Ir para conteúdo

Passada

ou avanço ou afundo em progressão anterior

Passada: posição inicial Passada: posição intermediária Passada: posição final Passada: posição intermediária

Ampliar posições do movimento:

  • Passada: posição inicial
  • Passada: posição intermediária
  • Passada: posição final

Vídeo explicativo:

Execução correta ou padrão:

  1. Colocar uma das pernas à frente, afundar com a coluna ereta e pegar os halteres;
  2. Posicionar os pés na largura dos ombros;
  3. Fixar um ponto à frente para se equilibrar;
  4. Manter a coluna ereta (fazendo isometria da lombar e do abdome);
  5. Flexionar a perna da frente concentrando a força no calcanhar e levando a outra perna atrás até encostar ou quase o joelho no chão;
  6. Fazer o movimento na vertical (para cima) e não para frente;
  7. Evitar fazer força com a pena de trás, concentrar a força na perna que está à frente;
  8. Trocar a perna à frente e repetir o afundo, progredindo em passadas.

 

Erros comuns ou movimentos evitados:

  • Curvar a coluna ao pegar ou deixar os halteres;
  • Projetar demasiadamente o joelho à frente;
  • Inclinar demasiadamente à frente o tronco ao descer;
  • Fazer força com a perna de trás;
  • Alinhar a passada (os pés devem ficar no posicionamento natural, isto é, na largura dos ombros);
  • Desalinhar os joelhos com relação à ponta dos pés (adução do quadril).

Músculos envolvidos:

  • Quadríceps (anterior de coxa);
  • Posterior de coxa;
  • Adutores;
  • Glúteos;
  • Paravertebrais lombares.
Talles Sucesso
  • , 114 visualizações

Participaram da produção do(a) Passada:


Comentários


Não há comentários para mostrar.



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma conta em nossa comunidade! É rápido, fácil e grátis!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora


  • Conteúdo Similar

    • Por William Britto
      Galera a mais ou menos 1 mes e meio atrás eu (acho) sofri uma distensão em algum musculo na coxa, fiquei 1 mes parado e to voltando mas ainda sinto a dor equivalente ao final da recuperação logo queme lesionei.
      O grau da lesao deve ser o mais leve, nao há nada exposto, inchaço, nem nada, só dor.
      A minha duvida é se eu devo continuar treinando leve pra fortalecer o musculo ou o que devo fazer?
      Eu sei que o ideal é ir ao medico. 
       
    • Por Luan Viana
      Posicionar-se à frente da barra; Abrir bem as pernas; Apontar os pés para fora; Pegar a barra de modo alternado (uma mão supinada e outra pronada); Olhar para frente; Manter os ombros para trás; Fazer a força no calcanhar; Manter a coluna alinhada (ereta) ao subir; Descer bem (sem tocar as anilhas no chão); Manter os joelhos para fora, alinhados com as pontas dos pés.
    • Por Leena Fabrini
      A remada curvada é um bom exercício para a lombar, mas o problema é que sua amplitude de movimento é um pouco limitada, pois os pesos atingem o peito na posição de chegada e os braços posicionam-se irregularmente ao pegar a barra, o que acaba dando ênfases diferentes em cada lado das costas.
      Além disso, é comum nas execuções com muito peso que os praticantes não inclinem suficientemente o tronco em relação ao solo, havendo uma diminuição da amplitude de movimento para a extensão dos ombros e transferência da ação muscular. Também comum e errônea é a movimentação do tronco para ajudar os músculos extensores dos ombros no cumprimento da tarefa.
      O ideal é executar a remada curvada na barra T com um braço. Utilizar um braço de cada vez impede o desequilíbrio e a amplitude (ROM) reduzida.
      O Weider Research Group demonstrou que quando treinadores realizaram a remada com halteres com um braço (serrote), o peso que eles foram capazes de usar foi significativamente mais do que a metade do que eles poderiam levantar usando dois braços na remada curvada. Isso significa que eles eram essencialmente mais fortes ao se usar um braço em detrimento a dois braços alinhados no stiff. Desse modo, pode-se colocar mais peso e, portanto, alcançar um maior crescimento muscular.
      Para executar a remada curvada com um braço:
      fique à esquerda da barra em uma posição escalonada (perna esquerda à frente e perna direita para trás); curve-se para frente até a altura dos quadris, de modo que o tronco fique quase paralelo ao chão; apoie sua parte superior do corpo com a mão esquerda sobre o joelho esquerdo; agarre a barra perto do fim com a mão direita em linha; puxe a barra para cima em direção ao seu lado direito, trazendo o cotovelo para cima e atrás das costas o mais alto possível; retorne lentamente o braço para baixo, até a extensão completa. No vídeo abaixo, as pernas não estão em posição escalonada, ou ântero-posterior.
      Fonte: STOPPANI, Jim. Gym Doctor, Revista Flex, março de 2010, pp. 100.
    • Por Leena Fabrini
      O quadríceps é um grupo muscular composto por quatro músculos na parte da frente da coxa, senão vejamos:
      Reto Femoral: Originário do ílio, o reto femoral ocupa o meio da coxa cobrindo a maior parte dos outros três músculos do quadríceps; Vasto Lateral: Originário do fêmur, o vasto lateral se estende para o lado lateral (área externa) da coxa; Vasto Medial: Também proveniente do fêmur, o vasto medial estende-se para o lado medial (área interna) da coxa. É conhecido como “lágrima”; e Vasto Intermédio: Este músculo se situa entre os músculos vasto lateral e vasto medial na parte frontal do fêmur. Todos os quatro músculos do quadríceps estendem-se até à articulação do joelho. Além disso, o reto femoral, devido à sua localização de origem, também flexiona a articulação do quadril.
      A posição normal para fazer o exercício de extensão de pernas, ou seja, com os dedos apontando para cima, dá ênfase ao músculo reto femoral, melhorando a frente do quadríceps.
      Apontando os dedos dos pés para dentro, enfatiza-se o vasto lateral, que constrói mais a lateral do quadríceps.
      Apontando os dedos dos pés para fora, dá-se mais ênfase ao vasto medial (o músculo lágrima).
      No entanto, há outro método para usar durante as extensões de perna para mudar a ênfase dos diferentes músculos do quadríceps: a gama parcial de movimento.
      Pesquisadores da Universidade de Miami (de Coral Gables, Flórida) testaram a atividade dos músculos do quadríceps através de diferentes escalas de movimento durante as extensões de perna.
      Como referência, quando você faz uma extensão de perna, você começa com os joelhos dobrados em cerca de 90º e termina com as pernas completamente estendidas a 180º.
      Os estudiosos de Miami descobriram que, quando a pessoa executasse a extensão da perna no meio da ROM1 (cerca de 120-150º), o vasto lateral receberia o maior foco e, nos últimos 30º da ROM1 (cerca de 150-180º), o vasto medial seria o principal foco.
      Assim, para uma melhor performance da lateral do quadríceps, comece as extensões de perna fazendo duas ou três séries apenas até a primeira metade da ROM1 e termine com duas ou três séries de ROM1 completa.
      Para desenvolver "lágrimas" maiores, comece com extensões de perna com duas ou três séries iniciando a execução pela metade superior da ROM1 e depois termine com duas ou três séries com a ROM1 completa.
      1.ROM:  Range of Motion = Amplitude de Movimento
      Fonte: STOPPANI, Jim. Bigger, Better Legs, Revista Flex, março de 2010, pp. 86.


×
Esta popup será fechada em 10 segundos...