Entre para seguir isso  
Seguidores 0

Homens e mulheres: quais são as diferenças metabólicas decorrentes do treinamento?

Daniela R Del Giorno
  • , 486 visualizações
Gostou? Compartilhe!

Olá amigos do ferro! De volta após um hiato maior do que gostaria para mais um pouquinho de conhecimento sobre uma das coisas que mais gostamos de fazer na vida: levantar pesos! A causa foi justa, pois estava estudando, pesquisando, publicando...

Tudo para trazer conteúdo cada vez melhor para os leitores do site, para os meus alunos e para a sociedade, em geral! Por um mundo com mais saúde, força e ferrugem! =D

Antes de responder a pergunta que dá título à matéria, gostaria que os leitores registrassem duas informações: uma, que este artigo não vale para quem faz uso exógeno de hormônios. Segunda, que a hipertrofia muscular depende de dois tipos de estresse: o mecânico e o metabólico, onde ambos devem trabalhar de forma a interferir no processo catabólico/anabólico do tecido muscular, priorizando a elevação da síntese protéica e, consequentemente, o anabolismo.

Em 2014, um dos maiores pesquisadores ocidentais do treinamento de força, William J. Kraemer, liderou um grupo de cientistas que gostaria de respostas sobre como homens e mulheres reagem a um protocolo de treinamento resistido de alta intensidade.

Para isso, uma das formas possíveis era investigar o que chamamos, na ciência, de biomarcadores. Biomarcadores podem ser entendidos como substâncias-chave que, seja por estarem aumentadas ou diminuidas, nos revelam determinada informação. Biomarcadores de dano muscular, como mioglobina, creatina quinase e testosterona, no nosso contexto, ou seja, após uma sessão de treino, podem nos revelar se o ambiente fisiológico, o nosso corpo, está favorável à hipertrofia, se já podemos dar um novo estímulo ao músculo (treinar de novo), entre outras informações.

Foi exatamente isso que este grupo fez! Eles submeteram homens e mulheres jovens e ambientados em musculação a um treino de alta intensidade e alto volume e colheram o sangue para fazer medições até 24h após a sessão.

A sessão foi com 3 exercícios: agachamento, supino e levantamento terra. Após estabelecida a carga de 75% de 1RM, os participantes deveriam realizar um set com 10 repetições de um dos exercícios e imediatamente passar para o próximo.

Ao finalizar os 3 exercícios, imediatamente retornavam ao primeiro para realizar 9 repetições e assim foram fazendo até terminarem com 1 repetição para cada. Após as devidas análises, foi constatado que:

  • Percentualmente, o aumento da mioglobina em mulheres é maior do que em homensObs.: Mioglobina alta = efeito negativo para as células assimilarem novas informações, repararem as fibras musculares e assimilarem as células satélites. Traduzindo: atrapalha hipertrofia!
  • A creatina quinase (CK) é substancialmente aumentada nos homens por até 24h após o treino. Já em mulheres, esse aumento só apareceu nas 24h após o treinoObs: CK = grau de dano muscular.
  • A testosterona aumenta até 150% (depende da pessoa!) durante os 15 minutos após o treino para os homens. Porém, em uma hora após a sessão, ela já retornou aos níveis basais (ao normal do sujeito). Nas mulheres, nada acontece! =(

O que isto tudo nos diz na prática? Homens tem respostas inflamatórias mais eficientes e prolongadas, logo, criam um ambiente anabólico mais favorável que as mulheres.

Meninas, treinar pesado não aumenta sua testosterona, logo, para qualquer problema de saúde que possa ter relação com a baixa deste hormônio, procure um endocrinologista!

Também lembrem-se que treinar pesado NÃO vai te deixar “masculinizada”, “virilizada” ou seja lá o que for, porque você não tem testosterona suficiente para isso. Você pode até não acreditar no seu personal/coach/treinador/instrutor professor de educação física (sim, é “só” isso que tomos somos!), mas os números não mentem!

Por fim, homens sofrem mais o efeito do “dano muscular” que as mulheres, portanto, podem ter a necessidade de um período de descanso maior entre as sessões de treino – e “naturais” devem levar isso em consideração mais ainda!

