Jump to content

Dietas de baixo carboidrato podem gerar doença no fígado

Leena Fabrini
  • , 3,378 views

Quase dois terços dos americanos estão acima do peso ou obesos. Muitas dessas pessoas desenvolvem resistência à insulina e diabetes tipo 2, o que aumenta o risco de doença hepática gordurosa não alcoólica (DHGNA).

O aumento de gordura no fígado leva à inflamação e ao deficiente processamento metabólico de gorduras, carboidratos e proteínas.

Um diagnóstico inicial da esteatose hepática é feita a partir do elevado número de enzimas hepáticas. Uma revisão da literatura por pesquisadores da University School of Medicine, em Whashington, St. Louis, concluiu que o baixo teor de carboidratos da dieta cetogênica pode causar DHGNA.

No entanto, os efeitos dessas dietas são mínimos sobre a função do fígado se feitas a curto prazo.

Fontes: Current Opinion Clinical Nutrition & Metabolic Care, 15: 374-380, 2012 e Revista Muscular Development, janeiro/2013, pg. 76.

Álbum de Imagens (1)

  • https://fisiculturismo.com.br/uploads/monthly_01_2015/ccs-69938-0-18997000-1421886418.jpg

User Feedback

Recommended Comments

Boa Tarde amigos.

Sou novo aqui e preciso de ajuda tenho 106 kg e meço 1.70 alt. preciso perder no mínimo 25 kg, me recomendaram entrar numa academia e tomar suplemento kimera com l- carnetina.

Será que alguém pode me dar uma ajuda?

 

Share this comment


Link to comment
Share on other sites
Em 01/06/2017 em 12:12, igor crespo disse:

Boa Tarde amigos.

Sou novo aqui e preciso de ajuda tenho 106 kg e meço 1.70 alt. preciso perder no mínimo 25 kg, me recomendaram entrar numa academia e tomar suplemento kimera com l- carnetina.

Será que alguém pode me dar uma ajuda?

 

Antes do suplemento, sugiro consultar um nutricionista, que tal investir o dinheiro que gastaria nesse suplemento em uma consulta com um profissional para orienta-lo adequadamente?

Na maioria das vezes o mais importante é verificar seus exames de sangue, ajustar uma atividade física e uma dieta! Lembre : não existe milagre! Então busque ajuda profissional e assuma os riscos de ter uma vida melhor! Conte comigo na caminhada!

Elissa Amaral da Cunha 

Nutricionista e Master Coach

Share this comment


Link to comment
Share on other sites

Isso vale para ciclos de carboidratos? Assim como muitos fisiculturistas, astethics strongmen eu uso pouco carbo para dormir (30g oriundos de 150g de amendoim) e preencho as outras calorias na gordura do requeijão e do azeite.

Edited by Lucas Félix Costa

Share this comment


Link to comment
Share on other sites
7 horas atrás, Lucas Félix Costa disse:

Isso vale para ciclos de carboidratos? Assim como muitos fisiculturistas, astethics strongmen eu uso pouco carbo para dormir (30g oriundos de 150g de amendoim) e preencho as outras calorias na gordura do requeijão e do azeite.

Depende do carb cycling e da atividade física que estiver fazendo. Eu não gosto de requeijão pelo processo inflamatório no intestino, o amendoim também contém bastante Omega 6, e em excesso acaba ocasionando um desequilíbrio nas gorduras boas e gerando um processo inflamatório no corpo. Inflamação no geral pode dar acne, inchaço, retenção, prisão de ventre, dentre outros sintomas como gripes e resfriados e até mau humor pois um intestino em disbiose atrapalha a fabricação de  serotonina. Nesse caso, sugiro variar as castanhas, e colocar abacate como fonte de gordura. O açaí puro e o coco puro também são alternativas! 

Abraços!

