Jump to content

Bodybuilding New Generation - Aonde o Básico Foi Parar?

Vinicius Idelfonso Tonioli
  • , 51,039 views

É pessoal, estamos em pleno 2013 e o que mais vemos hoje em dia são revoluções tecnológicas ou novas descobertas sempre a fim de encurtar o caminho do sucesso no que se trata de musculação e construção de um corpo digno de admiração, não é mesmo?

Hoje é quase um crime falar que o treino durou mais de 1h no ginásio, treinar 2 vezes ao dia como fazia Arnold é coisa passada, obsoleta. Suplementos são empurrados goela abaixo do povo pelas midias sociais, e cada hora aparece um mais milagroso do que o outro.

E as drogas? Parece que o bodybuilding 2000 se tornou uma guerra mais química do que física. A entrada avassaladora dos peptídeos tem tirado aquele espírito de gana que costumávamos ver em Lou Ferrigno, Colombu, e por aí vai...

Outra coisa que tem me tirado o sono é o tal do GH15. Eu mesmo acompanho seus posts e particularmente acho-os muito, mas muito úteis e construtivos. Mas não são todos que estão preparados para tal leituras, principalmente os acomodados que só querem um motivo para dizer "Tá vendo, sem drogas não dá pra se desenvolver e etc". Realmente, se você quer um corpo de palco, os hormônios farão parte de sua jornada, assim como de qualquer atleta profissional de alto nível. Ou voce acha que Usain Bolt corre como um cavalo por pura genética?

A chave é nos encaixarmos em nossa realidade. Phill Heath não precisa fazer uma dieta rígida fora de pre-contest pois suas drogas inibem a recepção e acúmulo de gordura. Ok!! Mas e você?

Para se ter um corpo digno, forte, não é necessário o abuso ou até mesmo o uso de drogas. Mas aí que entram os princípios antigos que cada vez mais andam esquecidos no mundo atual onde comodismo e preguiça são valores da sociedade moderna.

Arnold treinava 3-4 horas por dia no ginásio, se ele não ''sentia'' o músculo direito, voltava e fazia tudo denovo!!! Algúem já viu o Fernando Sardinha treinando pernas? Aquilo parece suicídio, mas é na realidade uma grande paixão pelo esporte, pelo desafio e superação a cada repetição.

A alimentação faz parte dos seus resultados, e ponto final. Dane-se se o Jay Cutler está comendo pizza e sorvete, você não tem o mesmo suporte que ele, então para ter um corpo decente, precisa se sacrificar.

Sinceramente, se você quer crescer, foque no básico e pare com essas merdas do seculo 21.

Um suplemento de proteína de qualidade está de ótimo tamanho caso você não tenha condições de comprar ou obter outros!! Isso não é desculpa !!

Dentro do ginásio, existem muitas premissas e a cada dia muitas novas regras. Acredite um pouco em seu instinto (claro que , nao sendo um paspalho). Procure levar o músculo treinado no dia a exaustão total na maioria dos angulos possiveis.

Coma igual um animal!!! Descanse decentemente!!!

Esses são os principios básicos da hipertrofia para se ter um corpo fora do comum.

Agora , se voce quer subir no palco, aí sim as coisas mudam. Mas esta não é a realidade da maioria que quer apenas melhorar seu aspecto físico.

Acreditem em vocês, amigos.

Sign in to follow this  

User Feedback

Recommended Comments

Se você comer igual um animal você vai engordar igual um animal.

Somente se "treinar", sem uma dieta boa e nem ao menos treina pernas! 

Share this comment


Link to comment
Share on other sites

Realmente é muito bom saber que ainda tem que acredite que seus resultados são reflexo dos seus esforços ,mesmo quase sucumbindo às "facilidades" sou prova de que dá pra ter um shape legal com trabalho,organização e sacrifício.

#NATURALSTRONG 

Share this comment


Link to comment
Share on other sites

muito bom o texto, sou da época em que tomava levedo de cerveja, proteína de soja e aveia como suplemento e nada mais, o resto era comida, treino e descanso...

Share this comment


Link to comment
Share on other sites
Guest RICARDO SALGUES

Posted

Um dos melhores e verdadeiros textos sobre Bodybuilding que já lí..treino no Clube Santista de Halterofilismo com o professor Elias...que foi Mr Santos nos bons tempos em que se treinava o FULL BODY TRAINING 4 a 6 horas de workout por dia, muito treino e ZERO esteroides....hoje ainda treino 3 horas dia....infelizmente a turma da preguiça treina pouco e toma muita bomba..e a saúde...como fica?