Parece que mulheres se recuperam mais rápido, provavelmente por não sofrerem tanto o estresse metabólico do treinamento. Periodização adequada é a chave do negócio!

Então, moças, sem choro e pau na preá, porque para a gente é (muito!) mais difícil! E, claro, bota mais 10!

Referência:
KRISTEN R. HEAVENS, TUNDE K. SZIVAK, DAVID R. HOOPER, COURTENAY DUNN-LEWIS, BRETT A. COMSTOCK, SHAWN D. FLANAGAN, DAVID P. LOONEY, BRIAN R. KUPCHAK, CARL M. MARESH, JEFF S. VOLEK, A. W. J. K. The Effects Of High Intensity Short Rest Resistance Exercise On Muscle Damage Markers In Men And Women. Journal of Strength and Conditioning Research, v. 28, n. 4, p. 1041–1049, 2014. 

Gostou? Compartilhe!
Entre para seguir isso  
Seguidores 0

Comentários


Visitante R100 - Treinamento para Hipertrofia Muscular

Postado (editado)

'um dos maiores pesquisadores ocidentais do treinamento de força, William J. Kraemer'....

Destaquei esse pesquisador em seu texto por um motivo muito simples: o treinamento de força se baseia nele! Quando vc destaca Kraemer, um dos maiores pesquisadores do treinamento de força no mundo, não podemos esquecer também de Steven Fleck, parceiro de estudos dele e aqui no Brasil, ROBERTO SIMÃO, parceiro de 'estudos e pesquisas' de ambos! Trabalhos acadêmicos e pesquisas  se baseiam em Kraemer, em Fleck, em Simão, não em "Felipe Franco, em Juju Salimeni e em Gracyanne Barbosa, por exemplo!  

Editado por Diego Rafael Furian

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Gostou? Compartilhe!
Visitante R100 - Treinamento para Hipertrofia Muscular

Postado

2 horas atrás, Daniela R Del Giorno disse:

Diego, o Simão foi meu professor na pós-graduação... Sou fã! :biggrin:

Parabéns pelas referências! 

Fui aluno dele também na pós-graduação Daniela. Ele é 'o cara'!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Gostou? Compartilhe!


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma conta em nossa comunidade! É rápido, fácil e grátis!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar agora

