Jump to content
Sign in to follow this  
MUSTANG27

Experiência com o OxyELITE Pro

Rate this topic

Recommended Posts

Salve, salve.....

De volta meu povo marombeiro....

Comecei hoje mais um ciclo com o bom e velho Oxy.

Na verdade, em razão de alguns problemas, festas de fim de ano, férias e viagens, acabei aumentando o BF e perdi muita definição e ganhei uma barriguinha hedionda.

Hoje também voltei a treinar forte com musculação em circuito, com vistas a secar nos próximos 30 dias.

Sucesso pra nós todos.

Abraços e excelente dia aos colegas.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eis q volto do final de semana.

Após ter passado mal na ultima quinta-feira só voltei a tomá-lo no sabado, 1 pela manha. Domingo não tomei. Houve um churrasco e após 3 meses caí na esparrela de bebericar Big Apple com água de coco. Não preciso dizer os resultados neh?!

Catastróficos.

Como se não bastasse, venho observando meu comportamento...numa tentativa de negação, fingi não estar percebendo, mas devo admitir que sintomas de depressão estao aparecendo. Penso que 9 a 10 dias de oxy poderiam não serem causadores direto. Mas nunca se sabe, as x as insatisfações do dia a dia podem ser aflorados com os hormonios que são "bulinados".

Suspendo o uso. aTé resolver o stress profissional e pessoal que parecem ter aflorado com uso deste produto.

Ainda não pesei, mas consideravelmente perdi medidas e percebo continuar perdendo de quinta para cá sem o uso constante.

Volto a relatar assim que der. Sucesso!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Por falar nisso:

O OEP tem sempre o mesmo efeito sobre mim: sentindo uma certa ansiedade e inquietação....

Como diz o ditado: NÃO EXISTE ALMOÇO GRÁTIS e, assim, usar o Oxy tem seu preço.

Sugiro a Lu cautela, pois, depressão é coisa terrível, preciso nem dizer né?!

Se você acompanhar os primeiros posts vai ver que tratamos muito disso por aqui.

Beijos.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Estou no 8o dia de uso do oxy, 2 caps, e hoje durante a corrida senti MUITA DOR NO OUVIDO E DOR DE CABEÇA, o q me fez até interromper o treino (corri só 30 min) pois a dor era mto incomoda...

Alguém ai ja sentiu isso? Sera que tem a ver com pressao? Fiquei preocupada!!

Me ajudem!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Salve, salve.....

De volta meu povo marombeiro....

Comecei hoje mais um ciclo com o bom e velho Oxy.

Na verdade, em razão de alguns problemas, festas de fim de ano, férias e viagens, acabei aumentando o BF e perdi muita definição e ganhei uma barriguinha hedionda.

Hoje também voltei a treinar forte com musculação em circuito, com vistas a secar nos próximos 30 dias.

Sucesso pra nós todos.

Abraços e excelente dia aos colegas.

Welcome Boss...

Vê se volta mesmo...ehehe faz falta...

De volta a guerra? eita chefe... go hard.!

abraços!

Natika... tem gente que já reportou isso...

algumas coisas que podem te ajudar... dieta sim... mas não cortar totalmente o consumo de carbos... muita, mas muita água durante o dia...

e comer de 3 em 3 horas..

quem sofreu desse mal.. adotou essa tática e na maioria teve um efeito de melhora...

bjs.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Graaande Ynjm....

Estou de volta sim - aos poucos, mas de volta - rsrsrsrs.....

Na verdade o trabalho está punk e rouba um tempo precioso de avaliar os posts e poder comentar, mas, vejo que você está se saindo perfeitamente bem. Acho que vou ficar só observando mesmo, hehehehe...tô brincando.

Bom, vejo que são sempre as velhas dúvidas...sempre elas....nada que uma boa lida nos posts não resolvessem.

Diante disso, vamos falar de algo sério: colaterais!!!!!!!

Prestem atenção: dor de cabeça, depressão, taquicardia, etc, são sinais seríissimos e que devem, na minha opinião, demandar a suspensão do uso até que se esclareça a razão dos problemas.

Pode ser, no caso da dor de cabeça, por exemplo, por restrição de carbo, como disseram, mas, provavelmente são colaterais do Oxy.

Tem gente que diz para insistir no uso que passa! eu digo que NÃO!

É preferível adiar resultados do que ter um AVC ou coisa pior - PENSEM NISSO !!!!!!!!

Hoje, segundo dia de OEP, sinto a mesma ansiedade e palpitação, velhos conhecidos.

Fazendo um gancho no que disse acima, consigo controlar bem isso, mas, no dia em que isso atrapalhar minha vida e minha saúde, corto mesmo.

Por outro lado, incrível mesmo é a sensação de "desinchaço" que já observei hoje....salve Oxyelite.....

Não engordei, não! apenas criei uma pancinha e perdi alguma definição, mas, nada que lembra o Geléia dos Caça- Fantasmas que eu era há um tempo atrás.

Por hoje acho que está bom! abraços em vocês.

Share this post


Link to post
Share on other sites

... mas, nada que lembra o Geléia dos Caça- Fantasmas que eu era há um tempo atrás.

Por hoje acho que está bom! abraços em vocês.

