.ly/S3Nf84.
      M.G. Enig. Know Your Fats: The Complete Primer for Understanding the Nutrition of Fats, Oils and Cholesterol. Bethesda Press, 2000, p. 106.
      Miller, DW. Iodine for Health, http://www.lewrockwell.com/miller/miller20.html.
      Miller, DW. Extrathyroidal Benefits of Iodine. Journal of American Physicians and Surgeons. Volume 11, Number 4, Winter 2006.
      Miller, DW. Iodine for Health. http://www.lewrockwell.com/miller/miller20.html.
      Ottoboni F and Ottoboni A. The Modern Nutritional Diseases. Second Edition. 2012. Chapter Ten : The Diet-Disease Connection; Chapter 12: Disease Prevention- the Shunned Science. Fernley, NV: Vincente Books.
      Reiman E, Kewei C, Alexander G, et al. Functional brain abnormalities in young adults at genetic risk for late-onset Alzheimer’s dementia. Proc Natl Acad Sci USA 2004;101(1):284-289.
      The dangers of magnesium deficiency in endurance athletes: https://www.healthline.com/nutrition/magnesium-deficiency-symptoms
      The Magnesium Miracle, by Carolyn Dean, M.D., N.D., Ballantine Books, 2007.
      Weaver CM, Heaney RP. 2006. Food sources, supplements, and bioavailability. In: WeaverCM, HeaneyRP, editors. Calcium & human health. Totowa , N.J. : Humana Press. 137 p. [Springer].
      Zhang L and others. Nonradioactive iodide effectively induces apoptosis in genetically modified lung cancer cells. Cancer Res 2003;63:5065-5072.
      50, Kiel, D.P., Kauppila, LI., Cupples, LA, Hannan, M.T., O'Donnell, C.J., Wilson and P.W. (2001). Bone loss and the progression of abdominal aortic calcification over a 25-year period: the Framingham heart study. Calcif Tissue Int 68:271-276. Erratum in: Calcif Tissue Int (2004) 74:208. 5l. McFarlane, S.l., Muniyappa. R. Shin, J.J., Bahtiyar: G. and Sowers, J.R. (2004), Osteoporosis and Cardiovascular Disease. Endocrine 23(l): l-l0.
    • By Blindão
      Eae galera, recentemente eu fiz um tópico sobre por onde começar com esteroides (ao qual fui muito bem recebido com a resposta, e por ser meu primeiro tópico), e agora vou fazer um pedindo ajuda sobre conselhos de treino, suplementação e dieta, já que no momento atual eu estou preparando o meu corpo para os esteroides e também afiando minha disciplina com academia. Vi que vocês desse fórum são muito educados e gentis (diferente da galera do outro fórum, ao qual fiz um post assim e nunca vi tanto macacada e narcisismo), então me senti confiante em pedir avaliação de vocês.
      Idade: 20 Altura: 1,87 Peso: 85,5 Kg Medicações em uso (Anticoncepcional, etc...): Remédio pra estresse natural (Ritimoneuran, já que sigo um cronograma muito estressante) Problemas de Saúde: Nenhum, só estresse por causa que trabalho e estudo igual um boi (Trabalhar e fazer faculdade estressa muito) Tempo de treino: 1~1h30 (a variação vai de acordo com a motivação do dia)  Objetivos: Trincar o abdômen (principal objetivo), preparar o corpo para o primeiro ciclo de esteroides (vai ser em fevereiro do ano que vem, e já estou juntando um orçamento pra fazer um ciclo super seguro) e chegar em 15% ou menos de BF. Divisão de treino e horário do mesmo:  A,B.C e D com 10~20 minutos de aquecimento todo dia, e vou treinar sempre às 15h00. O treino funciona da seguinte forma, todo o tem aquecimento, sigo no ritmo A=>B=>C, o treino D é dia sim e dia não já que é abdômen, e são 6 dias de treino por semana, reservado domingo para descanso. Ps: essa é minha segunda lista de academia, ao qual eu montei sozinho (treino faz 3 meses Treino A (Costas e bíceps): ==> Costas: Puxada pela frente neutra, Remada pronada no cabo, aquele lá que faz com a cordinha do tríceps (esqueci o nome kkk), pull-down, (*Extra) Remada curvada com barra. (*Exercícios extras são aqueles que eu faço quando sobra mais tempo, ou quando eu tô mais animado) 
      ==> Bíceps: Rosca direta barra W, Rosca bíceps no banco inclinado com halteres, Rosca direta com halteres, Rosca no cabo, (Extra) Rosca martelo inclinado
      Treino B (Perna,trapézio e ombros): ==> Perna: Agachamento com barra, Levantamento terra, agachamento frente, abdutor invertido, mesa flexora, panturrilha no leg pres 45°, panturrilha na máquina (burrinho), cadeira extensora. ==> Trapézio e ombro: Remada alta com barra, encolhimento com barra por trás, crucifixo invertido deitado com halteres, elevação frontal com halteres, desenvolvimento com barra.
      Treino C (Peito e tríceps): ==> Peito: Supino reto, Crucifixo inclinado com halteres, supino inclinado com halteres, crucifixo reto com halteres, (Extra) Flexão de peito. ==> Tríceps: Halteres no alto (não lembro o nome do exercício), tríceps afundo, tríceps testa com halteres, supino reto apertado/fechado, (Extra) Flexão.
      Treino D (Abdômen) : Elevação  de pernas, abdominal no chão com peso (aquele padrão msm), abdominal na polia alta, abdominal em plano inclinado.
      Dieta com quantidade de proteína/carboidrato/gordura por dia: Proteínas: 180g/dia
      Carboidratos: 150g/dia (Como carboidrato como complemento, não consumo bastante)
      Gordura: Só o necessário, e sempre provinda de alimentos como carne branca e vermelha 
      Tento consumir o mínimo de calorias possível, mas, consumo uma boa quantidade de proteínas, o valor acima é referência, já que tem dias que eu extrapolo o valor.
      Suplementos: ==> Whey da probiótica, ao qual, consumo de 25~30g de proteína dele em um shake no pós treino (eu costumo mediar a quantidade dependendo do meu desempenho do dia, tipo, se treinei igual um boi, eu costumo chapar 30g de proteínas, e se o treino foi padrão, eu chapo apenas 25g)
      ==> BCAA AminoTank da Midway: 5g pré treino e 5g pós treino junto como Whey
      ==> Creatina Rifle da Midway: 5g pós treino, ao qual é o primeiro suplemento que eu tomo, e tomo separado dos outros entre 2~5 minutos antes de tomar o Whey com BCAA, e sempre junto com algum alimento com índice glicêmico alto. 
      ==> Multivitamínico: antes de dormir
      Obs: Eu comprei uma creatina da universal, e na próxima suplementação eu vou tomar ela e o Whey apenas, pois ouvi dizer que BCAA não dá tanto resultado assim.
      Notas finais: Ficou grande o tópico, mas resumidamente, isto é um regime de treino para trincar abdômen e preparar o corpo para o primeiro ciclo de AEs. No momento estou estudando um ciclo seguro à se montar e juntando dinheiro, o fórum aqui me deu muito material para estudo, e vocês são muito educados 🤙.
       
