Ir para conteúdo

Onde comprar whey protein mais barato: brasil ou importar?

fisiculturismo
  • , 6.378 visualizações

Há pouco tempo a resposta para a pergunta "onde comprar whey protein ou outros suplementos mais barato?" seria muito simples de ser respondida: importar de uma loja norte-americana online, claro. Mas os tempos mudaram. E muito.

No Brasil tudo é caro, muito caro. É o velho e maldito custo Brasil que nunca é equacionado por nenhum governo (tributos elevadíssimos, infraestrutura precária, legislação trabalhista antiquada, educação deficitária, e assim por diante). Os brasileiros costumam fazer a festa nas lojas de Miami nos EUA e da Ciudad del Este no Paraguai.

Com os suplementos alimentares a regra é a mesma. E a internet permitiu a importação direta de suplementos alimentares. Durante anos os brasileiros compraram muitos suplementos no exterior a preços muito mais baixos do que no Brasil. Lojas como a Health Designs, BodyBuilding.com, iHerb, VitaCost, dentre outras, fizeram a alegria dos brazucas.

Mas e agora? O dólar está batendo a casa dos R$ 4,00 (quatro reais). O governo desequilibrou completamente as contas públicas para vencer as eleições e deixou a fatura para a população pagar. A crise da China piora ainda mais a situação da moeda brasileira. E para completar, a Receita Federal está tributando praticamente todas as encomendas de suplementos vindas do exterior (antigamente era o contrário, dificilmente eram tributadas).

Será que ainda vale a pena importar suplementos, tais como a whey protein? Fizemos uma simulação com um dos suplementos alimentares mais procurados no Brasil, a 100% Whey Gold Standard da Optimum Nutrition. Escolhemos, no Brasil, a loja Corpo Perfeito e, nos EUA, a loja Health Designs, para fins de comparação. Os preços comparados se referem à data da publicação desta matéria (31/8/2015). Os valores em dólar foram convertidos para Real usando o valor do câmbio da data da publicação (US$ 1 = R$ 3,90).

Quadro Comparativo:

 

Brasil bandeira-brasil.gif

EUA bandeira-eua.gif

Valor do produto:

R$ 179,10

* selecionado o pagamento via boleto bancário

R$ 97,33

* computado o desconto de R$ 19,47

Frete:

Grátis

* compra acima de R$ 100,00

R$ 65,55

* escolhida a opção mais barata (IPA Interational Priority Airmail) e incluídos os R$ 12,00 que os Correios passaram a cobrar em 2/6/2014.

Tributos:

* embutidos no preço inicial

R$ 90,52

* 60% de Imposto de Importação que incidem no valor do produto somado ao valor do frete

Valor Total:

R$ 179,10

R$ 253,40

Diferença:

- R$ 74,30

+ R$ 74,30

Print da Tela de Simulação de Compra no Brasil:

Spoiler

whey-corpo-perfeito.gif

Print da Tela de Simulação de Compra nos EUA:

Spoiler

whey-health-designs.gif

Observando-se o quadro comparativo, chega-se à conclusão de que, no dia de hoje, não mais compensa a importação de whey protein ou de outros suplementos alimentares (talvez ainda compense a importação de suplementos mais leves, tais como vitamina C, multivitamínicos, etc). O valor final da whey protein importada é muito superior ao valor da mesma whey protein vendida no Brasil. Quem diria, outros tempos.

Não bastasse isso, há notícia de que as encomendas internacionais estão demorando muito mais tempo para serem liberadas pela Receita Federal. Numa importação direta que fizemos no ínicio do ano, os suplementos demoraram mais de 3 (três) meses para chegar.

É bom anotar que a maioria dos suplementos alimentares vendidos no Brasil são importados (grande parte das whey protein), e que a renovação do estoque com a nova realidade cambial pode implicar em alteração da tabela comparativa. Pode ser que os preços no Brasil fiquem ainda mais caros e novamente superem os preços dos EUA. Só o tempo irá dizer.

E os produtos nacionais? Ficarão mais competitivos? No caso específico da whey protein, como se trata de matéria-prima importada, dificilmente os fabricantes não irão repassar os reflexos do câmbio no valor do produto final.

Fique atento, sempre faça as contas antes de decidir pela importação ou não de suplementos alimentares. Hoje não há mais uma resposta pronta e rápida. Pode ser que, para determinados produtos, a compra no Brasil seja a melhor opção.

100% Whey Gold Standard no Brasil

100% Whey Gold Standard nos EUA

Editado por fisiculturismo


Comentários

Comentários Destacados

Ótimo artigo mostrando o cenário Político-econômico que vivemos com a desvalorização do real e o poder de compra nosso indo para o buraco.Agora os gringos e a elite = políticos podem aproveitar e comprar a vontade no Brasil.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

A compra de Whey nos sites gringos está complicado com a desvalorização do real, porém outros produtos está muito bom, mesmo com o dollar a quase 4 reais.

Semana passada chegou três encomendas com pré-treinos, vitaminas, bcaa e por incrivel que pareça, melatonina também chegou sem problema algum. As três encomendas passaram pela alfandega em Curitiba, que na minha opinião é a que mais taxa e passaram tranquilamente, sem taxas. Comprei tudo pelo HealthDesigns.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Em 4 de março de 2016 at 16:50, Cris179 disse:

A compra de Whey nos sites gringos está complicado com a desvalorização do real, porém outros produtos está muito bom, mesmo com o dollar a quase 4 reais.

