Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Suplementação pré-hormonal: o mercado nacional e as Importações

Você sabe a diferença entre um verdadeiro pré-hormônio e um estimulador de produção hormonal natural?

Samuel Moura Rosa
 Compartilhar


Suplementação pré-hormonal: o mercado nacional e as Importações

Mais hipertrofia com suplementação

Como soubemos, a insatisfação com os resultados alcançados, a busca pela perfeição e a crescente ambição em alcançarmos níveis superiores de hipertrofia muscular/definição muscular/redução de percentual de gordura, leva a indústria de suplementação a uma crescente procura pelas fórmulas ideais para satisfazer seus compradores.

Pré-hormônios e estimulantes hormonais

Neste ciclo ambicioso, onde o resultado extremo é mais relacionado com os esteróides anabolizantes do que com o treinamento e a alimentação, nasceu uma outra linha de suplementação promissora: os Pré-Hormônios, geralmente importados, e os Estimulantes de Produção/Liberação Hormonal.

Baseados na ação dos esteróides anabólicos, esta espécie de suplemento promete uma maior produção e/ou liberação hormonal de Testosterona e de Hormônio do Crescimento, e seria uma escolha intermediária entre a suplementação básica e a “bomba”.

O grande atrativo para o público geral é que estes tratam-se de produtos considerados legais, vendido liberadamente (no caso dos vendidos aqui no Brasil), com o julgamento pessoal de não estarmos cometendo um ato moralmente antiético, e ainda, sem os possíveis efeitos colaterais dos esteróides, mas com ação semelhante a estes.

Os suplementos conhecidos no Brasil como Pré-Hormônios são classificados como compensadores protéicos, multivitamínicos e minerais, pois em sua composição nutricional só apresentam estes macro e micronutrientes.

ZMA

O chamado estimulante para a liberação de testosterona (ZMA - aspartato de monometionina de zinco), tem sua base nutricional no Zinco, Magnésio e Vitamina B6.

Estimulante de GH

Já o estimulante de produção do Hormônio do Crescimento (GH ou HGH), apresenta certa proporção de proteínas, Vitamina C, B6, Cromo e Colina.

Estes suplementos são apresentados com nomenclaturas atrativas ao consumidor, como estimulantes do Potencial Genético, ou ainda em conjunto, como Combo Genético.

Estimulantes de produção hormonal não são hormônios

Então na verdade não são Pré-Hormônios, mas no máximo possíveis estimulantes de produção hormonal. E deles não podemos esperar as mesmas modificações corporais esperadas dos hormônios ou pré-hormônios, pois os resultados vendidos pelas empresas desta linha de suplementos são baseados em pesquisas envolvendo a Testosterona e o hormônio do Crescimento, e não o Zinco, o Magnésio, o Cromo, e as Vitaminas B6 e C.

Portanto, cria-se apenas a relação, entre o que podemos esperar dos verdadeiros hormônios (incluidos em pesquisas), e da composição química do produto nacional.

Considero um pouco injusto cobrarmos do Zinco, do Magnésio e das Vitaminas o crescimento muscular, a redução de massa gorda e a definição muscular que os hormônios realizam.

Que a Testosterona e o Hormônio do Crescimento são dois hormônios primários no crescimento muscular e no gasto lipídico, não resta dúvida alguma. Mas ainda existe uma distância imensa entre o que estes hormônios promovem e o que estes “anabolizantes naturais” são capazes de alcançar.

Verdadeiros pré-hormônios

Os verdadeiros Pré-Hormônios são substancias que ocorrem naturalmente no organismo, assim como são os hormônios. No caso da Testosterona, são os precursores deste hormônio principal, produzidos na glândula adrenal. Entre eles estão o Colesterol, seguido em cadeia pela Pregnenolona, a Dehidroepiandrosterona (DHEA), a Androstenediona, para ai sim ser convertida em Testosterona.

Mas veja bem, esta linha de suplementação é mais promissora que à anterior, mas não pelos resultados obtidos em pesquisas experimentais, e sim por tratar-se de produtos importados, não produzidos e sem liberação para venda aqui no Brasil.

Sendo assim, existem duas possíveis relações que garantem o interesse do público leigo na aquisição dos pré-hormônios importados: a crença que tudo que é importado, preferencialmente dos EUA, apresenta melhor qualidade que os produtos nacionais.

Qualquer porcaria importada, tratando-se de suplementos, tem credibilidade no Brasil. Mas poucos sabem que somente os pré-hormônios (quando declarados no rótulo) e a efedrina têm venda proibida por lá, e que lá pode-se lançar e vender qualquer suplemento, desde que declare-se uma meia dúzia de vitaminas que ali estão, ocultando a real composição.