    • By ResilientSoul
      Olá pessoal.
      em 2012 tive meu primeiro contato com este mundo do fisiculturismo. Na época comecei a treinar com orientação de um fisiculturista, quem me deu muita base de treino durante 10 meses. Depois por não ter mais condições segui treinando por conta, até hoje. Já parei e voltei muitas vezes. Em 2014, cheguei num shape (14%bf~) que chamou a atenção deste treinador para que eu competisse (bikini) até mesmo sem uso de esteroide.. enfim, ademais já fui atleta de handebol por 10 anos o que me deu uma memória muscular aos membros superiores, enquanto os cambitos sofrem para hipertrofiar 1cm... por isto a ideia de fazer um ciclo. 
      Então este ano decidi por meu corpo no eixo e do jeito que sempre quis: barriga seca e pernas maiores.
      Minha agenda, no entanto é muito complicada, mas se eu quero algo eu ponho na cabeça e faço.
      Idade: 26
      Altura: 1.59
      Peso: 57kg
      Medicações em uso: nada. 
      Nenhuma cirurgia
      Problemas de Saúde: nenhum.
      Tempo de treino: 6 anos com idas e vindas. 
      Ciclos FEITOS com dose e tempo: nenhum
      Ciclo PROPOSTO com Aes (Marca) dose e tempo: Iniciar em novembro/2019 com Oxandrolona (não sei a melhor marca). ?qtde x ?tempo
      estou treinando na academia do meu edifício, pois a recém (1 mês) me mudei e ainda não encontrei uma academia em conta por perto, mas como já treinei muito em academia de prédio e tive resultados, vou improvisando com o básico. 
      Treino de pernas (2/sem: um dia com mais foco em quadríceps e outro em posteriores e glúteo ):
      Agachamento livre
      2x 20 aqc
      4x 10-12 
      Afundo unilateral 4x12
      Passada - 3 séries 
      Elevação de quadril- 4x10
      Stiff - 4x12
      Sumô - 4x12
       
       
      Treino de Ombro e braços (alterno conforme disposição muscular mas sempre fazendo uma boa distribuição entre eles 2x/sem)
      Elevação  lateral - 4x15
      Elevação frontal - 3x12
      Puxada vertical - 3x12
      Desenvolvimento - 3x12;
      Tríceps banco ou francês 3x15.
       