  • Conteúdo Similar

    • Por fisiculturismo
      É bem sabido que o treinamento com pesos na musculação estimula a produção natural de hormônios anabólicos ou anabolizantes pelo corpo. Existem algumas técnicas de treinamento que podem estimular ainda mais essa produção natural de hormônios, inclusive da testosterona.
      O planejamento das variáveis do treinamento com pesos tem reflexo direto na produção hormonal. Por exemplo, tempos maiores de descanso entre as séries aumentam a produção natural de testosterona (e de massa muscular), enquanto que tempos menores de descanso implicam na maior produção do hormônio do crescimento (GH) (e de definição).
      A seguir, apresentaremos algumas variáveis do treinamento e as respectivas respostas hormonais pelo organismo.
      Exercícios Multi-articulares
      Os exercícios multi-articulares estimulam maior produção natural de testosterona pelo corpo, comparando-se com exercícios não multi-articulares ou isolados. São exemplos de exercícios multi-articulares: agachamento, levantamento terra, supinos e levantamento olímpico. São exemplos de exercícios isolados: extensão de tríceps e burrinho (panturrilha).
      Cargas Elevadas
      Quanto maior a carga ou peso empregado no exercício, maior será a estimulação da produção natural de testosterona. Baseie-se na técnica do 1RM (defina como carga 85 a 95% do peso com o qual você consegue executar uma única repetição com movimento perfeito) e adote séries com aproximadamente 6 a 8 repetições com carga máxima, para fadigar a musculatura em cada série.
      Maior Intervalo entre as Séries - Foco na Testosterona e Hipertrofia
      Quanto maior for o intervalo adotado entre as séries, maior será a produção natural de testosterona. Um estudo científico observou a produção de testosterona em séries de agachamento e supino com intervalos entre 60 (sessenta), 90 (noventa) e 120 (cento e vinte) segundos. A maior liberação de testosterona ocorreu com o intervalo de 120 (cento e vinte) segundos.
      Menor Intervalo entre as Séries - Foco no Hormônio do Crescimento (GH) e Definição
      Quanto menor for o intervalo adotado entre as séries, maior será a produção natural de hormônio do crescimento (GH). O GH é necessário para a síntese protéica, recuperação dos tecidos e queima de gordura. O mesmo estudo mencionado no item anterior revelou que o intervalo de 60 (sessenta) segundos é o que resultou maior liberação de hormônio do crescimento (GH).
      Treinamento com Ênfase na Fase Excêntrica
      Dar ênfase na fase excêntrica do treinamento com pesos implica em maior liberação de GH. Um estudo avaliou a produção natural do hormônio do crescimento comparando um treinamento tradicional (mesma carga na fase excêntrica - movimento a favor da gravidade - e na fase concêntrica - movimento contra a gravidade) e um treinamento com ênfase na fase excêntrica.
      Foram avaliadas as respostas do treinamento de agachamento e supino. O treino tradicional era de 4 (quatro) séries de 6 (seis) repetições com aproximados 52,5% de 1RM. O treino de ênfase excêntrica consistiu em 3 (três) séries de 6 (seis) repetições com aproximados 40% de 1RM para a fase concêntrica e 100% de 1RM para a fase excêntrica.
      Foi significativamente maior a liberação de GH no treinamento de fase excêntrica, e houve melhor resposta de lactato no pós-treino para este tipo de treinamento.
      Portanto, o treinamento com ênfase na fase excêntrica é melhor para definição. Todavia, a execução desse tipo de treinamento é mais difícil, e, normalmente, demanda um parceiro de treino ou um personal trainer.
      Lembre-se que a ênfase na fase excêntrica no treinamento não precisa se dar apenas pela alteração da carga, como se deu no estudo mencionado acima. A execução do exercício com maior tempo na fase excêntrica também serve para enfatizá-la, e provoca maior hipertrofia pela maior liberação natural de hormônios, principalmente o GH, o IGF-1 (fator de crescimento similar à insula) e o MGF (ou IGF-1Ec).
      Treinar com Correntes ou Elásticos
      Os músculos são mais fracos quando estão próximos da contração máxima de movimento. Por isso, a adoção de correntes ou elásticos para aumentar a carga do exercício no momento em que há mais força para execução é uma técnica que é adotada por alguns fisiculturistas aumentar a hipertrofia.
      Não há estudos específicos que revelem maior liberação hormonal pelo emprego dessas técnicas, no entanto, há muitos estudos que indicam que o aumento da hipertrofia aumenta a liberação natural de GH. Logo, treinar com correntes ou elásticos pode aumentar a liberação do hormônio do crescimento.
      Isometria
      Pausas isométricas no treinamento aumentam a tensão instramuscular e elevam a liberação natural de IGF-1. Por exemplo, no supino, você pode segurar a barra quase encostada no peito por 4 (quatro) segundos em cada repetição.
      Treino com Pirâmide Crescente e Descrescente Intercaladas
      A variação do treinamento com técnicas estilo pirâmide (variação de carga e repetição dentro de uma mesma sessão de treinamento) influencia na regulação dos receptores androgênicos e aumenta a resposta da testosterona no organismo. Use pirâmides crescentes e pirâmides decrescentes intercaladas, colocando ainda mais carga na pirâmide crescente posterior.
      Repetições Forçadas
      Um parceiro de treino ou um personal trainer é essencial para se adotar esse tipo de treinamento. As repetições forçadas, após a fadiga, com a ajuda de um terceiro, aumentam a produção natural de GH  e de IGF-1. Foi realizado um estudo avaliando o exercício de agachamento realizado até a fadiga e realizado com repetições forçadas com a ajuda de um parceiro de treino.
      No estudo, o número de repetições foi definido em 12 (doze). O treinamento de repetições forçadas consistiu em 8 (oito) repetições até a fadiga e mais 4 (quatro) repetições com auxílio ou forçadas. No treinamento sem repetições forçadas, deveriam ser realizadas 12 (doze) repetições até a fadiga, sem ajuda.
      O treinamento com repetições forçadas promoveu maior liberação natural de testosterona. Constatou-se que o exaurimento quase que absoluto das fibras musculares pelas repetições forçadas implicou no aumento da síntese protéica por até 72 (setenta e duas) horas após o treino.
      Exaurimento Final
      Findo o treino, outra técnica que pode ser adotada para aumentar a resposta hormonal natural do organismo são exercícios para exaurimento ou esgotamento final. Para promover esse exaurimento você pode combinar as técnicas de pausas isométrica e ênfase na fase excêntrica dos movimentos. Essa promoção de exaurimento final eleva a produção natural de IGF-1 e MGF.
      Por exemplo, para exaurir completamente a musculatura dos braços (num treinamento de bíceps), faça barra fixa com a pegada supinada e a pegada fechada. Suba o corpo até que se forme um ângulo de 90 (noventa) graus no cotovelo e segure a posição por 30 (trinta) segundos. Desça lentamente, e faça quantas repetições conseguir (até não sobrar força alguma nos braços). Use caneleiras se necessário.
      Conclusão
      O aumento dos hormônios anabólicos ou anabolizantes pode se dar naturalmente, pelo treinamento com pesos. Utilize as variáveis do treinamento para aumentar a sua hipertrofia ou definição muscular. As técnicas indicadas nesta matéria dificilmente poderão ser inseridas numa única sessão de treinamento. Planeje com seu professor ou personal trainer as melhores técnicas para cada grupamento muscular, e, também, para o seu programa de periodização de treino. Aproveite ao máximo cada sessão de treinamento na academia!
       
