Ir para conteúdo
Daniela R Del Giorno
Daniela R Del Giorno

Repetições e séries para hipertrofia: 10 x 3 ou 3 x 10?

Olá, amigos do ferro! Embora a resposta para a pergunta que dá título a esta matéria já esteja muito bem consolidada no ambiente científico/acadêmico, nos salões e ginásios eu ainda percebo muitas rodinhas de discussão sobre o assunto. O que eu acho ótimo! Socializa os musculadores, instiga a curiosidade e o estudo e assim nossa comunidade floresce e fortalece.

Vou responder a pergunta de pronto, porque não tem mistério: ambas as abordagens de treino geram hipertrofia e não, NÃO existe a melhor ou o que hipertrofia mais. Repito: ambas as abordagens de treino geram hipertrofia e não, NÃO existe a melhor ou o que hipertrofia mais.

Se você só queria o alívio da resposta, pode passar para outro texto aqui do site. Mas, se você gosta de ir um pouco além de apenas treinar, bota mais dez e me acompanha!

A hipertrofia musculoesquelética é um fenômeno fisiológico de adaptação ao ganho de força. Ela é multifatorial e, para que aconteça, deve haver a sinergia de diversos tipos de ações em nosso organismo. Eu poderia abordar várias destas ações de forma detalhada: endócrinas, metabólicas, neurais, entre outras. Mas, este artigo visa apenas a abordagem mecânica e sobre ela, podemos dizer que não existe um melhor tipo de ação para hipertrofiar. Só que fica falho falar sobre o estímulo mecânico sem observar um pouco de fisiologia.

A musculação e a gama de exercícios que a compõe são, tradicionalmente, os estímulos usados quando os treinadores desejam “acionar” nosso sistema anaeróbio. Porém, existem várias formas de se ativar este sistema, não é só puxando ou empurrando ferro.

A ginástica artística ou o crossfit, por exemplo, também são práticas esportivas onde se enfatiza o trabalho anaeróbio e é este sistema, seja na forma ATP-PC ou na forma Glicolítica, o responsável pela sinalização da síntese proteica, tão fundamental para o processo de construção muscular.

Desde que haja fadiga, falha, acidose metabólica, trabalho máximo dentro do sistema anaeróbio, a sinalização metabólica para hipertrofia irá acontecer, pois haverá aumento de síntese proteica. Seja um agachamento com 3 x 10, agachamento com 10 x 3 ou (argh!) 30s de burpees!

Contudo, a sinalização é feita nos músculos trabalhados, logo, a sinalização realizada por um agachamento é diferente da realizada por um burpee, mas não é muito diferente da realizada por um pistol. Até 3 x 40 gera hipertrofia, a diferença é que o ganho de força não é o ideal e, consequentemente, conforme vai-se avançando no nível de treinamento, perde-se a oportunidade de otimizar as respostas anabólicas caso se insista nas cargas muito baixas.

Lembra-se que hipertrofia é colateral de ganho de força? Mas, a esta altura da leitura, você deve estar me questionando: mas, Dani, então os fisiculturistas, por esta lógica, deveriam treinar como powerlifters e sempre buscar a força máxima? Sim e não. Sim, porque o incremento de força é um dos principais fatores que dão continuidade ao processo no longo prazo. Não, porque não é só isso.

Neste ponto, há dois fatores a serem observados. O primeiro, é a responsividade do indivíduo ao método de treino. Simplesmente há pessoas que hipertrofiam mais com volume e pessoas que hipertrofiam mais com intensidade.

Há, ainda, aqueles em que isto varia de grupamento para grupamento (EU!!! Rsrsrs)!  O segundo ponto a ser observado é o objetivo final do sujeito, especificidade do treino. Ainda assim, nem powerlifters treinam acima de 90% todo o tempo, pois excesso de sinalização para força máxima gera lesão e compromete a saúde mental.

O fisiculturista precisa de ajustes radicais na dieta, pois não basta apenas hipertrofiar, tem que mostrar a musculatura de forma detalhada. A dieta radical, com pequenas quantidades de carboidratos e todo o protocolo adotado no culturismo também prejudica o treino de força máxima, logo, 3 x 10 ou 3 x 20 ou 3 x 30 é mais suportável dentro deste cenário. De novo; hipertrofia é multifatorial!