Share this comment


Link to comment
Share on other sites


Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Add a comment...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


  • Similar Content

    • By Gabriel Ortiz
      O Fisiculturismo natural é uma “modalidade” do Fisculturismo. Na minha opinião, a modalidade que deve representar os Jogos Panamericanos de Lima no Peru em 2019. Dessa forma, se tem maior segurança para, quem sabe, termos um futuro para o Fisiculturismo nas Olimpíadas.
      Esse movimento ganhou força por volta da década de 90, com um intenso debate do congresso Americano sobre doping nos esportes. Na época, Ben Johnson - corredor canadense - e diversos outros atletas estavam sendo pegos nos exames antidoping. Contudo, o uso não se encontra apenas no velocismo, baseball, futebol americano ou outros esportes mais populares. O uso de drogas para performance é percebido até mesmo no xadrez e no tiro esportivo, com drogas específicas para baixar o batimento cardíaco, melhorar a concentração, etc.
      Na época do turbilhão do debate antidoping, diversas revistas de renome, como a Muscular Development, começaram a lançar edições denominadas “Naturals”, falando sobre fisiculturismo natural, treino e dieta. Vários atletas também começaram a se intitular naturais, e então começaram a surgir diversas federações. Das mais importantes:
      NGA - National Gyn Association; WNBF - World Natural Bodybuilding Federation WNBF; OCB - Organization of Competitive Bodybuilders; NANBF - North American Natural Bodybuilding Federation; IFPA - International Federation of Physique Athletes; INBA - International Natural Bodybuilding Association; INBF - International Natural Bodybuilding Federation; ANBF - American Natural Bodybuilding Federation; DFAC - Drug Free Athletes Coalition; NPA - Natural Physique Association. A principal diferença do Fisiculturismo natural para o Fisiculturismo tradicional é o uso do polígrafo, instrumento detector de mentiras por reações fisiológicas, batimentos cardíacos e outros testes de percepção. São feitos também exames de sangue e urina. Alguns campeonatos da IFBB e outras federações normais utilizam exames antidoping, mas são testes controversos e sem efetividade. Provavelmente, surgiram depois da morte de alguns fisiculturistas na década de 90, como Mohamed Benaziza, Andres Munzer, entre outros. Acredita-se que morreram pelo uso de diuréticos.
      A maioria das federações sérias se baseia nas regras da WADA (Agência Mundial Anti Doping), que lança todo ano um guia das substâncias banidas, e realiza atualizações sobre doping. Todo atleta que queira ser natural deve acompanhar essas mudanças e analisar seus suplementos antes de ingerir, para não ser banido do fisiculturismo natural.
      Existe um debate muito grande em torno do lapso de tempo aceito pelas federações de 7 (sete) anos sem ter usado nenhuma substância dopante. Existem atletas denominados “Lifetime” que são atletas que nunca utilizaram nenhum tipo de substância dopante, ou esteroides anabolizantes.
      Algumas substâncias geralmente utilizadas por atletas e praticantes de musculação, dentre outras que são banidas são as seguintes:
      Agentes anabólicos:
      Exógenos: Stanozolol (Winstrol); Oxandrolona; Trembolona; Pré e Pró-hormonais. Endógenos (quando administrados de forma exógena): Boldenona; Nandrolona (Deca); Testosterona e seus metabólitos e isômeros, dentre eles: DHEA; Epitestosterona; Indutores anabólicos presentes em suplementos. Outros agentes anabólicos:
      Clembuterol; SARMS; Hormônios peptídeos, fatores do crescimento e substâncias correlatas: EPO - Eritropoitina; LH - Hormônio Luteinizante; GH; IGF-1; MCG; Beta-2 agonistas: Formoterol; Salbutamol. Hormônios de modulação metabólica: Inibidores de aromatase: Anastrozol; Letrozol. Moduladores seletivos de recepção de estrogênio: Tamoxifeno; Clomifeno. Vários remédios pra asma são controlados. Broncodilatores devem ter um máximo permitido. Em listas antigas havia uma quantidade permitida de DHEA, mas isso foi encerrado.
      Outros anti-estrogênicos, anti-aromatizantes, que a galera usa para fazer “TPC”, ou que alguns médicos prescrevem para tentar aumentar a testosterona de pacientes por outras vias também são banidos.
      Insulina, diuréticos, vários estimulantes, anorexígenos, remédios pra emagrecer, drogas como cocaína e maconha, efedrina, anfetamina, vários remédios pesados para dores, pseudoefedrina (que contém em remédios para rinite) sibutramina, etc.
      O DMAA, substância encontrada e banida dos pré-treinos também foi proibida. Atenção! Ainda é possível encontrar suplementos com DMAA. Substância extraída do gerânio.
