Jump to content

Leaderboard


Popular Content

Showing content with the highest reputation on 01/08/2017 in all areas

  1. 1 point
    Nem é o facto de ser novo, mas sim da inexperiência. Tem muito cara novo que manja do negócio, mas não é o caso. Enfim acredito que esteja a fazer com as melhores intenções, mas acho que deveria ser formar mais antes de querer informar alguém.
  2. 1 point
    Alguma novidade científica sobre a creatina de lá pra cá?
  3. 1 point
    Ciclos com boldenona são de pelo menos 8 semanas pra dar um bom resultado junto com a dieta e o treino claro. Mulheres q fazem ciclos a primeira coisa q devem cortar é o anti concepcional pq um rebate o outro diminuindo o anabolismo, a solução será a camisinha sempre. A TPC pra mulheres o mais indicado seria fazer o desmame como chamamos, seria ir diminuindo as doses e depois parar. Pra saber mais sobre TPC para mulheres recomendo ler esse artigo do Dudu Haluch. http://www.duduhaluch.com.br/tpc-para-mulheres-dudu/
  4. 1 point
    WHEY PROTEIN Nas últimas décadas, várias pesquisas vêm demonstrando as qualidades nutricionais das proteínas solúveis do soro do leite, conhecidas como whey protein 1. Essas proteínas apresentam excelente composição em aminoácidos essenciais, alta digestibilidade e biodisponibilidade. Além disso, possuem peptídeos bioativos, que atuam como agentes antimicrobianos, anti-hipertensivos, reguladores da função imune e fatores de crescimento (Lönnerdal, 2003; Salzano, 1996). Devido a esses fatores Whey Protein é considerada de elevado valor nutritivo. (Sgarbieri, 1996; Zinsly et al, 2001) Exercício Físico Por suas caracteristicas whey protein tem sido utilizada como matéria prima em diversos suplementos nutricionais. No meio esportivo alguns estudos relacionam o seu consumo com a otimização do treinamento e do desempenho físico, uma vez que esta proteína é capaz de favorecer a hipertrofia muscular e o ganho de força por diferentes vias (Aargaard, 2004, Wolfe, 2000). É certo que praticantes de atividade física necessitam de um maior aporte protéico para que haja uma resposta anabólica efetiva (Maughan).Estudos mostram que a síntese protéica é elevada quando aminoácidos são ingeridos (Biolo 1997, Bennet 1989, Smith 1998) e que esta síntese é fortemente influenciada pelo conteúdo de aminoácidos essenciais da proteína (Phillips et all, 2005). A Whey Protein possui o perfil de aminoácidos muito similar ao das proteínas do músculo esquelético (Ha & Zamel). Além disso, possuem quase todos os aminoácidos essenciais em excesso às recomendações, apresentando elevada concentração de aminoácidos de cadeia ramificada (BCAA), principalmente leucina. (Marshall 2004 e Sgarbieri 2004). A leucina é um importante fator para o crescimento e reparação de tecidos. Estudos sugerem que ela participa no processo de iniciação da ativação da síntese de proteínas (Anthony et al 2001) sendo assim, classificada como o aminoácido mais importante para sinalização da síntese proteica (Marshall 2004). Outra característica igualmente importante da Whey Protein é que ela é altamente digerível e rapidamente absorvível (“fast protein”) (Sgarbieri 2004). Essa rápida absorção faz com que as concentrações plasmáticas dos aminoácidos, inclusive a leucina, atinjam altos valores logo após a sua ingestão (Dangin, 2001), o que estimula de forma significativa a síntese protéica, principalmente se forem ingeridas logo após a sessão de exercício físico. Além de aumentar as concentrações plasmáticas de aminoácidos, a ingestão de proteína do soro do leite aumenta, significativamente, a concentração de insulina plasmática (Calbet & MacLean, 2002), favorecendo a captação de aminoácidos para o interior da célula muscular, o que otimiza a síntese e reduz o catabolismo protéico. Controle de Peso O excesso de gordura corporal é um fator de risco para o desenvolvimento de doenças crônicas. Assim a perda e a manutenção do peso saudável são essenciais