“Então, @Daniela R Del Giorno, o que eu faço???!!” Os dois! Quando? Depende do seu objetivo principal e, consequentemente, de como seu treinamento será organizado dentro de uma periodização a fim de se obter o resultado esperado. Difícil?

Para um profissional de Educação Física competente não deve ser. Por isso, digo: consulte um! Treino de inspiração, treino de atleta consagrado, treino de blogueira e estudo pelo Google pode até resolver. 

Por um tempo muitíssimo curto se você é iniciante. Copiar método de treino é fácil e acessível. Saber o que cada um está sinalizando fisiologicamente e entender qual é o melhor momento para utilizar cada um deles, com cada pessoa, de acordo com cada objetivo. É coisa de profissa!

Vai ficar dando cabeçada? Procure um professor qualificado e, preferencialmente, especializado no objetivo ao qual você se propõe a treinar para alcançar. Pato voa, anda, corre, nada, até canta. Mas, não sai do laguinho. Qual o tamanho da sua ambição? Bota mais dez!

Referências:
MORTON, R. W.; OIKAWA, S. Y.; WAVELL, C. G.; MAZARA, N.; MCGLORY, C.; QUADRILATERO, J.; BAECHLER, B. L.; BAKER, S. K.; PHILLIPS, S. M. Neither load nor systemic hormones determine resistance training-mediated hypertrophy or strength gains in resistance-trained young men. Journal of applied physiology (Bethesda, Md. : 1985), v. 121, n. 1, p. 129–38, 1 jul. 2016. Disponível em: <http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/27174923>. Acesso em: 18 dez. 2016.
FLECK S. J.; KRAEMER W. J. Fundamentos do Treinamento de Força Muscular. Porto Alegre: Artmed, 1999.
McARDLE, W. Katch, W. Katch. Fisiologia do Exercício. Energia, Nutrição e Desempenho Humano. 7ª Edição. Rio de Janeiro, Guanabara Koogan, 2011.

Editado por fisiculturismo



Comentários


Por muitos anos ouvia-se o mito de que devia-se fazer 3x8 (três séries com oito repetições) para hipertrofiar a musculatura e 3x12 (três séries com doze repetições) para se queimar gordura.

Como todo mito, muitas pessoas ainda são enganadas por aí. Ainda bem que a ciência está funcionando para afastar essas ideias equivocadas.

E há mais, o treino de pessoas hormonizadas (que usam esteroides anabolizantes) também deve ser diferente do treino de pessoas naturais ou não hormonizadas (que não usam esteroides anabolizantes).

Isso é tema para uma próxima matéria! Parabéns a @Daniela R Del Giorno por mais uma matéria excelente!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Visitante R100 - Treinamento para Hipertrofia Muscular

Postado

 

1 hora atrás, fisiculturismo disse:

É justamente isso que o texto refuta. Não existe um número de séries e repetições ideais para hipertrofia. ?

Reitero, nesse caso, para 'hipertrofia muscular', 3x10, com certeza! Uma coisa é hipertrofia muscular, outra é a força máxima ou força pura (10x3)! 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Em 01/01/2017 at 20:52, Diego Rafael Furian disse:

 

Reitero, nesse caso, para 'hipertrofia muscular', 3x10, com certeza! Uma coisa é hipertrofia muscular, outra é a força máxima ou força pura (10x3)! 

Diego, treinamento de força máxima também serve para hipertrofia, já que podemos encará-la (a hipertrofia) como um "efeito colateral" da força... Tudo dependerá de periodização. Um grande abraço!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Visitante R100 - Treinamento para Hipertrofia Muscular

Postado

2 horas atrás, Daniela R Del Giorno disse:

Diego, treinamento de força máxima também serve para hipertrofia, já que podemos encará-la (a hipertrofia) como um "efeito colateral" da força... Tudo dependerá de periodização. Um grande abraço!

