Ir para conteúdo
  1. Devgas

    Devgas

  • Conteúdo Similar

    • Por contribuinte
      Não sou celíaco, mas optei por uma rotina alimentar sem glúten para evitar a irritação da parede intestinal atribuída ao consumo de muito glúten. Também sei que a aveia não tem glúten naturalmente, mas que por processo de contaminação cruzada no armazenamento ela pode ser contaminada por outros alimentos e que pode apresentar glúten.
      As aveias sem glúten são muito mais caras do que as aveias que sofrem a contaminação cruzada pelo glúten.
      A questão que coloco é: qual é a quantidade de glúten presente na aveia por conta desse processo de contaminação cruzada?
      Existem dados científicos ou fidedignos sobre a quantidade de glúten que passa a apresentar a aveia que sofre essa contaminação nos armazéns?
      Para quem não é celíaco e apenas busca uma alimentação mais saudável vale a pena investir mais dinheiro na aveia sem glúten ou a quantidade de glúten na aveia contaminada é tão pequena que não justifica o custo extra?
      @Talyta Machado ou @Pedro Alvim Neto poderiam esclarecer essa dúvida?

    • Por Locemar
      Para verem que mexer com hormônios não é tão simples como a maioria pensa.
       
      761ecf33220b6e4953126153a1f665cd.mp4
    • Por Luis Meirelles
      Moer o frango em um processador e misturar com a cebola, aveia, claras, salsa e o sal light. Colocar a mistura numa forma retangular e levar à geladeira para firmar a mistura. Depois de gelado, retirar e cortar em 20 pedaços quadrados. Passar pelas claras e pela farinha de rosca para empanar e colocar numa assadeira anti-aderente previamente untada. Besuntar os nuggets com o azeite. Levar ao forno medio (200 graus) por aproxidamente 15 minutos de cada lado, até dourar. Pronto, devore-os!
    • Por Leena Fabrini
      A testosterona é o hormônio que separa os homens dos meninos. Trata-se de um hormônio crucial para o crescimento muscular e para o desejo sexual. Infelizmente, a partir dos 30 anos, o nível de testosterona já começa a cair.
      A boa notícia é que podemos aumentá-lo com alguns suplementos, mais especificamente os que contenham Tribulus Terrestris, Vitex Agnus Castus, Avena Sativa, Epimedium e Eurycoma.
      Com o aumento da testosterona, você levantará mais peso, construirá mais músculos e comparecerá mais na “hora H”. Deve-se haver a ingestão da suplementação por cerca de oito semanas, permitindo-se, em seguida, uma folga de duas a quatro semanas.
      Mesmo que a libido não seja o seu problema, esses suplementos podem aumentar seus níveis de testosterona e, também, sua força e crescimento muscular. O aumento da libido é apenas um benefício adicional. O mercado enfatiza este aspecto porque o que envolve sexo vende facilmente.
      O Tribulus é, por vezes, o principal ingrediente de muitos estimuladores de testosterona. Ele atua para aumentá-la principalmente por influenciar o cérebro a liberar mais hormônio luteinizante, que corre na corrente sanguínea para os testículos, o que influencia a produção de testosterona.
      O extrato de Chasteberry contém agnusides. Tais fitoquímicos trabalham para baixar o nível do hormônio prolactina. Este "hormônio feminino" também está presente nos homens. Altos níveis de prolactina podem inibir a produção de testosterona. Tomar Vitex Agnus Castus ajuda a baixar a prolactina e aumentar os níveis naturais de testosterona.
      Avena Sativa é o nome científico para a aveia. A aveia contém avenocosids, que são um tipo de fitoquímico que aumentam a testosterona. Funcionam de maneira semelhante aos componentes ativos no Tribulus.
      A Epimedium é uma erva que aumenta a performance sexual; esta erva realmente funciona semelhantemente ao Viagra para a ereção. Apesar de não reforçar a testosterona, várias empresas continuam a usá-la, uma vez que a maioria daquilo que aumenta a testosterona é usada como potencializador sexual.
      A Eurycoma é uma erva que pode aumentar a produção de testosterona, estimulando as células de Leydig para bombear mais a testosterona. Ela também atua para liberar testosterona a partir de sua proteína transportadora – hormônio de ligação sexual globulina. A Eurycoma pode ajudar a liberar testosterona na forma SHBG, de modo a poder entrar nas células musculares para induzir o crescimento.
      Por fim, a celulose vegetal, o glicerol e a água purificada são utilizados para preencher as cápsulas líquidas, mantendo a mistura dos agentes acima especificados.
      Fonte: STOPPANI, Jim. Know your Testosterone Booster, Revista Flex, março de 2010, pp. 119.
    • Por Locemar
      Um exemplo da palavra "técnica" aplicada ao fisiculturismo.
       
      https://www.youtube.com/watch?v=_nEc8WJPOK4
×
×
  • Criar Novo...