Grande Mustang27! Mestre dos marombeiros, fonte da sabedoria!

você é um fanfarrão heim estava longe de ser o geleia! eu também estou na área, nos ultimos meses do ano passado chutei a dieta em seguida tive que abandonar a academia, fiquei pouco mais de 1 mês sem poder ir. Porém voltei no gás! hoje é o sétimo dia na academia e o sexto com OEP. pretendo não terminar o pote todo apenas até o atingir o objetivo e depois parar.

quando tiver um tempo passo lá no meu depoimento mestre!

abs.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olá, pessoal.... comecei a usar o oxy elite no último sábado... no sáb. e no domingo, senti um gás maior para os exercícios, e menos fome

Desde ontem, terça, comecei a sentir formigamento na mão esquerda. Nos 2 últimos dedos.... alguém já sentiu isso?

Vou investir mais em corrida e caminhada, agora.

Valeu!

Share this post


Link to post
Share on other sites

dietinha de volta, treinando somente perna, abc2x. oxyelite por enquanto 2 caps por dia por 2 semanas. depois aumento pra 3, depois pra 4.

peso inicial, nao me pesei, domingo posto o peso atual.

vamo que vamo.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olá

Vou passar aqui para relatar algo que aconteceu comigo ontem. Como de costume acordei tomei as 2 cápsulas de OEP, esperei uns 40 min e tomei o café da manhã. Esperei uns 15 min e fui para academia, chegando lá na primeira repetição para malhar costas me bateu uma dor de cabeça sinistra, localizada bem na nuca. Esperei alguns segundos e fui repetir a série e desta vez a dor passou para o olho esquerdo e nisso enxergava tudo embaçado. parei imediatamente e voltei para a casa.

Não cheguei a medir a pressão, mas sentia o coração palpitando com muita força. Foi realmente sinistra a parada.

Nao tomei a terceira cápsula e nem as de hoje de manhã, vou suspender por hoje e amanhã eu volto a tomar. Porém se acontecer novamente irei suspender o OEP.

Conversando com uma médica que trabalha comigo, ela achou que poderia ser devido a falta de carboidratos (nao falei do OEP - ela foi contra quando fiz o ultimo ciclo), uma vez que no dia anterior a isto, eu fiz um treino de corrida bem puxado, corri 8Km num trajeto com ladeira, descidas, retas e mais ladeiras e depois desta corrida eu só comi filezinhos de frangos. E que se acontecesse novamente, era para eu falar com ela que ela veria entao com mais calma.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Oi pessoal, tudo bem?

Minha primeira postagem aqui no fórum. Vamos ver se posto direito. :lol:

Vamos direto aos negócios, rs.

Tenho 1,55 e peso 53,3 Kg. Minha última pesagem foi no dia 20/10/2011. Não sei se ganhei ou perdi peso, minha avaliação está marcada para dia 24/01/2012. No olhômetro não vi diferença. Minhas calças estão folgadas mas é porque são de qualidade inferior mesmo, hehe, já relaxaram. Não faço controle por balança.

BF: 26,38%

Iniciei na academia em outubro de 2011 com o intuito de emagrecer. Minha principal queixa é a gordura localizada, para isso sei que devo perder a gordura do corpo como um todo.

Faço aeróbicos 2x por semana e musculação 3x.

Meu treino de musculação está em ABC alternando abdomen dia sim/dia não.

Nos aeróbicos eu fazia bastante spinning, mas sinto que o coração vai na boca e minha FC deve ultrapassar os 65%-85% então parei de ir e faço sempre 20 min de transport + 20 min de esteira porque assim controlo mais.

Eu não possuo problemas cardíacos, fiz eletro, eco e até teste ergométrico antes de entrar na academia, o clinico e o cardio ate elogiaram meu coração :)

No transport deixo no level 1, com isso consigo correr mais rápido. Acredito que se eu aumentar o level estarei fazendo mais fortalecimento muscular do que queimando gordura. Não sei se estou certa.

Na esteira é 5 minutos correndo a 7,5 Km/h e 5 caminhando a 5,3 Km/h. Não corro/caminho mais rápido pois tenho canelite e meu alongamento é muito porco, preciso melhorar. Evidentemente são dois ciclos (20 min).

Mais um detalhe: vou e volto andando para casa, sao 25 minutos, no total 50.

Eu menti, hehe, agora sim vamos ao que interessa.

Comprei o Oxy e vou começar a tomar quarta feira (25/01). Terça como eu disse tenho avaliação física então vou esperar para comparar os resultados.

O problema disso tudo é: minha rotina

Vou a academia sempre de manhã. Pelo que vi eu devo tomar o Oxy em jejum e então esperar meia hora para me alimentar.

Porem eu queria saber se posso ficar sem me alimentar? Porque estou pensando em fazer AEJ.

Ficaria assim para os dias do aeróbico, na musculação acordo mais cedo porque levo em média 1:30 de treino

Acordo 5:50

Tomo OEP ás 6:00

Saio de casa 6:20

Vou andando para a academia (25 min), chego ás: 6:45

Faço 40 minutos de aeróbico: 7:25

Volto andando para casa, mas 25 minutos: 7:50

Quando que eu faria a 1 refeição? Ás 7:50 quando eu chegar em casa? Porque hoje, tomo café ás 6:00 e quando eu chego em casa tomo dex.

Nos dias que treino musculação não tem problema, acordo mais cedo, fico enrolando uns 20 minutos e tomo cafe, mas no caso do AEJ não sei como fazer.

Eu vi que as meninas passaram mal, eu vou tomar uma cap por 1 semana e depois aumento para uma antes do café da manha e outra antes do alomoço, odeio passar mal, não costumo passar, mas como não tomo e nunca tomei café acho que vai mexer bastante comigo então vou segurar a onda.

Bom, dieta eu assumo que não é das melhores. Na verdade não gosto do termo dieta, para mim deve ser feito reeducação alimentar, a forma e o que eu como hoje deverei levar para o resto da vida, então comigo prevalece o bom senso.

