Jump to content

PROTESTE Avalia Whey Protein e Reprova Muitos Suplementos

fisiculturismo
  • , 1,678,695 views

A saga dos escândalos de péssimos produtos de proteína iniciada com os laudos de whey de Félix Bonfim ganhou mais um capítulo. A entidade de defesa do consumidor PROTESTE (Associação Brasileira de Defesa do Consumidor) avaliou diversos produtos de diversas marcas oferecidas no mercado brasileiro.

Em matéria pretéria (Selo do INMETRO para Suplementos Alimentares) mostramos que o corajoso Félix Bonfim foi bombardeado pela indústria a fim de que fossem desacreditados os laudos de whey que apontavam produtos de baixa qualidade, com muito mais carboidrato e muito menos proteína em relação aos valores apresentados nos rótulos.

Parece que o destemido Félix ganhou reforço. Os laudos das análises promovidas pela PROTESTE também apontaram diversas irregularidades nos suplementos alimentares de proteína testados.

Os produtos reprovados foram os seguintes (tomada a referência do rótulo e por ordem de erro percentual em carboidratos - do pior para o melhor):

Four Whey Protein da

844%
a mais de carboidratos

3W Triple Whey NO da

320%
a mais de carboidrato e 43% a menos de proteína

Extreme Whey Protein da

288%
a mais de carboidratos

Elite Whey Protein Isolate da

158%
a mais de carboidratos

Designer Whey Protein da
(
não confunda com a importada e famosa
)

114%
a mais de carboidratos

100% Whey Xtreme da

101%
a mais de carboidratos

Bio Whey Protein da

100%
a mais de carboidratos

IsoFort Whey Protein Isolate da

100%
a mais de carboidratos

Iso Tech Whey Protein da

100%
a mais de carboidratos

IsoWhey V3 da

100%
a mais de carboidratos

IsoFast Ultra-Fast Whey Protein Isolate da

83%
a mais de carboidratos

Ultra Whey Pro da

52%
a mais de carboidratos

100% Whey Protein da

34%
a mais de carboidratos

Maximum Whey da

30%
a mais de carboidratos

A nossa maior decepção foi com relação à famosa Elite Whey da Dymatize, produto que se tornou muito famoso pelo sabor delicioso e suposta qualidade propagandeada pela marca. Também foi decepcionante o resultado da IsoFast da MHP, da IsoWhey da Nutrilatina AGE e Ultra Whey Pro da Universal, pois são marcas que gozavam de excelente reputação no mercado.

Produtos aprovados nos testes e que merecem a confiança do consumidor (tomada a referência do rótulo e por ordem de menor erro percentual em carboidratos - do melhor para o pior):

Whey Protein Isolate da

1%
a mais de carboidratos

100% Whey Fuel da

4%
a mais de carboidratos

IsoFusion Premium Whey Isolate da

4%
a mais de carboidratos

100% Pure Whey da

6%
a mais de carboidratos

Top Whey 3W da

8%
a mais de carboidratos

100% Whey Gold Standard da

10%
a mais de carboidratos

Nos suplementos aprovados nos testes, a maior supresa foi da desconhecida Whey Protein Isolate da Now Sports, que foi o produto que fornece de modo mais exato aquilo que promete no rótulo. A 100% Whey Gold Standard da Optimum Nutrition, a mais vendida no mundo, também foi aprovada, apesar da margem de 10% de erro (que é a metade do erro aceitável de 20%).

É muito revoltante verificar que dos 20 produtos analisados, somente 6 foram aprovados nos testes (considerando a margem aceitável de 20% de erro), o que implica numa reprovação de 70% dos suplementos avaliados pela PROTESTE. Isso quer dizer que a chance de você já ter sido enganado é muito grande.

Quem criticava os laudos de whey do Félix Bonfim e os julgava falsos e oportunistas acaba de perder um round na disputa pela verdade. Agora a péssima qualidade de alguns suplementos de proteína foi atestada por uma das entidades de maior respeito no Brasil, a PROTESTE. Enquanto não temos um selo do INMETRO para suplementos alimentares, resta ao consumidor ficar atento para não comprar gato por lebre (carboidrato por proteína), prestando atenção nos atuais laudos de whey e nos prováveis laudos que se seguirão.

