Jump to content

Search the Community

Showing results for tags 'anvisa'.



More search options

  • Search By Tags

    Type tags separated by commas.
  • Search By Author

Content Type


Forums

  • Anabolizantes Esteroides
    • Tópicos sobre esteroides
    • Relatos de ciclos
  • Suplementos Alimentares
    • Tópicos sobre suplementação
    • Relatos de uso de suplementos alimentares
  • Treinamento de Musculação
    • Tópicos sobre treinamento
    • Lesões musculares
    • Diário de treino
  • Nutrição Esportiva
    • Tópicos sobre nutrição
    • Relatos sobre dietas
  • Gente
    • Tópicos de evolução do shape
  • Assuntos Diversos
    • Tópicos diversos

Calendars

  • Campeonatos de Musculação
  • Cursos, Palestras e Feiras

Categories

  • Esteroides
  • Suplementos
  • Treinamento
  • Nutrição
  • Gente
  • Diversos

Categories

  • Esteroides
  • Suplementos
  • Treinamento
  • Nutrição
  • Gente
  • Diversos

Categories

  • Aves
  • Bebidas
  • Carnes
  • Lanches
  • Legumes
  • Ovos
  • Massas
  • Peixes e Frutos do Mar
  • Saladas
  • Sobremesas

Categories

  • Abdominal
  • Antebraço
  • Bíceps
  • Costas
  • Coxa
  • Glúteo
  • Lombar
  • Ombro
  • Panturrilha
  • Peito
  • Pescoço
  • Romboide
  • Trapézio
  • Tríceps

Find results in...

Find results that contain...


Date Created

  • Start

    End


Last Updated

  • Start

    End


Filter by number of...

Joined

  • Start

    End


Group


Telefone Celular (WhatsApp)


