Ir para conteúdo

Creatina: um suplemento [incrível!] até hoje (2020)

A creatina foi lançada no mercado há muitos anos, mas ainda é um dos suplementos mais vendidos e mais eficientes para hipertrofia. Você sabe como tomar?

Pedro Alvim Neto
  • , 3397 visualizações

O que é creatina

A creatina é um dos suplementos alimentares mais vendidos no mundo. É uma substância composta por 3 aminoácidos:

  • arginina;
  • glicina;
  • metionina.

Como é produzida a creatina

A creatina é originalmente sintetizada no fígado e no pâncreas, e pode ser encontrada em pequenas proporções nas fontes de proteínas animais, tais como:

  • peixes;
  • frango;
  • carne vermelha.

Para que serve a creatina

A suplementação de creatina é uma excelente estratégia para pessoas que fazem treinamento de força, corredores de 100 metros, e nadadores de 50 ou 100 metros. A creatina vai repor os estoques do sistema fosfato (ATP-CP). Esse sistema tem duração máxima de 10 segundos. 

Na musculação, é muito importante a utilização da creatina na fase do bulking, que é a fase em que o atleta quer aumentar a massa muscular.

O que influencia no estoque de creatina

Os fatores que influenciam no armazenamento e absorção da creatina no organismo são:

  • os tipos de fibra muscular, sendo as fibras de contração rápida aquelas que confere força muscular. São elas as mais beneficiadas pela creatina;
  • a idade: o envelhecimento do indivíduo reduz a quantidade de fibras de contração rápida;
  • o tipo de treinamento: treinamento anaeróbico por utilizar o metabolismo anaeróbico favorecendo um aumento das fibras de contração rápida;
  • a dieta consumida: é impossível obter quantidades suficientes de creatina nos alimentos para obtenção dos resultados esportivos (é necessária a suplementação para esse fim). Vegetarianos apresentam menores quantidades de creatina plasmáticas. Macronutrientes como carboidratos, aumentam o pico de insulina, que aumenta a atividade do transporte ativo secundário, favorecendo a entrada de creatina no meio intracelular.

Benefícios da creatina

Os benefícios que a creatina pode trazer são:

  • aumento de massa magra;
  • aumento de força muscular;
  • aumento de quantidade de água intracelular;
  • aumento dos estoques de glicogênio;
  • aumento das cadeias de miosina das fibras tipo 1 e tipo 2;
  • aumento na expressão de RNAm e no fator de regulação miogênica 4 (que induz o aumento da miosina);
  • redução na degradação protéica;
  • aumento na expressão gênica e a ativação de células satélites envolvidas na resposta hipertrófica.

Como tomar a creatina (ciclos)

As doses recomendadas dependem do protocolo que você irá utilizar.

1. Primeiro protocolo (Hultman et al, 1996):

  • Dose de sobrecarga: 0,3g de Cr/kg peso/dia - (duração de 5 dias);
  • Dose de manutenção: 0,03g de Cr/kg peso/dia - (duração de 28 dias).

2. Segundo protocolo (Hultman et al, 1996):

  • 3g/dia - (duração de 28 dias - aumenta em 20% a quantidade total de creatina muscular).

3. Terceiro protocolo (Pearson et al, 1999):

  • 5g/dia - (durante 10 semanas).

4. Quarto protocolo (Burke et al, 2000):

  • 0,1g/kg de massa corporal magra/dia - (durante 21 dias).

Período de washout com creatina

A suplementação com creatina deve obedecer a um período de "washout" ou "limpeza" (Febraio et al, 1995; Volek et al, 1997; Maganaris CN, Maughan RJ, 1998). São necessários 28 a 30 dias após o término da suplementação de creatina para que os estoques musculares totais de creatina voltem aos níveis basais (níveis normais sem suplementação).

Preços da creatina

A creatina é um suplemento muito barato. Com a presença de marcas que vendem diretamente ao consumidor, tais como a New Nutrition e a Growth Supplements, é possível adquirir 100 gramas de creatina monohidratada por menos de R$ 20,00, com o selo CREAPURE (produto de origem alemã).


REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

ARAZI, Hamid. Et al. Effects of three, five and seven days of creatine loading on muscle volume and functional performance. Serbian Journal of Sports Sciences, Rasht, v. 5, n. 3, p. 99- 105, jan. 2011.

COOPER, Robert. Et al. Creatine supplementation with specific view to exercise/ sports performance: an update. Journal of the International Society of Sports Nutrition, v. 9, n. 33, jul. 2012

CRIBB, Paul J. et al. Effects of Whey Isolate, Creatine and Resistance Training on Muscle Hypertrophy. American College of Sports Medicine, Launceston, v. 39, n. 2, p. 298- 307, fev. 2007.


Comentários

Comentários Destacados

só nao entendi pq é necessário um período de "washout", se faz obrigatória essa parada para voltar aos níveis basais ou pode usar por tempo indeterminado?! é prejudicial fazer o uso sem parar?! e quais os prejuizos? fica a dúvida.

Editado por raycast

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Na minha opinião a Creatina é um suplemento essencial! Tanto para que pratica atividades físicas, quanto para idosos que estão passando pelo processo de sarcopenia (perda da massa muscular) que compromete muito a força. A suplementação com creatina ajuda muito nestes casos, é um dos suplementos mais funcionais ao meu ver.

A Creatina com melhor preço é a Creatina 1Kg da NewNutrition.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Em 29/05/2018 em 17:22, Danilo Barrelin disse:

Na minha opinião a Creatina é um suplemento essencial! Tanto para que pratica atividades físicas, quanto para idosos que estão passando pelo processo de sarcopenia (perda da massa muscular) que compromete muito a força. A suplementação com creatina ajuda muito nestes casos, é um dos suplementos mais funcionais ao meu ver.

A Creatina com melhor preço é a Creatina 1Kg da NewNutrition.

Comprei esta creatina e fiquei impressionado com a solubilidade.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

O período de washout é necessário pq seu organismo estando com os estoques de creatina saturado, esse não terá mais o efeito desejado. Sendo necessário um período de 2 meses de washout para poder tomar novamente. Os novos estudos mostram que o uso contínuo não é prejudicial a saúde, desde que não seja uma superdosagem. Caso seja utilizado uma dosagem realmente muito alta, ai sim pode ter prejuízos renais. Mas para ter o efeito desejado é de suma importância ter esse período de washout. Deixar o corpo voltar aos estoques normais.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Parabéns pela matéria. Eu gostaria de saber se a creatina monohidratada vendida em zonas cerealistas ou empórios são seguras e podem ser utilizadas visto que são extremamente mais baratas. Obrigado.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Carlos Eduardo Martins tome cuidado com essas creatinas muito baratas. Existem muitas falsificações no mercado. Prefira marcas mais conhecidas como a optimun nutrition, vitafor, ou integral médica. 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
23 horas atrás, Pedro Alvim Neto disse:

Carlos Eduardo Martins tome cuidado com essas creatinas muito baratas. Existem muitas falsificações no mercado. Prefira marcas mais conhecidas como a optimun nutrition, vitafor, ou integral médica. 

O que acha daquelas marcas que “vendem direto da fábrica” como NewNutrition e Growth Supplements? As creatinas deles são boas?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma conta em nossa comunidade! É rápido, fácil e grátis!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora

  • Conteúdo Similar

    • Por Isabela Borba
      Início de ciclo e academias fechadas na quarentena do coronavírus
      Janeiro de 2020 começou e você se lançou à todo vapor no mundo da musculação. Você já treinava há anos e buscava melhorar ainda mais sua estética física! Era chegada a hora de usar algum esteroide anabolizante.
      Você iniciou o uso e veio a triste notícia do coronavírus: todas as academias iriam fechar! Bom, você pensou: "vou manter meu ciclo, pois, logo logo tudo voltará ao funcionamento normal". Semanas se passaram e a situação do mundo apenas piorou. Já se passaram meses, e as academias ainda não estão em funcionamento normal.
      E então, o que fazer com o meu ciclo de anabolizantes?
      Faça exercícios funcionais e aeróbios
      Primeiramente, não se desespere. As academias realmente fecharam, mas você ainda pode minimamente treinar em casa. Não se pode comparar a potência de um treino funcional em casa com um treino bem feito em uma academia com cargas.
      Entretanto, pode-se evitar a perda de massa magra com esse tipo de treino. Deve-se, ainda, manter uma média de 30 minutos de exercícios aeróbios ao dia, tanto para a saúde cardiovascular, quanto para se evitar uma deposição maior de gordura nesse período. 
      E meu ciclo de esteroides? Devo parar? Devo fazer TPC na quarentena?
      A verdade é que não há uma resposta correta. Mas, na minha experiência como médica e atleta profissional de fisiculturismo, esse é o pior momento para se interromper um ciclo.
      Quando se interrompe um ciclo de esteroides em homens, deve-se realizar uma TPC (terapia pós-ciclo) adequada para que o eixo fisiológico hipotálamo - hipófise - gônadas retorne ao funcionamento e, consequentemente, a produção de testosterona fisiológica. 
      Em conjunto, deve-se manter uma rotina de treinamentos intensos e dieta à risca para haver menor perda de massa muscular possível no período, afinal, você retornará ao seu nível “normal” de testosterona.
      A estratégia mais inteligente para os homens, então, seria manter a testosterona em uso e retirar outros esteroides, caso haja alguma associação. Por exemplo, caso você esteja utilizando deposteron associado à oxandrolona, deve-se considerar retirar a segunda droga. 
      Já no caso das mulheres, que, geralmente, utilizam os derivados de DHT (como a oxandrolona e o estanozolol) para performance, é interessante que se mantenha o uso deste tipo de esteroide em uma dose reduzida nesse período. Caso você esteja utilizando outros tipos de esteroides, considere retirar essas drogas. 
      Obviamente, tudo isso deve ser discutido e conversado com o seu médico, que analisará seus exames laboratoriais e fará sua avaliação corporal. Juntos vocês poderão discutir sobre a melhor estratégia.
      Conclusão
      Para resumir: 
      Mantenha uma rotina de treinos diários em casa; Mantenha a dieta, mesmo em casa; Converse com seu médico sobre o seu ciclo, considerando as desvantagens de pausar o uso nesse período; Mantenha o uso de creatina, e. caso você não a utilize, considere iniciar. Este suplemento irá auxiliar a retenção de glicogênio muscular.
    • Por Leonardo Marczinski Barroso
      Creatina é ergogênico!
      A creatina é considerada um suplemento ergogênico, possui um alto embasamento científico! É um suplemento excepcional para potencializar a performance, ótimo para quem busca hipertrofia. Mas, calma aí: ergogênico? O que significa isso?
      Ergogênico é a substância que visa a aumentar a capacidade para o trabalho mental ou corporal, que visa a melhorar a sua performance. A creatina é um suplemento que no seu uso crônico (a longo prazo) com certeza irá contribuir para a melhora do seu rendimento esportivo. 
      Exemplos de suplementos ergogênicos no efeito agudo e crônico:
      Suplemento ergogênico que possui um efeito crônico: creatina; Suplemento ergogênico que possui um efeito agudo (imediato): cafeína. Fontes naturais de creatina
      A creatina é encontrada no músculo esquelético, sintetizada pelo fígado, rins e pâncreas, a partir dos aminoácidos glicina e arginina. Pode ser obtida pela alimentação a partir do consumo de carnes vermelhas e peixes. 