      Fontes:
      7 Smart Ways to Boost Your Testosterone 6 Ways to Increase Testosterone With Exercise All Natural: What Are the Best Protocols to Naturally Increase Hormone Response, Such as Testosterone, with Weight Training?  
    • Visitante R100 - Treinamento para Hipertrofia Muscular
      Por Visitante R100 - Treinamento para Hipertrofia Muscular
      No ano de 2004, já eram quase 200 artigos científicos restringindo os exercícios de musculação x alongamento (se eu não me engano)! Na época, já dizia o nosso professor/coordenador do curso de especilização em Musculação e Treinamento de Força, Prof. Dr. Roberto Simão, que alongamento e exercício aeróbico não serviam para nada! Obviamente que com a sua autoridade de ser o maior estudioso do Treinamento de Força no Brasil, o Prof. Dr. Roberto Simão comprovava e nos mostrava o porquê de tais afirmações e a nós alunos "abismados" com tantos argumentos embasados em evidências científicas só nos restava concordar com o 'Mestre' (no sentido amplo da palavra).  Atualmente, eu não sei quantos  artigos restrigem essa velha praxe (musculação x alongamento). Por exemplo, quem não fez exercícios de alongamento antes das aulas de Educação Física no colégio? Quem não fez exercícios de alongamento antes de jogar futebol? Por que isso era tão cobrado? Praticado? A princípio os alongamentos eram feitos na crença de que se estaria realizando um aquecimento antes do exercício e após o exercício alongava-se muitas vezes na idéia de se aliviar a dor muscular tardia! Sabe-se que alongamento antes do exercício não aquece a musculatura e as articulações e o alongamento após o exercício não é recomendável por um motivo muito simples: não se alonga a musculatura "inchada"/encurtada, para que se evite o risco de lesões! Há escolas que recomendam o alongamento durante ou após uma série de exercícios para que se aumente o número de microlesões na fibra muscular no intuito de se obter hipertrofia. No meu caso, jamais segui essa teoria (por motivo já citado) e na minha prática de dez anos prescrevendo treinos de musculação em Academia  jamais meus alunos tiveram histórico de lesões musculares por falta de alongamento antes ou após os exercícios com pesos!
      Obs: Alongamento = Flexibilidade
      Eu preciso alongar para treinar força (musculação)? Não! O ginasta, o bailarino, o lutador, com certeza, eles precisam de flexibilidade para desempenharem o seu esporte!  Alongamento na musculação,  só em caso de o praticante apresentar encurtamentos musculares, o que acarretará em uma maior dificuldade e demanda de energia para realizar os exercícios, do contrário, basta um aquecimento aeróbico (bicicleta ou esteira) ou aquecimento específico no próprio aparelho a ser usado com carga leve! Dessa forma teríamos uma menor viscosidade do sangue na fibra muscular e aumento da produção do nosso lubrificante natural das articulações (líquido sinovial). Não podemos esquecer que a musculação mantém e/ou aumenta os níveis de flexibilidade do indivíduo devido aos vários movimentos repetitivos em determinada articulação! Não há uma só série de exercícos em que o praticante não esteja alongando seus músculos (fase excêntrica)! O treinamento em grandes amplitudes articulares por si só estimula um maior trabalho muscular (maior resultado) e também  uma maior flexibilidade!   
    • Por Toxi