Telefone Fixo


Interesses


Facebook


Instagram


YouTube


Twitter


Website


Tumblr


Série de Treinamento


Suplementação


Dieta Nutricional


Ciclos de Esteroides Anabolizantes & Drogas Afins


Academia


Altura


Peso


Percentual de Gordura

Found 13 results

  1. Vou pedir dois OxyElite Pro neste site, vai sair : Product total: $73.90 Shipping total: $25.50 O que eu queria saber é se alguém ja comprou neste site o OxyElite Pro e não recebeu ou teve que enviar a receita para a ANVISA... Pode ocorrer de eles pegarem, apreender e nem pedirem receita? E o OxyElite Pro não é proibido né? valeu pessoal...
  2. Ausência de registro na Anvisa não caracteriza falsificação de medicamentos 21 de agosto de 2017, 8h55 http://www.conjur.com.br/2017-ago-21/ausencia-registro-anvisa-nao-caracteriza-falsificacao-remedios A simples ausência de registro de produtos na Anvisa é insuficiente para caracterizar o crime de falsificação de medicamentos. Com esse entendimento, a 3ª Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região absolveu, por unanimidade, um homem acusado de vender na internet anabolizantes sem registro na agência de vigilância sanitária. O vendedor foi processado pela prática do crime de falsificação, adulteração ou alteração de produto destinado a fins terapêuticos ou medicinais, previsto no artigo 273 do Código Penal. Os desembargadores reformaram a sentença que o havia condenado a 10 anos de reclusão, em regime fechado, e 30 dias-multa. Narra a denúncia que, no dia 6/2/2015, o réu teria vendido por meio de um site anabolizante de procedência ignorada e sem registro na Anvisa. Um comprador foi ouvido pela Polícia Federal, ocasião em que confirmou o recebimento, em 14/12/2015, de ampola contendo o produto Decaland, adquirido mediante pagamento no site de propriedade do réu, após prévio cadastro. A denúncia também aponta que policias federais, se passando por clientes, entraram em contato via WhatsApp, tendo o réu confirmado que dispunha para venda diversos produtos, bastando, para a efetivação da compra, prévio cadastro em seu site. No recurso apresentado ao TRF-1, a defesa do réu ponderou que o fato em questão não justifica a incidência do Direito Penal, “sobretudo, diante do desatino do legislador ao cominar pena de prisão mínima de 10 anos para o delito”. Argumentou ser inconcebível a mesma punição para quem falsifica determinado produto a ser utilizado para fins terapêuticos e para quem simplesmente expõe a venda produto sem sinais de falsificação, mas sem registro na Anvisa. A defesa também destacou que a tentativa de flagrante preparado pela Polícia Federal para a compra de anabolizante não se consumou, uma vez que não houve venda nem entrega do produto. Além disso, “o crime não se consumou — teria ocorrido tentativa —, pois em que pese ter sido realizada a aquisição pelo site, a mercadoria não foi entregue, de modo que a venda/negociação não se consumou, não havendo a entrega, nem mesmo o uso da referida substância”, concluiu a corte. O relator da apelação, desembargador federal Ney Bello, acatou os argumentos apresentados. “Ora, não pode o aplicador da lei ampliar a base de incidência da norma penal para incluir situações nela não previstas, como se todo e qualquer produto destinado a fins terapêuticos ou medicinais sem registro na Anvisa, quando exigível, caracterizasse a infração penal”, explicou. O magistrado ainda esclareceu que somente produtos falsos, corrompidos, adulterados ou alterados, destinados a fins terapêuticos ou medicinais, podem ser alcançados pela norma regulamentadora. Além disso, “esse delito só se configurará quando houver a efetiva comprovação da nocividade à saúde de indeterminado número de pessoas ou da real redução do valor terapêutico ou medicinal do produto”. O desembargador finalizou seu voto destacando que “a simples ausência de registro destes produtos na Anvisa é insuficiente para caracterizar o crime. Logo, a conduta imputada ao réu, a meu juízo, é atípica por ausência de materialidade delitiva, razão pela qual dou provimento à apelação para absolvê-lo da acusação da prática do crime tipificado no art. 273 do Código Penal”.Com informações da Assessoria de Imprensa do TRF-1. Apelação Criminal 0002228-49.2016.4.01.3806/MG