Não vou postar o que como porque varia muito, mas evito frituras, não bebo, não fumo, não tomo refrigerante e não gosto de carne vermelha. O resto tento segurar.

Resumindo: que horas devo me alimentar nos dias de AEJ?

Obrigada.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ê Mustangão velho de guerra!

Não resistiu e partiu pro OEP mesmo é? rsrs

Tbem retornei ONTEM às atividades, depois de umas férias merecidas em que fui muito bem tratado (rsrs...a pança que o diga) e de um segundo semestre de 2011 TOTALMENTE nas coxa!

Meu peso tá quase equivalente nesse tempo todo, mas a distribuição piorou bem. Estava vendo umas fotos minhas de exatos 1 ano atrás e afff....se eu conseguir alcançar novamente oq já fui tá mais que bom!

Mas vou na marra! Sem suplementos pra esse fim, principalmente os que contem o 1.3 dym, como Oxy e Jack. Recomecei desde ontem com dieta sagaz, treino forte, mas prudente (to fraco pra burro e hj todo um pouco dolorido, normal), respeitando meus limites.

Minha meta é reduzir bem o BF e aumentar a massa pra um padrão razoável em 5 semanas. E a meta para conseguir voltar oq já consegui, aí acho q vai demorar mais, talvez uns 3 ou 4 meses com treino e dieta ali, na linha.

O interessante disso tudo é a memória muscular. Ontem, primeiro treino, sem suplemento algum, o pump que eu tive foi animal! Por isso acho q dá pra recuperar de boa, e o inchaço maior de rolição, esse sai nos primeiros dias, pois a retenção vai embora mais rápido!

Vamo q vamo galera! 2012 tá só começando!!! 8)

Share this post


Link to post
Share on other sites

Salve salve rapaziada marombada e suplementada do fórum mais sarado na net, hehehehe

Salve Elite, Uj, Pinheirão e Nazareth...hehehehe....

Elite: suspenda o uso e procure um médico....esses sintomas não são de coisa a toa...aliás, tenho percebido muita gente aqui relatando colaterais....entre ficar magro e ficar saudável, escolha o segundo...SEMPRE!!!!!!!!!!!!!!

Nazareth:

O problema disso tudo é: minha rotina

Vou a academia sempre de manhã. Pelo que vi eu devo tomar o Oxy em jejum e então esperar meia hora para me alimentar.

Porem eu queria saber se posso ficar sem me alimentar? Porque estou pensando em fazer AEJ.

Se você ficar sem se alimentar, vai catabolisar e entrar em total ausência de termogênese: traduzindo: você vai perder massa muscular, não vai perder gordura, além de ganhar uma bela hipoglicemia.

Resumindo: ajuste seus horários, caso contrário, se malhar sem se alimentar, vai estar desperdiçando tempo e energia e não vai alcançar resultado algum.

A regra é: alimentar-se, pelo menos, 30 minutos a uma hora da atividade física, seja ela qual for - obviamente, dependendo da intensidade o cardápio tem que ser ajustado - veja na página 18 que dá para você ter uma idéia, lembrando sempre que dieta é algo pra ser individualizado, sempre.

Pinheirão: cara, aquela rotina nova de que te falei, as mudanças, etc, me fizeram relaxar um pouco: ganhei 1;5 Kg e perdi muita massa, que já não tinha inclusive...por isso voltei para o OEP mais suplementação forte....hehehehe...

Eu tenho certeza que você está exagerando...certeza absoluta: da última vez que te vi estava tudo certo, parceiro....se bem que é sempre bom estar bem com a gente mesmo e, assim, tenho certeza que é isso que você quer e vai alcançar, sim.

Abraços em todos e excelente restinho de terça feira.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Mustang!!! Boa noite!!!

Tenho uma dúvida, li em um post seu, que você tomou o oxy por 08 semanas, e fez um intervalo de 04 semanas.

É isto mesmo?

Eu achei que deveriamos tomar por 04 semanas e dar uma parada por mais 04......

Hoje faz 10 dias que estou tomando, todas as sensações ruins passaram, e eu emagreci 03 kg, estou achando pouco..rsrsrs

O que vc acha?

Abçs.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bom dia Tati....

Fiz como manda o laboratório: oito semanas, no máximo e off de 4 semanas, no mínimo.

3Kg em dez dias???????? aparentemente está ótimo, mas, para ser exato, precisamos ver quais os seus objetivos, seu biotipo, dieta, enfim....tudo...

Por outra lado, eu lembro que eu perdi nos primeiros dias apenas 1,5 kg, mas, depois, foram mais 5.5 Kg, portanto, paciência que os resultados vão aparecer sim, desde que, claro, seja mantida a disciplina.

Beijos.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bom dia Mustang!!!!

Fico feliz em saber que estou indo bem....kkkk

O ano passado emagreci 10 kg com dieta e 45 minutos de esteira todos os dias.

Meu objetivo é perder mais 10 kg, tenho 1,63 e antes de começar a tomar o Oxy estava pesando 75 kg.... bem gordinha.... Rsrsrs

Continuo com a dieta, e com os treinos que comecei em novembro.

Vamos ver os resultados!!!! Irei postando pelo menos uma vez na semana....

Obrigada!!!! Bjs

Share this post


Link to post
Share on other sites

Fala galera! E ae Mustangão!