Você quer contribuir para a melhoria da qualidade dos suplementos alimentares? É simples: divulgue para o maior número de pessoas os resultados das avaliações laboratoriais, para que consumidores como você não sejam mais enganados. Produto ruim tem que encalhar na prateleira. Produto bom tem que vender como água. Faça sua parte.

Fonte:

PROTESTE- Suplementos proteicos irregulares

Álbum de Imagens (20)

  • https://fisiculturismo.com.br/uploads/monthly_01_2014/ccs-69938-0-77473300-1390884150.jpg
  • monthly_01_2014/ccs-69938-0-16070400-1390884153.jpg
  • monthly_01_2014/ccs-69938-0-69668900-1390884155.jpg

User Feedback

Recommended Comments



Poderiam analisar a Carnivor

Leandro Carnivor não é whey....whey é proteína do soro do leite.

Share this comment


Link to comment
Share on other sites

Mesmo Carnivor não sendo whey, merece análise para saber se realmente entrega os macros que promete no rótulo. Inclusive as qtds reais de creatina por grama do produto.

Share this comment


Link to comment
Share on other sites

Por favor façam a análise do Carnivor, todos querem muito saber se ele merece competir com o whey da ON! Eu por exemplo quero muito comprá-lo mas não sei se vale a pena pois não vi nenhum laudo dele.

Share this comment


Link to comment
Share on other sites

Não é whey , mas é proteina , só não é a mesma fonte...isso não diminui o direito de saber se o cara ta comprando algo legitimo ou nao, ou se ele está pagando justo.

Share this comment


Link to comment
Share on other sites

Nutrilatina 1 marca nacional  de peso no mercado aqui,  Universal umas das marcas internacionais mais conhecidas aqui no Brasil, Dymatize e Mhp  eu achava ser boa, 3 grandes marcas que me decepcionaram, o laudo até agora só fizeram pra  whey  e esse deram problema, se o whey deu problema como confiar nos outros produtos das empresas?

Share this comment


Link to comment
Share on other sites

No ano passado, eu havia ouvido falar desse tipo de laudo, justamente do dono de uma loja de suplementos q costumo comprar, ele havia me sujerido tomar o Max Titanium, antes mesmo de ver o laudo q ele tinha me indicado, comprei!!!  E parece q me dei bem!!!!

Share this comment


Link to comment
Share on other sites

BSN , Syntha 6 alguém sabe me informar alguma coisa?

 

O Syntha-6 é um dos suplementos mais reconhecidos no mercado. Vale a pena utilizar.

 

Sobre a avaliação da PROTESTE caramba, absurdo. Eu confiava muito no whey protein da Universal e Nutrilatina. Pelo menos temos ainda a Probiótica e Optimum que passaram categoricamente no teste.

Share this comment


Link to comment
Share on other sites

O pior é pagar caro pela elite e ser a mesma coisa que sustagem

A matéria deve ser analisada de modo crítico. O fato de a Whey Elite da Dymatize ter sido reprovada não é uma notícia boa, mas também não quer dizer que o produto possa ser comparado com Sustagem. O rótulo da Whey Elite afirma que o produto tem 2 gramas de caboidratos. Se no laudo da PROTESTE o erro foi de 158%, isso quer dizer que, de fato, essa Whey tem aproximadamente 5 gramas de carboidratos.

 

Por outro lado, a quantidade de proteína foi 13% maior, dentro da margem de erro de 20% para mais ou para menos. Portanto, quem está tomando a Whey Elite não tem motivo para se desesperar. O laudo não significa que o produto não é bom, apenas aponta desrespeito à margem de erro legal na rotulagem. O produto tem mais carboidratos do que promete.

 

No entanto, considerando 2 doses diárias de Whey, o acréscimo de 6 gramas de carboidratos no dia não irá arruinar a sua dieta. Repetimos, seja pensante, leia e processe as informações com cuidado e com senso crítico.