Sim, com certeza, entendi vc, porém um treino com um maior volume (3x10) é o mais indicado para hipertrofia, foi a isso que me referi pois na série (10x3) que também serve para hipertrofia o trabalho é 'predominantemente' de força máxima.

Abraço

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma conta em nossa comunidade! É rápido, fácil e grátis!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora


  • Conteúdo Similar

    • Por RafaelArccanjo
      Olá, esse é o meu treino, será que ele precisa de alguma mudança?
       
      Nome: Rafael Arcanjo de Araújo Brito
      Idade: 17 anos
      Altura: 165 cm
      Peso: 64kg

      BF: Estimo entre 14~16%
      Objetivo do treino: Hipertrofia
      Estrutura: ABC2x
      Número de repetições. 8-12 Repetições
      Número de séries. 4 Séries
      Tempo de Treino: 4 meses
       
      Séries
      4x/2*12~15/2*8~10/ Repetições
      4x/2*12~15/2*8~10/ Repetições
      4x/2*12~15/2*8~10/ Repetições
      4x/2*12~15/2*8~10/ Repetições
      4x/2*12~15/2*8~10/ Repetições
      4x/2*12~15/2*8~10/ Repetições
      4x/2*12~15/2*8~10/ Repetições
      4x/2*12~15/2*8~10/ Repetições
      4x 20 Repetições
      4x 20 Repetições
      Treino (A) - Ombro, Panturrilha, Pernas, Trapezio
      1 - Agachamento Livre
      2 - Leg Press 45
      3 - Extensora
      4 - Flexora Deitada
      5 - Desenv C/ Halter
      6 - Elevação Lateral
      7 - Elev Front C/ Halter
      8 - REM Alta na Polia
      9 - Pant no Hack
      10 - Pant Sentado
       
      Séries
      4x/2*12~15/2*8~10/ Repetições
      4x/2*12~15/2*8~10/ Repetições
      4x/2*12~15/2*8~10/ Repetições
      4x/2*12~15/2*8~10/ Repetições
      4x/2*12~15/2*8~10/ Repetições
      4x/2*12~15/2*8~10/ Repetições
      4x/2*12~15/2*8~10/ Repetições
      3x Até a Falha
      3x Até a Falha
      3x Até a Falha
      Treino (B) - Peitoral, Tríceps, Abdominal
      1 - Supino Reto
      2 - Supino INC C/ Halter
      3 - Pull Over
      4 - Peck Deck Frontal
      5 - Pulley Barra no Cross
      6 - Pulley Corda no Cross
      7 - Supino Fechado
      8 – Supra 90° C/ Carga
      9 – Infra Banco C/ Carga
      10 – Abdominal Cruzado
       