Cara, acho q vou voltar atrás e pedir uma ajudinha pro oxy por algumas semaninhas! :)

Vou ver se consigo um hoje, pq to vendo que a luta pra tirar essa capa de presunto formada não vai ser das mais fáceis...sinto que meu metabolismo tá lerdo que só...

Assim que tiver novidades eu posto aqui!

Abraço!

Share this post


Link to post
Share on other sites

fala galera!

voltei a malhar membros superiores quarta feira, lalalalala.

Estou malhando de munhequeira e evitando os exercicios que pegam mais o punho. Um pouquinho de dor, porem, autorizado pelo ortopedista!

SELVA!

tou de oxyelite, 3 capsulas a partir da semana que vem. Segunda que vem posto melhor as infos.

abs.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bom dia, a todos......aliás, um excelente dia a todos.....

O OXY, como sempre, vem cumprindo o que se propõe: controlando meu peso e desinchando este Mustanguinho....heheheheh....

Pinheirão, meu querido: estamos aí para o que precisar, parceiro....você sabe que pode contar com teu parceiro aqui....precisando, é só falar.

Falando nisso: e aquele bom e velho programa das segundas feiras?

Uj: segue firme parceiro....sucesso e cuida dessa lesão aí, cara....

Btati: segue com a disciplina que não tem erro...mas tem que seguir mesmo....

Abraços em todos....

Share this post


Link to post
Share on other sites

Vamos lá:

Peso antes da lesão: 98kg (Muita massa muscular e muita definição)

Peso Atual: 97kg (a duas semanas atrás eu estava com uns 101). Menos definição, menos massa muscular no braço direito que foi o da fratura, e menos massa muscular no peito.

A meta é até o dia 15 (2 semanas e 3 dias) baixar +ou- 3~4kg de gordura (ou liquido retido). Pouco aerobio, só puxando ferro pesado e com a dieta 100%. Pós carnaval eu entro em bulking low carb novamente.

O braço que não sofreu a lesão, mantive durante praticamente 65 dias sem treinar 90% da musculatura!

Lets play!

Abraços.

Share this post


Link to post
Share on other sites

O básico cara...

pela manhã proteína + carbo de release longo...

almoço... carbo integral + carne branca + fonte de gordura e fibras vegetais...

janta... quebre em duas refeições os carbos mais próximo do treino... e deixa apenas a salada + alguma proteína magra...

vai depender de como vc se sentirá disposto para treinar.. eu não gosto de treinar com estômago cheio...

Pós treino o carbo de release longo + os suples...

Albumina às 22:00...

bom.. aí vai depender do cálculo.. eu fiz com média de 2 a 3g de proteína por kg corporal (massa magra)....

há quem defenda que seja o KG corporal bruto.. eu contei apenas massa magra... faça o teste então.

eu tinha 100kg... logo até 300g de proteína pura...

como não fiz uso de suplementação.. era mais difícil dizer quantos gramas exatos eu consumia... mas a média era entre 200 e 300g por dia. (peixe, frango, queijo e vegetais)... td eu somava...

se tomar essa albumina... tire o carbo do pós treino e coloque aqui...

abraços

conforme meu peso ia baixando.. eu diminui a quantidade de proteínas tb. terminei com média (e hoje uso isso) de 180 / 250g por dia. (tenho 1 dia do lixo... que normalmente como quase o drobro disso... mas é meu dia do lixo, então sem stress).

abraços

Bom dia ynjm!!!

Gostaria de tirar uma duvida...rsrs....o que seria carbo de release longo???!!!

Outra coisa, você citou para quebrar em dois os carbo mais proximos do treino....vc poderia explicar melhor??!!!

Eu não entendo nada sobre isto, e estou sofrendo muito para conseguir organizar minha dieta.

Muito obrigada!!!

Bjs

Share this post


Link to post
Share on other sites

falar em dia do lixo,

pra diminuir a noia da galera. fiz sabado e domingo de lixo. Segunda acordei com 100, hoje terça, acordei com os mesmos 97. O detalhe, sem aerobio, só com o treino que ta puxadíssimo.

abraços.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Fala pessoal! Boa semana a todos aí! =D

Semana começou puxadíssima. Não sei MESMO qt estou me pesando, tem muito tempo que não faço esse controle, mas imagino que não houve tanta alteração, como falei antes.

Comecei o Oxy ontem mesmo. Não resisti à capa! O peso pode estar o mesmo mas tá muito mal distribuído, ainda mais se comparado comigo mesmo há um ano.

Esse suplemento é realmente forte, e sinto rapidamente seus efeitos. Sinto o corpo mais quente, uma leve alteração cardíaca e uma sensação diferente, que não sei explicar.

Desta vez vou seguir o rótulo da vez (tomei uma vez do mesmo jeito que o Mustang, 2 pela manhã e só e deu bastante certo, porém, na minha segunda tentativa, durou pouco. Não consegui manter essa ingestão, a tal sensação estranha era forte e sentia que não me fazia bem, passei pra frente o restante das cápsulas do frasco). Como a sugestão de uso agora é diferente de quando tomei a primeira vez, vou seguir. Tomo pela manha, em jejum, e depois de 5 ou 6 horas mais uma. Vou ficar em duas capsulas pq não vejo necessidade de 3 e pq realmente duas juntas pra mim é pesado!

O treino tá bem puxado e voltei a treinar (pelo menos uma parte) pela manhã. Nesse ponto sinto que o oxy ajuda muito, pois dá uma animada e acordada pras atividades! É bem diferente treinar suplementando com o oxy e sem!

Memória muscular atua legal. E minha preocupação nem é tanto em relação a massa no momento. Perdi um pouco, mas eu até seguro razoavelmente bem. Quero mesmo é enxugar e depois voltar a fazer trabalho de formiga nos ganhos!