Share this comment


Link to comment
Share on other sites
A matéria deve ser analisada de modo crítico. O fato de a Whey Elite da Dymatize ter sido reprovada não é uma notícia boa, mas também não quer dizer que o produto possa ser comparado com Sustagem. O rótulo da Whey Elite afirma que o produto tem 2 gramas de caboidratos. Se no laudo da PROTESTE o erro foi de 158%, isso quer dizer que, de fato, essa Whey tem aproximadamente 5 gramas de carboidratos.   Por outro lado, a quantidade de proteína foi 13% maior, dentro da margem de erro de 20% para mais ou para menos. Portanto, quem está tomando a Whey Elite não tem motivo para se desesperar. O laudo não significa que o produto não é bom, apenas aponta desrespeito à margem de erro legal na rotulagem. O produto tem mais carboidratos do que promete.   No entanto, considerando 2 doses diárias de Whey, o acréscimo de 6 gramas de carboidratos no dia não irá arruinar a sua dieta. Repetimos, seja pensante, leia e processe as informações com cuidado e com senso crítico.

Share this comment


Link to comment
Share on other sites

Num primeiro momento eu fiquei apavorado... Porra, 160% a mais de carbo... Depois eu li o posto do cara aí de cima esclarecendo que 160% = 5g!

 

No Whey da Universal, 52% é igual a menos de 2g!!!

Os caras ignoraram a concentração e principalmente a qualidade proteica, de um produto Hiperproteico, para fazer uma baita propaganda dizendo que o produto foi reprovado por causa de 1 ou 2g de carboidrato a mais na dose?!?!

Isso que eu chamo de uma matéria marketeira.

Trouxa dos que ainda acreditam nesse tipo de ação.

 

Fui.

Share this comment


Link to comment
Share on other sites

BSN , Syntha 6 alguém sabe me informar alguma coisa?

Cara, é muito dificil analisar esses produtos(blend proteicos) pelo fato de ter mais de um tipo de proteina no mesmo produto. Se para fazer um analise de um produto como o whey concentradoo ou isolado é caro imagine para separar 6 tipos de proteina fora as gorduras, sodio, carboidrato e afins! 

Share this comment


Link to comment
Share on other sites

O Syntha-6 é um dos suplementos mais reconhecidos no mercado. Vale a pena utilizar.

 

Sobre a avaliação da PROTESTE caramba, absurdo. Eu confiava muito no whey protein da Universal e Nutrilatina. Pelo menos temos ainda a Probiótica e Optimum que passaram categoricamente no teste.

Carol, sou consumidor assíduo da UNIVERSAL e não acreditei quando vi isso, fique surpreso e fui atras das informações..

O que encontrei é que os 52% que dizem ter a mais de carboidrato é somente 1,5g da dose analisada que deu alteração, ou seja, na ótica deles da PROTESTE uma parte é proteina e outra carboidrato, ou seja se tiver diferença em algum dos vários outros ingredientes que tem o produto vão acusar como carboidrato, no caso do whey da universal a % de gordura encontra no teste foi 1g a menos do que no rotulo... conclusão.. PURO MKT! Isso para se livrar das cagadas que o Felix bonfim pegou antes de qulaquer um alterar as tabelas e as formulas!

Share this comment


Link to comment
Share on other sites

Num primeiro momento eu fiquei apavorado... Porra, 160% a mais de carbo... Depois eu li o posto do cara aí de cima esclarecendo que 160% = 5g!

 

No Whey da Universal, 52% é igual a menos de 2g!!!

Os caras ignoraram a concentração e principalmente a qualidade proteica, de um produto Hiperproteico, para fazer uma baita propaganda dizendo que o produto foi reprovado por causa de 1 ou 2g de carboidrato a mais na dose?!?!

Isso que eu chamo de uma matéria marketeira.

Trouxa dos que ainda acreditam nesse tipo de ação.

 

Fui.

Exatamente o que ia dizer.. depois dessa não preciso dizer mais nada.. PURO MKT.

Share this comment


Link to comment
Share on other sites

A matéria deve ser analisada de modo crítico. O fato de a Whey Elite da Dymatize ter sido reprovada não é uma notícia boa, mas também não quer dizer que o produto possa ser comparado com Sustagem. O rótulo da Whey Elite afirma que o produto tem 2 gramas de caboidratos. Se no laudo da PROTESTE o erro foi de 158%, isso quer dizer que, de fato, essa Whey tem aproximadamente 5 gramas de carboidratos.