  3. As decisões que são tomadas contra os suplementos alimentares no Brasil são absurdas. A proteína Carnivor (proteína isolada de carne), muito utilizadas por pessoas que têm intolerância ao leite e seus derivados (leia-se Whey Protein) teve a comercialização proibida em nosso país por conter doses superiores à recomendação diária de vitamina B-12 e B-6. Segundo a ANVISA doses elevadas dessas vitaminas somente podem ser encontradas em medicamentos. Isso é brincadeira? E as leveduras de cerveja que são vendidas livremente? Quantidades altas de vitaminas do complexo B são uma propriedade natural da carne vermelha. Outro problema do Carnivor seria conter glutamina e ornitina. Como assim? Você não pode comprar livremente suplementos alimentares de glutamina e de ornitina? Essas substâncias são aminoácidos e estão presentes na carne vermelha. A ANVISA também vai proibir a venda de carne vermelha nos supermercados? Fonte: Alimentos com substâncias irregulares são proibidos - Notícias.pdf 2. RAZOES CARNE VERMELHA Aparecida Carla PedreiraISSN.pdf composição química da carne.pdf Proteína na dieta - Vivo Mais Saudável.pdf
  4. Você confia na ANVISA? Ela proibe suplementos que não estão de acordo com laudos e tal. Acha bom? Você confia? Minha opinião: é mais fácil eu acreditar em Papai Noel do que na ANVISA. Lixo! ANVISA para mim é um lixo! Para mim eu compro tudo que ela irá proibir e consumirei sem medo algum. Agora eu não posso ficar falando que é um lixo sem ter provas. Então vou provar. Eu tinha muita espinha no rosto e um amigo meu também. Uma dermatologista receitou para ele uma pomada de cor azulada. O nome era Eriacnen 4 ou Eritrex A. Lembro muito bem. Eu tinha espinha daquelas duras que ao espremer sai pus. Passei em uma noite e no outro dia parecia milagre. A espinha não estava mais lá. Um resultado surpreendente de toda medicina, sumia como mágica. Tempos depois eu tinha pego um recorte de jornal de remédios que eram proibidos pela ANVISA. O remédio estava lá, que deu um resultado 100% em mim, indicado pela dermatologista do meu amigo. ANVISA LIXO DO INFERNO PROIBIU. Outra vez eu estava vendo uma reportagem que mostrava uma substância do tipo Botox que algumas pessoas começaram a usar e vieram efeitos colaterais fortíssimos, do tipo de deformação. Médicos (QUE NÃO SÃO DA ANVISA) proibiram o uso do medicamento, pois causava problemas seríssimos. E MÉDICOS DA ANVISA LIXO DO INFERNO NÃO PROIBIU. Esta reportagem eu lembro, até passou a frente da porta do inferno de nome MINISTÉRIO DA SAÚDE. O QUE EU FALO REFLETE NO QUE OUTROS SENTEM. ACHEI ESTA FOTO HOJE NO INSTAGRAM. E O QUE VOCÊ ACHA DA ANVISA LIXO? DÊ SUA OPINIÃO.
  5. Você conhece a Probolic-SR? É uma das mais famosas proteínas de lenta absorção do mercado de suplementos alimentares, assim como a Syntha-6. E ela foi proibida pela ANVISA. Motivos? Contém CLA e BCAA. Isso mesmo, o suplemento alimentar protéico foi proibido por conter substâncias que são vendidas em outros suplementos. Alguém consegue entender isso? Vender CLA pode. Vender BCAA pode. Vender proteína com essas substâncias não. Se você conseguir esclarecer esse raciocínio estranho, ajude-nos! Os usuários de suplementos agradecem. Fonte: Alimentos com substâncias irregulares são proibidos - Notícias.pdf
  6. Quando a gente pede autorização p/ postar na seção de anabolizantes a política de privacidade do site com os dados do usuário sofre alguma alteração? Quais foram as exigências da anvisa para a volta regularizada da seção de anabolizantes? Por enquanto é só.
  7. Olá galera bom dia sou novo aqui por isso não sei se estou postando no local correto, mas gostaria de saber qual o melhor termogênico vendido atualmente no Brasil? Se alguém estiver usando ou já usou algum conte-me seu relato. Obrigado