Semana passada chegou três encomendas com pré-treinos, vitaminas, bcaa e por incrivel que pareça, melatonina também chegou sem problema algum. As três encomendas passaram pela alfandega em Curitiba, que na minha opinião é a que mais taxa e passaram tranquilamente, sem taxas. Comprei tudo pelo HealthDesigns.

Bom saber que existem algumas encomendas que não estão sofrendo a taxação absurda. 

Pode dar mais detalhes sobre os seus pedidos?

  1. Quais foram os produtos que você pediu?
  2. A Health Designs declarou o valor total correto da compra na caixa?
  3. O valor foi maior do que US$ 50,00?

Obrigado!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma conta em nossa comunidade! É rápido, fácil e grátis!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora

  • Conteúdo Similar

    • Por contribuinte
      Dentre as wheys baratinhas Best Whey da Athletica Nutrition e Whey Grego da Nutrata, qual é a melhor opção?

    • Por vicentelaff
      Eae galera,
      Entao, eu tava pensando em comprar uma glutamina, um BCAA e um whey, mas tava em dúvida sobre as marcas e se vale msm a pena. Depois que eu comprei aquele lixo daquele pacote de "hipertrofia máxima" da x-pharma, só vou comprar suplemento perguntando aqui antes ! kkk !
      Então, a glutamina seria essa daqui  glutamina-body-size-300-gr   eai ? a marca é boa ? o preço ta bom ?
      O BCAA seria esse bcaa-dymatize-400-capsulas eai ? a marca é boa ? o preço ta bom ?
      E o whey seria esse daqui super-whey-100-pure-907gr eai ? a marca é boa ? o preço ta bom ?
      Valeus galera !
    • Por Alymec
      Qual marca é mais confiável? Qual marca fornece realmente os valores indicados? Qual dá mais resultado?
      Ultimamente li bastante sobre os casos das empresas que fornecem quantidades diferentes de carbos e proteínas do que vem dizendo no pote, e apesar de terem sido aprovadas, ainda fico com um certo receio sobre essas duas. De um lado, a Probiotica, uma marca com um grande nome até mesmo internacionalmente, mas que vem sofrendo algumas acusações, e de outro a Integral, marca que vem crescendo muito. (Quem assiste UFC sabe...)
      Queria saber dos que realmente conhecem e que já fizeram uso: Qual whey vale mais a pena investir?
      https://www.corpoidealsuplementos.com.br
      Não pelo preço, mas pela qualidade do produto.
      Vlw!
    • Por Jonatan Cigani Carias
      Como já foi relatado no artigo anterior, referente aos períodos bulking (grosso) e cutting (corte), seria interessante utilizar hipercalóricos no período bulking e retirá-los no período cutting, continuando com o whey protein. Também depende do objetivo do consumidor, dos hábitos alimentares, de quanto de calorias ele está ingerindo durante o dia e que tipo de caloria. Avaliar também as distribuições de macronutrientes é muito recomendado. É expressamente importante lembrar que antes de utilizar qualquer tipo de suplementação alimentar é preciso passar pelo nutricionista esportivo, para que o uso seja de melhor aproveitamento juntamente com uma alimentação balanceada.
      O próprio nome suplemento já diz que é para complementar o que a dieta não supre. Às vezes é utilizado como estratégia para aqueles que não têm tempo para uma correta alimentação e buscam o suplemento como uma fonte de alimentação rápida, de fácil preparo e saudável. Outros escassos de informação acham que os suplementos irão resolver seus problemas ou proporcionar resultados aos seus objetivos, como se fosse uma fórmula mágica, mas que na verdade não é. É apenas um recurso ergogênico, ou seja, que aumenta seu poder de trabalho.
      Tanto o whey protein quanto o hipercalórico são importantes suplementos dietéticos para obtenção da massa muscular. É bom lembrar que existem alguns hipercalóricos que em seus ingredientes já adicionam proteínas como whey protein, caseína, além de carboidratos como dextrose, maltodextrina e às vezes amido de milho ceroso (waxy maize). Portanto, às vezes não ficando necessário o uso do whey protein. Esses são classificados como bons hipercalóricos. Mas também são encontrados aqueles que em sua composição encontram-se albumina, proteína de soja, proteína do trigo, leite em pó, considerando estas como as proteínas do produto, não as desclassifico, mas informando que são inferiores a whey protein e a caseína.
      É interessante frisar que a whey protein é importante a todo o momento, é como tomar leite todas as manhas. Por isso fica imprescindível a sua utilização por esportistas para melhores ganhos de massa muscular.
      Geralmente o termo “ganho de massa muscular” significa desenvolver apenas os músculos sem acréscimo de gordura corporal, utilizando-se apenas de suplementos de proteínas (Ex. whey protein) já que as gorduras e carboidratos são facilmente adicionados à alimentação tradicional. Lembrando que cada indivíduo é diferente, portanto, existem estratégias diferenciadas para o alcance da massa muscular.
      Há também outros suplementos dietéticos para aumento da massa muscular, porém a sua utilização deve ser orientada pelo nutricionista para que não haja um uso indiscriminado e que possa a vir ocasionar problemas de saúde.
      Dr. Kadu Martins
      Nutricionista Especializado em Nutrição Esportiva
      CRN – 34187 SP
    • Por Dra. Shalimar Diniz
      Bater tudo no liquidificador e tomar na hora.
×
×
  • Criar novo...