      A lista é longa, além dela ainda existe um programa de monitoramento de substâncias e geralmente um lapso de tempo aceitável quando uma substância é banida, você ainda pode baixar o aplicativo para fazer buscas de substâncias ou acessar: https://www.wada-ama.org/en/what-we-do/the-prohibited-list.
      Os principais expoentes do Fisiculturismo Natural dividem-se em atletas mais pesados e com mais musculatura, e atletas mais leves e bem fibrados e definidos. Dos atletas mais pesados e os campões do “Natural Olympia” (existe um Mr. Olympia Natural realizado em Las Vegas todo ano pela federação PNBA/INBA filiada à WNBF) estão os atletas:
      1. Phillip Ricardo Jr.
      Status:  2015 Natural Olympia World Champ, 4 Time Natural Universe; Peso: 82kg no palco; Altura: 1,80; Tempo de treino: Quase 30 anos; Phillip Ricardo Jr (Meu amigo pessoal e fantástico atleta, maior número de títulos no Natural Olympia).
      2. Kyoshi Moody
      Status: 4x Mr. Natural Olympia; Peso: 92kg; Altura: 1,76.
      3. Doug Miller
      Status; Títulos nas federações INBF, OCB e IFPA; Peso: 85kg; Altura: 1,75; Perimetria: Quase 50cm de braço. Um dos melhores braços do Fisiculturismo Natural.
      4. John Hansen
      Status; 3x Natural Universe, 1x Natural Olympia; Peso: 95kg; Altura: 1,72; Perimetria: 48cm de braço; Tempo de treino: 20 anos competindo, entre 1979 e 2001; Primeiro Natural Olympia.
      5. Skip La Cour
      Status: Competiu em federações não tão sérias como Musclemania, usava muita efedrina na época em que era permitida. Participou de competições sérias testadas também, ganhando alguns Universes. Competiu entre 1990 e 2002, fazendo várias capas de revistas; Peso: 98kg; Altura: 1,77.
      6. Daveon Hill
      Status;  2015 Teen and Collegiate National MW 2016 Jr USA ; Idade: 21 anos.
      7. Layne Norton
      Status: Bodybuilder PRO das federações IFPA e NGA; Peso: Entre 88kg; Altura: 1,78; Perimetria: 44cm de braço, 64cm de coxa; Melhor agachamento: 280kg; Melhor terra: 318kg; Supino: 175kg; Recordista Mundial no Agachamento em 2005 pela IPF pesando 93kg, com 300kg.
      Atletas naturais autoproclamados ou falsos naturais (fake ass natiies)
      No crescente e rentável mundo fitness, começaram a surgir muitos “naturais” autoproclamados. Estes youtubers, ou modelos fitness, se dizem naturais apenas para proveito próprio. Para conseguir patrocínio de suplementos e venderem treinos e dietas na internet.
      O mercado fitness rende muita grana, portanto, muita gente aí pela internet tenta tirar proveito da ingenuidade dos leitores. Jovens que acham que poderão ficar com o físico igual ao deles sem esteroides são iludidos pela falsa propaganda de saúde. Obviamente que as empresas que patrocinam essa galera não querem o nome aliado a drogas para performance. Principalmente as empresas de suplementos. Eles tentam esconder a verdade e induzem o consumidor a achar que pode ganhar 10kg de músculo apenas  com o produto que vendem.
      Alguns nomes que posso citar de cabeça são:
      Simeon Panda; Ulysses Jr.; Khali Muscle; C.T Fletcher; Jeff Seid; Matt Oggus. Esses pivôs da indústria fitness na verdade nunca competiram em federações sérias testadas, exceto por Jeff Seid que compete no Mens Physique IFBB em alto nível, mas não se trata obviamente de uma federação natural. Existem vários e vários outros que se intitulam naturais mas não competem em federações sérias. Existe ainda, uma federação que se intitula natural mas na verdade é uma das maiores farsas da indústria, e todos os atletas naturais sérios não competem nela: Musclemania.
      Um atleta que desponta na Musclemania é o asiático Chul Soon, que teve alguns vídeos muito publicados na internet dançando na apresentação um misto de break dance e sei lá o quê. Nascido na Coréia do Sul, Hwang Chul Soon tem 1,78 de altura e em média 85kg. Ele compete na Musclemania desde 2009 e apenas nessa federação.
      Naturais x hormonizados
      Um atleta natural dificilmente irá ganhar o maior prêmio de um campeonato aberto, mas atualmente muitos naturais estão ganhando títulos expressivos, como Cleveland “The Truth “ Thomas, que ganhou o Mr. América recentemente. Vários atletas naturais estão se destacando e competindo em algumas competições regionais nos Estados Unidos pela federação NPC. Porém, um nível tão alto se aproximando de atletas que hormonizam é de se duvidar.
      Um atleta natural deve prezar pelo seu treino, alimentação e descanso com muito mais cuidado, pois não está sintetizando proteína e recuperando seus tecidos no mesmo nível que atletas que estão usando drogas para performance. Alguns estudos indicam que atletas naturais devem dar estímulos mais frequentes aos músculos, treinando-os com mais frequência. Por outro lado, as alças musculares e músculos sinergistas (que auxiliam no movimento) podem ficar muito fadigados, e uma boa periodização e período de descansos tornam-se muito importantes para a evolução de um atleta natural.