  8. Já faz um bom tempo que o ilustre desconhecido Félix Bonfim bombou na internet apresentando laudos de whey que demonstravam que os produtos forneciam mais ou muito mais carboidratos do que o prometido nos rótulos, e, às vezes, muito menos proteínas. Isso nos motivou, em setembro de 2013, a sugerir que o INMETRO regulasse o mercado com um selo de qualidade (Selo do INMETRO para Suplementos Alimentares). Há pouco tempo, foi a vez da entidade PROTESTE apresentar laudos de whey, mais uma vez apontando divergências entre os rótulos e os produtos entregues por diversas marcas, inclusive marcas tidas como de excelente qualidade no mercado (PROTESTE Avalia Whey Protein e Reprova Muitos Suplementos). E agora, finalmente, a ANVISA deu as caras e decretou a proibição de venda de lotes de diversas wheys, cujas análises da própria agência reguladora revelaram que os rótulos estavam sendo falseados, isto é, os valores nutricionais anunciados não eram entregues pelos produtos. Segue a lista de lotes de whey proibidos pela ANVISA: Super Nitro Whey NO2 – American Line Suplements 3W – Fast Nutrition Whey Protein Optimazer – Cyberform Whey NO2 Pro Baunilha – Pro Corps Whey NO2 Pro – Pro Corps Whey 5W Pro – Pro Corps Ultra Pure Whey Isolate Whey - Nutrilatina Age Superior Extreme Whey Protein - Solaris Extreme Whey Protein – Solaris 100% Ultra Whey – Ultratech Supplements Bio Whey Protein – Performance Whey NO2 Creatine - Peter Food 100% Whey Xtreme – X-Pharma Super Whey 100% Pure – IntegralMedica Super Whey 3W – IntegralMedica Fisio Whey Concentrado NO2 - Fisio Nutry Designer Whey Protein - D.N.A. Muscle Whey Proto NO2 - Neo Nutri Whey Protein 3W – D.N.A. Isolate Whey – Neo Nutri Nossa maior decepção foi com a whey isolada da Nutrilatina AGE, que é considerada uma marca de excelente qualidade. Infelizmente não tivemos acesso aos laudos para saber o motivo exato das proibições, tais como percentual de erro na informação sobre carboidratos e na informação sobre proteínas. Consta informação no sentido de que algumas wheys apresentavam até soja em sua composição, o que não era informado no rótulo. Faça sua parte, compartilhe essas informações para prevenir a compra de produtos da baixa qualidade e para forçar a indústria a oferecer produtos honestos. Fonte: Anvisa proíbe a venda de 20 tipos de Whey Protein, Correio Braziliense.
  9. O suplemento alimentar Alert 8-Hour (termogênico da MHP) teve a comercialização proibida pela ANVISA pelo fato de possuir taurina em sua fórmula, a mesma substância estimulante que é permitida em bebidas energéticas, como o Red Bull. Alguém sabe dizer o motivo pelo qual a taurina é permitida em bebidas energéticas, que são largamente consumidas em baladas pelas madrugadas, juntamente com vodka, para deixar o sujeito doidão, mas não é permitida num suplemento alimentar termogênico, auxiliar de queima de gordura, e estimulante para um treino intenso de musculação? Fonte: Alimentos com substâncias irregulares são proibidos - Notícias.pdf
  10. A notícia é chocante e cai como um golpe bem no meio da cara. A ANVISA proibiu a venda da whey hidrolisada ISOFAST da MHP em razão de ela conter BCAA. Como assim? Todas as wheys contêm BCAA! Verifique o perfil de aminoácidos de sua whey e veja que entre eles há leucina, valina e isoleucina. Se todas as wheys contêm BCAA, a ANVISA vai proibir a venda de todas elas? E mais, qual é o problema do BCAA? Existem dezenas de suplementos no mercado só com BCAA e com venda autorizada pela agência. Se você também ficou chocado com essa notícia, compartilhe! Daqui a pouco ninguém mais vai poder tomar suplemento alimentar protéico, só fumar cigarro e beber cachaça. FONTE: Alimentos com substâncias irregulares são proibidos - Notícias.pdf
  11. Foi publicado, no dia 27/07, o novo marco regulatório dos suplementos alimentares. As novas regras vão melhorar o acesso dos consumidores brasileiros a produtos seguros e de qualidade. Outro impacto esperado é a redução do desnível de informações observado nesse mercado, especialmente na veiculação de alegações sem comprovação científica. A modernização da regulamentação também vai diminuir os obstáculos para comercialização e inovação desse setor, além de melhorar o controle sanitário e a gestão do risco desses produtos. Algumas marcas estão aproveitando a mudança, para lançar novos produtos ou maiores concentrações, como o caso da NewNutrition marca nacional. Em conversa com o comercial da empresa, me apontaram os seguintes lançamentos e reformulações: