Ir para conteúdo
Ricardo Fonseca
Ricardo Fonseca
Entre para seguir isso  

Otimização da Perda de Peso e Extensão da Vida

Muitas informações não chegam até nós por não ser conveniente financeiramente para alguns grupos.

O que aconteceria se revelações da ciência aumentasse a expectativa de vida da população? Será que os países conseguiriam pagar a aposentadoria para um grande número de pessoas com mais de 100 anos de idade?

É interessante para algum governo que você viva muito tempo? Será que existe a cura para muitas doenças e isso é simplesmente abafado por órgãos governamentais e também pela indústria farmacêutica?

O fato é que a natureza possui verdadeiros remédios que apesar de desconhecidos, agem a favor da vida. Diversos estudos já foram comprovados mas são pouco divulgados, por exemplo, pesquisas realizadas sobre o tratamento das doenças geradas pelo acúmulo de gorduras.

Podemos evitar a manifestações dessas doenças combatendo a acumulação de gordura através de vários mecanismos:

  1. Otimizando a digestão e absorção da sacarose.
  2. Aumentando o gasto energético de repouso.
  3. Dificultando a absorção de gordura no intestino.
  4. Modudalando a atividade da enzima alfa-amilase reduzindo assim, a absorção de carboidrato na corrente sanguínea.
  5. Reduzindo a ação da enzima alfa-glicosidase, tornando mais lenta a absorção dos amidos e açúcares na corrente sanguínea.
  6. Melhorando a sensibilidade da leptina, estimulando a lipólise(queima de gordura).
  7. Promovendo níveis saudáveis de adiponectina para ajudar manter a sensibilidade à insulina.
  8. Regulando a atividade da enzima glicerol-3-fosfato desidrogenase, reduzindo a quantidade de amidos ingeridos convertidos em triglicérides e armazenados como gordura.

Um estudo no "Journal of Science" concluiu que em primatas, uma dieta de restrição calórica pode retardar o início de várias doenças relacionadas a idade.

Mesmo sabendo dos benefícios da restrição calórica no que se refere a extensão da vida, é muito difícil deixar de usar um dos maiores culpados das doenças da população: o açúcar refinado.

Graças a alguns cientistas sérios que com muito amor estudam substâncias naturais, podemos hoje, sem usar qualquer remédio caro, viver mais, melhor e feliz.

Chá Verde

O extrato de chá verde tem a capacidade de inibir a quebra e absorção de gordura da dieta. Foi documentado os efeitos benéficos dos polifenóis do chá verde em uma experimentação clínica humana, onde ocorreu uma perda de peso média de 15 quilos e uma redução de 10% da circunferência da cintura em 90 dias, quando 300 mg / dia foi administrada e associada a uma dieta de baixa caloria. O grupo que usou placebo seguiu a mesma dieta de baixa caloria e perdeu apenas 5 quilos e 5% de medida na cintura. O "Phytosome" (chá verde), é o que foi usado nesse estudo.

Feijão natural (Phaseolus vulgaris)

O envelhecimento reduz a nossa capacidade de utilizar carboidratos (e gorduras). A medida que ficamos mais velhos, nossa corrente sanguínea se torna cronicamente inchada por causa da glicose e triglicerídeos, resultando um contraste direto com o perfil metabólico que tinhamos em nossa juventude. Pesquisas sugerem que a enzima alfa-amilase possui um papel indesejável ​​na digestão dos carboidratos e absorção de calorias do amido e açúcar. Já é notório que o extrato de feijão natural (Phaseolus vulgaris) regula a atividade da alfa-amilase.

Algas Marinhas

Outra enzima intestinal que permite a absorção de carboidratos é alfa-glicosidase. Existe um extrato de algas marinhas patenteado (InSea2 ™) que demonstrou a capacidade de ajudar a manter os níveis saudáveis ​​de alfa-glicosidase e alfa-amilase. Quando administrado em animais de laboratório, esse extrato de algas marinhas reduziu as elevações da glicose após as refeições (pós-prandial) em até 90% em comparação com animais não-suplementados.

Irvingia gabonensishas, Manga Africana

Jovens saudáveis ​​rapidamente convertem gorduras e açúcares ingeridos em energia. Com o envelhecimento, a nossa capacidade metabólica para utilizar eficientemente gorduras e açúcares na produção de energia diminui. Portanto, é fundamental que as pessoas utilizem um componente para reduzir a ação do açúcar antes de cada refeição.

As células de gordura (adipócitos) secretam um hormônio chamado leptina, que informa o nosso cérebro que nos alimentamos o suficiente. A leptina também pode facilitar a quebra de triglicerídeos armazenados em nossos adipócitos através do processo de lipólise. Muitos Indivíduos obesos ​​têm níveis sanguíneos surpreendentemente elevados de leptina, isso indica que suas células se tornaram resistentes à leptina.