 

Por outro lado, a quantidade de proteína foi 13% maior, dentro da margem de erro de 20% para mais ou para menos. Portanto, quem está tomando a Whey Elite não tem motivo para se desesperar. O laudo não significa que o produto não é bom, apenas aponta desrespeito à margem de erro legal na rotulagem. O produto tem mais carboidratos do que promete.

 

No entanto, considerando 2 doses diárias de Whey, o acréscimo de 6 gramas de carboidratos no dia não irá arruinar a sua dieta. Repetimos, seja pensante, leia e processe as informações com cuidado e com senso crítico.

Muito certo sua maneira de pensar... devemos ter cuidado com jogo de numeros e "analises" dos produtos...

Gente estamos colocando em questão as marcas mais renomadas da suplementação mundial por causa de 2g de alteração que ninguem sabe sua origem?!?! 

 

Marcas que estão no mercado a 50 anos e são respeitadas por bons resultados e vendas em mais de 100 paises .. 

 

Por favor né.. PEGA A GRANA QUE GANHOU DAS MARCAS PARA PROMOVER ESSA AÇÃO FURADA E COMPRA UMA PROTEINA BOA E VAI TREINA!

Share this comment


Link to comment
Share on other sites

Universal não deu certo para mim a creatina, não deu certo para mim o Animal Pak e outra pessoa que conheci. Então, se esta marca caiu como reprovada, não é de se assustar. Eu não compro mais nada desta marca. Não confio. Se bem que tem muito baba ovo dela por aí.

Marca boa e que foi receitada para mim por nutricionista é a Nature's Best, o Isopure Zero Carb. Pena que não tem relato falando dela. Aliás, faltam falar de muitas marcas nesta pesquisa.

E também a creatina da Nature's Best e uma da Probiótica de 400g de uva deu certo para mim.

Universal é só nome.

Share this comment


Link to comment
Share on other sites

Nutrilatina 1 marca nacional  de peso no mercado aqui,  Universal umas das marcas internacionais mais conhecidas aqui no Brasil, Dymatize e Mhp  eu achava ser boa, 3 grandes marcas que me decepcionaram, o laudo até agora só fizeram pra  whey  e esse deram problema, se o whey deu problema como confiar nos outros produtos das empresas?

Veja o que acabei de postar. Está logo acima.

Share this comment


Link to comment
Share on other sites



Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Add a comment...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


