Ir para conteúdo
Bruna Bosco
Bruna Bosco

Termogênicos naturais e industrializados (suplementos)

O que são alimentos termogênicos?

Os alimentos termogênicos são aqueles que potencializam a termogênese processo que é regulado pelo sistema nervoso que leva à transformação da glicose e da gordura em energia.

Simplificando, são alimentos que apresentam um maior nível de dificuldade em serem digeridos pelo organismo, acelerando o metabolismo e aumentando o gasto calórico em processos que, naturalmente, já realizam essa queima.

Existem dois tipos de termogênicos: os naturais e os industrializados.

  1. Naturais: São aqueles que se apresentam da mesma forma como são encontrados na natureza, como é o caso do efeito termogênico que obtemos comendo pimenta vermelha.
  2. Industrializados: São cápsulas, conhecidas como suplementos, que contém em sua fórmula o princípio ativo do alimento termogênico.

Alimentos termogênicos naturais

Seguem os alimentos termogênicos de maior relevância. Estudos indicam que a quantidade de cada alimento é individual e deve ser feita sob orientação de um profissional.

O exagero no consumo desses alimentos pode levar ao surgimento de sintomas como dor de cabeça, tontura, insônia e problemas gastrointestinais. Hipertensos e indivíduos com problemas cardíacos devem ter uma atenção maior, pois esses alimentos podem aumentar o bati alimentos fazem os batimentos cardíacos aumentarem.

Gestantes e crianças também devem limitar o consumo de alimentos termogênicos.

  • Pimenta vermelha: As pimentas são estimulantes do apetite e auxiliares da digestão. O seu componente ativo é a capsaicina. O consumo desse aditivo aumenta a salivação, estimula a secreção gástrica e a motilidade gastrointestinal, proporcionando uma sensação de bem-estar.
  • Chá verde: É proveniente Camellia sinensis e não sofre fermentação. O chá verde é rico em polifenóis, sendo a maioria deles os flavanóis, e dentre estes ainda, predominam as catequinas.
  • Gengibre: evita a flatulência e favorece a digestão. Suas propriedades estão mais ativas na raiz fresca e não em formas de balas.
  • Mostarda: previne a formação de radicais livres no nosso organismo (antioxidante) além da sua ação termogênica.
  • Café/guaraná/chocolate amargo: O componente ativo desses dois alimentos é a cafeína. Possui ação digestiva e diurética, combate a formação de gases e estimula o sistema nervoso central. A cafeína atinge níveis máximos de 15 a 45 minutos após a ingestão e permanece ativa no organismo de três a sete horas.
  • Linhaça: é rica em fibras insolúveis, promove a saciedade, acelera a queima calórica, regulariza o intestino e combate o envelhecimento precoce.
  • Canela: Sua ação termogênica garante a contribuição para o emagrecimento. Atua com efeito antioxidante e anti-inflamatório.

Suplementos termogênicos industrializados

Os componentes principais dos alimentos termogênicos naturais são isolados e suplementos são criados a partir destes produtos. A composição desses suplementos termogênicos se alterou ao longo dos anos por conta da frequente atualização da lista de substâncias proibidas pela ANVISA. Substâncias que possuem grande atividade estimuladora do metabolismo, como a efedrina e a dimethylamylamine (DMAA), presentes em algumas marcas de termogênicos, foram proibidas no Brasil, devido ao seu elevado risco de complicações cardiovasculares.

Atualmente, os termogênicos mais utilizados são a cafeína e a sinefrina (Citrus auranthium) como substâncias termogênicas principais.

  • Cafeína – A cafeína é uma substância muito utilizada como recurso ergogênico na prática esportiva com o objetivo de retardar a fadiga, ter efeito estimulante, aumento da performance em exercício de força e aeóbicos, além de aumentar a oxidação de gorduras.

Estudos mostram eficácia na utilização de 3 a 6 mg de cafeína\kg de peso corporal. O pico de ação da cafeína ocorre 20 minutos após a sua ingestão.