O extrato de uma manga Africana chamado "Irvingia gabonensishas" demonstrou uma melhora na sensibilidade a leptina em pessoas com sobrepeso. Em um estudo publicado recentemente, a Irvingia demonstrou seus efeitos benéficos sobre os níveis de leptina no sangue, seguido de perda de peso e medida da cintura. Além disso, a manga africana demonstrou os seguintes efeitos benéficos sobre os principais aspectos do metabolismo:

  1. O Glicerol-3-fosfato desidrogenase é uma enzima envolvida no complexo processo bioquímico que converte o amido ingerido e calorias do açúcar em gordura corporal armazenada. A irvingia reduz o impacto do amido e calorias do açúcar em gordura corporal.
  2. Pesquisas em células de gordura sugerem que a irvingia possui propriedades de inibição da "alfa-amilase" (como o InSea2 ™ e o Phaseolus vulgaris), o que pode ajudar na redução da taxa de absorção de carboidratos a partir do intestino e uma redução do impacto calórico do amido e de alimentos açucarados.
  3. Adiponectina é um hormônio ajuda a manter a sensibilidade à insulina nas membranas das células produtoras de energia. Quando as células de gordura aumentam seu tamanho, passam a produzir menos adiponectina, sendo assim, as pessoas com excesso de peso precisam regular os níveis ​​de adiponectina para manter a sensibilidade à insulina e a aptidão metabólica.

Conclusão

Há um suplemento no mercado chamado "Optimized Irvingia with Phase 3™ Calorie Control Complex", que é de fato uma abordagem inovadora para perda de peso e com um benefício adicional: ajuda a diminuir a absorção de alimentos ricos em amido ou açúcares, reduzindo o impacto calórico e significativamente o risco de mortalidade relacionada a idade.

A suplementação regular desse suplemento, ou qualquer outra formulação que contenha manga africana, pode ajudar a fornecer vários benefícios anti-envelhecimento, que ajudará o ser humano no futuro, viver mais e melhor.

É absolutamente óbvio que nenhum suplemento ou medicamento para perda de peso, aumento de massa muscular e extensão da vida, funcione como um milagre.

Qualquer suplemento deve ser tomado em conjunto com uma dieta saudável e um programa de exercícios de musculação em alta intensidade. Algumas pessoas ingerem tantas calorias em excesso que não importa o quanto sua taxa metabólica é aumentada, ou quanto ocorre em otimização dos níveis açúcar no sangue após as refeições.

Essa falta de disciplina irá resultar no excesso de calorias que serão armazenadas como forma de gordura. É praticamente impossível consumir calorias em excesso e esperar perder peso utilizando suplementos ou medicamentos.


Entre para seguir isso  


Comentários

Comentários Destacados

Não há comentários para mostrar.



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma conta em nossa comunidade! É rápido, fácil e grátis!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora

  • Conteúdo Similar

    • Por gabi_505
      Galera, tudo bem?
      Sei que tô postando praticamente o problema de 10 a cada 10 pessoas mas eu tenho muita dificuldade de perder gordura abdominal.
      Meu corpo é de uma falsa magra, eu sou "magra" nos braços, pernas, rosto mas eu tenho muita gordura abdominal e muitos problemas de auto estima por causa disso.
      Ha um tempo atrás estava fazendo personal trainer,  mas tive que parar porque ele só podia me atender às 06:30 e o horário estava bem incompatível com a minha rotina. Não como mal, algumas besteiras aqui e ali de vez em quando mas nada além disso, e é bem de vez em quando. Minha alimentação no dia a dia é bem ok, não estrapolo e evito gorduras, frituras e açucares, não como mais arroz na janta e só uma colher no almoço, também parei de comer pão e farinhas.
      Sinto que é algo que acumulou no meu corpo mas não consigo tirar essa merda de mim.
      Se alguém puder me ajudar, alguém que tenha enfrentado o mesmo problema por favor me dê um toque.
      Treino em média 4 ou 5 vezes por semana, aeróbico e musculação. Tô pensando em tomar o lipo 6, mas não tenho muitas referências.
      Além disso paguei o gympass pra conseguir treinar de Domingo visto que algumas vezes da semana não consigo ir pra academia por causa do trabalho.
      Já treinei muay thai, boxe e fiz corrida, hoje em dia só musculação e aeróbico. Não tenho problemas com academia, sou bem ágil e gosto de ir, me sinto bem.
      Minhas medidas: 
      Peso atual: 52kg
      Altura: 1,53 (sou bem baixinha)