para a melhora da qualidade de vida. Várias estratégias podem ser utilizadas para a redução da gordura corporal, entre elas a seleção de alimentos capazes de aumentar a saciedade e fornecer nutrientes que contribuam para a saúde. Sabe-se que a proteína é o macronutriente com maior poder sacietogênico (Paddon-Jones, 2002). Diferentes fontes protéicas, porém, podem influenciar de maneira distinta esse mecanismo (Alfenas, 2010). A Whey Protein tem um maior efeito na regulação do apetite do que proteínas como caseína, albumina e proteína da soja (Anderson et al, 2004). Peptídeos bioativos derivados dessa fonte proteica exercem ações potenciais na ingestão alimentar através da regulação da secreção de hormônios sacietogênicos (Luhovyy, 2007; Paddon-Jones, 2002). Além disso, Whey Protein apresenta elevado teor de cálcio, nutriente que está relacionado à regulação do metabolismo lipídico nos adipócitos e o estoque de triglicerídeos. Estudos demonstram, no entanto, um maior efeito na melhora da composição corporal quando utilizados produtos derivados do leite em comparação a produtos enriquecidos com cálcio, mas não derivados do leite. Isso indica um possível sinergismo entre seus peptídeos bioativos e o cálcio, o que resulta em atenuação da lipogênese e aceleração da lipólise (Zemel, 2003). Imunidade Os peptídeos derivados do soro do leite exercem efeitos imunomodulatórios através de diferentes mecanismos como atividade antioxidante, antimicrobiana e antiviral e estimulação da síntese de glutationa (Pacheco et al, 2008). A glutationa é um importante agente antioxidante, sendo sua síntese dependente da concentração intracelular de aminoácidos sulfurados, particularmente a cisteína. O alto teor de deste aminoácido das proteínas do soro do leite contribui para o aumento nas concentrações de glutationa no organismo (Haraguchi,, 2006) e desta forma o uso de whey protein tem sido associado à melhora da imunidade. A lactoferrina é uma fração protéica do whey protein que também se relaciona á imunidade, pois estudos mostram que tem habilidade em ativar células Natural Killers e neutrófilos e aumentar a citotoxicidade dos macrófagos. Também parece ter ação antiviral, antifúngica e propriedades antibacterianas, sendo este efeito mais evidente em organismos que requerem ferro para replicação, uma vez que a lactoferrina tem a capacidade de quelar este ferro (Nishiya, 1982; Shah, 2000). Outras Aplicações O consumo de Whey Protein também traz benefícios para as outras situações clínicas, tais como: Hipertensão: algumas frações protéicas da Whey Protein são precursoras de peptídeos inibidores da enzima conversora de angiotensina (ECA). Esta enzima converte a angiotensina I em angiotensina II, responsável pela vasoconstrição. Assim, o consumo de whey protein pode atuar como adjuvante no controle da pressão arterial (Hartmann, 2007). Osteoporose: Alguns estudos demonstram que as proteínas do soro do leite promovem a formação dos ossos em humanos, estimulando a proliferação e a diferenciação dos osteoblastos, aumentando a densidade mineral óssea e inibindo a reabsorção de cálcio (Toba et al, 2001). Por estes mecanismos o consumo do Whey Protein pode contribuir para o fortalecimento dos ossos, auxiliando na melhora da osteoporose. Estresse e Humor : A serotonina, formada a partir do triptofano, é um neurotransmissor diretamente relacionado às alterações de humor e estresse (Haraguchi, 2006). Pelo seu elevado teor de triptofano, a whey protein tem o poder de elevar este aminoácido no sangue e dessa forma a concentração de seretonina. Com isso, alguns autores atribuem efeitos comportamentais da ingestão dessa proteína no humor, percepção da dor, e o ciclo de dormir e acordar, além de reduzir de forma significativa os sintomas da depressão (Markus et al, 2000; Yogman 1982) A proteína do soro do leite pode ser obtida por diferentes métodos. Dependendo do método utilizado é possível obter Whey Protein