Share this comment


Link to comment
Share on other sites


Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Add a comment...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


  • Similar Content

    • By lillyp
      Comprei o clembuterol lavizo e estou fazendo a dieta cetogênica a 10 dias ! 
      Tenho 26 anos 
      1,60 de altura
      69 kls
      treino a 4 anos mas dei uma parada de 7 meses e retornei aos treinos tem um mês e foi exatamente nessa parada de 7 meses sem treino e dieta que engordei tanto asssim!
      Quero ciclar o clemb assim:
      1=1ml
      2=1ml
      3=1ml
      4=1,5ml
      5=1,5ml
      6=2ml
      7=2ml
      8=3ml
      9=3ml
      10=4ml
      11=4ml
      12=4ml
      13=5ml
      14=5ml
      15=5ml
      Oque acham ? 
      Tem Mais Algumas dicas ou algo que eu possa acrescentar ou mudar o ciclo? 
      Agradeço a todos desde já!
      vou deixar aqui fotos e medidas.
      Medidas pescoço 34  busto 94  braço 32 cintura 79 cintura umbigo 89 quadril 106 perna 63 panturilha 39
    • By fisiculturismo
      Em matéria publicada na revista FLEX, de dezembro de 2008, Joe Wuebben traz as oito maiores tolices de uma dieta e, ao mesmo tempo, explica como não cometê-las e o jeito correto de manter a boa forma.
      1º erro => ser sovina no café da manhã
      Comer pouco no café-da-manhã pode colocar o seu organismo em estado catabólico, o que causa a perda de massa muscular, retarda o metabolismo e impede a queima de gordura. Chris Aceto, autor do livro Championship Bodybuilding and Everything You Need to Know about Fat Loss, ensina que, com a baixa taxa de açúcar no sangue aliada à falta de proteínas recentemente digeridas, o corpo parece entrar num estado catabólico, no qual os músculos são mais queimados do que construídos. Aceto aconselha a comer grande quantidade de carboidratos pela manhã, o que aumenta o nível de açúcar na corrente sanguínea, aliviando, assim, a carga sobre as proteínas e a massa muscular.
      Veja-se que, quando se está dormindo, a condição de jejum faz com que o organismo, à procura de energia, recorra aos músculos. O ideal, segundo o artigo, é começar o dia com 80 ou 100g de carboidratos – os de rápida digestão irão imediatamente para o sangue e aqueles que são digeridos lentamente darão energia para passar o dia – e de 30 a 50g de proteínas.
      2º erro => ingerir pouca proteína
      Chega a ser ofensivo acreditar que é excessivo comer mais de 200g de proteína por dia. Aceto explica que “a proteína é igual a um reparador de danos – quando se vai para a academia, mesmo sendo um iniciante, a fibra muscular é danificada e o ingrediente primário para a sua reconstrução é a proteína”.
      A indicação da FLEX é de que o consumo de proteína precisa ser de, no mínimo, 1g por cada 1kg de nosso peso corporal todos os dias. Para hardgainers, a proporção deve ser de 1,5g a cada 1kg, por isso, a maioria dos fisiculturistas consomem, diariamente, shakes de proteína.
      3º erro => exagerar no carboidratos simples
      Wuebben clareia que a escolha dos tipos de carboidratos deve ser feita com atenção, pois, a ingestão de muitos carboidratos simples pode resultar no aumento da gordura corpórea. A melhor opção é comer carboidratos de digestão lenta, tais como inhame, batata-doce, aveia e pães integrais. Já o consumo de carboidratos simples – pão branco, doces, açúcares – deve ser mínimo, exceto, é claro, imediatamente após o treino, quando é aconselhável ingerir entre 40 e 100g de carboidratos de rápida absorção, a fim de iniciar-se a reconstrução muscular.
      4º erro => não balancear as refeições
      Em toda refeição, é preferível que a quantidade de proteínas esteja em equilíbrio com a de carboidratos, porque, consoante pontua Aceto, um prato constituído de carboidratos excessivos trará picos de açúcar no sangue, a diminuição de energia e barreiras à queima de gordura. De outro lado, quando a proteína encontra-se presente em grande número e ausentes são os carboidratos (por exemplo, tomar somente whey protein após a malhação), os aminoácidos não serão efetivamente absorvidos pelos músculos devido à carência de insulina.
      A recomendação é de que a porção de proteína seja exatamente igual a de carboidrato, um para um (1:1), com uma moderada combinação de gordura saudável. Todavia, Chris diz que “se você tem o metabolismo acelerado, sinta-se à vontade para comer mais carboidratos”.