      Interessou-se pelo Fisiculturismo Natural? Aguardem os próximos vídeos com mais detalhes sobre a categoria e informações sobre treino e dieta que os naturais estão utilizando nos Estados Unidos.
      Para entrar em contato comigo basta enviar uma mensagem privada por este site ou acessar minhas redes sociais:
      INSTAGRAM: @coach_ortiz_nattybuilder FACEBOOK: http://pt-br.facebook.com/GabrielOrtizNaturalBodybuilder EMAIL: revistaoferro@gmail.com WEBSITE: http://www.revistaoferro.com.br
    • By Carolina Machite
      Mesmo vivendo em um mundo moderno, com regras sendo quebradas diariamente e preconceitos extintos, um fisiculturista ainda enfrenta problemas em seu cotidiano, e isso acontece por vivermos em uma sociedade extremamente preconceituosa e que tem como hobby rotular as pessoas.
      Mas nada detém esses guerreiros, pelo contrário, a falta de apoio ao esporte fez com que estes atletas evoluíssem individualmente, buscando a cada dia a melhor forma possível, exigindo qualidades indispensáveis; como a determinação, disciplina e o mais importante vêm conquistando um lugar no Brasil e mudando o conceito de ser uma ANOMALIA.
      Os campeonatos no Brasil crescem a cada ano, atraindo sempre mais apaixonados pela modalidade que exige como em todos os outros esportes uma preparação específica, que conta com jurados e quesitos a serem julgados, como: simetria, proporção, volume e definição muscular. Tudo isso analisado durante uma apresentação individual de cada atleta e em um próximo passo a disputa entre os melhores escolhidos pelo júri.
      Assim como os suplementos alimentares são de extrema importância, o treinamento adequado também faz toda diferença para a preparação do corpo. É necessário uma combinação perfeita entre a suplementação e os cuidados com o corpo. No caso de atletas que buscam pelo aumento de massa muscular é necessário a resistência de pesos e o repouso adequado, para que o corpo passe por uma recomposição muscular e claro, necessário a suplementação adequada, neste caso o consumo de protéinas e outros suplementos que proporcione a liberação de hormônios que visem aumentar a síntese protéica.
      É muito importante ter uma opinião formada sobre o assunto e principalmente quando este trata sobre os suplementos alimentares, o pior não é o que as pessoas que não entendem sobre o assunto pensam e sim a ideia que profissionais da saúde vendem, tratando de forma incoerente algo que traz benefícios se usado corretamente. É errado fazer qualquer relação entre suplementos alimentares com drogas, a suplementação correta ajudará nos seus treinos, não ti causará mal se usado em dosagem certa, diferente de um esteroide anabólico, este sim causa sérios danos à saúde quando usado de forma inadequada.
      É necessário informar as pessoas para que estes rótulos sejam extintos. Sabemos que muitas opiniões são formadas por falta de informação ou até mesmo por informações erradas. É muito mais fácil você criticar algo do que pesquisar para poder se informar e quem sabe mudar uma opinião formada erroneamente.
      O fisiculturismo já começou a quebrar regras e isso é apenas um começo, já que os padrões de beleza impostos pela sociedade se aproximam cada vez mais deste mundo. Basta percorrermos as academias e ver a quantidade de mulheres e homens treinando em busca de um corpo perfeito. E não só por curvas, mas sim por músculos, corpos definidos, alguns não muito, outros em exagero, mas cabe a nós respeitarmos já que o que é estranho para um, soa como perfeição para o outro.
      Vídeo do Mr. Olympia no YouTube:
       
    • By rafaelsarrus
      Boa tarde galera!
      Vocês acham que o Rafael Brandão, maior nome do esporte em território nacional tem alguma chance de levar o título do Arnold Classic esse ano?
      Reativei meu canal no youtube e aproveitei pra falar sobre o assunto, segue o link:
      https://youtu.be/Q4ZpRCFZJkc
      O Rafael com certeza é o maior nome do fisiculturismo nacional, mas acredito que nao seja possível ele trazer esse titulo pra casa esse ano.
      Qual a opinião de vocês?
      Abraços!
    • By Emilio Neto
      Vendo Revistas Antigas de Musculação e Artes Marciais.
      Documento Histórico da Era de Ouro do Fisiculturismo Brasileiro.
      São revistas dos anos 70 e 80 editadas e publicadas no Brasil.
      Mr Vigor, Musculação Desportiva, Músculos e Força, Combat Sport, KIAI, etc...
      Entre em contato para saber quais edições e os preços de cada uma delas, algumas são de coleção vendidas somente o pacote desde o número 1!
       
×
×
  • Create New...