Concentrado, Isolado e Hidrolisado. A matéria prima obtida do Whey Protein Concentrado possui de 30 a 90% de proteínas, sendo o restante constituído de carboidratos e lipídios. Já o Isolado possui uma concentração protéica em sua matéria prima maior que 90% e o restante também constituído por carboidratos e lipídios. O início da absorção das proteínas desses produtos ocorre em aproximadamente 25 minutos. Por possuir maior teor protéico o Whey Protein Isolado apresenta maior valor biológico quando comparado ao Whey Protein Concentrado.O Hidrolisado por sua vez, é obtido pela hidrólise de proteínas do concentrado ou isolado, resultando em proteínas de cadeia menor, peptídeos e aminoácidos livres. Por esta razão este produto apresenta uma maior velocidade de absorção (em torno de 15 minutos). Referências 1. Haraguchi, F.K., Abreu, W.C., De Paula, H. Proteínas do soro do leite: composição, propriedades nutricionais, aplicações no esporte e benefícios para a saúde humana. Rev. Nutr., Campinas, 19 (4):479-488, jul./ago., 2006. Anderson, G.H, Moore, S.E. Protein source, quantity and time of comsuption determine the effect of proteins on short-term food intake in young men. J.Nutr., 134:3011-3015, 2004. Wolfe, R.R. Protein supplements and exercise. Am J Clin Nutr.; 72(2):551s-7s, 2000. Yogman, M.W, Zeisel, S.H, Roberts, C. Assessing effects of serotonin precursors on newborn behaviour. J. Psychiatric Res, 17:123-133, 1982 Hartmann, R, Meisel, H. Food-derived peptides with biological activity: from research to food applications. Curr.Opin.Biotechnol., 18:163-167, 2007. Alfenas, R.C.G, Bressan, J, Paiva, A.C. Effects of protein quality on appetite and energy metabolism in normal weight subjects. Arq Bras Endocrinol Metab.;54/1, 2010. Paddon-Jones, D, Westman, E, Mattes, R.D, Wolfe, R.R, Astrup, A, Westerterp-Plantenga. Protein, weight management, and satiety. Am.J.Clin.Nutr.87(5):1558S-1561S, 2008. Calbet, J.A.L, MacLean, D.A. Plasma glucagon and insulin responses depend on the rate of appearance of amino acids after ingestion of different protein solutions in humans. J Nutr.; 132(:2174-82, 2002. Dangin, M, Boirie, Y, Garcia-Rodenas, C, Gachon, P, Fauquant, J, Callier, P, et al. The digestion rate of protein is an independent regulating factor of postprandial protein retention. Am J Physiol End Met.; 280(2):E340-E8, 2001 . Ha, E, Zemel, M.B. Functional properties of whey, whey components, and essential amino acids: mechanisms underlying health benefits for active people. J Nutr Biochem.; 14(5):251-58, 2003. Markus, C.R, Oliver, B, Panhuysen, G.E.M, der Gusten, J.V, Alles, M.S, Tuiten, A, et al. The bovine protein alfa lactalbumin increases the plasma ratio of tryptophan to the other large neutral amino acids, and in vulnerable subjects raises brain serotonin activity, reduces cortisol concentration, and improves mood under stress. Am. J. Clin. Nutr.; 71(6):1536-44, 2000. Salzano, Jr. I. Nutritional supplements: practical applications in sports, human performance and life extension. Symposium series 007; São Paulo; 1996-2002. p.75-202. Lönnerdal, B. Nutritional and physiologic significance of human milk proteins. Am J Clin Nutr.; 77(6):1537-43, 2003. Sgarbieri, V.C. Proteínas em alimentos proteicos: propriedades degradações, modificações. São Paulo: Editora – Livraria Varela, 1996. 517p., p.139-157. Zinsly, P.F.; Sgarbieri, V.C; Dias, N.F.G.P., Jacobucci, H.B.; Pacheco, M.T.B.; Baldini, V.L.S. Produção piloto de concentrados de proteinas de leite bovino: composição e valor nutritivo. Braz. J. Food. Technol., Campinas, 4:1-8, 2001. Zemel, M.B. Mechanisms of dairy modulation of adiposity. J.Nutr., 133:252-256, 2003. Toba, Y, Takada, Y, Matsuoka, Y, Morita, Y, Motouri, M, Iría, T, et al. Milk basic protein promotes bone formation and suppresses bone resorption in health adult men. Biosci. Biotechnol. Biochem.; 65(4):1353-57, 2001. Nishiya, K, Horwitz, D.A. Contrasting effects of lactoferrin on human lymphocyte and monocyte natural killer activity and antibody. J. Immunol. 