Tomara que consiga levar a suplementação até o fim dessa vez! hehehehe

Abraço!

PS: Mustangão, eu bem que tentei, mas não me lembro do bom e velho programa das segundas! :S Será que é efeito do oxy?! hehehehehe

Abraço!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bom dia ynjm!!!

Gostaria de tirar uma duvida...rsrs....o que seria carbo de release longo???!!!

Outra coisa, você citou para quebrar em dois os carbo mais proximos do treino....vc poderia explicar melhor??!!!

Eu não entendo nada sobre isto, e estou sofrendo muito para conseguir organizar minha dieta.

Muito obrigada!!!

Bjs

Bom dia BTATI...

Td bem?

Carbo de release longo, são os carbos que possuem uma cadeia de formação de carbono longa... e por isso demoram para ser absorvidos... em outras palavras são os carbos com formação a base de amido... (mesmo o ao branco)... mas prefiro que venha dos vegetais.. batata (doce ou inglesa)... massas(sem gluten...).... por exemplo...

Sim... quebrar em dois... vou explicar... creio que isso vale para vc e para muitos que possuem essa dúvida...

Pré treino (até 30 minutos antes): dê preferência às fontes de carboidrato \e fonte de proteínas (derivados de soja, iogurte desnatado ou light, queijo branco magro, peito de peru entre outros). Devido ao baixo índice glicêmico, estes alimentos evitam a hipoglicemia de rebote – sintoma percebido por alguns esportistas que consomem carboidratos de rápida absorção em momentos antes do treino e conseqüentemente liberam quantidade elevada de insulina – hormônio que retira o açúcar da circulação para levar para dentro da célula, e que se tiver em excesso, pode gerar fraqueza ou a tal hipoglicemia. Além disso, os carboidratos integrais em conjunto com as proteínas proporcionam manutenção da glicemia ao longo do dia, e conseqüente mais energia para o esportista.

Pré-treino (5 minutos) e durante treino: nos 5 minutos que antecedem o treino ou mesmo durante, é aconselhável alimentos mais líquidos e de rápida absorção, como as bebidas esportivas, água de côco e maltodextrina diluída em água a 6%. Acima de tudo a água é fundamental neste momento!

Pós treino (na primeira hora após o treino): os músculos esgotados se beneficiam do carboidrato neste período em que a enzima glicogênio sintetase – que coloca o carboidrato para dentro do músculo – está aumentada. Por isso, não precisa ter medo do carboidrato, invista na versão dos integrais e 100% integrais, seja de manhã, tarde ou noite, apenas controle a porção de acordo com o seu gasto de energia. Acrescente ao carboidrato integral e 100 % integral uma fonte protéica (carnes magras, ovos, queijo magro, iogurte desnatado ou light, derivados de soja entre outros), pois com a presença de proteínas favorece manutenção, ganho ou definição da massa magra.

é algo mais menos por aí... espero que tenha respondido suas dúvidas.

bjs

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bom dia BTATI...

Td bem?

Carbo de release longo, são os carbos que possuem uma cadeia de formação de carbono longa... e por isso demoram para ser absorvidos... em outras palavras são os carbos com formação a base de amido... (mesmo o ao branco)... mas prefiro que venha dos vegetais.. batata (doce ou inglesa)... massas(sem gluten...).... por exemplo...

Sim... quebrar em dois... vou explicar... creio que isso vale para vc e para muitos que possuem essa dúvida...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this  

  • Similar Content

    • By Azzis Netto
      Fala galera!
      Estou aqui humildemente pedindo a ajuda do pessoal mais escolado para me ajudar a voltar ao shape. Porém minha situação é singular. 
      Por favor, não desanimem, vou tentar ser breve!
       
      Fui uma criança e um pré adolescente gordo, obeso mórbido. Por volta dos 17 anos perdi mais de 45 quilos apenas treinando Aikido e natação todos os dias. Até meus 25 anos eu treinava cerca de 12 a 14 horas por dia. Média de 1,69m com 92kg e bf: perto dos 14% (nunca fui muitoooo magro).

      Porém com 25 anos tive uma lesão medular e 3 herniações, perdi o movimento do tornozelo esquerdo, a perna esquerda toda dormente e perdi um pouco de velocidade na direita. No pós cirirgico ganhei 35 quilos (quase 1 ano de cama devido a complicações da artrodese).

      Fui liberado para treino em 2015 e desde lá venho tentando ao máximo perder o excesso de peso (hoje com 130kg e 35 anos) porém com enormes dificuldades:

      Consigo andar levantando mais o joelho esquerdo, porém a falta de firmeza no tornozelo mesmo com estabilizador torna o caminhar normal um martirio, cargas extras no joelho, coluna e pé direito.
      Na academia me dou melhor com o transporte onde o pé fica mais travado
      Devido a perna "mole" não consigo nadar mais (parece que vou pra trás)

      O máximo que consegui treinar sem parar foi no máximo 3 meses devido a lesões por forçar outras partes do corpo. Nesse tempo o recorde de perda de peso beirou os 12kg e depois travei, usando apenas pré treino meia boca que temos no mercado e confesso que não liguei muito para alimentação. Me apoiei em dieta cetogenica e restritivas alternadamente.

      O problema é que eu QUEBREI! Psicologico não ajuda, preciso emagrecer, estou treinando aikido 3x na semana (adaptado) e tentando manter academia de iniciante nos outros 3 dias da semana.
       