      --Protocolo de Pollock (7 dobras)--
      % de gordura ideal: 19,00%
      % de gordura atual: 30,00%
      Peso gordo: 15,70kg
      Peso magro: 36,30kg
      Peso desejável: 44,82kg
      Peso residual: 10,87kg

      --Perímetros (em cm)--
      Torax: 82,00
      Cintura: 72,00
      Abdome: 76,00
      Quadril: 90,00
      Antebraços: 20,00 (dir) 21,00 (esq)
      Braços: 28,00 (dir) 27,05 (esq)
      Coxas: 53,05 (dir) 52,00 (esq)
      Panturrilha: 35,05 (dir) 34,00 (esq)
      Biceps Relaxado: 26,00 (dir) 25,00 (esq)
      Coxa superior: 56,00 (dir) 55,00 (esq)
      Coxa Inferior: 46,05 (dir) 45,00 (esq) 

      Por favor, me deem um help, tá foda! Não aguento mais colocar um biquini e ver uma gordura absurda, e eu sou baixa, então fica bem visível. Tenho bastante celulite na barriga.
       
      Valeu!!! 2019 vou perder essa porra!!
    • Por Ravena
      Conforme orientação, abri esse tópico sobre correta orientação de deita x treino para perda de peso e gordura:
      Idade: 31
      Altura: 1,63
      Peso: 66
      Tempo de treino: 6 meses
      Divisão de treino:
      Dieta e treino em anexo. Fotos
       
       




    • Por Grasi Jung
      Então, preciso da ajuda de vcs pois no momento não tenho como ir a um profissional pago, treino a anos ,tenho bastante massa Muscular mas tbm estou com bastante gordura , gostaria da ajuda de vcs para montar um treino legal para perder essa gosrdura e definir,e uma dieta legal,e tbm gostaria de perguntar se tem algum medicamento que acelere essa perca de gordura.obs tenho 36 anos 1.65 de altura e 75 kg.
      Não faço mais uso de anticoncepcionais.
       
    • Por fisiculturismo
      Alguns alimentos podem estar prejudicando o seu processo de emagrecimento. Existem grupos de alimentos que você deve definitivamente eliminar da sua rotina nutricional para que possa secar. São eles:
      açúcar refinado: não se trata de eliminar carboidratos da dieta (glicose, frutose, sacarose). Existem carboidratos saudáveis, que são os naturais, que não passaram por processo de industrialização ou "refinamento" ou processamento. O problema é o açúcar refinado ou branco (não existe na natureza), que ataca o fígado que prejudica a queima de gordura, além de facilitar o armazenamento de gordura no corpo. Ele gera picos de insulina e também vicia a sua produção, cujos níveis acabam ficando constantemente altos. E insulina alta desta forma faz engordar. glúten: está nos derivados do trigo, que foi modificado geneticamente e que contém aproximadamente 400x mais glúten do que o trigo de antigamente. O glúten é a proteína do trigo, e o corpo tem dificuldade para digeri-la. Acaba circulando no corpo como uma toxina que aumenta a fome. Anote-se que o pão integral não é mais saudável que o pão branco, na medida em que contém ainda mais glúten. Devem ser eliminados da dieta: pão, macarrão, bolacha, biscoito, bolo e qualquer alimento com trigo (glúten). Também gera pico de insulina. glutamato monossódico: é um produto químico que ressalta o sabor dos alimentos. Está presente em muitos alimentos industrializados, tais como biscoitos, salgadinhos, pizzas, bolos, shoyo (existe shoyo sem glutamato monossódico), temperos, etc. Esta substância também gera picos de insulina. refrigerante e suco de caixinha: contêm muito açúcar. Os refrigerantes também contém muito sódio para disfarçar o açúcar em excesso. Geram gigantes picos de insulina. margarina e óleo vegetal hidrogenado (óleo de girassol, óleo de canola, óleo de soja): o processo de industrialização ou "refinamento" retira a bioidentidade ou naturalidade com a adição de hidrogênio. São tóxicos. Não confundir a margarina, que é tóxica, com a manteiga, que é natural e boa para o organismo. A margarina está em diversos produtos industrializados (sorvete, biscoitos, bolachas, tortas, empadas, etc). Ao ser frito, esses óleos ou margarina se tornam ainda mais tóxicos (provocam infartos e AVCs). Eles engordam porque alteram o metabolismo das gorduras, que passam a impregnar o corpo. O fígado passa a produzir enzimas que promovem o armazenamento das gorduras. Para secar, abandone os alimentos industrializados e adote alimentos naturais.
      Fonte:
      MENELAU, Dr. Marco. 5 alimentos que você deve parar de comer, se quiser emagrecer. YouTube, 21 ago. 2018. Disponível em: <https://youtu.be/_LGxVN9j8IU>. Acesso em: 27 ago. 2018.


×