Ir para conteúdo
Lh6

Enantato e boldenona

Avalie este tópico:

Post Destacado

E aí galera do fórum. 

Estou na terceira semana do meu ciclo. Enantato 300mg, boldenona 300mg, não estou com dosagens fixas, ex: 600mg semana. Vou alterando o protocolo conforme o Sheipe responde(aumento ou mantenho a dose )Período é de 12 semanas. Iniciei estava pesando 89kg ,13%bf, altura 1,88. 

No termino da segunda semana senti uma sensibilidade no mamilo, porém entrei com o tamox, minha maior dúvida é sou muito ansioso, e venho perdendo  sono, principalmente nos 2 dias após a aplicação isso é normal ? Nunca tive nem um tipo de

problema de saudade, ressenti fiz exames e estavam tudo ok , incluindo coração , rins, colesterol etc.. venho tendo dificuldade em respirar fundo e uns formingamento, me disseram que é pelo fato de eu ser muito ansioso. Gostaria de algumas dicas para melhorar isso, sem remédios por favor rsrs. E eu não corro risco de ter AVC , essas parada assim né ? A sobre a tpc, por mais que insistam em dizer que so devo mandar o tamoxifeno, vou  insistir nas pesquisas para usar o hcg , maior medo de todas é que pare o saco rsrs qualquer dúvida eu esclareci valeu 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
5 horas atrás, Lh6 disse:

E aí galera do fórum. 

Estou na terceira semana do meu ciclo. Enantato 300mg, boldenona 300mg, não estou com dosagens fixas, ex: 600mg semana. Vou alterando o protocolo conforme o Sheipe responde(aumento ou mantenho a dose )Período é de 12 semanas. Iniciei estava pesando 89kg ,13%bf, altura 1,88. 

No termino da segunda semana senti uma sensibilidade no mamilo, porém entrei com o tamox, minha maior dúvida é sou muito ansioso, e venho perdendo  sono, principalmente nos 2 dias após a aplicação isso é normal ? Nunca tive nem um tipo de

problema de saudade, ressenti fiz exames e estavam tudo ok , incluindo coração , rins, colesterol etc.. venho tendo dificuldade em respirar fundo e uns formingamento, me disseram que é pelo fato de eu ser muito ansioso. Gostaria de algumas dicas para melhorar isso, sem remédios por favor rsrs. E eu não corro risco de ter AVC , essas parada assim né ? A sobre a tpc, por mais que insistam em dizer que so devo mandar o tamoxifeno, vou  insistir nas pesquisas para usar o hcg , maior medo de todas é que pare o saco rsrs qualquer dúvida eu esclareci valeu 

Viva amigo seja bem vindo.

O melhor remédio para a ansiedade é praticar meditação.

Como está na 3 semana eu aconselharia a começar a usar hcg 250ui de 4 em 4 dias.

Outra coisa que podia e devia fazer era trocar o tamoxifeno pelo anastrozol, pois o tamoxifeno interfere com os ganhos. Só caso essa sensação nos mamilos perdure e fique pior então aí sim deve usar tamoxifeno.

Quanto a tpc o melhor é jogar pelo seguro e fazer SERMS. Boa sorte

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe nos comentários

Você pode postar agora e se registrar em seguida. Se você já tem uma conta, entre agora para postar pela sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Only 75 emoji are allowed.

×   O link foi incorporado automaticamente.   Exiba como um link normal

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


  • Conteúdo Similar

    • Por rafitness
      Aqui estou eu dnovo pra mais um ciclo, e dessa vez quero volume, quero peso kkkkkkkkkkkkkk
      Gente, na verdade eu quero muitooooo um quadríceps legal, pois já percebi que o meu acúmulo de gordura só fica nas coxas e no posterior, e eu preciso mudar isso. Enfim:
      Idade: 30 anos
      Altura: 1,63
      Peso: 58,5
      Medicações em uso (Anticoncepcional, etc...): Nenhuma
      Problemas de Saúde: Não 
      Tempo de treino: 5 anos
      Ciclos FEITOS com dose e tempo: Oxandrolona Landerlan 5mg por 5 semanas, depois aumentei pra 10mg por 3 semanas e + uma semana com 5mg
      Ciclo PROPOSTO com Aes (Marca) dose e tempo: Enantato de Testosterona Landerlan + Decanoato de Nandrolona Landerlan (preciso da ajuda com a dose e o tempo) E se tudo der certo começarei amanhã 24-10-19
      Divisão de treino e horário do mesmo:
      Segunda: Inferiores com foco em quadríceps
      Terça: Peito, Ombro e tríceps
      Quarta: Costas, Bíceps
      Quinta: Inferiores com foco em posterior e glúteo
      Sexta: Ombro, bíceps e tríceps
      Abdominais: 3x na semana
      Hit ou Caminhada: 4/5 vezes na semana
      Dieta: Depois do ciclo eu tenho seguido essa mesma dieta que o @Apollo Galeno já havia me passado qd tava usando a Oxan. Mas queria mudanças!
      - Primeira refeição:(07hs)
      100g de mamão + 40g de aveia + 4 ovos inteiros omelete + 1 xicara de café
      - Segunda refeição e pré treino(10:30hs)
      150g de arroz integral + 100g de carne moída ou 100g de frango desfiado +1 xicara de café de 150ml antes de treinar 10 minutos antes.
      - Pós treino dentro da academia= 2 bananas
      - Pós treino e almoço:
      150g de arroz integral  + 70g de feijão + 120g de carne ou frango + salada de cor verde ou de cor laranja a vontade (obrigatório) + 1 colher de sopa de azeite extra virgem
      - Lanche:
      150 ml de iogurte natural + 30g de aveia
      - Jantar:
      100g de arroz integral + 70g de feijão + 120g de carne ou frango + salada de cor verde ou de cor laranja a vontade (obrigatório)
      - CEIA
      3 ovos inteiros + 1 colher de sopa de pasta de amendoim integral + 1 copo de suco de uva integral
       
      Mais uma vez estou aberta pra seguir a ajuda de vocês <3333
       






    • Por Locemar
      Este tópico tem o intuito de informar sobre diversos estudos com o medicamento Finasterida, usado para tratar queda de cabelo e geralmente usado durante ciclos de hormonios para prevenir a queda.
       