E o segundo motivo que atrai o interesse de alguns menos informados, diz respeito à associação entre a proibição da venda de um produto e sua real potencialidade. Ou seja, tudo que é proibido é que dá resultado!

Se os Anabolizantes são tão potentes e tem sua venda proibida, então os suplementos proibidos são os que mais se assemelham a ação dos anabolizantes. Tratando-se de pré-hormônios, e importados então! Sujeitos assim, que desejam um produto não indicado para ingerir, deveriam experimentar um ciclo de Creolina com Soda Cáustica!

Pré-hormônios apresentam os mesmos efeitos colaterais dos esteroides anabolizantes

Segundo autores mais renomados na área do treinamento de alta intensidade (não apenas cientistas teóricos), existe um consenso que os PHs, referindo-se tão somente aos verdadeiros pré-hormonais, tendem a apresentar à longo prazo efeitos indesejados semelhantes aos próprios hormônios, de maneira mais pronunciada que os efeitos anabólicos esperados.

Além de apresentarem um valor de venda altíssimo, os PHs podem apresentar efeitos androgênicos notáveis, semelhantes aos envolvidos com drogas mais efetivas, além de possível hepatotoxidade por tratar-se de comprimidos ingeridos via oral, sendo processados inevitavelmente pelo fígado. Em relação aos efeitos anabólicos, as modificações são muito pequenas, se relacionarmos ao custo financeiro que apresentam.

Podem sim apresentar modificações satisfatórias em sujeitos com deficiência de produção natural de testosterona, tendo portanto ação repositora, não construtora. Agora para atletas que já fizeram uso de alguma droga verdadeiramente anabólica, a ação destes pré-hormônios poderá deixar a desejar.

Não acredite em propagandas 

Agora tratando-se desta linha de suplementação vendida liberadamente no Brasil, todo e qualquer comentário favorável (como ação anabolizante primária) parece ser informação de má fé, ou simplesmente desinformação. Analisando a tabela nutricional podemos constatar que estes não passam de suplementos compensadores de baixo nível.

Nem ação repositora hormonal eles apresentam. Ação hormonal verdadeira e considerável só poderá ser notada com a administração de hormônios ou seus respectivos pré-hormônios, de GH ou Testosterona.

Se realizarmos uma simples comparação de composição química/nutricional entre os suplementos “chamados Pré-Hormônios produzidos no Brasil” (ou até mesmo aqueles importados e com venda liberada aqui), e os produzidos nos EUA (com venda proibida no Brasil), poderemos fortalecer ainda mais nossas convicções de que ainda está por vir (se é que uma dia existirá) um produto considerado natural e com mesmo efeito anabólico dos conhecidos esteróides anabolizantes.

Estudos vão e virão, e o Treinamento Intenso, a Dieta, a Suplementação básica Construtora e o Descanso continuam à ser as estratégias mais eficazes, para quem tem paciência e consciência.

 Compartilhar

Publique seu conteúdo como colaborador

Comentários

Comentários Destacados

  • Administrador

Samuel escreveu esta matéria há mais de 2 anos, época em que bombavam no mercado norte-americano os suplementos alimentares Androstenedione, Norandrostenedione, Androstenediol, DHEA, Androstene, dentre outros. Esses suplementos pré-hormonais, na realidade, eram esteroides anabolizantes, e sua venda também foi proibida no exterior. No entanto, esta matéria continua atual. De forma ilegal, hoje é possível se encontrar no mercado "suplementos alimentares pré-hormonais", sendo os mais famosos: M-Drol, Halovar e Reign Dark Cyde.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma conta 100% gratuita!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora

  • Conteúdo similar

    • Por limorx
      Fala Pessoal,
      Estou começando o primeiro ciclo e vou relatar mas gostaria também da ajuda dos mais experientes para corrigir possíveis falhas nos suplemtnos e dieta.
      Sempre malhei e corri, mas nunca fiz dieta, "pelo contrário" e também bebia em excesso. Estou tentando fazer uma mudança e a 90 dias venho me alimentando melhor.
      Fiz exames e fui em um nutrólogo / endocrinologista para iniciar esse ciclo, mas lendo o forum vi várias vezes que médicos não entendem de ciclos.
      Então se puderem dar opiniões, será muito bem-vinda!
      @Bravo Costa 
      @Foston
      @Apollo Galeno
      Vi que vocês comentaram em um tópico bem parecido, se puderem me ajudar aqui também eu agradeço
       