      Séries
      4x/2*12~15/2*8~10/ Repetições
      4x/2*12~15/2*8~10/ Repetições
      4x/2*12~15/2*8~10/ Repetições
      4x/2*12~15/2*8~10/ Repetições
      4x/2*12~15/2*8~10/ Repetições
      4x/2*12~15/2*8~10/ Repetições
      4x/2*12~15/2*8~10/ Repetições
      4x 8~12 Repetições
      4x 8~12 Repetições
      4x 8~12 Repetições
      Treino (C) - Antebraço, Bíceps, Costas
      1 – Graviton
      2 - Puxador Frente AB
      3 - Remada Sentada FE
      4 - Peck Deck Inverso
      5 - Rosca DIR C/ Halter
      6 - Banco Scotch
      7 - Rosca CONC C/ Halter
      8 - Rosca Inversa
      9 - Rosca Punho
      10 - Abdução / Adução Punho
    • Por Masmok
      Estou planejando meu retorno para os treinos, fiquei cerca de um ano fora devido a falta de renda. Sou iniciante ainda , mas conheço algumas coisas porem estou com muitas duvidas sobre a minha dieta e o treino proposto. 
      Idade: 19
      Treino: 1 ano continuo ( No momento parado)
      Altura: 1,78 m
      Peso: 70 kg
      BF: 16% (por alto)
      Treino Proposto 
      A- bíceps+tríceps 
      Rosca direta 4x10 (carga máxima)
      Rosca alternada 3x10 + banco scott 3x10 isometria 2 seg em todas
      Bíceps no cross 4x10 (carga máxima)
      Tríceps pulley 3x16 (faz 8 com isometria 2 seg em todas+8)
      Tríceps testa 4x10 (carga máxima)
      Tríceps testa 3x rest pause (faz 10, descansa 5 seg, faz até a falha, descansa 5seg até a falha ).
      B- Peito 
      Supino reto 4x10 (carga máxima)
      Voador 3x10 + 3xflexão falha
      Supino inclinado 3x10+ crucifixo inclinado 3x12
      Supino declinado 3x10+ crossover 3x12 isometria 2 seg todas.
      C- Ombro
      Desenvolvimento com halter 4x10
      (Carga máxima)
      Desenvolvimento arnold 4x12 (carga máxima)
      Elevação frontal com halter drop set 3x
      Elevação lateral rest pause 3x (faz 10, descansa 5seg, faz até a falha)
      Remada em pé 4x12 (carga maxima)+elevação lateral 4x10
      D- Costas 
      Barra fixa 3x falha
      Remada na máquina pegada pronada 4x10 (carga máxima)
      Remada curvada 3x15
      Puxador frente 4x12 
      Levantamento terra 3x10
      E- Perna
      Passada (da 2 passos e 2 abaixamentos) faz 4x
      Agachamento livre 20-12-10-8 (aumentando o peso)
      Cadeira extensora 3xdrop set 
      Agachamento hack 3x10 (carga máxima)
      Mesa flexora 4x10 (carga máxima)
      Cadeira flexora 3x10 perna aberta+3x10 perna fechada
      Stiff 3x20
      Abs dsdn 
      Panturrilha dsdn
      Dieta Hipercalórica 4000 Calorias 
      Dieta: +- 4000 calorias
      1ª Refeição: Café da manhã – 6h 
      •    200g de granola
      •    250ml de leite
      •    30g de aveia em flocos
      •    30g de albumina
      2ª Refeição: Lanche 1 – 9h
      •    100g batata doce
      •    120g frango desfiado
      3º Refeição: Lanche 2 – 12h
      •    150g arroz integral
      •    120g patinho moído
      4ª Refeição: Almoço – 13h
      •    200g de arroz branco
      •    100g de peito de frango 
      •    100g de feijão
      •    Salada à vontade 
      •    Suco natural ou água
      Obs.: Optar por frango grelhado, vegetais, legumes e verduras cozidas ou in natura como: Brócolis, beterraba, couve flor, cenoura, batata inglesa, berinjela...

      5ª Refeição: Lanche 3 – 16h 
      •    Salada de frutas 
      •    5 colheres de aveia em flocos
      •    1 iogurte natural
      Substituição: 1 coqueteleira de hipercalórico.
      6ª Refeição: Pré treino – 17h30min
      •    100g de batata doce
      •    100g de peito de frango ou atum 
      •    2 cápsulas BCAA
      7ª Refeição: Pós treino – 19h30min (na academia)
      •    40g Whey Protein 
      •    80g Dextrose
      •    5g Creatina 
      •    2 cápsulas BCAA
      7ª Refeição: Jantar – 20h
      •    200g de arroz branco
      •    150g de peito de frango ou carne bovina 
      •    50g de batata doce
      •    Salada à vontade 
      •    Suco natural ou água
      Obs.: Optar por frango grelhado, vegetais, legumes e verduras cozidas ou in natura como: Brócolis, beterraba, couve flor, cenoura, batata inglesa, berinjela...