      Treino de costas e bíceps 1x/semana
      remada aberta 4x12
      remada unilateral 4x12
      rosca direta 3x15
      rosca alternada 3x12
       
       
      Não faço dieta, mas como praticamente a mesma coisa todos os dias, há uns 4-5 anos. Tenho alergia a trigo. Pouca tolerância a feijão, soja, leite puro, pimentão. Gosto (muito) de carne, todas.
      Aqui vem um relato talvez inédito: Há mais de 7 anos minha dieta não ultrapassa as 1200 kcal. 1 porque como pouco e 2 porque me sinto inchada comendo mais que isto mesmo sabendo que posso estar muito errada. 
       
      Rotina que gostaria de fazer mas não tenho feito (Cardios e treino)
      6:50 acordo
      7:15  de 3 a 4x/semana tomo uma xícara de café preto sem açúcar 
         Hiit (bike) 25min 3x/sem (ter/qui/sab)
      Refeição 1
      9:30
      1 ovo e 2 claras
      15g de queijo parmesão 
       
      Refeição 2 
      11:00
      30g castanhas de caju ou chocolate 80% cacau ou 15g de cada
       
      Refeição 3
      13:30
      100g de peito de frango + 1 ovo ou 120g de alcatra ou 120g sobrecoxa
      100g vegetais 
      Às vezes algum carboidrato como cerca de 50g batata doce ou baroa ou 30g arroz cozido
       
      Refeição 4 
      16:00
      30g castanhas de caju ou chocolate 80% cacau ou 15 de cada
       
      18:00
      Café preto 
      18:30
      Treino (musculação seg/qua/sex)
       
      Refeição 5
      20:30
      100g de frango + 1 ovo ou 120g de patinho ou 120g salmão 
      100g vegetais 
      Às vezes algum carboidrato como cerca de 50g batata doce ou baroa ou 30g arroz cozido
      Água: 1,5L a 2L/dia
      Kcal: 1100~1200
      P: ~100
      😄 ~60
      G: ~60
       
      Objetivo: Hipertrofia/ ganho de massa/ definição
       
      Hoje meu corpo não me agrada, minha barriga está flácida. Tenho algumas celulites. Estou mais branca que um palmito porque tenho tido vergonha de ir pro sol...



      Faltou o 4° dia de musculação que em geral faço aos sábados. 
      Obs: colei o texto da minha dieta e treino que escrevi nas minhas notas do celular e a fonte ficou gigante. 
    • By Cabo Araujo
      Boa tarde, terminei um ciclo de cipionato de 8 semanas e estou fazendo TPC somente com tamoxifeno. Estou no oitavo dia tomando 40mg tsd, o problema é que estou com fortes dores nas articulações. Principalmente joelhos e ombros, estou sem treinar já tem 2 semanas. Nunca senti isso antes, sei que não exagerei nas cargas. Será que o uso de tamoxifeno 40mg pode ter causado isso, alguém pode me ajudar?
    • By Luciana Bretas
      Olá, aqui é meu relatório após 4 semanas de oxandrolona pela primeira vez. 
      Comecei usar do laboratório usp labs. Já na primeira a semana ganhei 3kg. Me senti inchada, gorda. Na segunda semana, pele oleosa e algumas espinhas, libido aumentou. Músculo da perna mais duro. Já na 3.a e 4.a semana, insônia, muita sede desde primeira semana e a bexiga parou, muito pouca urina e muito amarela. Motivo de grande preocupação, pois estou retendo, rins não funcionam. 
      Não emagreci, não teve tanto aumento de força, não sequei nada. Apenas a perna está mais dura.  Sinto muita dor muscular na coxa como se tivesse acabado de treinar. Sinto que meus tendões estão mais fracos, cãibras. Dificuldade para subir uma escada, ofegante. 
      Amanhã farei exames para ver fígado, sangue, testosterona, rins. Acredito que farei apenas a última semana, 5.a.
      Uso 20mg pir dia. Trenó aeróbico e musculação. Três exercícios para cada parte do corpo. Apenas frango e salada com uma colher de arroz e feijão no almoço. De manhã como frutas e iogurte com uma fatia de pão integral. Jantar, ganola e iogurte.  Se tenho vontade de um doce, como. 
      Não estou querendo comer muita proteína porque estou vendo que meu rim não vai bem. Não acho que vale a pena arriscar sua saúde por preguiça de emagrecer...  Emagrecer é possível sim e ganhe músculos no seu limite, é possível. 
      Estou arriscando minha vida, não faria mais. 
      E agora quando eu parar de tomar, o que vai acontecer? 
×
×
  • Create New...