      Idade: 35
      Altura: 1,83
      Peso: 95,8 - estava com 102 a 3 meses atrás e reduzi com dieta
      Medidas da Bioimpedância
      IMC: 28,6% / PGC: 24,8%  / TMB: 1926 / Gordura Visceral: 11% / Massa Muscula Esquelética 41,1 Kg
      Meta: 85 Kg / 15% PGC (Percentual de Gordura)
      Medicações em uso: Somente a fórmula que o médico passou para diminuir ansiedade e ajudar no emagrecimento - Preciso de ajuda aqui pq li e não estou muito seguro de tomar essa medicação
      Bupropiona 75 mg / Naltrexone 4 mg / 4mg / Cromo GTF 200 mcg / 5HTp 50 mg / Garcinia 300mg
      Problemas de Saúde: Nenhum, talvez um pouco de ansiedade mas nada que me atrapalhasse
      Tempo de treino: 3 anos musculação, corrida a pelo menos 5 anos
      Ciclos FEITOS com dose e tempo: Esse é o primeiro
      Ciclo PROPOSTO com Aes (Marca) dose e tempo:
      8 semanas: Oxandrolona 30mg ao dia (10mg de 8 em 8 horas) Sublingual + Testostestora Gel  100mg/g (Pentravan)
      IA Manipulado:  1 capsula ao dia (Vitamina B6 30mg / Saw Palmeto 160mg / Zinco 15 mg / Crisina 100mg / Resveratrol 0,5 mg / Anastrozol 0,5 mg)
      Divisão de treino e horario do mesmo:
      Corrida em Jejum 30 minutos as 6:30 (somente com pré treino)
      Musculação ABC x2 as 18:00
      A - Peito Tríceps
      B - Costa / Bíceps
      C - Ombro / Perna
       
      Dieta com quantidade de proteina/carboidrato/gordura por dia:
      2500 cal
      Carboidratos: 281 g - 45%
      Proteínas: 250 g - 40%
      Gordura: 42g -15%
       
      ROTINA DIARIA
      06:00 Pré Treino
      Termogênico Manipulado: Cafeína 250mg / Chá verde: 400 mg /  Capsiate: 3 mg /  Iombina: 3mg / Citrus Aurantinum: 200 mg / D Ribose: 500 mg  / L Carnitina 200mg
      06:30 Termogênico Manipulado
      Corrida na areia 30 minutos - Não chega a ser Hiit mas dou uns piques no meio da corrida
      Seg/Qua/Sex - 4x15 Flexão de Braço - Terça/Quinta/Sábado - 4x4 Barra
      07:30 Desjejum
      Whey Protein Dymatize - Isowhey
      Oxandrolona - 10mg
      Vitamina C - 500mg
      09:30 Café da Manhã
      Pão Nutrela 1 fatia + Ovos Mexidos ou Queijo Minas
      IA Manipulado:  Vitamina B6 30mg / Saw Palmeto 160mg / Zinco 15 mg / Crisina 100mg / Resveratrol 0,5 mg / Anastrozol 0,5 mg
      12:30 Almoço
      Almoço com Proteína, arroz integral, salada, legumes
      Omega 3 Nutrata
      Vitamina D3 10.000 Ui /Vitamina A 1.000 UI
      Bupropiona 75 mg / Naltrexone 4 mg / 4mg / Cromo GTF 200 mcg / 5HTp 50 mg / Garcinia 300mg (1/2 dose)
      15:30Lanche
      Café sem acúcar
      Pão Nutrela 1 fatia + Ovos Mexidos ou Queijo Minas
      Oxandrolona - 10mg
      18:00 Treino
      Musculação
      Após o banho 1 pump de Testosterona Gel
      19:30 Jantar
      Jantar leve geralmente sem carbo ou bem pouco carbo + proteina + salada
      Omega 3 Nutrata
      Bupropiona 75 mg / Naltrexone 4 mg / 4mg / Cromo GTF 200 mcg / 5HTp 50 mg / Garcinia 300mg (1/2 dose)
      21:30 Ceia
      1 banana ou iogurte ou as vezes nada mesmo
      Oxandrolona - 10mg
       
      Não tenho fotos, mas vou tirar assim que começar;
      Valeu!
    • Por Mrbomb7
      BOM DIA, GALERA

      MONTEI UM CICLO ONDE, PROVAVELMENTE, FAREI USO DE QUATRO DROGAS: BOLDENONA (MEGA-EQUI OU EQUIFORT), DURATESTON (COMPRADA EM FARMÁCIA), OXANDROLONA (MANIPULADA) E MESTEROLONA (PROVIRON - DE FARMACIA). NA VERDADE, AINDA NÃO TENHO CERTEZA SE FAREI USO DA OXANDROLONA. INICIALMENTE ESTAVA PENSANDO EM CICLAR USANDO APENAS 400mg DE BOLDENONA E 500mg DE DURATESTON E 50mg DIÁRIAS DE PROVIRON POR 10 SEMANAS. MAS, DEPOIS DE ANALISAR UM POUCO, ACHEI INTERESSANTE A POSSIBILIDADE DE INTRODUZIR 60mg DIÁRIA DE OXANDROLONA, POR 6 OU 8 SEMANAS, RECEITADA, É CLARO, POR MEU MÉDICO ENDOCRINO E MANIPULADO EM FARMACIA DE CONFIANÇA..
      PEÇO QUE ANALISEM O CICLO, SE ESTÁ BEM ESTRUTURADO E SE É REALMENTE NECESSÁRIO ALTERAR ALGUMA COISA TIPO, DROGA, DOSE OU TEMPO DE USO. DESDE JÁ AGRADEÇO A COOPERAÇÃO DE TODOS QUE SE DISPUSEREM.
       