      A BodyBuilding (BB) Assessoria é uma equipe multidisciplinar que já atua desde Dezembro de 2014 no ramo de assessoria esportiva, acompanhando e auxiliando atletas de diferentes modalidades, bem como entusiastas e praticantes da atividade física. O foco do trabalho é promover melhoras na saúde e estética respeitando as limitações e preferências de cada um, através da prescrição de dieta, treino, e modulação hormonal adequada.
      Nosso trabalho é realizado de maneira online, com isso, lhe possibilitanto contratar um serviço de nutricionista e personal trainer sem sair de casa. Não pregamos o sensacionalismo de maneira alguma, você não irá encontrar através da BB Assessoria as dietas e treinos da moda, mas sim metodologias cientificamente comprovadas nos mais diversos aspectos (resultado, saúde e condição mental). Você deve estar familiarizado com anúncios na internet que prometem resultados rápidos e talvez deva conhecer medicamentos e procedimentos cirúrgicos usados para conseguir uma melhor condição de estética e saúde, muitos métodos que vem com um preço alto, especialmente por serem debilitantes pra sua saúde, estressantes e na maioria das vezes é comum ao termino do protocolo você perder todo o progresso obtido. Nós temos respeito por cada centavo e minuto que você investe em si, por isso priorizamos resultados a médio e longo prazo, oferecendo soluções em dieta, treino e modulação hormonal que se adequem a sua realidade. Nosso objetivo é criar condições para que o cliente possa ter resultados constantes e duradouros através de uma mudança nos hábitos de vida.
      Você não precisa se preocupar em entrar numa rotina com estilo de regime militar. Compreendemos que saúde é um estado de bem estar físico, mental e social e tão importante quanto a prática de atividade física e uma boa dieta é manter relações saudáveis, por isso desenvolvemos protocolos mais flexíveis, condicionando você a uma rotina mais saudável ao mesmo tempo que não o privamos de exceções, como no caso de encontros familiares, datas comemorativas ou outros eventos. Afinal, qual o benefício de procurar melhora na estética e saúde se pra isso for necessário privar-se dos momentos bons ao lado de quem você gosta? Temos certeza de que para um cliente dedicado não serão algumas fatias de pizza ou alguns goles de refrigerante que colocarão os resultados no lixo. O segredo do sucesso corporal é manter o equilíbrio.
      Nossos métodos são evidenciados na teoria e na prática, confira abaixo alguns dos centenas de clientes que já estiveram conosco e atestaram o resultado.
       
       
      Como surgiu o serviço? Depois de anos dialogando através da internet com pessoas de todo o Brasil e até do exterior ficou evidente que a grande maioria das pessoas carecem de boas informações e, apesar da boa vontade, não dispõem de conhecimento suficiente paraconseguir uma melhora corporal significativa e saudável por conta própria. Além disso, boa parde dos(as) nutricionistas do mercado não estão preparados(as) para atender pessoas com desejo de mudança estética e os profissionais do ramo (coaches, endocrinologistas, nutrólogos e nutricionistas esportivos) que são capacitados acabam tendo preços bem elevados, tornando o serviço inacessível a grande parte das pessoas. Tendo em vista isso, no final de 2014 começou nosso serviço de assessoria, procurando oferecer um trabalho de qualidade com preço acessível.

      Inicialmente o trabalho era de maneira autônoma e individual, nas figuras de dois graduandos (um de nutrição e outro de educação física), mas algum tempo depois de maneira conjunta formando o que hoje é a BodyBuilding Assessoria, uma equipe que oferece soluções personalizadas na elaboração de treinos, dietas, prescrição de recursos ergogênicos e com isso melhora na estética corporal e saúde .