      8ª Refeição: Ceia – 22h
      •    30g de Albumina 
      •    1 fatia de queijo ricota 
      •    300ml de leite desnatado
      •    5 colheres de aveia em flocos
       Obs : Me considero um falso magro , por apresentar muita gordura localizada. E estou em duvida sé essa dieta vai me auxiliar ou ter efeito de bola e ganhar mais gordura localizada. Qualquer informação a mais eu coloco aqui. No aguardo! 
    • Por ERISSON
      Boa tarde, gostaria se possível da ajuda de vcs. Treino a 2 anos e era obeso, pesava 107kg BF: 28% hoje tenho 85kg. Fiz um ciclo de dura a 2 meses 1-8 500mg. Ganhei 8kg o volume da minha musculatura aumentou e perdi bastante gordura abdominal, porém 15 dias depois do término comecei a perder peso, mesmo fazendo uma boa dieta pra tentar manter o máximo, ja esperava perder alguma coisa. O problema é que tive uma virose e fiquei 10 dias com uma diarreia pesada mesmo, onde tudo que consumia se ia embora em minutos, perdi num total de 6kg. Bom tudo isso passou e voltei com uma dieta bem calórica para ver se recupero alguma coisa e mudei o treino tbm, pois faz mais de um ano que treino ABC de segunda a sexta. Ja estou nessa dieta a 2 semanas e ainda não vi resultados. Se puderem dar uma olhada na dieta e treino eu agradeço. 
      IDADE: 32
      PESO: 85kg
      Alt.: 178cm
      BF; 19%
      -MEDIDAS
      BRAÇO D CONT.: 38,5 cm
      BRAÇO E CONT.:  37,5cm
      ANT BRAÇO D: 30cm
      ANT BRAÇO E: 29,5cm
      TORAX: 108cm
      ABDOMINAL: 92cm
      CINTURA: 89cm
      QUADRIL: 105cm
      COXA D: 57cm
      COXA E: 56,5cm
      PANTUR. D: 41,5cm
      PANTUR. E: 40cm
       
      -DIETA
      DIETA 4000 CALORIAS
      REFEIÇÃO 1 (PRÉ TREINO) – 7:00
      - Crepioca de peito de frango e queijo 260k
      REFEICÃO 2 (PÓS TREINO) – 9:00
      - 1 scoop whey + 1 scoop creatina 120k
      - 2 bananas 200k
      REFEIÇÃO 3 – 10:30
      - 2 Fatias de pão integral 120k
      - 3 ovos 220k
      - 1 fatia de queijo 70k
      - 1 fatia de peito de frango def. 25k
      REFEIÇÃO 4 – 12:30
      - 250g Frango ou 200g gado 300k
      - 6 colheres de arroz integral 255k
      - 3 colheres feijão 225k
      - verdura e salada
      REFEIÇÃO 5 – 15:30
      - 4 ovos 300k
      - 1 banana prata 100k
      - 8 colheres de aveia 400k
      REFEIÇÃO 6 – 18:30
      - 250g Frango ou 200g gado 300k
      - 120g espaguete int ou 180g de batata doce  170k
      REFEIÇÃO 7 21:30
      - 150g queijo magro 400k
      - 50g amendoins 280k
       
      -TREINO
      SEG: Quádriceps e panturrilhas 
      TER: Peito e ombro
      QUA: Costas e trapézio
      QUI: Posterior da coxa e panturrilhas
      SEX: Bíceps, tríceps e ant braços
      SAB: ombro (talvez peito) não sei...
       
      - SUPLEMENTAÇÃO
      pré treino com cafeina e taurina (BORNE CRUSHER)
      whey no pós treino
      creatina no pós
      polivitaminico
      2cps de omega 3 de qualidade
      glutamina e dilatex 30 min antes do treino 
      Bom é mais ou menos isso.
      abs
    • Por fernandordgs17
      Idade: 22
      Peso: 72 kg
      Altura: 1,74
      BF: 12%
      Objetivo: Ganhar o máximo de massa magra possível.
      Alguém experiente ai para opinar se a dieta ta boa e se precisa aumentar ou modificar algo.
      Obs.: Facilidade para perder peso e dificuldade para ganhar. 
       