  • Similar Content

    • By fisiculturismo
      Se um atleta profissional ou amador afirma que usa suplemento alimentar, as chances de usar algum tipo de Whey Protein é de 99,9%.
      O fornecimento de proteínas ou aminoácidos ao organismo é essencial antes e depois da prática de atividades físicas.
      Os suplementos de Whey Protein tornam esse processo mais simples e prático, permitindo o fornecimento de grande quantidade de aminoácidos ou proteína de maneira cômoda, rápida e eficiente.
      Basta levar um shaker para a academia com a Whey Protein (e talvez algum carboidrato de alto índice glicêmico como a dextrose), enchê-lo de água depois do treino intenso, misturar, e dar ao corpo sedento por nutrientes tudo o que ele mais precisa.
      Por isso, quando se pensa em suplementação alimentar, Whey Protein é o primeiro suplemento que normalmente vem à cabeça.
      Em 26/9/2009, a Optimum Nutrition lançou a famosa Platinum Hydrowhey, que seria a primeira Whey Protein hidrolisada do mercado.
      De acordo com a Optimum Nutrition, a Whey Protein isolada e hidrolisada Platinum Hydrowhey seria a proteína mais avançada, mais rápida e mais pura já desenvolvida.
      Ao quebrar as partículas de proteína em pedaços menores pela hidrólise, o resultado seria uma absorção muito mais rápida.
      E para tentar superar a Platinum Hidro Whey da Optimum Nutrition a MHP lançou recentemente (questão de meses) a IsoFast 50.
      Além de ser uma Whey Protein isolada e hidrolisada (como a Platinum Hidrowhey), a IsoFast 50 seria a primeira Whey Protein micronizada do mercado de suplementos alimentares.
      Segundo a MHP, a micronização das partículas da Whey Protein as tornariam ainda menores do que aquelas já obtidas pela hidrólise.
      Como resultado desse processo de micronização, a absorção da proteína pelo organismo seria ainda mais rápida que a da Whey Protein isolada e hidrolisada (não micronizada).
      A MHP, assim como a Optimum Nutrition ao lançar a Platinum Hydrowhey, proclama que a IsoFast 50 é mais rápida, mais pura e mais poderosa proteína já criada.
      Ressalta a MHP que a Whey Protein isolada sofre um processo triplo de microfiltragem que remove gordura, lactose, colesterol e impurezas. Logo, a Whey Protein isolada seria uma proteína muito pura, a preferida dos fisiculturistas e atletas de elite.
      Além disso tudo, a IsoFast 50 iria além desse processo de microfiltragem tripla, passando por mais duas etapas: microparticulação e biohidrólise. Essas duas tecnologias avançadas tornariam a IsoFast 50 uma Whey Protein muito rápida para ser absorvida.
      A micronização seria responsável por transformar as partículas de proteína em unidades 5 vezes menores do que das proteínas comuns. Essa redução de tamanho implicaria num aumento, na mesma proporção (5x), de concentração e ativação enzimática sobre cada partícula de proteína, permitindo uma liberação mais rápida e maior de aminoácidos livres.
      A biohidrólise seria uma reprodução do processo de hidrólise da proteína que ocorre dentro do corpo, produzindo moléculas "pré-digeridas" para absorção rápida pelos intestinos, para abastecer os tecidos musculares.
      A apresentação feita pela MHP em torno da IsoFast 50 é mesmo sensacional. Viva a concorrência e o desenvolvimento de novas tecnologias.
      Ao abrir o pote da IsoFast 50 pode-se ver uma espécie de "fumaça" saindo do recipiente, o que demonstra que as partículas do suplemento alimentar são realmente muito pequenas.
      Nas Whey Protein mais comuns (concentradas), o produto tem a consistência de pequenos cristais, que não ficam em suspensão quando o pote é aberto.
      Já na Whey Protein isolada e micronizada IsoFast 50, basta que se abra o pote para se ver micropartículas do produto suspensas no ar (o mesmo efeito que se vê em alguns suplementos alimentares pré-treino como o Jack3d).
      Os sabores da IsoFast 50 são limitados: baunilha ou chocolate. Gosto é pessoal. Pode-se dizer que ambos os sabores são gostosos. Se alguém não os considerar gostosos, ao menos não dirá que são ruins.
      Por outro lado, a Hydrowhey da Optimum Nutrition apresenta uma gama maior de sabores: baunilha, chocolate, morango, biscoito e creme.
      Por enquanto, parece que só pudemos trazer boas notícias sobre a IsoFast 50. Elas acabam por aí.
      Como todo produto novo, o custo do desenvolvimento das novas tecnologias está embutido no valor do produto. A IsoFast 50 não é uma proteína barata. Aliás, nenhuma proteína isolada costuma ser barata. As hidrolisadas são ainda mais caras. E a Whey Protein isolada, hidrolisada e ainda micronizada (caso da IsoFast 50)?
      Pela lógica, a IsoFast 50 deveria ser a Whey Protein mais cara do mercado. Mas não é isso que ocorre.
      Para manter um precisão maior sobre a comparação de preços, vamos considerar os valores de venda da Platinum Hydrowhey da Optimum Nutrition e da IsoFast 50 da MHP nos Estados Unidos (onde já possuem mercado consolidado). Para uma observação ainda mais fiel da realidade, vamos considerar os preços da loja Bodybuilding, cujos valores já computam os percentuais normais de desconto concedido no mercado norte-americado.
      Lá, a IsoFast 50 da MHP custa 39,99 dólares num pote de 2,82 libras (1,27 kgs).
      Pela Platinum Hydrowhey da Optimum de 3,5 libras (1,58 kgs) pede-se 57,99 dólares.
      Note-se que os maiores potes dessas proteínas isoladas e hidrolisadas são menores do que o tamanho comum para potes grandes de outras proteínas, que é de 5 libras ou 2,26 kgs.
