Jump to content
Sign in to follow this  
rodrigo968

Supino Reto com Halteres e Fly Reto são a mesma coisa?

Rate this topic

Recommended Posts

Acho q o efeito é parecido ... só é um variante do supino..

O supino com halteres no final do movimento com os braços esticados é certo encostar os halteres? ou eles tem q ficar separados até o final?

Share this post


Link to post
Share on other sites

O supino reto com halteres é um exercício multiarticular que trabalha deltoides, tríceps e, claro, peitoral. esse exercício é mais estimulador do que o supino reto com barra. Não convém bater um halter contra o outro na fase concentrica do movimento, já que deve-se parar no topo do movimento para aumentar o estimulo de contração.

O Fly é um exercício monoarticular que trabalha os deltoides e o peitoral, porém, segundo especialistas, esse exercício tem melhor efeito nos peitorais quando aplica-se no final da rotina, com maior número de repetições e usando sistema de polias, já que é um exercicio isolador.

Share this post


Link to post
Share on other sites
O supino reto com halteres é um exercício multiarticular que trabalha deltoides, tríceps e, claro, peitoral. esse exercício é mais estimulador do que o supino reto com barra. Não convém bater um halter contra o outro na fase concentrica do movimento, já que deve-se parar no topo do movimento para aumentar o estimulo de contração.

O Fly é um exercício monoarticular que trabalha os deltoides e o peitoral, porém, segundo especialistas, esse exercício tem melhor efeito nos peitorais quando aplica-se no final da rotina, com maior número de repetições e usando sistema de polias, já que é um exercicio isolador.

Dessa forma o colega acima considerou o Fly como o conhecido Crucifixo, o que eu também faço.

Esse Fly que a Lip falou com rotação dos punhos no fim do movimento, não vejo diferença para o trabalho do peitoral (em comparação com o supino com halteres), a única lógica que consegui achar até hj, para essa rotação dos punhos, é permitir aproximar mais as mãos ao fim do movimento por causa do tamanho dos halteres.

Mas se pensarmos que a musculatura nesse caso é trabalhada principalmente em função da gravidade talvez não seja necessário aproximar tanto as mãos.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Sign in to follow this  

  • Similar Content

    • By Talles Sucesso
      Pegar a barra com as mãos em 90º com os cotovelos; Manter o tronco e quadril apoiados no banco; Firmar os pés no solo; Descer a barra até tocar na linha média do tórax; Estender os cotovelos, sem realizar o encaixe articular.
    • By Luan Viana
      Alinhar o punho ao cotovelo na abertura da pegada na barra; Descer a barra até tocar o peito na porção do terço inferior do externo; Empurrar até estender completamente os cotovelos, sem fazer o encaixe articular.
    • By Talles Sucesso
      Pegar a barra com abertura que considere o alinhamento dos punhos com os cotovelos no ângulo de 90º (formado entre braço e antebraço); Manter o tronco e quadril encostados no banco; Firmar os pés no solo; Descer a barra completamente até a linha média do tórax, com os cotovelos voltados para baixo; Estender completamente os cotovelos, sem fazer o encaixe articular.
    • By Talles Sucesso
      Posicionar os halteres um pouco mais abertos do que a linha dos ombros (os punhos devem estar alinhados com os cotovelos no ângulo de 90º); Estabilizar o tronco e quadril, mantendo-os encostados no banco (curvatura natural da coluna); Firmar os pés no solo; Flexionar os cotovelos para baixo com o máximo de amplitude possível (descer os halteres além da linha do tronco) e na linha média do tórax; Estender os cotovelos ao máximo mantendo os halteres paralelos (sem encostar os halteres ao final e sem realizar o encaixe articular).
×
×
  • Create New...