      Sinceramente não sei mais o que fazer! Não consigo ter ideias de dietas, treinos, suplementos ou ciclos que possam me ajudar. Alguma luz no fim do tunel?

      Atualmente estou em uma dieta de baixa porcentagem de carbos mas também nada planejado.
    • By tassuxottz
      Idade: 18 anos
      Altura: 1.70
      Tempo de treino: 2 anos (1 ano sério e outro jogado fora...)
      Peso: última vez que pesei estava 72kg, hoje faço a pesagem e atualizo.
      BF: 20% talvez?
      TMB: 1815 kcal
      TDEE: 2360 kcal
      O TDEE talvez seja mais que isso um pouco. 
      Atualmente estou 2 meses parado com a academia, mas já fiz minha matrícula, segunda volto aos treinos.
      Quero fazer esse cutting para diminuir o BF ao máximo, perdendo pouca MM. Sem uso de aes.(Meu objetivo é chegar nuns 9% de bf)
      Vai ser meu primeiro cutting, não tenho ideia do que fazer, só sei que devo ficar em déficit calórico, queria uma ajuda de vocês em relação aos treinamentos, cardio e dieta....
      A dieta farei flexível por enquanto, aos poucos vou me adaptando aos alimentos e deixo fixo.
      Dieta:
      161g de proteínas
      49g de gorduras
      230g de carboidratos
      Total: 2006kcal/dia
      Suplementação usarei um mega-pack da darkness que tava guardado aqui.. com o passar do tempo vou comprando a suplementação, por enquanto só comida mesmo.
      Segue as fotos do shape:
      https://imgur.com/a/LekwMD1
      https://imgur.com/a/LekwMD1
      Acham válido a dieta? Diminuo mais as kcal ou está tudo certo?
      Vou relatando pra vocês.
    • By Miss2020
      Bom dia Pessoal,
      Acompanho o fórum e acho incrível a interação e ajuda que é dispensada aos membros daqui..
      Gostaria de uma ajuda para perda de BF e definição. E também questionar aos que já são experientes, se seria hora/necessário iniciar um ciclo nesse momento.

      Estive em um endócrino no último mês, e ele me disse para aguardar um pouco para tentarmos somente com dieta e treino.. e de fato, acho que ele estava certo. Reduzi um pouco o peso e medidas, mas como não tenho condições financeiras de retornar nele agora, achei que o fórum poderia me ser muito útil nesse momento.. sem mais delongas, vamos ao que interessa
       
      Idade: 34 anos
      Altura: 1,57
      Peso: 61kg
      Medicações em uso (Anticoncepcional, etc...): Sem anticoncepcional há dois anos. No momento estou usando mil e um manipulados receitado pelo endócrino em dezembro.. dentre eles alguns probioticos, naltrexona 3mg antes de dormir, testosterona 10mg via transdérmica (mini pump de 0,1ml diário- PENTRAVAN), Vit D 10.000 ui, COQ10 100mg, Cha Verde extrato seco 300g, Rhodiola Rosea 400mg, L Tirosina 100mg, Piridoxina 100mg, metilfolato 2mg, Se q 100mcg, ZN q 20mg, Vitamina a 10.000 ui, L Taurina 100mg.
       
      Problemas de Saúde: Meu exame de Anti TPO deu uma alteração que segundo o endócrino, seria resolvida com as medicações em uso. Devo refazer o exame amanhã;
       
      Tempo de treino: Treino há 5 anos de forma ininterrupta.. os resultados não vieram porque a dieta é o mais difícil para mim..
       
      Ciclos FEITOS com dose e tempo: nenhum
       
      Ciclo PROPOSTO com Aes (Marca) dose e tempo: A definir
       
      Divisão de treino e horário do mesmo: Treino de 06 as 07am, de segunda a sábado.. dividindo Membros inferiores na segunda e quinta (sendo posterior isolado na quinta), e superiores na terça e sexta. Na quarta e sábado normalmente faço apenas cárdico.
       
      Dieta com quantidade de proteina/carboidrato/gordura por dia: A dieta atual está assim:
      08:00h- Pos Treino - 1 porção de Whey
      10:30 dois ovos e uma fatia de queijo (30gr)
      Almoco: Vegetais e folhosos livre, 1 porção de proteína de 150grs+
      16:00 2 porções de frutas (maça, laranja, pera ou mamão)
                1 iogurte
      20:00 Vegetais e folhosos livre, 1 porção de proteína 150grs, 60g de arroz integral.
       
      Seguem as fotos e alguns exames realizados em dezembro.
       
       











    • By mahnoveleto
      Olá 
      Tenho 19 anos, 1,66 altura  , 63 kg 

      66 cintura  , 99 quadril , 89 busto  ...
      Estou querendo definicao muscular, e reducao de gordura corporal..treino 5 x na semana, treinos pesados, com cargas altas.. no treino de pernas, faço exaustao do musculo.. 
      abaixo minha dieta..gostaria que de uma avaliacao, pois não sei se estou fazendo o correto
      DIETA
       
       
      5 CLARAS  = 15 g
      proteina
       
       
      ½ PÃO FRANCES – 12 g carboidrato

      1 COPO LEITE DESNATADO – 10 g proteina

      10 G CASTANHAS -
       
       
       
       
       
      LANCHE MANHÃ
       
       
      BANANA – 25 g carboidrato +1 gr proteina

      2 COLHERES AVEIA – 17 gr carboidrato + 4,3 proteina

      1 LATA ATUM – 28 gr proteina
       
       
       
       
       