      Fazendo-se as contas, verifica-se que cada libra da Platinum Hydrowhey da Optimum Nutrition custa 16,56 dólares.
      Cada libra da IsoFast 50 da MHP custa 14,18 dólares.
      Nesse sentido, apesar de a Isofast 50 ser mais moderna que a Hydrowhey, aquela é mais barata do que esta, num percentual aproximado de 15%.
      E os preços dessas proteínas de última geração no Brasil? Primeiro a boa notícia: tanto a IsoFast 50 quanto a Hydrowhey já estão disponíveis no Brasil para venda. Agora a notícia não muito agradável: se nos EUA essas proteínas são consideradas caras, imagine no Brasil!
      Para se ter uma ideia, no site Corpo Perfeito a Platinum Hydrowhey de 3,5 libras custa 341,55 reais.
      Considerando o dólar a 1,72 na data de hoje, nos EUA o mesmo produto custa 99,74 reais. Isto é, o brasileiro só paga uma mixaria a mais (afinal, o que é um pote e meio a mais de uma Whey Protein isolada e hidrolisada?).
      Pra piorar a situação, além de serem produtos caros nos EUA (e absurdamente caros no Brasil), o Corpo Perfeito não tinha a IsoFast 50 e a Hydrowhey no estoque na data em que publicada esta matéria.
      Quem sabe tenhamos um dia uma carga tributária menos acintosa em nosso país para que possamos desfrutar da mesma tecnologia oferecida aos norte-americanos com preços mais justos.
      Portanto, a Platinum Hydrowhey da Optimum e a novata IsoFast 50 da MHP são Whey Proteins de topo de linha, com o que há de mais moderno na indústria da suplementação alimentar. Quem puder inseri-las na dieta, será um felizardo.
    • By fisiculturismo
      Já faz um bom tempo que o ilustre desconhecido Félix Bonfim bombou na internet apresentando laudos de whey que demonstravam que os produtos forneciam mais ou muito mais carboidratos do que o prometido nos rótulos, e, às vezes, muito menos proteínas. Isso nos motivou, em setembro de 2013, a sugerir que o INMETRO regulasse o mercado com um selo de qualidade (Selo do INMETRO para Suplementos Alimentares).
      Há pouco tempo, foi a vez da entidade PROTESTE apresentar laudos de whey, mais uma vez apontando divergências entre os rótulos e os produtos entregues por diversas marcas, inclusive marcas tidas como de excelente qualidade no mercado (PROTESTE Avalia Whey Protein e Reprova Muitos Suplementos).
      E agora, finalmente, a ANVISA deu as caras e decretou a proibição de venda de lotes de diversas wheys, cujas análises da própria agência reguladora revelaram que os rótulos estavam sendo falseados, isto é, os valores nutricionais anunciados não eram entregues pelos produtos.
      Segue a lista de lotes de whey proibidos pela ANVISA:
      Super Nitro Whey NO2 – American Line Suplements  3W – Fast Nutrition Whey Protein Optimazer – Cyberform Whey NO2 Pro Baunilha – Pro Corps Whey NO2 Pro – Pro Corps Whey 5W Pro – Pro Corps Ultra Pure Whey Isolate Whey - Nutrilatina Age Superior Extreme Whey Protein - Solaris Extreme Whey Protein – Solaris 100% Ultra Whey – Ultratech Supplements Bio Whey Protein – Performance Whey NO2 Creatine - Peter Food 100% Whey Xtreme – X-Pharma Super Whey 100% Pure – IntegralMedica Super Whey 3W – IntegralMedica Fisio Whey Concentrado NO2 - Fisio Nutry Designer Whey Protein - D.N.A. Muscle Whey Proto NO2 - Neo Nutri Whey Protein 3W – D.N.A. Isolate Whey – Neo Nutri Nossa maior decepção foi com a whey isolada da Nutrilatina AGE, que é considerada uma marca de excelente qualidade. Infelizmente não tivemos acesso aos laudos para saber o motivo exato das proibições, tais como percentual de erro na informação sobre carboidratos e na informação sobre proteínas. Consta informação no sentido de que algumas wheys apresentavam até soja em sua composição, o que não era informado no rótulo.
      Faça sua parte, compartilhe essas informações para prevenir a compra de produtos da baixa qualidade e para forçar a indústria a oferecer produtos honestos.
      Fonte: Anvisa proíbe a venda de 20 tipos de Whey Protein, Correio Braziliense.
    • By fisiculturismo
      Rebuliço no Mercado de Suplementos com Laudos de Wheys
      Os consumidores de suplementos alimentares ficaram estarrecidos com os laudos laboratoriais de wheys divulgados pela mais nova estrela da internet: Felix Bonfim. O homem que causa terror e pânico entre muitos empresários da chamada "indústria da farinha" pode ter dado início a uma revolução no mercado brasileiro de suplementos.
      Alguns acusam Felix de ser oportunista e se valer dos laudos para dar publicidade à sua loja de suplementos, outros o acusam de ser picareta e mentiroso, e outros aplaudem com orgulho o cidadão que está provocando enorme rebuliço na suplementação alimentar.
      Seja qual for a opinião que se tenha do algoz da "indústria da farinha", não se pode negar que o mercado de suplementos alimentares precisa de mais atenção das autoridades públicas no que toca à verificação da qualidade dos produtos que são oferecidos aos consumidores.
      Rumores e Preconceitos contra a Indústria Brasileira de Suplementos são Antigos
      Há muitos anos se ouvem boatos de que muitas marcas nacionais de suplementos vendem gato por lebre, ou melhor, carboidrato por proteína, ou, ainda melhor, farinha por suplemento. O barulho causado por Felix (que chegou até o Congresso Nacional) é apenas uma faísca do que podemos esperar.
      Em nosso fórum, um tópico criado no ano 2004 (há quase 10 anos) já pedia providências das autoridades no que concerne a suspeitas de que suplementos alimentares nacionais não forneciam as substâncias indicadas no rótulo:
       
