Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Crescendo seco - Propi + Trembo + Stano + Clemb + furosemida


asttoufo
 Compartilhar

Post Destacado

Objetivos do ciclo:

 

Boa galera, ciclo novo que irei fazer, irei buscar as paradas pessoalmente no PY, entao ainda posso escolher marcas e dosagens a vontade

Objetivo: Crescer mais seco, mantendo ou diminuindo mais

 

Bagagem de ciclos : 2

 

Primeiro ciclo mandei dura e deca de praxe, segundo mandei enantato (dragpharma) + Stano (lander) 7 semanas ambas drogas, estou precisando de algumas dicas para a montagem desse novo ciclo

 

Ciclo:

 

Propi 100mg 1-8 DSDN ou Dura 250mg 1-8 2x/semana - (comentários: nunca tomei propi, mas eu sempre venho preferindo dura por me dar melhores ganhos e deixar a libido excelente, propionato eleva legal a libido também?)

 

Trembolona 100mg 1-8 ou 4-10 DSDN e aumento 2 semanas de testo? Outra coisa substituir o acetato pelo enantato? para diminuir picadas e não ter o famoso efeito trem cough do acetato? Dai sairia o DSDN para 2x semana

 

Stano 100mg DSDN mesma coisa que a trembo?

 

Minha exp com stano mandei dsdn por 7sem e tive excelentes ganhos principalmente e força, vocês acham que devo manter a stano ou jogo apenas trembo? Meu ciclo com stano acabou a pouco tempo coisa de 4 meses

 

Galera sobre marcas deixem suas opiniões, como irei buscar no py não sei ae por lá irei achar USP RWR ou outros Labs under, mas lander é certeza hahaha, stano pegaria lander mesmo só fica a dúvida quanto ao propi e a trembo, caso eu use a dura eu pego de farmácia mesmo

 

 

Proteções:

 

Padrão: HCG - Silimarina e tamox 10-20mg intra ciclo em caso de sensibilidade, algo mais?

 

Protocolo de TPC:

 

Clomid e Tamox padrão

 

Clemb e furosemida: Clemb 15 on 15 off, no off entra furosemida ou mando desde o inicio? Intra ciclo ou pós?

 

Dados:

 

Tempo de treino: 3 anos

Idade: 22

Altura: 1,78cm

 

Dados do início do ciclo:

 

Peso: 80kg

Braços: 40 Esq 40,5 Dir

Cintura: 78cm

Pernas: (59) Esq (60) Dir

Bf%: 10-11%

 

Dieta:

 

Dieta se baseia em 4-5 alimentos apenas, que são: Frango, granola, macarrão, batata doce e leite 

 

Sou adepto a IIFYM, faço de 3 a 4 refeições/dia, final do dia tento bater 300g proteína, 250g de carboidrato e 150g de gordura, calorias são de 3.500kcal

 

Geralmente faço refeições as 14h, 18h e 22h, as vezes faço outra de manha as 9h-10h

 

Suplementação se baseia em creatina e aminoácidos veterinários, Glicopan e Creatina Vetnil JCR para os mais chegados, e também tomo Vitagold Potenciado que é vitaminas A B C D E e do complexo B

 

Bom vamos para o treino agora

 

Estou fazendo um treino específico, já tem 4 semanas que se chama MAX-OT (Maximum muscle overload in the minimum amount of time!), que se baseia em maximo de carga para pouca repetiçao, já vinha fazendo o básico ABC 8-10reps há um bom tempo, entao decidi mudar e estou gostando muito

 

Segunda : Peito e biceps

Terça : ombro e triceps

Quarta : costas e perna

 

Cargas atuais: 

Peito supino = 50kg cada - Bíceps rosca barra = 25kg

Costas frente e nuca = zero sempre 100kg +- - tríceps = idem

Perna agachamento = 55kg - Ombro desenvolvimento = 35-40KG 

1548101_531904686924399_493026017_o.thum

WhrlKno.thumb.jpg.c93fbdb95851c4ed0c1c83

Ficou grande demais, mas é basicamente isso, ciclo quase pronto só algumas duvidas mesmo

Espero grandes resultados

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Tudo sobre esteroides

Curso sobre esteroides anabolizantes!

Domine o uso de esteroides neste curso de 8 módulos do médico Dr. Luiz Tintore

Clique aqui para conhecer

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma conta 100% gratuita!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora
 Compartilhar

  • Conteúdo similar

    • Por DRP310787
      Olá galera sou novo aqui , tenho 34 anos , 1,73 e 88kg . Ex praticante de jiu jitsu /profissional. 
      Porém estou parado a algum tempo sem treinar , meu contato com esteroides , foram o famoso Mdrol e na época algumas aplicações de medicamentos para cavalo (equibust) *acho que é assim que se escreve .
       