      Para que serve a creatina
      Sem dúvidas um dos suplementos nutricionais mais eficazes que visa ao aumento dos níveis de ATP intramuscular, favorecendo o aumento do rendimento durante o exercício. Sendo assim, suas principais funções são o fornecimento rápido de energia durante a contração muscular, o aumento da força e da massa muscular (hipertrofia). Ela também ajuda a evitar a fadiga precoce durante o exercício físico.
      Esportes com benefícios na suplementação de creatina
      Os praticantes dos seguintes esportes podem se beneficiar do uso da creatina:
      Musculação; Crossfit; Futebol; Basquete; Vôlei; Corrida; Natação de curta duração; Outros esportes de curta duração; Atividades explosivas. Como tomar creatina?
      Em relação à quantidade, são recomendados de 3g (três gramas) a 5g (cinco gramas) diariamente (nos dias com ou sem treino).  O uso crônico (longo prazo), sempre respeitando a individualidade biológica, dependendo do peso do atleta, pode demandar doses maiores. 
      No que se diz respeito à saturação, ela não é obrigatória, mas tem a sua aplicabilidade. Cada um é cada um, e cada caso é um caso. A nutrição individualizada é aplicável aqui! 
      Quanto ao tempo de utilização, temos um parâmetro de 30 (trinta) dias ou 4 (quatro) semanas para se potencializar a creatina dentro do músculo e para se sentir os efeitos na performance e no rendimento esportivo.
      Qual é o melhor horário para tomar creatina?
      Em relação ao horário, não existe pior e nem melhor horário para tomar creatina, basta lembrar de tomar todos os dias, inclusive nos dias sem treino.
      Como melhorar a absorção?
      Estudos demonstram que para a melhor absorção muscular deve-se ingeri-la com carboidratos e de forma contínua, todos os dias. E como visto, podendo-se realizar ou não a fase de saturação (uso inicial em doses mais elevadas). 
      A creatina pode causar danos aos rins?
      Uma dúvida muito comum é se a suplementação de creatina causa danos renais. Os estudos demonstram a segurança na suplementação com creatina nas doses diárias recomendadas, não tendo sido observado danos renais. 
      Creatina engorda? Causa retenção de líquidos?
      Outras dúvidas muito comuns quanto à suplementação com creatina são: creatina engorda? Creatina causa retenção?
      Ela não engorda e nem causa retenção. Ela retém água dentro do músculo (retenção intramuscular). Só caprichar na hidratação e ser feliz. 
      Cafeína corta o efeito da creatina?
      Um mito bem recorrente é se a suplementação de cafeína corta o efeito da creatina. Este mito já foi quebrado. Pode-se utilizar os dois sem problemas.
      Qual é o melhor tipo de creatina?
      Em relação ao tipo de creatina, sempre recomendo a monohidratada, que tem um ótimo custo-benefício e que é facilmente encontrada no mercado de suplementação. 
      Selo CREAPURE
      As creatinas com selo CREAPURE (matéria-prima desenvolvida nos laboratórios da Alemanha) sustentam que apresentam um grau de pureza maior, o que a tornaria mais eficiente. Na prática, essa matéria-prima não é tão vantajosa assim quanto aos efeitos da suplementação. Invista no produto que tiver melhor custo-benefício. Como falei, gosto bastante da creatina monohidratada. O produto não precisa ser o selo CREAPURE, basta escolher uma marca confiável.
      Conclusão 
      Com certeza a creatina é o suplemento que consta na minha lista dos favoritos. É um suplemento excepcional e barato. Vale a pena o investimento, por ter  um ótimo custo-benefício.
    • Por Alan184
      Eu comprei uma creatina black skull e vou começar a tomá-la a partir desta segunda.
      No momento estou tomando multivitamínico para crescer o cabelo. Ele que contém biotina, vit b6, cromo, selênio e zinco.
      Quero saber se alguém sabe se tem alguma restriçao? Ou se alguém já tomou creatina com multivitamínico? Pois, basicamente, são as mesmas coisas.
    • Por Everton_
      Gostaria de saber se a Creatina da marca Suplemente vale a pena, pois nunca vi essa marca.
       
      Agradeço desde já.
×
×
  • Criar novo...