      A essa prática muitos têm chamado de adulteração de suplementos alimentares, ou falsificação de suplementos alimentares. Todavia, não se pode chamar de adulteração ou de falsificação a conduta da própria fabricante do suplemento. O melhor é classificar o fato como fraude ao consumidor de suplementos, e que até tem previsão específica de crime no CDC (Código de Defesa do Consumidor):
      Art. 66. Fazer afirmação falsa ou enganosa, ou omitir informação relevante sobre a natureza, característica, qualidade, quantidade, segurança, desempenho, durabilidade, preço ou garantia de produtos ou serviços:   Pena - Detenção de três meses a um ano e multa. A marca de suplemento que afirma que um produto contém determinada quantidade de proteína, mas que entrega muito menos do que o prometido, faz afirmação falsa sobre a quantidade do produto.
      Laudos de Wheys são Simplórios, mas deram o Ponta-Pé Inicial
      Os laudos de wheys apresentados são bastante simplórios. Verifica-se apenas a quantidade de proteínas, carboidratos, fibras, gorduras e sódio das wheys, comparando-se os resultados laboratoriais com as informações presentes nos rótulos.
      Já é um bom começo. No entanto, os laudos não detalham qual seria o tipo de proteína (whey concentrado, whey isolado, whey hidrolisado, caseína, albumina, etc) ou tipo de carboidrato (açúcar?) presentes nos suplementos analisados. Portanto, é possível que, mesmo apresentando os valores nutricionais descritos no rótulo, você esteja sendo enganado quanto ao tipo de proteína e tipo de carboidrato.
      Só Wheys? E Pré-Treinos? Termogênicos? BCAAs? Creatina? Glutamina? Multivitamínicos?
      E no mercado de suplementos alimentares, não temos apenas wheys. Há multivitamínicos, multiminerais, pré-treinos, BCAAs, creatina, glutamina, termogênicos e assim por diante. Será que esses produtos também estão nos fornecendo exatamente aquilo que consta no rótulo?
      Laudos laboratoriais de análise dessas substâncias são complexos e muito custosos. Por isso, o ideal seria que o Estado assumisse efetivamente o controle de análise, não abrindo espaço para que cidadãos indignados, tais como a nova celebridade Felix, tenham que se preocupar com a análise da qualidade dos suplementos que consomem ou que revendem.
      Se a fiscalização fosse feita pelo Estado, não haveria margem para a indústria alegar oportunismo e falsidade de laudos, certo que não produzidos a pedido de um particular, mas no interesse da sociedade.
      Selo do INMETRO para Suplementos Alimentares
      Uma solução que parece ser a mais inteligente e eficaz seria a certificação dos suplementos alimentares pelo INMETRO (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia). Eis a função desta autarquia federal:
       