      IDADE: 41 ANOS
      ALTURA: 1,75 m
      PESO: 83 Kg
      BF: 12% (SÓ INICIAREI O CICLO DEPOIS QUE EU CONSEGUIR BAIXAR O BF PRA 8%)
       
      VAMOS AO CICLO DE 10 SEMANAS
      OBJETIVO: GANHO DE MASSA MAGRA (SE HOUVER UM POUCO DE RETENÇÃO NÃO TEM PROBLEMA)
      DA 1° À 10° SEMANA (SEGUNDAS E QUINTAS): 400mg de BOLDENONA + 500mg de DURATESTON + 50mg de PROVIRON (dose diária, do primeiro ao último dia de ciclo)
      DA 1° À 6° OU 8° SEMANA (TODO DIA): 60mg de OXANDROLONA (todo dia, 30 mg de 12 em 12 horas) - ASSIM FAREI CASO EU RESOLVA UTILIZAR A OXANDROLONA.
       
      A DIETA SERÁ MONTADA POR NUTRICIONISTA ESPORTIVO, PORTANTO, SERÁ PERSONALIZADA.
      FAREI USO DE SUPLEMENTOS (WHEY PROTEIN - CREATINA - MALTODEXTRINA)
      TPC TAMBÉM ESTÁ OK, TENDO COMO OBJETIVO PRINCIPAL A NORMALIZAÇÃO MAIS RÁPIDO POSSÍVEL DO EIXO.
      FAREI OS EXAMES NECESSÁRIOS PARA INÍCIO E ACOMPANHAMENTO DO CICLO. TEREI A SUPERVISÃO DO MEU MÉDICO ENDOCRINOLOGISTA.
       
    • Por rl.medeiros
      Pessoal,
      meu exame de hormônio do crescimento deu 7,03ng/mL, quando o normal para homens seria até 3,00ng/mL. Já fiz exames de imagem  (RM e TC) para diagnosticar algum tumor, possivelmente na glândula pituitária, mas tudo deu normal. Nunca tomei GH exógeno. Faço musculação e sempre tive uma grande facilidade de adquirir força. Pratico jiu jitsu e os colegas sempre dizem q tenho muita força. Comecei a fazer exames hormonais faz dois anos, quando verifiquei que estava com alguma dificuldade de manter glicemia e triglicerídeos no nível condizente com a vida de atleta que eu levo. Com os exames, vi que GH e  IFG-1 eram sempre bem elevados, mas testo era mais baixa do que se esperava, ficando sempre ao redor de 200 ou 250ng/dl (testo total).  O médico me encorajou a fazer TRT, com uma aplicação de durateston a cada 9 dias, e uso diário de metformina. Após isso, realmente a glicemia e triglicérides ficaram bem controlados. Apesar do GH alto, nunca senti sintomas de acromegalia, exceto pelo queixo meio grande (rs). Alguém tem algum palpite da razão pela qual o GH é elevado? Além dessa testosterona e da metformina não estou usando nada.
      Vou colocar abaixo alguns resultados do último exame de sangue:
      Idade 40
      altura: 1,87
      peso: 106kg (coloquei uma foto do shape atual)
      Glicose 95 mg/dl
      Colesterol Total 182 mg/dl
      Colesterol LDL 117 mg/dl
      Colesterol HDL 48 mg/dl
      Triglicérides 85 mg/dl
      Prolactina 7,5 ng/ml
      SHG 9 nmol/l
      t3 livre 4,3 pg/ml
      t4 livre 1,25 ng/dl
      Testo livre 27,13 ng/dl
      Testo total 762 ng/dl
      Hormonio do crescimento 7,03ng/mL
      DHT 56,1 ng/dl
      ureia 39 mg/dl
      TGO 50 U/l
      TGP 58 U/l
      TSH 3,27 uIU/ml
       
       
       

    • Por anabolic2001
      Alguém que tenha ou faça parte de algum grupo de maromba que possa mandar o link de convite? 
    • Por fisiculturismo
      ZMAX Amino Science Midnight 100 tabs - Performance Nutrition
×
×
  • Criar novo...