      5º erro => eliminar as gorduras 
      É uma questão de lógica, comer gordura pode deixá-lo gordo, mas proteína e carboidrato em excesso também, logo, batatas fritas estão fora de cogitação e a boa gordura deve ser abraçada. Alimentos como ovos, salmão, carne vermelha magra e azeite de oliva são providos de “blocos de construção” para os hormônios que regulam o crescimento e a queima de gordura.
      É um erro eliminar por completo a gordura de uma dieta, pois o organismo está contantemente procurando gordura sadia, necessária à facilitação das mudanças positivas.
      A FLEX indica o consumo de uma a três gemas de ovos por dia, de carne magra uma vez ao dia – a gordura saturada encontrada num bife elevará o nível de testosterona –, de óleo de oliva em saladas, de nozes, amêndoas e amendoins. Em resumo, de 15 a 30% dos nutrientes diários devem ser provenientes da gordura saudável.
      6º erro => indisciplina 
      O fisiculturismo não é loteria; até mesmo aqueles que são agraciados geneticamente (Ronnie Coleman, Jay Cutler, Arnol Schwarzenegger) não moldaram seus físicos da noite para o dia. Isso leva tempo e, mais do que qualquer coisa, disciplina. Chris Aceto ensina que “você tem que ser disciplinado e comer corretamente todos os dias para atingir os seus objetivos e, assim, a seu tempo, o sucesso chegará”.
      7º erro => comer muito antes de dormir
      É fato que o metabolismo torna-se mais lento à noite, já que durante o dia, as pessoas são mais ativas. E, em função disso, as calorias consumidas ao final do dia ficam propensas a serem armazenadas em forma de gordura – o que acontece verdadeira e intensamente com os carboidratos.
      Isso não significa que tem-se de pular a última refeição, é só se manter longe dos carboidratos antes de ir para a cama. O ideal, de acordo com Joe, é ingerir de 20 a 40g da proteína caseína (de lenta disgestão), provendo aos músculos um afluxo constante de aminoácidos durante o sono, o que manterá o anabolismo, não o catabolismo.
      8º erro => não ter objetivo
      Em qualquer coisa que se faça, primeiramente deve-se delinear, jamais vagamente, uma meta. O objetivo precisa ser tangível, específico, claro. Com dietas não é diferente. Apenas dizer que quer ficar grande e enxuto não basta; requer-se uma dieta nutricional diferenciada. Por que os fisiculturistas devem seguir dietas diferentes antes de uma competição e fora de temporada?
      Não adianta fixar um objetivo de ganhar 10kg de massa muscular e comer como um passarinho. Você deve comer proteínas suficientes e fazer as outras coisas necessárias ao ganho de músculos, incluindo a quantia certa de carboidratos e gorduras, bem como de suplementos alimentares.
      FONTE do artigo: Revista FLEX de dezembro de 2008
    • By Tecaa1989
      Oi galera saudável!
      Minha história é a seguinte: eu fazia ano ano retrasado milhões de atividades, muay Thai, pole dance, musculação, aula de ritmos e cuidava da dieta(low carbono) Pesava Aprox. 69-72 kgs (25% de bf)oscilando de acordo com o dia
      Tenho transtorno afetivo bipolar e cai na besteira de tomar anfepramona pra secar as gordurinhas remanescentes que nunca iam embora, tive um episódio maníaco que virou minha vida de cabeça pra baixo, tive que tomar 5 comprimidos de lítio e dois de risperidona por dia além de ansiolíticos, entrei em depressão, parei com tudo. Essa medicação já engorda horrores imagina combinada com ficar na cama o maior tempo possível, ifood e cerveja? Bem, cá estou com 99 kilos e BF de 41% depois de um ano. Comecei uma dieta basicamente nos macros com:
      150g de proteínas
      120g de carbs
      80g de gorduras
      Tudo limpo
      Caminhando 1 hora por dia e fazendo alguns exercícios em casa pois tenho uma estação, barra, alteres e caneleiras. 
      Resumo: emagreci 2kgs em um mês
      Resolvi dar o pontapé na cetogênica que já funcionou bem pra mim no passado, porém... Quero ficar gostosa (entende-se cavala) 
      Vou voltar pro muay Thai seg,quarta e sexta e fazer musculação nos mesmos dias após o treino (seria melhor alternado?)
      Tenho 1,76 e menos de 65kgs pareço doente RS
      Minha alimentação padrão na cetogênica:
       