      Sua missão é prover confiança à sociedade brasileira nas medições e nos produtos, através da metrologia e da avaliação da conformidade, promovendo a harmonização das relações de consumo, a inovação e a competitividade do País. (http://www4.inmetro.gov.br/acesso-a-informacao/institucional). E está faltando bastante confiança dos brasileiros nos suplementos alimentares que são fabricados por aqui. Está na hora de se resgatar essa confiança do consumidor brasileiro, e a certificação dos suplementos alimentares com selo do INMETRO parece ser a melhor forma de se alcançar tal objetivo.
      É bom se frisar, mais uma vez, que a desconfiança dos consumidores não surgiu agora, com a divulgação de laudos de whey pelo Felix. Essa discussão já é muito antiga, tendo apenas ganhado muita força e proporções nunca antes vistas com a disseminação dos laudos laboratoriais pelas redes sociais.
      Último Vídeo Publicado no YouTube por Felix Bonfim
       
      Laudos de Wheys Divulgados por Felix Bonfim até o Momento
      A forma de divulgação dos laudos escolhida pelo Felix não é das melhores. Foi criado um álbum na Fan Page da sua loja de suplementos (Atacado do Suplemento) e os laudos são divulgados como imagens, o que dificulta a localização.
      Contribua! Faça sua denúncia e peça o Selo do INMETRO para Suplementos Alimentares
      No site do INMETRO há um formulário para denúncias e sugestões (http://www4.inmetro.gov.br/ouvidoria). Se você desconfiar que o suplemento alimentar que você comprou não contém as substâncias que estão no rótulo, denuncie (quem sabe você possa até usar um dos laudos do Félix). Além de denunciar, faça a sugestão da criação de um selo do INMETRO para suplementos alimentares.
      Com o selo do INMETRO nos suplementos, os consumidores poderão adquirir seus produtos com muito mais tranquilidade, sabendo que um órgão do Estado certificou-se de que o produto realmente oferece aquilo que promete.
      Certamente as marcas de suplementos alimentares que adotam boas práticas de fabricação e que respeitam o consumidor irão apoiar esta iniciativa, que resultará na reconquista de confiança do usuário de suplementos. Por outro lado, as marcas da chamada "indústria da farinha" serão obrigadas a adequar os seus produtos ou a fechar as portas.
    • By JIUJITERO®1338434184
      Queria pedir pra todo mundo preencher o formulário do link abaixo solicitando a análise de suplementos nutricionais, se tiver um bom numero de pedidos eles passam a reportagem até no Fantástico, e com certeza vai cair a casa de muita marca nacional, se não cair de todas né...
      Chega de tomar farinhas dessas porcarias de marcas nacionais....

      Todos os outros foruns ja estão cooperando...

      Sou novo aqui , mas frequento outros foruns a anos, e queria pedir pra algum moderador deixar esse tópico fixo se possível, para o maior numero de usuarios cooperar...

      Vamo lá galera é bem rapido:
      http://www4.inmetro.gov.br/ouvidoria
      Valew.
    • By Rafael Dickinson
      ae to pensando em parar a suplementacao com albumina... a albumina q eu compro (nutrilatina) ta 37 reais sendo q o whey da atletica ta 38... to pensando em no pos treino continuar com meu whey da universal e de manha e antes de dormir suplementar com whey nacional tipo atletica, probiotica, etc...
      minha duvida eh a seguinte, o whey antes de dormir tbm ajuda na producao de GH? sobre ter proteina durante o sono, eu tomaria antes de dormir o whey com leite q tem lactose e deixa a absorcao mais lenta e eu teria proteina durante o sono pq a caseina eh de lenta basorcao... sera q eh uma boa? c nao vou mandar umas 2 colheres de albumina antes de dormir junto com whey
      da um help ae pessu
      []'s
×
×
  • Create New...