      Por que contratar uma assessoria? A contratação de uma assessoria aumenta drasticamente a velocidade da sua evolução corporal. É algo já bastante difundido dentre atletas amadores e profissionais. Os benefícios são os mais variados: estrutura protocolos com organização, planejamento e execução de forma rápida, recebendo por parte do assessor um diagnóstico de onde você precisa melhorar e assim realizar adaptações. Você evita cometer erros desnecessários, pois tem a seu dispor uma equipe com conhecimento teórico e prático para lhe ajudar a driblar as adversidades da genética, alimentação, treino e ergogênicos, assim você pode focar apenas em executar o planejamento, tendo a certeza de que o programa foi elaborado de acordo com sua necessidade, evitando tentativas que podem dar errado, lhe consumindo tempo, dinheiro e até saúde. 

      Como funciona o serviço? A BB Assessoria é um serviço totalmente online, de forma que você pode ter o serviço de um nutricionista e personal trainer sem precisar sair do conforto da casa. Inicialmente é feita uma coleta de dados através de um questionário elaborado, você responde uma série de perguntas sobre sua rotina, preferências alimentares, condições de saúde, horários, entre outras coisas e com base nesses dados traçamos a melhor metodologia a ser seguida. Nossa linha de trabalho prioriza a adaptabilidade da dieta e treino, ou seja, algo que o cliente consiga seguir com facilidade. Normalmente tem-se a visão de que pra se ter um corpo musculoso e/ou definido é preciso seguir uma dieta rígida com pouca variedade de alimentos, usar suplementos caríssimos e passar horas na academia, mas isso tudo não é necessário de fato.

      Para atingir os objetivos de nossos clientes, a BB Assessoria dispõe de 2 serviços distintos:

      - Nutrição e Modulação hormonal: 
      O plano contempla a análise da rotina, hábitos alimentares, condições de saúde, composição corporal e bioquímica do cliente, com consequente correção e otimização de níveis hormonais, minerais e vitamínicos através da aplicação de uma dieta adequada, suplementação e prescrição de recursos ergogênicos adicionais a fim de se obter o máximo de resultado, desempenho e disposição. O plano alimentar é elaborado com base na disponibilidade de horários, preferências e necessidades do cliente, você jamais será obrigado a comer algo que não gosta ou realizar refeições em horários inoportunos, como durante o trabalho ou estudo. Os alimentos escolhidos são sempre de fácil acesso, sem sensacionalismo. Nossa missão não é impressionar o cliente com uma lista rebuscada de alimentos que são encontrados apenas em regiões específicas, mas sim oferecer um plano alimentar que promova os resultados esperados.

      Para facilitar o acompanhamento nutricional dispomos de um aplicativo próprio para celular: o Dietbox! Com ele você você pode visualizar em seu celular, tablet ou computador sua dieta com praticidade, enviar e receber fotos, preencher seu diário alimentar e muito mais, além de ter uma planilha de treino na palma da sua mão. Confira abaixo algumas fotos do aplicativo.
           
      - Treinamento e performance:
      O plano contempla análise postural, condições de saúde, composição corporal e perfil muscular, para assim elaborar um treino específico para atingir o objetivo do cliente: ganho de massa muscular, aumento de força força, saúde/Atividades de lazer, Fortalecimento muscular (após fisioterapia), motivação, treinamento especifico para modalidades esportivas (futebol, tênis, basquete, handebol, voleibol, entre outros). No início de cada ciclo de treino (de 6 a 8 semanas) é necessário o envio de vídeos dos exercícios para avaliação e possíveis correções de execução, além de ser um meio para obter mais informações sobre seu padrão postural e consequentes ajustes para o programa.

      Quem pode contratar o serviço? Qualquer pessoa, desde o iniciante até quem já treina a anos, o único requisito é ter vontade de progredir.