      Café da manhã: pulo pelo JI, só uma xícara de café com adoçante (lei né?)
      Almoço: carne porção grande,
      bacon ou ovos,
      salada de verduras a vontade, 
      1 colher de legumes com pouco carboidrato
      Lanche: 1 Scoop de whey isolado + 1/2 xícara de amendoim sem casca
      Janta:
      Carne de frango ou peixe
      guacamole ou salada
      Sobremesa: 1 colher de pasta de amendoim
      Suplementação iria usar o que ainda tenho e tá na validade: glutamina, BCAA, creatina e multi que nunca parei de usar
      TREINO:
      A: extensora 4X10 + falha
      Hack machine (mesmo protocolo)
      Agachamento Smith 4X10
      Leg 45- 1X15, 1X20, 1X25, 1X30, 1X35
      Adutora (mesmo protocolo do leg)
      4 apoios 4X falha 
      Elevação de quadril 4X20
      Terra sumo + abdutora 4X15
       
      B: remada unilateral 4X10
      Rosca martelo 4x10
      Bíceps na polia 4x15
      Voador máquina 4x10
      Desenvolvimento 4x10
      Tríceps polia 4X10
      Panturrilha no Stephanie 4X40
      Abdominal simples (não vejo motivo gorda desse jeito RS) 4x40
       
      Acho que é isso, né? 
      Aceito sugestões, broncas, ajustes... 
      Ahhhh e vou tomar um Black Viper que chegou pra dar um gás na perda de peso
       
       
    • By NaBala
      Galera to fazendo um ciclo de enantato e Dianabol, estou no 5°dia usando Diana 10mg a cada 8h. Ontem  chegando do treino comi e fui tomar banho, enquanto eu tomava banho vi uma surpresa, as palmas das mãos começaram a ficar bem amareladas perto das pontas dos dedos, como se tivesse suja de ferrugem, olhei no espelho e tem umas manchinhas bem leve amareladas nos meus olhos. Suspenso o uso desde então , e isso permaneceu durante um tempo e agora pela manhã  a cor da palma da mão já está práticamente normal. Será que já deu ruim no meu fígado com apenas 5 dias de uso de Diana??  Tô pensando seriamente em suspender o uso, alguém que já usou 17aa já passou por isso, é um sintoma normal ou devo parar? Quando isso aconteceu ainda não tinha aplicado o enantato.
    • Guest .:The Phoenix:.
      By Guest .:The Phoenix:.
      CALORIAS
      Quando se fala em calorias, fala-se em energia armazenada nas ligações químicas dos alimentos . A energia química é liberada no organismo através do metabolismo dos nutrientes absorvidos pelo sistema digestório. É ela responsável por todas as atividades vitais dos seres vivos, desde o funcionamento do cérebro, a atividade muscular, os batimentos cardíacos, até o crescimento dos cabelos e das unhas. Chamamos de energéticos ou calóricos os alimentos que, quando metabolizados, liberam energia química aproveitável pelo organismo.

      Esta energia é quantificada através da unidade física denominada caloria que é a quantidade de energia necessária para elevar de um grau centígrado (de 15°C para 16°C) 1 grama de água. Por ser uma unidade muito pequena, em nutrição, costuma-se utilizar a quilocaloria, que equivale a 1000 calorias. Para simplificar, a quilocaloria também é chamada de Caloria, com "C" maiúsculo.

      Os principais alimentos energéticos são:

      Gorduras, cujo metabolismo de 1 grama libera 9 Calorias.
      Carboidratos, cujo metabolismo de 1 grama libera 4 Calorias.
      Proteínas, cujo metabolismo de 1 grama libera 4 Calorias.
      Álcool, cujo metabolismo de 1 grama libera 7 Calorias.
      Um aparte deve ser feito às proteínas, que nem sempre são utilizadas para a produção de calorias. Durante os processos de crescimento e formação de novos tecidos orgânicos, são empregadas com funções estruturais e o seu metabolismo, ao invés de liberar, acaba consumindo calorias.

      Uma das principais características dos alimentos energéticos é a de que o seu excesso não pode ser eliminado pelo organismo (ao contrário do que acontece com as vitaminas, sais minerais, oligoelementos e fibras). Todo o excedente ingerido, não utilizado nas funções metabólicas, acaba sendo armazenado na forma de gordura, causando obesidade.
×
×
  • Create New...