      Iniciei um ciclo novo hoje , já venho treinando moderadamente há 1 ano , detalhe (eu sei treinar) 
      Porém meu ciclo consiste em ...
      1- 10 semanas . 500ml / durateston semanal
      1- 5 semanas . 40mg / dianabol por dia 
      1- 5 semanas . 100mg / silimarina
      *após 10 semana ... uso de testosterona o ano inteiro . 250ml por semana . Até o próximo ciclo.
      Gostaria de sugestões de vcs a respeito dos protetores fora a silimarina , para utilizar ,  em qual momento entrar com o anastrazol? Enfim é demais colaterais caso apareça... 
      E de fato se estou no caminho certo . Não quero competir quero apenas por um shape bacana em dois anos .
      Abaixo segue meu shape atual . Obrigado .


    • Visitante Anônimo
      Por Anônimo
      Boa tarde pessoal! Vim aqui relatar meu ciclo e saber a opinião de vocês (no ciclo e no que eu poderia adicionar a ele).
      Esse será meu terceiro ciclo. Já usei anteriormente:
      Oxandrolona 15mg/dia + Boldenona 100mg/sem – Durante 10 semanas
      Oxandrolona 15mg/dia + Primobolan 100mg/sem – Durante 10 semanas
      ● Meus ciclos sempre são em fase de cutting, pois tenho mais dificuldade em secar
      ● Todos os ciclos tive bons resultados em ganhos, mas nunca consegui chegar ao meu objetivo em definição
      ● Geralmente tenho poucos colaterais (acredito que pelas baixas doses)
       
      DADOS:
      Idade: 26
      Tempo de treino: 9 anos - Sendo apenas os últimos 5 anos com dieta e treinos regrados. (Parei durante alguns meses nesse meio tempo para cirúrgia de joelho e silicone)
      Peso: 65kg - bf 16 %  (Em 01/10/2021)
       
      Circunferências:
      Ombro
      98cm
      Cintura
      68,5cm
      Quadril
      99cm
      Coxa direita
      58cm
      Coxa esquerda
      57cm
      Panturrilha direita
      39cm
      Panturrilha esquerda
      38,5cm
      Braço direito
      29cm
      Braço esquerdo
      29cm
      Antebraço direito
      26cm
      Antebraço esquerdo
      26cm
      Observações:
      ● Minha perna direita é menor do que a esquerda devido a cirurgia no joelho. Desde então não conseguir recuperar e não tenho muita força e mobilidade nessa perna. Então tento sempre compensar fazendo exercícios unilaterais e uma séria a mais na perna direita.
       
      DIETA:
      PRÉ CAFÉ:
      Multivitamínico
      Vitamina C
      200mg de Silimarina + 50mg de metionina
      5g de glutamina
      1ª REFEIÇÃO
      CAFÉ DA MANHÃ:
      30g de tapioca
      3 ovos
      20g de mussarela
      25g de leite ninho
      2ª REFEIÇÃO
      COLAÇÃO:
      150mL de yogurt zero
      140g de melão
      10g de aveia
      10g de chia
      3ª REFEIÇÃO
      ALMOÇO:
      130g de arroz branco
      100g de peito de frango
      1 concha de feijão carioquinha
      1 colher de sopa de azeite
      4ª REFEIÇÃO
      LANCHE DA TARDE:
      2 fatias de pão 100% integral
      40g de frango
      30g de creme de ricota
      20g de mussarela
      5ª REFEIÇÃO
      LANCHE PRÉ-TREINO:
      50g de banana prata
      20g de pasta de amendoim
      15g de aveia
      1 ovo
      6ª REFEIÇÃO
      PÓS TREINO:
      1 dose de whey
      50g de banana prata
       
      7ª REFEIÇÃO
      JANTAR:
      120g de batata inglesa
      120g de linguado ou 5 ovos
      100g de abacaxi
      ANTES DE DORMIR
      100mg de 5 HTP
      5mg de melatonina
      200mg de Gaba
      Observações:
      ● Dieta feita por nutricionista especialista em esporte e bodybuilding
      ● Mínimo de 4L de água por dia
      ● Salada e legumes (selecionados) a vontade
      ● Dieta com aproximadamente 1.930 kcal
      ● Meu TBM fica em torno de 2.100 kcal. Ou seja, déficit calórico de aproximadamente 201kcal (sem contar com o déficit de exercícios)
      ● Caso não veja muitos resultados na definição, vou pedir para o nutri baixar mais as calorias
       