139:2519-2523, 1991. Shah, N.P. Effects of milk-derived bioactives: an overview. Br J Nutr , 84:S3-S10, 2000. Pacheco, M.T.B, Antunes, A.E.C, Sgarbieri, V.C. New Technologies and Physiological Functional Properties of Milk Proteins. In: Protein Research Progress, 2008. Luhovyy, B.L, Akhavan, T, Anderson, G.H. Whey proteins in the regulation of food intake and satiety. J Am Coll Nutr.;26(6):704S-12S, 2007. Aargaard, P. Making muscles "stronger": Exercise, nutrition, drugs. J Musculoskel Neuron Interact; 4(2): 165-174, 2004. Biolo G, Tipton KD, Klein S, Wolfe RR. An abundant supply of amino acids enhances the metabolic effect of exercise on muscle protein. Am J Physiol, 273:E122-E129, 1997. Bennet WM, Connacher AA, Scrimgeour CM, Smith K, Rennie MJ. Increase in anterior tibialis muscle protein synthesis in healthy man during mixed amino acid infusion: studies of incorporation of [1-13C] leucine. Clin Sci (Lond) 76:447-454, 1989. Smith K, Reynolds N, Downie S, Patel A, Rennie MJ. Effects of flooding amino acids on incorporation of labeled amino acids into human muscle protein. Am J Physiol, 275:E73-E78, 1998; Haraguchi, F.K, Abreu, W.C, Paula, H. Proteínas do soro do leite: composição, propriedades nutricionais, aplicações no esporte e benefícios para a saúde humana. Revista de Nutrição Phillips S.M., Hartman, J.W., Wilkinson, S.B. Dietary Protein to Support Anabolism with Resistence Exercise in Young Men. Journal of the American College of Nutrition, vol 24, n.02, 134S-139S, 2005. Marshall, K. Therapeutic Applications of Whey Protein. Alternative Medicine Review, vol.9, n, 02, 2004. Sgarbieri, V.C. Propriedades fisiológicas-funcionais das proteínas do soro do leite. Rev. Nutr., Campinas, 17(4):379-409, out./dez., 2004. Anthony, J.C, Anthony T.G, Kimball, S.R, Jefferson, L.S. Signaling pathways involved in translation control of protein synthesis in skeletal muscle by leucine. J. Nutr., 131(3):856-860, 2001. Ha, E, Zemel, M.B. Functional properties of whey, whey components and essential amino acids: mechanisms underlying health benefits for active people. J. Nutr. Biochem., 14(5):251-258, 2003. Salzano Jr I. Nutritional supplements: practical applications in sports, human performance and life extension. Symposium series 007; São Paulo; 1996-2002. p.75-202. Lönnerdal B. Nutritional and physiologic significance of human milk proteins. Am J Clin Nutr. 2003; 77(6):1537-43.
  5. 1 point
    Usar como forma de obter a quantidade de proteína necessária para ajudar no teu desenvolvimento
  6. 1 point
  7. 1 point
    Oi por favor preciso de ajuda! Tenho 40 anos sou mulher e fiz 3 aplicações de durateston a 3 meses atrás , espu nova no mundo da malhação , amei o efeito mas hoje estou com um aqueda de cabelo muito forte, e não sei mais o que fazer , estou tomando emecap haver, mas quero saber se tem algo q resolva Pq não para de cair
  8. 1 point
    Me chamo Priscila,comecei uma reeducação alimentar ,e exercícios físicos diários na academia ,pois estou muito acima do meu peso ideal,já tenho visto efeitos consideráveis,mais gostaria de acelerar o processo de perda e definir,pesquisei sobre a stanozolol e estou querendo começar um ciclo de 1mg, que foi sugerido por um instrutor na academia onde estou,estou bem focada,mas com medo dos efeitos?Vale a pena? è ideal para mulher esse?
  9. 1 point
    Seria sim. Tenho uns ótimos artigos no celular. Se interessar eu faço um tópico com eles. Acredito que eles expliquem tudo que qualquer mulher quer saber sobre isso. E sobre o aumento do clitóris, é um dos mais frequentes colaterais.
  10. 1 point
    Valeu amigos..tentei postar o processo de obtenção e comparativos entre os WP (Isolado, concentrado e hidrolisado) mas há algumas tabelas que precisam ser convertidas para ficar num formato legal...abs
This leaderboard is set to Sao Paulo/GMT-03:00


×
×
  • Create New...