      Por que contratar a BB Assessoria? Com quase 8 anos de prática de exercício e estudo, nossa equipe procura oferecer o melhor possível em resultados, enumeramos alguns dos motivos pelos quais você deve escolher a BB:
      Aprimoramento constante: Estamos em constante aprimoramento, estudando e aprendendo sobre o funcionamento do corpo humano, assim como melhores maneiras de garantir bons resultados aos nossos cliente. Nós utilizamos apenas métodos com eficácia comprovada e que não destroem a saúde do indivíduo. Economia de dinheiro: Além de cobrar um preço acessível (mais barato do que a maioria dos nutricionistas, personal trainers e que qualquer médico), oferecemos um trabalho amplo e de qualidade, buscando juntar conhecimento de diferentes áreas para evitar que o contratante precise desperdiçar dinheiro com vários profissionais. Além disso, descartamos tudo que não é necessário na rotina do cliente, como suplementos com valores abusivos e medicamentos perigosos. Você já imaginou parar de gastar, por exemplo, 200 reais em um Whey Protein ou termogênico e mesmo assim ter ótimos resultados? É o que acontece com grande parte dos nossos clientes, que ao substituírem suplementos caros por comida de fácil acesso acabam tendo resultados ainda melhores. Rotina fácil de seguir: Prezamos por uma rotina que seja fácil de ser seguida, em nossa concepção o melhor programa de dieta e treino é aquele que pode ser seguido por mais tempo, logo, os protocolos são feitos para que possam ser seguidos da maneira mais fácil possível, começando pela escolha de alimentos simples e funcionais e também prescrevendo um cronograma que se adeque ao seu dia-a-dia, assim você não precise mudar sua rotina pra seguir uma rotina saudável. Comunicação dinâmica: O cliente tem diversas opções para comunicação, como Whats App, Facebook, e-mail, aplicativo no celular e todas as ferramentas que esses serviços dispõem, desse modo fica fácil e prático tirar dúvidas, pedir sugestões e conversar de modo a garantir a certeza do que está se fazendo. Para nós a dúvida é um empecilho que não pode existir, acreditamos que o cliente que quando há dúvidas não há confiança no protocolo e sem confiança, não há porque segui-lo corretamente. Serviço garantido e já comprovado: Já são centenas de clientes que aprovaram o serviço da BB Assessoria, nosso atendimento preciso e dinâmico busca burlar todas as adversidades da sua rotina para garantir que seu progresso seja sempre contínuo! Ficou interessado no serviço? Mande um e-mail, o endereço eletrônico é [email protected] também pode me enviar uma mensagem aqui mesmo no fórum.
      Gostou do serviço? Tens críticas construtivas ou negativas? Dúvidas ou qualquer observação pertinente a assessoria? Faça um comentário logo abaixo, opiniões (desde que pautadas em boa educação) sempre serão bem recebidas. Abraços!
    • Por Felipe67
      Opa pessoal, tudo bom ?? Então, sou novo no forúm e também na musculação, ainda sou jovem, tenho 18 anos. Ainda não tenho planos para ser um fisiculturista profissional etc.. Pois ainda estou entrando no ramo, preciso treinar muito e ver se é isso que eu quero para meu futuro. Mais a questão é: Eu comecei com a academia muito tarde ?? Sabe quando você se arrepende de não ter começado antes ?? Já tenho 18 anos, e a maioria dos caras grandes, e fisiculturistas começaram a treinar entre seus 14 - 16 anos. E eu estou colocando na minha cabeça que não tem como ser um "fisiculturista jovem" devido a eu ter começado tarde, apesar de ainda ser jovem, a maioria dos caras grandes começam em seus 15 anos... Sera que ainda da tempo ?? De ser uma pessoa jovem (até uns 22 anos) e estar com um shape grande ? Fico triste por não ter começado antes, a maioria dos caras grandes, Felipe Franco, Arnold começaram com seus 14 anos, me arrependo de não ter começado antes, apesar de ainda estar com apenas 18 anos. Bom acho que já deu pra explicar a minha duvida... Obrigado tmj !
    • Por Bellize
      Ei pessoal, tudo bem? Estou cooperando com um site de um amigo: http://www.melhorbcaa.com
      É um site para ajudar na escolha de qual BCAA usar.
      Esperamos que o site possa ajudar a todos a escolher o melhor BCAA.

      Seria perfeito se puderem visitar o site! Esperamos comentários!!

      Muito obrigada,

      Bellize.
       
  • Matérias Recentes