      ALMOÇO
       
       
      200 GR DE BIFE OU FRANGO – 40 gr proteina

      SALADA A VONTADE FOLHAS

      GORDURA BOA ( AZEITE EM SALADA)
       
       
       
       
       
      LANCHE DA TARDE

      FRANGO 100 GR  - 20 GR PROTEINA

      ABACATE 100 GR – 17 GR GORDURA + 6 GR CARBOIDRATO +1 GR PROTEINA
       
       
       
       
       
      PRÉ TREINO
       
       
       
      6 COLHERES DE ACAI   ( 10 GR CARBOIDRATO )   OU 100 GR DE BATATA DOCE ( 24 GR
      CARBOIDRATO)

      1 BARRA CEREAL  - 12 GR CARBOIDRATO + 1GR
      PROTEINA

      2 BCAA


      PÓS TREINO
       
       
       
       
       
      1 DOSE WHEY – 28 GR PROTEINA
       
       
      2 BCAA
       
      JANTAR 30 A 40 MINUTOS APOS PÓS TREINO 

      5 CLARAS – 15 GR PROTEINA

      SALADA A VONTADE COM AZEITE

      1 COLHER ARROZ INTEGRAL  OU 1 FATIA PÃO
      INTEGRAL – 24 GR CARBOIDRATO


      CEIA

      CASTANHAS +  ???
      TOTAL  PROTEINAS EM
      MÉDIA:  163,3 GR
       
       
      TOTAL CARBOIDRATOS  EM
      MÉDIA – 106 GR
       
       
      TOTAL GORDURAS BOAS EM MÉDIA – 32 GR
       
       
       
       
      # QUANTO EU TOMO WHEY PROTEIN, PARECE QUE ESTOU TENDO UMA
      INCONGESTAO.. SINTO MINHA BARRIGA ESTUFADA FEITO UM BUMBO, MUITOS GASES, FICO
      ARROTANDO A NOITE TODA, E PARECE QUE AQUILO NÃO DIGESTA, O QUE EU FAÇO ??
       
       
       