Vitamina D passou de 200 ui para 2000 ui, sem quase nenhuma alteração no valor final. Vão lançar também a Vitamina C que antes da nova legislação era 45mg (100%) e agora vai passar a ser 1000mg. Outro possível lançamento é a Arginina, que é um excelente aminoácido, muito usado em pré-treinos e tem uma boa ação vaso dilatadora. Confira as principais mudanças Se for para pessoa saudável, é suplemento Todos os produtos apresentados em formas farmacêuticas e destinados a suplementar a alimentação de pessoas saudáveis com nutrientes, substâncias bioativas, enzimas ou probióticos deverão ser enquadrados como suplementos alimentares e atender regras específicas de composição e de rotulagem. Lista define o que pode Foram criadas listas positivas que contemplam 383 ingredientes fontes de nutrientes, substâncias bioativas ou enzimas, 249 aditivos alimentares e 70 coadjuvantes de tecnologia autorizados como suplementos. Além disso, a Diretoria Colegiada estabeleceu que essas listas serão atualizadas de forma periódica, desde que sejam demonstradas a segurança e a eficácia dos constituintes. Limites mínimos e máximos Também foram adotados limites mínimos e máximos para as quantidades de nutrientes, substâncias bioativas e enzimas para diferentes grupos populacionais, de forma a garantir que os suplementos forneçam quantidades significativas de constituintes sem oferecer risco à saúde dos consumidores. Alegação de benefícios Os benefícios à saúde que podem ser veiculados na rotulagem desses produtos foram definidos em lista positiva, também sujeita à atualização periódica. Foram autorizadas 189 alegações. Os produtos que já se encontram no mercado terão o prazo de cinco anos para se adequarem às novas regras, tendo em vista que se trata de produtos seguros e já autorizados pela Agência. Os novos produtos devem se adequar imediatamente. O novo marco legal para suplementos alimentares é formado por seis normas. Conheça. Normas Ementas Resolução RDC 239/2018 Estabelece os aditivos alimentares e coadjuvantes de tecnologia autorizados para uso em suplementos alimentares. Resolução RDC 240/2018 Categorias de alimentos e embalagens isentos e com obrigatoriedade de registro sanitário. Altera a Resolução - RDC nº 27, de 6 de agosto de 2010. Resolução RDC 241/2018 Dispõe sobre os requisitos para comprovação da segurança e dos benefícios à saúde dos probióticos para uso em alimentos. Resolução RDC 242/2018 Regulamenta o registro de vitaminas, minerais, aminoácidos e proteínas de uso oral, classificados como medicamentos específicos. Altera a Resolução - RDC 24, de 14 de junho de 2011, a Resolução - RDC 107, de 5 de setembro de 2016, a Instrução Normativa - IN 11, de 29 de setembro de 2016 e a Resolução - RDC 71, de 22 de dezembro de 2009. Resolução RDC 243/2018 Dispõe sobre os requisitos sanitários dos suplementos alimentares. Instrução Normativa 28/2018 Estabelece as listas de constituintes, de limites de uso, de alegações e de rotulagem complementar dos suplementos alimentares. O próximo passo é a adoção de medidas para auxiliar na implementação dos novos regulamentos, como a elaboração de documentos de orientação e a realização de ações de capacitação do Sistema Nacional de Vigilância Sanitária.
  12. Informamos que temos uma linha de suplementos própria. Os produtos Whey, Creatina, Bcaa, maltodextrina, são fracionados puros dentro da técnica padronizada pela ANVISA. Sabor Natural . Entregamos em todo o Brasil através dos Correios. No momento temos disponível para envio imediato os seguintes produtos: Whey protein 80% concentrado (HILMAR), Creatina e Malto. Ambos os produtos são top de linha. O que existe de melhor no mundo da suplementação esportiva. WPC 80% xxxx Creatina x Maltodextrina: x Em breve teremos novos suplementos. Agradecemos seu interesse e aguardamos o seu contato. Para saber mais acesse: www.growupsuplementos.com.br Entre em contato: atendimento@growupsuplementos.com.br ou (47) 99058754. Imagens anexadas.
  13. Alguem sabe se tem um site que mostre todos os suplementos que são barrados na Anvisa? Estava afim de saber se Nitrix,Jack3d,SuperCharger Labrada e HMB Optimum são barrados?? Obrigado
×
×
  • Create New...