Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Melhor suplemento para ganhar massa muscular



Melhor suplemento para ganhar massa muscular

Afinal, qual é o melhor suplemento alimentar para se ganhar massa muscular? Saiba que o melhor suplemento do mundo não será responsável pelo aumento de massa muscular ou hipertrofia. São vários os fatores responsáveis pela hipertrofia:

  • treino intenso;
  • alimentação adequada (sem uma boa dieta não adianta usar suplementos);
  • descanso (dormir bem);
  • evitar excesso de álcool e balada;
  • evitar excesso de aeróbico.

Observados todos esses fatores de rotina diária de vida, os suplementos podem ser incluídos na dieta para otimizar o ganho de massa muscular. Os suplementos mais indicados são:

  • hipercalóricos;
  • whey protein;
  • creatina;
  • albumina;
  • bebidas esportivas.

Fonte:
GUIDO, Giovana. Suplementos para ganhar massa muscular. Youtube, 29 jun. 2011. Disponível em <https://youtu.be/m7kBW6nsKGo>. Acesso em: 13 mar. 18.

ou para curtir

Publique seu conteúdo como colaborador


Comentários

Comentários Destacados

Em 13/03/2018 em 23:52, fisiculturismo disse:

Em nossa opinião os melhores seriam:

  • whey protein;
  • multivitamínicos e minerais;
  • ômegas;
  • creatina;
  • glutamina.

Mas se meu gasto diario sao por exemplo 3500cal e em minha dieta saudavel estou consumindo 3600 com comida sem tomar nada,eu nao poderia tomar 400 cal de um hipercalorico p/ fexar 4000 p/ai sim consumir mas do q estou gastando?Pois o conceito deganhar massa nao e consumir mas do q gasta?Principalmente quem nao pode pagar num whey pois os mas baratos sao de 80 a 100 reais, e o hipercalorico sao mais baratos

ou para curtir

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
  • Administrador
3 horas atrás, Alan184 disse:

Mas se meu gasto diario sao por exemplo 3500cal e em minha dieta saudavel estou consumindo 3600 com comida sem tomar nada,eu nao poderia tomar 400 cal de um hipercalorico p/ fexar 4000 p/ai sim consumir mas do q estou gastando?Pois o conceito deganhar massa nao e consumir mas do q gasta?Principalmente quem nao pode pagar num whey pois os mas baratos sao de 80 a 100 reais, e o hipercalorico sao mais baratos

Você pode optar por um hipercalórico caseiro se a grana estiver curta e se quiser continuar apenas com alimentos menos processados:

 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma conta em nossa comunidade! É rápido, fácil e grátis!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora

  • Conteúdo similar

    • Por Alice Oliveira S.
      Estava assistindo ao vídeo do médico Samuel sobre o ovo e lá ele comenta que a creatina pode aumentar o DHT e aumentar a queda de cabelo:
      Isso é verdade?
    • Por Rafaela Pereira
      eu tenho 1,60 e peso 46, sou magra e tenho a cintura fina mas queria que meu quadril fosse mais largo, então pesquisei sobre, fiquei sabendo que só tinha dois jeitos, fazendo cirurgia ou engordando, então eu queria tomar o hipercalórico para engordar e ficar com o quadril maior, mas continuaria fazendo exercício, de perna e para manter a cintura, adiantaria ?? o meu quadril ficaria mais largo??
    • Por Pedro Alvim Neto
      O que é creatina
      A creatina é um dos suplementos alimentares mais vendidos no mundo. É uma substância composta por 3 aminoácidos:
      arginina; glicina; metionina. Como é produzida a creatina
      A creatina é originalmente sintetizada no fígado e no pâncreas, e pode ser encontrada em pequenas proporções nas fontes de proteínas animais, tais como:
      peixes; frango; carne vermelha. Para que serve a creatina
      A suplementação de creatina é uma excelente estratégia para pessoas que fazem treinamento de força, corredores de 100 metros, e nadadores de 50 ou 100 metros. A creatina vai repor os estoques do sistema fosfato (ATP-CP). Esse sistema tem duração máxima de 10 segundos. 
      Na musculação, é muito importante a utilização da creatina na fase do bulking, que é a fase em que o atleta quer aumentar a massa muscular.
      O que influencia no estoque de creatina
      Os fatores que influenciam no armazenamento e absorção da creatina no organismo são:
      os tipos de fibra muscular, sendo as fibras de contração rápida aquelas que confere força muscular. São elas as mais beneficiadas pela creatina; a idade: o envelhecimento do indivíduo reduz a quantidade de fibras de contração rápida; o tipo de treinamento: treinamento anaeróbico por utilizar o metabolismo anaeróbico favorecendo um aumento das fibras de contração rápida; a dieta consumida: é impossível obter quantidades suficientes de creatina nos alimentos para obtenção dos resultados esportivos (é necessária a suplementação para esse fim). Vegetarianos apresentam menores quantidades de creatina plasmáticas. Macronutrientes como carboidratos, aumentam o pico de insulina, que aumenta a atividade do transporte ativo secundário, favorecendo a entrada de creatina no meio intracelular. Benefícios da creatina
      Os benefícios que a creatina pode trazer são:
      aumento de massa magra; aumento de força muscular; aumento de quantidade de água intracelular; aumento dos estoques de glicogênio; aumento das cadeias de miosina das fibras tipo 1 e tipo 2; aumento na expressão de RNAm e no fator de regulação miogênica 4 (que induz o aumento da miosina); redução na degradação protéica; aumento na expressão gênica e a ativação de células satélites envolvidas na resposta hipertrófica. Como tomar a creatina (ciclos)
      As doses recomendadas dependem do protocolo que você irá utilizar.
      1. Primeiro protocolo (Hultman et al, 1996):
      Dose de sobrecarga: 0,3g de Cr/kg peso/dia - (duração de 5 dias); Dose de manutenção: 0,03g de Cr/kg peso/dia - (duração de 28 dias). 2. Segundo protocolo (Hultman et al, 1996):
      3g/dia - (duração de 28 dias - aumenta em 20% a quantidade total de creatina muscular). 3. Terceiro protocolo (Pearson et al, 1999):
      5g/dia - (durante 10 semanas). 4. Quarto protocolo (Burke et al, 2000):
      0,1g/kg de massa corporal magra/dia - (durante 21 dias). Período de washout com creatina
      A suplementação com creatina deve obedecer a um período de "washout" ou "limpeza" (Febraio et al, 1995; Volek et al, 1997; Maganaris CN, Maughan RJ, 1998). São necessários 28 a 30 dias após o término da suplementação de creatina para que os estoques musculares totais de creatina voltem aos níveis basais (níveis normais sem suplementação).
      Preços da creatina
      A creatina é um suplemento muito barato. Com a presença de marcas que vendem diretamente ao consumidor, tais como a New Nutrition e a Growth Supplements, é possível adquirir 100 gramas de creatina monohidratada por menos de R$ 20,00, com o selo CREAPURE (produto de origem alemã).
      REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:
      ARAZI, Hamid. Et al. Effects of three, five and seven days of creatine loading on muscle volume and functional performance. Serbian Journal of Sports Sciences, Rasht, v. 5, n. 3, p. 99- 105, jan. 2011.
      COOPER, Robert. Et al. Creatine supplementation with specific view to exercise/ sports performance: an update. Journal of the International Society of Sports Nutrition, v. 9, n. 33, jul. 2012
      CRIBB, Paul J. et al. Effects of Whey Isolate, Creatine and Resistance Training on Muscle Hypertrophy. American College of Sports Medicine, Launceston, v. 39, n. 2, p. 298- 307, fev. 2007.
    • Por Emanuel Araujo Lucas
      Opa, tudo bom? Então, eu tenho 16 anos e comecei a fazer academia à 2 meses e meio e recentemente eu ganhei 2 suplementos, 1 de creatina e 1 BCAA, gostaria de saber se é recomendado eu tomar ou não. Faço musculação 2 vezes por semana e cross fit 3 vezes.
    • Por fisiculturismo
      Existem muitos estudos sobre a ingestão de Whey Protein no pós-treino que indicam que quantidades superiores e 20 gramas não trariam qualquer benefício em termos de síntese protéica.
      No entanto, existem poucos estudos nos mesmos moldes envolvendo a ingestão de carne vermelha. Um estudo envolvendo 35 homens de meia idade foi realizado para analisar a ingestão de 0g, 57g (12g de proteína), 113g (24g de proteína) ou 170g (36g de proteína) de carne vermelha (com 15% de gordura).
      Quando houve a ingestão de 170g de carne a síntese protéica foi mais elevada, resultando em maior anabolismo. Ao contrário dos estudos envolvendo a Whey Protein, onde se encontrou um limite de 20g para efeitos anabólicos, no caso da carne, quanto maior o consumo, maior o efeito anabólico (respeitado o limite do estudo de 36g).
      Acredita-se que a menor quantidade de leucina na carne (1.7g), em comparação com a whey (8g), seja o motivo dos efeitos positivos de doses maiores.
      Fonte:
      Beef Up!. FLEX, pp. 114, maio de 2013.
Madrugão suplementos

Não jogue dinheiro fora

Compre suplementos bem mais baratos com o cupom de desconto do FISIculturismo.com.br

Clique aqui para obter seu cupom



×
×
  • Criar novo...