      TREINO: 
      A – Quadríceps, panturrilha e abs (Segunda e quinta)
      B – Posterior de coxa e glúteo (Terça e sexta)
      C – Superiores (Quarta e quando consigo treinar aos sábados)
      Observações:
      ● Faço superiores tudo junto para diminuir o volume de treino, pois tenho grande facilidade de ganhar volume neles.
      ● Jogo futevôlei na praia pelo menos 2 a 3x por semana (Durante + ou – 1hr30min) antes de ir para a academia. Nesses dias, tomo 20g de palatinose intra-treino pra ter mais energia durante o treino.
      ● 1 hora de AEJ todos os dias – Caminhada leve
      ● Acrescentando os AEJ diários e o futevôlei, acredito que meu déficit calórico esteja bem maior do que o calculado no TBM
       
      PROTOCOLO:
      1 – 12 semanas – Oxandrolona 10mg/dia = 70mg/sem (Iniciado em: 11/10)
      2 - 12 semanas – Masteron 30mg/dia sim dia não = 100 - 120mg/sem (Depende de quantas aplicações faço na semana) (Iniciado em: 20/10)
      13 – 16 semanas – Oxandrolona 5mg/dia = 35mg/sem (Iniciará em 27/12)
      1 – 16 semanas – Silimarina 200mg + Metionina 50mg 
      TPC:
      17 – 20 semanas – Tamoxifeno – 20mg/dia
      Observações:
      ● Decidindo se encaixo ou não o clembuterol no meio/final do ciclo. Gostaria da opinião de vocês! (Já usei uma vez, porém sem ciclo em esteróides. Tive poucos colaterais e resultado moderado, mas mantive doses bem baixas - cheguei ao máximo de 2mL/dia)
      ● Duvida também se faço a TPC, ou se vou baixando as doses de tudo (masteron e ox), ate zerar a taxa
       
      OBJETIVOS DO CICLO:
      ● Não tenho objetivo de peso. Mas claro que quanto mais massa magra, melhor.
      ● Baixar o máximo que eu conseguir do BF (Gostaria de chegar a uma % que se possível, aparecessem os gominhos do ABS rsrs)
       
      FOTOS FEITAS ANTES DE INICIAR O CICLO:



    • Por Thiago Carneiro
      Winstrol® é o nome comercial mais conhecido da droga estanozolol. O estanozolol é um derivado da diidrotestosterona. Ela foi alterado quimicamente para que as propriedades anabólicas (construção de tecidos) do hormônio sejam majoradas e sua atividade androgênica minimizada.
      O estanozolol é classificado como um esteroide anabólico e possui forte efeito anabólico e fraco efeito androgênico, numa das melhores proporções entre os agentes comercialmente disponíveis. Ele não pode ser aromatizado em estrogênios. É notável a sua capacidade em promover o crescimento muscular sem retenção de água, o que o torna altamente desejado por fisiculturistas em cutting e por atletas de competição.
      O estanozolol foi descrito pela primeira vez em 1959. Foi desenvolvido como medicamento pelo laboratório Winthrop, na Grã-Bretanha. Foi oficialmente lançado no mercado de medicamentos prescritos nos EUA em 1962, sob a marca Winstrol®.
      Era prescrito para uma variedade de finalidades médicas, incluindo a indução do apetite e ganho de tecido magro, em casos de perda de peso associada a muitas doenças malignas e não malignas. Também era prescrito para preservação da massa óssea em razão de osteoporose, para crianças com insuficiência de crescimento, e como anticatabólico durante a corticoterapia prolongada, ou para pacientes em pós-operatórios e em pós-traumáticos (queimaduras, fraturas), e até mesmo para tratar debilidade em idosos.
       O controle do FDA sobre o mercado de medicamentos prescritos ficou mais restrito em meados da década de 1970, e os usos indicados para o Winstrol® logo diminuíram.
      Durante esse tempo, o FDA considerava o Winstrol® como “provavelmente eficaz” como terapia adjuvante para o tratamento da osteoporose e para o tratamento do nanismo com deficiência hipofisária.
      O Winstrol® como agente terapêutico permaneceu sendo legalmente vendido nos EUA durante as décadas de 1980 e 1990, época em que muitos outros esteroides anabolizantes estavam desaparecendo do mercado.
      O estanozolol também foi promissor durante esse período para melhorar as concentrações de glóbulos vermelhos, combater o câncer de mama e (mais recentemente) tratar o angioedema, um distúrbio caracterizado pelo inchaço dos tecidos subdérmicos, muitas vezes com causas hereditárias.
      A Winthrop passou por uma série de mudanças corporativas durante a década de 1990, incluindo uma fusão em 1991 com a Elf Sanofi, para formar a Sanofi Winthrop.
      A Sanofi Winthrop continuou a vender Winstrol® nos EUA por aproximadamente mais 10 anos, até o momento em que a droga foi descontinuada por "problemas de fabricação".
      Em 2003, os direitos do Winstrol® foram oficialmente transferidos para a Ovation Pharmaceuticals. O Winstrol® continua sendo um medicamento aprovado no mercado farmacêutico dos EUA, embora não esteja sob produção ativa pela Ovation.
      Todas as formas de Winstrol® estão atualmente indisponíveis nos EUA, embora a marca Winstrol® permaneça disponível na Espanha. Inúmeras outras marcas e formas genéricas do medicamento são produzidas em outros países, tanto no mercado de medicamentos para uso humano, quanto veterinário.
      A composição e dosagem podem variar de acordo com o país e o fabricante.
      O estanozolol foi originalmente desenvolvido como um esteroide anabolizante oral, contendo 2 mg de medicamento por comprimido (Winstrol®). Outras marcas geralmente contêm 5 mg ou 10 mg por comprimido. O estanozolol também pode ser encontrado em preparações injetáveis (Winstrol® Depot). Estas são mais comumente suspensões à base de água contendo 50 mg/ml de esteroide.
      O estanozolol é uma forma modificada de dihidrotestosterona, com as seguintes diferenças:
      adição de um grupo metil no carbono 17-alfa para proteger o hormônio durante a administração oral; ligação de um grupo pirazol ao anel A, substituindo o grupo 3-ceto normal (isso dá ao estanozolol a classificação química de um esteroide heterocíclico). Quando visto à luz da 17-alfa metildi-hidrotestosterona, a modificação do anel A no estanozolol parece aumentar consideravelmente sua força anabólica, enquanto reduz a sua androgenicidade relativa.
      O estanozolol tem uma afinidade de ligação relativa muito mais fraca para o receptor de andrógeno do que a testosterona ou a diidrotestosterona.
      Ao mesmo tempo, ele exibe uma meia-vida muito mais longa e menor afinidade para proteínas de ligação do soro em comparação. Essas características (entre outras) permitem que o estanozolol seja um esteroide anabolizante muito potente, apesar de sua afinidade mais fraca para a ligação ao receptor.
      Estudos recentes também confirmaram que seu modo primário de ação envolve a interação com o receptor de andrógeno celular. Embora não totalmente elucidado, o estanozolol pode ter propriedades adicionais (algumas potencialmente únicas) em relação ao antagonismo do receptor de progesterona, local de ligação de glicocorticóide de baixa afinidade interação e atividades independentes AR / PR / GR (receptor androgênico / receptor progestínico / receptor gonadotrófico).
      Em doses terapêuticas, o estanozolol não tem atividade progestacional significativa. O estanozolol é conhecido por suprimir fortemente os níveis de SHBG (globulina ligada ao hormônio sexual). Este traço é característico de todos os esteróides anabólicos e androgênicos, embora sua potência e forma de administração tornem o Winstrol® oral particularmente eficaz nesse aspecto.
      As proteínas de ligação ao plasma, como SHBG, agem para restringir temporariamente os hormônios esteroides de exercerem atividade no corpo e reduzem a porcentagem disponível de esteroide livre (ativo).
      O estanozolol oral pode ser útil para fornecer uma maior porcentagem de esteroides não ligados no corpo, especialmente quando tomado em combinação com um hormônio que é mais avidamente ligado por SHBG, como a testosterona.
    • Por Thiago Carneiro
      O princípio ativo do estanozolol oral (em comprimidos ou tabletes) é a mesma do estanozolol em forma injetável. Inclusive, a forma injetável do estanozolol também pode ser administrada por via oral.
      Para mais informações, consulte estanozolol injetável.
    • Por AleDFC
      Pessoal, sou nova por aqui. Tenho 45 anos e treino há 8. Sempre fui bem gorda e em 1993 cheguei no auge com mais de 120kg. 
      Ano passado, após ver que, mesmo treinando corretamente, os ganhos aparentes tinham estagnado, optei por procurar um médico e iniciar o uso de anabols.
      Comecei em janeiro com 50mg de testo 1x por semana (tomo até hoje) e 10mg por dia de oxadrolona. Fiz isso por dois meses e meio. Após esse período parei a oxan e passei para 10mg de Stano junto com a testo. 

      Segunda tenho nova consulta. Bom, o resultado no corpo foi visível, como podem ver nas fotos abaixo, porém minha voz engrossou bastante após o stano, assim como o crescimento de pelos e espinhas no queixo. Nada muito absurdo (os pelos e as espinhas), mas já perto do limite. 

      Minha dúvida é: Acredito que ele pare com o Stano (essa é a minha vontade). Pela experiência de vcs, essa será a hora de dar uma pausa no ciclo ou entrar com outra droga? Meu nutri me falou da Deca, porém realmente tenho medo de virilizar demais.

      Hoje o maior incômodo são os membros inferiores, onde ainda tenho bastante flacidez. Continuo treinando muito e com uma dieta digamos que 80%.



×
×
  • Criar novo...