Alguns produtos termogênicos chegam a fornecer mais de 800 mg de cafeína por dia, o que é mais do que o dobro da dose considerada segura. Doses muito elevadas aumentam o risco de arritmias e isquemia cardíaca.

A cafeína nos termogênicos é geralmente obtida através de pó de café, guaraná ou chá verde.

Efeitos adversos: tremor, insônia, nervosismo, ansiedade, irritabilidade, elevação da pressão, náuseas, desconforto gastrointestinal e problemas estomacais.

  • Sinefrina – A sinefrina é obtida através da Citrus auranthium, também conhecida como laranja-azeda ou laranja-amarga. A sinefrina tem sido frequentemente utilizada por pessoas que não querem fazer o uso da cafeína. Essa substancia além do efeito termogênico, também controla o apetite.

A Anvisa recomenda dose máxima de 30mg por dia, mas vários suplementos comercializados apresentam uma concentração maior na composição.

Efeitos adversos: aumento da pressão arterial, taquicardia e danos ao fígado.

Outras substâncias: chitosan, cromo, ginseng, glucomanano (Amorphophallus Konjac), L-carnitina, psyllium, erva de São João, taurina e ácido linoleico são substâncias que também são usadas na composição de alguns termogênicos, muitas vezes associadas com cafeína e/ou sinefrina. Porém estas substâncias não apresentam evidências concretas de que sejam efetivas para perda de peso ou aumento da performance atlética, e ainda podem causar efeitos colaterais, por isso é sempre importante estar atento ao rótulo.

Cuidado com o consumo de termogênicos!

Nenhum suplemento termogênico deve ser consumido sem apoio de um profissional nutricionista.  Até mesmo os produtos autorizados pela ANVISA podem causar efeitos colaterais graves se forem utilizados por indivíduos com fatores de risco para doenças cardiovasculares ou se as substâncias estimulantes estiverem em concentrações muito elevadas.



Comentários




Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma conta em nossa comunidade! É rápido, fácil e grátis!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora


  • Conteúdo Similar

    • Por Renan Eac
      Comecei um ciclo básico de oxandrolona 40mg - 80mg por 8 semanas pois obtive bons resultados no ultimo que fiz há 1 ano atrás. Estou usando a oxan da gold labs 10mg (se alguem tiver uma referencia comentar sobre o lab pfv).
      Meus exames estão ok e a dieta esta encaixada tb. Estou usando junto a creatina da universal além do whey, albumina e multivitamínico.
      Minha dúvida seria se posso acrescentar a cafeína (420 mg), o meu objetivo principal não é a redução de peso, porém minha rotina é foda, e não estou conseguindo render tanto nos treinos. Não achei relatos dessa combinação e gostaria de saber se causaria algum problema.
      Aproveito pra deixar mais uma duvida. Estou na primeira semana do ciclo e estou mandando 40mg divididos em 7hrs - 13hr- 19hr- 00h. Quando aumentar a dosagem, como consigo dividir respeitando a mv.
      Idade: 20 Peso: 75kg Altura: 1,79 Bf: 14%  
    • Por darthvader
      Fala galera hard,
      Voltando depois de algum tempo(ano passado). Estou iniciando o ciclo de Durateston com Oxandrolona. Nos meus últimos exames estava com alteração Creatinina(+), Cortisol(-), T3 e T4(-).
      Meu testosterona atual está alto, devido ter feito um ciclo de Durateston(5 semanas) e Deposteron (3 meses) antes de iniciar esse ciclo.
      Lembrando que faço acompanhamento médico e exames periódicos para o controle metabólico.
      O meu objetivo é definição muscular BF < 12. Vamos então aos números que estou atualmente:
      Idade: 31 anos Altura: 1.70 Peso: 74 Kg TMB: 1670 Dieta: Cetogênica com baixo consumo calórico BF: 18 Treino: 5x semana sem AEJ. Ciclo:
      Durateston 1x semana Oxandrolona 30mg 2x ao dia T3 10mcg / Hidrocortisona 7.5mg 2x ao dia TPC e outros:
      Anastrozol 3.6mg 1x ao dia Levotiroxina 100mcg 1x ao dia Glifage 1x ao dia Termogênico
      Efedrina com 150mg de cafeína 1x ao dia durante a semana
      Minhas preocupações são em relação aos efeitos colaterais, principalmente devido aos relatos de uso da Oxandrolona.
    • Por Duilio Maciel
      E verdade que o lipo 6 Black atrapalha os efeitos da creatina? Estou querendo tomar o lipo 6 antes do treino e a creatina logo depois do treino. O que faço?
    • Por Locemar
      A pressa por resultados nos leva a busca de atalhos para os objetivos. Apesar da importância de um planejamento alimentar adequado, parece um padrão sempre as mesmas perguntas:
      - Qual sua visão sobre o clembuterol?
      - O que acha de ioimbina?
      - O que você pensa sobre efedrina com T3?
      Existem muitas drogas para emagrecimento, desde os fármacos adrenérgicos (o maldito clembuterol e efedrina por exemplo) como também psicofármacos, geralmente supressores de apetite, como sibutramina e os fármacos que interferem na absorção de nutrientes (aqueles que fazem você cagar tudo que comeu) e também os hormônios T3 e T4. Os mais buscados no meio fitness geralmente são os tireoidianos e fármacos adrenérgicos. Entenda por que você deve fugir deles.
      Estes medicamentos que influenciam diretamente no seu metabolismo utilizam mais a sua gordura como fonte de energia. Seria ótimo se você não precisasse pagar o preço pelo uso:
      1. A frequência cardíaca aumentada pode gerar ansiedade, aumento da PA e riscos cardíacos;
      2. Estagnação: seu organismo vai se ajustar a vai estagnar a perda de gordura;
      3. Rebote violento e com requintes de crueldade: ao usar um medicamento que afeta o funcionamento do seu metabolismo, na interrupção da utilização você será vítima da "termogênese adaptativa" onde o corpo irá reduzir a sua maldita metabólica, gerando um ambiente de recuperação de peso num desesperado sinal de tentativa de armazenamento de energia. Tornando seu metabolismo ineficiente, você sofrerá para recuperar seu bom funcionamento e perder gordura novamente.
      Busque a SUSTENTABILIDADE ao atingir um resultado, ou seja, sustentar o resultado atingido. O que adianta emagrecer pra engordar de novo? Use a cabeça. No final, o tempo que você quis cortar usando estes medicamentos vai dobrar, então é mais fácil ter paciência pois esperar você vai do mesmo jeito.
      - Todo termogênico "corrompe" seu metabolismo;
      - todos tem risco à saúde;
      - com a utilização destes, você negligencia o mais importante aspecto - uma mudança de hábito saudável.
      Esqueça os atalhos.
      por Vinicuis Tonioli
    • Por Kabrunco
      Estou no processo de emagrecimento, ja perdi 14 kg com dietas e treino..ainda preciso perder uns 7pra entrar no peso "ideal" pra mim.

      Tenho 1,52 de altura
      Objetivo: Eliminar 7 kg (chegar aos 63 kg)
      Desde de Criança era um moleque gordinho, a medida que fui ficando mais velho a autoestima foi pro chão..pense: baixo e "gordinho", cheguei a pesar 84 kg, esse ano fiz dieta da LowCarb e consegui emagrecer..porém assim como toda dieta o corpo estabilizou no 70 kg, resolvi usar o Black viper da dragon pharma..comecei na segunda-feira dia 13/11/17. O Suplemento é top..ja fiz uso no passado de outros suplementos mas nada igual a este. 30 minutos após sinto meu corpo acelerar, suar muito mais que o normal, foco e força estão melhores. Tive um efeito colateral no inicio de náuseas, por 2 vezes quase chamei o "raul" na academia (rsrs) hoje ja não sinto mais. Pode ser até impressão minha, mas ja sinto diferença em relação a medidas corporal, só vou conseguir fazer a avaliação física na sexta dia 24/11. Pretendo sim perder bem a gordura corporal e ganhar massa magra.
      Pretendo pelo menos 1 vez por semana estar escrevendo como está o desempenho e estou feliz por contar isso aqui




×
Esta popup será fechada em 10 segundos...