      Horário -              Refeição
      07:00     -              Pão integral – 2 fatias
      Café                      Ovo mexido – 2 unidades
                                     Leite desnatado – 1 copo
       
      10:30     -              Whey Protein (Growth Concentrado) – 30 G
      Lanche                 Castanha de caju – 6 unidades
       
      13:30     -              Arroz – 3 colheres de servir
      Almoço                 Feijão ou outro tipo de carbo  – 2 colheres de servir
                                     Carne -  2 filés
                                     Salada - a vontade
       
      16:00     -              Malto - 4 colheres de sopa
      Pré-Treino         Pasta de Amendoim – 2 colheres de sopa
                                     Fruta – 1 unidade
       
      18:20     -              Whey Protein (Growth Concentrado) – 30 G
      Pós-Treino         Creatina – 5 G
       
      20:20     -              Pão integral – 2 unidades
      Lanche                 Frango desfiado – O quanto couber entre os pães
                                     Suco ou Fruta – 1 unidade
       
      22:20     -              Arroz – 3 colheres de servir
      Janta                     Feijão ou outro tipo de carbo  – 2 colheres de servir
                                     Carne -  2 filés
                                     Salada - a vontade
    • Por Pedro Alvim Neto
      A beta-alanina é um aminoácido não essencial, que é produzido pelo organismo, mais especificamente pelo fígado. A captação desse aminoácido é feita pelo músculo esquelético e outros tecidos. A produção de beta-alanina é baixa endogenamente, portanto a concentração no sangue é de difícil detecção.
      A l-histidina, outro aminoácido produzido pelo corpo, vai se ligar à beta-alanina e, através da enzima carnosina sintase, vai produzir a carnosina. A l-histidina possui uma concentração plasmática 40 vezes maior do que a beta-alanina, portanto, a beta-alanina é o fator limitante para a produção de carnosina.
      A carnosina tem a função de tamponamento muscular (durante o exercício são formados ácidos nos processos metabólicos, como o lactato. A alta concentração de lactato afeta o metabolismo durante o exercício físico, pois, diminui o pH, reduzindo a capacidade da célula muscular de produzir ATP ou impedindo o processo contrátil, necessitando de um sistema que o neutralize, chamado de tamponamento. Esse tamponamento auxilia no prolongamento do exercício), manutenção do equilíbrio ácido base e maior contribuição esportiva nos exercícios anaeróbios como corrida, natação, exercícios com uma duração entre 60 segundos e 240 segundos.
      Assim, em exercícios com duração menor que 60 segundos, não possui benefícios e, nos exercícios com uma duração maior que 240 segundos, gera benefícios em menor escala. Na musculação, o aumento de carnosina intramuscular faz com que o praticante dessa modalidade consiga utilizar mais carga e faça mais repetições, podendo potencializar a hipertrofia muscular, pois, conseguirá fazer um maior esforço por um período maior. A carnosina aumenta o tempo até a fadiga muscular, melhorando o desempenho.
      A suplementação de beta-alanina pode ser feita por 4 semanas em doses de 4 a 6 g/dia. Esse protocolo aumenta em até 60% o estoque de carnosina intramuscular e, quando suplementado por 10 semanas, eleva em até 80% o estoque de carnosina intramuscular.
      Por outro lado, essa suplementação pode levar a uma parestesia, sintoma caracterizado por formigamento. Para que esse efeito colateral seja diminuído, ou eliminado, o ideal seria dividir a suplementação em 4 doses de até 1,2 g para mulheres e 1,6 g para homens, perfazendo uma dosagem de média em torno de 6,4 g ao dia.
      A suplementação com beta-alanina é muito boa para hipertrofia muscular pela musculação, mas é cara, custando em torno de R$ 300,00 (trezentos reais) por mês para a dose de 6 g por dia. Para economizar, é possível utilizar a dose de 4 g por dia.
      Fontes:
      BOOBIS, Les H. et al. The carnosine content of vastus lateralis is elevated in resistence- trained bodybuilders. Journal of strength and conditioning research: the research journal of the NCSA, Chichester, v. 19, n. 4, p. 725- 729, nov. 2005.
      HARRIS, Rc. et al. The absorption of orally supplied beta- alanine and its effect on muscle carnosine synthesis in human vastus lateralis. Amino Acids, Epub, v. 30, n. 3, p. 279-89, mar. 2006.
      R. M, Hobson. Et al. Effects of B- alanine supplementation on exercise performance: a meta analysis. Amino Acids, Epub, v. 43, n. 1, p. 25- 37, jul. 2012.


×
Esta popup será fechada em 10 segundos...