       
      ESPERO QUE POSSO SER AJUDADA
       
       
    • By Matheus Uba Chupel
      A cafeína é um poderoso agente modulador do desempenho atlético, entretanto, deve-se ficar atento aos achados em alguns estudos científicos.
      A Cafeína
      A cafeína, uma possível exceção à regra geral contra a ingestão de estimulantes, continua sendo uma droga controlada/restringida nas competições atléticas. A cafeína pertence ao grupo de compostos denominados metilxantinas, encontrados naturalmente nos grãos de café, nas folhas de chá, no chocolate, nos grãos de cacau e nas nozes da cola, sendo acrescentada frequentemente às bebidas efervescentes e aos remédios vendidos sem prescrição médica (McArdle & Katch, 2002).
      Dependendo do preparo, uma xícara de café fervido contém entre 60 e 150 mg de cafeína. Como elemento de referência, 2,5 xícaras de café coado contém 250 a 400 mg, ou geralmente entre 3 e 6 mg por kg de massa (peso) corporal.
      A absorção da cafeína pelo intestino delgado se processa rapidamente, alcançando concentrações plasmáticas máximas entre 30 e 120 minutos, após a ingestão, para exercer sua influência sobre os sistemas nervoso, cardiovascular e muscular. A meia-vida metabólica da cafeína, de 3 horas, significa que é eliminada pelo corpo com bastante rapidez, certamente após uma noite de sono (Cohen et al 1996).
      Efeitos da Cafeína no Desempenho Esportivo
      Nem todos os estudos confirmam benefícios ergogênicos da cafeína. Entretanto, já foi demonstrado que a ingestão de 2,5 xícaras de café coado, a 1 hora antes do exercício, amplia muito a capacidade de resistência no exercício moderadamente extenuante. Os indivíduos que haviam bebido cafeína se exercitavam por uma média de 90,2 minutos, em comparação com 75,5 minutos durante 1 sessão de exercícios sem cafeína.
      Apesar de terem sido observados valores semelhantes para freqüência cardíaca e captação de oxigênio durante os dois ensaios, a cafeína fazia com que o trabalho parecesse mais fácil.
      Em concordância com seus efeitos estimulantes (característica dos compostos a que a cafeína faz parte – as metilxantinas), foi comprovado que a cafeína proporciona também um benefício ergogênico durante os desempenhos máximos de natação completados em menos de 35 minutos. Em um estudo experimental duplo-cego, sete homens e quatro mulheres nadadores experientes de longa distância (<25 min para 1.500m), consumiram cafeína 2,5 horas antes de nadarem 1.500m. O tempo total de natação foi em média 1,9% menor com cafeína do que sem cafeína (20min 58 segundos vs 21min 21 segundos).
      Uma concentração plasmática mais baixa de potássio antes do exercício e níveis sanguíneos mais altos de glicose no final do ensaio acompanhavam o desempenho com cafeína. Isso sugeriu que o equilíbrio eletrolítico e a disponibilidade de glicose podem ser fatores-chave no efeito ergogênico da cafeína (McArdle & Katch, 2002).
      A Cafeína e o Metabolismo Energético durante o Exercício
      A cafeína afeta quase todos os sistemas do organismo, sendo que seus efeitos mais óbvios ocorrem no sistema nervoso central (SNC). Quando consumida em baixas dosagens (2mg/kg), a cafeína provoca aumento do estado de vigília, diminuição da sonolência, alívio da fadiga, aumento da respiração e da liberação de catecolaminas, aumento da freqüência cardíaca, aumento no metabolismo e diurese. Em altas dosagens (15mg/kg) causa nervosismo, insônia, tremores e desidratação.
      Segundo Spriet (1995), existem pelo menos três teorias que podem tentar explicar o efeito ergogênico da cafeína durante o exercício físico. A primeira envolve o efeito direto da cafeína em alguma porção do sistema nervoso central, afetando a percepção subjetiva de esforço e/ ou a propagação dos sinais neurais entre o cérebro e a junção neuromuscular.
      A segunda teoria pressupõe o efeito direto da cafeína sobre co-produtos do músculo esquelético. As possibilidades incluem: alteração de íons, particularmente sódio e potássio; inibição da fosfodiesterase (PDE), possibilitando um aumento na concentração de adenosina monofosfato cíclica (AMPc); efeito direto sobre a regulação metabólica de enzimas semelhantes às fosforilases (PHOS); e aumento na mobilização de cálcio através do retículo sarcoplasmático, o qual contribui para o potencialização da contração muscular (Spriet, 1995).
      A terceira teoria diz respeito ao aumento na oxidação das gorduras e redução na oxidação de carboidratos (CHO). Acredita-se que a cafeína gera um aumento na mobilização dos ácidos graxos livres dos tecidos e/ou nos estoques intramusculares, aumentando a oxidação da gordura muscular e reduzindo a oxidação de CHO (Sinclair, et al 2000).
      Muitos estudos sugerem que a cafeína é um poderoso agente modulador do desempenho atlético, que pode ser adaptável aos diferentes tipos de estímulos envolvidos nos mais diversos tipos de exercícios. Atualmente, pesquisadores têm nos demonstrado que a ingestão de 3 a 6 mg de cafeína por kg (massa corporal), melhora a performance em atletas, sem que sejam detectados casos positivos no exame antidoping.
      Pesquisas recentes têm apontado um aumento da força muscular acompanhado de uma maior resistência à instalação do processo de fadiga muscular após a ingestão de cafeína. Ainda não está totalmente esclarecido qual o mecanismo de ação responsável pelo aumento da força muscular; todavia, acredita-se que isso ocorra em maior intensidade muito mais pela ação direta da cafeína no SNC do que pela sua ação em nível periférico (Kalmar & Cafarelli, 1999).
      Isto sugere que a cafeína exerce um efeito ergogênico direto e específico sobre o músculo esquelético durante a estimulação repetitiva de baixa frequência. A cafeína poderia também influenciar a sensibilidade das miofibrilas ao Ca++ (McArdle & Katch, 2002).
      Em relação aos exercícios de intensidades máximas e extenuantes de curta duração, boa parte dos estudos demonstra que a ingestão de cafeína pode melhorar significativamente o desempenho e a performance nas práticas de até 5 minutos.
      O mesmo não se pode dizer com relação a tais exercícios quando precedidos por exercícios submáximos prolongados, quando o desempenho físico parece não sofrer qualquer alteração (Spriet, 1995).
      Nos exercícios físicos prolongados, alguns estudos apontam que o uso da cafeína otimiza funcionamento do metabolismo energético durante o esforço o que, por conseqüência, contribui para a melhora da performance.
      Entretanto, uma explicação precisa para o efeito de aprimoramento do exercício por parte da cafeína continua sendo enganosa. Com toda probabilidade, o efeito ergogênico da cafeína (e de outros componentes correlatos tipo metilxantina) no exercício de endurance de alta intensidade resulta da utilização facilitada da gordura como combustível para o exercício.
      Além disso, o suposto efeito diurético provocado pelo uso dessa substância, acarretando aumento no volume de urina, e portanto uma maior perda hídrica durante o esforço, não tem sido confirmado na prática. Segundo Wemple et al (1994) o comprometimento do estado de hidratação corporal parece estar relacionado somente ao emprego de mega-doses desta substância.
      Concluindo
      Grande parte dos estudos que envolvem a utilização de cafeína, associada ao exercício físico, sugerem resultados que apontam esta substância como um poderoso estimulante para o trabalho físico. Atletas que comumente realizam atividades que envolvem resistência, força e trabalho muscular em intensidades máximas, podem, de alguma forma, se beneficiar da ingestão de cafeína. Contudo, vale a pena citar que alguns fatores, como a dosagem, o estado nutricional, e a sensibilidade do organismo às metilxantinas, podem afetar significativamente os resultados.
      Referencial
      - Cohen , B.S., et al. Effects of caffeine ingestion on endurance racing in heat and humidity. European Journal Appl. Physiology. 73:358, 1996
      - McArdle W. Katch F. Katch V. Fundamentos de Fisiologia do Exercício. Guanabara Koogan. Rio de Janeiro, 2002
      - Conlee, R.K. Amphetamine, caffeine and cocaine. Em: D.R. Lamb, M.H. Williams. Ergogenics: Enhancement of Performance in Exercise and Sport. New York, Benchmark Press, 1991 p. 285-310
      - Spriet, L.L. Caffeine and performance. International Journal of Sports Nutrition. 5:84-99, 1995
      - Sinclair, C.J.D. & Geiger, J.D. Caffeine use in sport: a pharmacological review. J. Sports Med. Phys. Fitness, 40: 71-79, 2000
      - Kalmar, J.M. & Cafarelli, E. Effects of caffeine on neuromuscular function. J. Appl. Physiol., 87: 801- 808, 1999
      - Wemple, R.D.; Lamb, D.R.; Bronstein, A.C. Caffeine ingested in a fluid replacement beverage during prolonged exercise does not cause diuresis. Medical Science of. Sports Exercise, 26: S204, 1994
×
×
  • Create New...