       
      Infertilidade masculina associada ao uso de finasterida
      "A finasterida é um potente e específico inibidor da enzima 5a-redutase em homens. Estudos clínicos demonstraram que finasterida 1mg/dia diminui a progressão da queda e aumenta o crescimento do cabelo em homens que sofrem de queda de cabelo hereditária. Por sua influência no metabolismo dos andrógenos existe uma preocupação a respeito do seu uso, principalmente em pacientes em idade fértil. Neste trabalho são descritos 3 casos de pacientes jovens, que apresentaram piora do espermograma durante o uso continuado de finasterida 1mg revertida após a suspensão do mesmo. Dois deles tinham varicocele unilateral e o terceiro era obeso. Aparentemente o tratamento com finasterida promoveu alteração significativa na qualidade seminal. Pode-se especular que talvez a finasterida por si só não traga alteração para a espermatogênese como reportado por Overstreet et al. (1999), mas que em pacientes de risco com possíveis causas de infertilidade associadas, possa ocorrer a amplificação da influência deletéria da finasterida. Estudos futuros devem ser realizados para esclarecer a influência da finasterida nestes pacientes."
      http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0041-87812004000400009
       
      Influência da Finasterida no desenvolvimento do câncer de próstata
      "Finasteride previne ou retarda o aparecimento de câncer de próstata, mas este possível benefício e um risco reduzido de problemas urinários devem ser pesados contra os efeitos colaterais sexuais e aumento do risco de câncer de próstata de alto grau."
      http://www.nejm.org/doi/full/10.1056/NEJMoa030660
       
      Finasterida e disfunção erétil
      "Estudos recentes com baixo grau de evidência descreveram 92% de disfunção da ereção após seu uso, o que preocupa a mídia e o meio médico. Analisando-se estudos cegos randomizados placebo-controlados, a incidência média da referida disfunção foi 15% vs. 6% em controles de usuários de finasterida 5 mg para hiperplasia prostática benigna e 4% vs. 2% em homens jovens com uso de finasterida, 1 mg, para alopecia androgenética. A maioria dos casos foi reversível mediante descontinuação da droga ou não. A prevalência da disfunção aumentou com a idade, presença de manifestações de obstrução urinária e fatores de risco cardiovascular. No total, o uso cego de finasterida aumentou discretamente o risco relativo de disfunção da ereção, possivelmente por interferência sutil na produção de óxido nítrico pelo corpo cavernoso após redução de di-hidrotestosterona, que poderia potencializar outras causas de menor biodisponibilidade de óxido nítrico e disfunção endotelial. Entretanto, quando o aconselhamentomédico sobre efeitos sexuais adversos foi fornecido junto à prescrição de finasterida, o risco da disfunção quase triplicou, criando um efeito nocebo. Em conclusão, deve se avaliar função de ereção e fatores de risco para disfunção antes e durante o tratamento com finasterida. O tipo de informação que o médico deve dar junto à prescrição deve serembasado e dosado em cada indivíduo, no sentido de fazer mais bem do que mal.(AU)"
      http://bases.bireme.br/cgi-bin/wxislind.exe/iah/online/?IsisScript=iah/iah.xis&src=google&base=LILACS&lang=p&nextAction=lnk&exprSearch=639311&indexSearch=ID
       
      Finasterida: Mitos e Verdades
      "Um estudo, muito pequeno, analisou o esperma de três homens que estavam tomando finasterida (1 mg/dia) há cinco anos. Usando microscopia de transmissão de elétrons, a pesquisa encontrou alterações morfológicas nos espermatozoides, compatíveis com necrose. Um dos pacientes apresentou azospermia e os outros dois concentração normal de espermatozoides, porém com severa redução da motilidade. Após um ano da interrupção do tratamento, os testes foram repetidos e houve retorno dos processos normais. Existem, ainda, dois relatos de caso de severa azospermia, resultando em infertilidade (9)."
      http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S0041-87812004000400009&lng=en&nrm=iso&tlng=pt
       
      Finasterida: Disfunção erétil e queda da libido
      "Em 2012, o FDA publicou os resultados de sua própria investigação sobre os efeitos adversos da finasterida. Usando dados coletados 1998-2011, este estudo identificou disfunção sexual persistente de pelo menos três meses, em 14% dos 421 casos avaliados. Enquanto a agência afirmou que um claro nexo de causalidade entre a finasterida e efeitos colaterais sexuais não tinha sido estabelecida, advertências dessas complicações foram adicionados a informação de prescrição do medicamento."
      http://www.drugwatch.com/propecia/side-effects/
       
      Efeitos colaterais persistentes da Finasterida
      "Na maioria dos homens que desenvolveram efeitos colaterais sexuais persistentes (≥3 meses) apesar da retirada da finasterida, a disfunção sexual continuou por muitos meses ou anos. Apesar de vários estudos com ratos mostraram alterações prejudiciais função erétil causada por inibidores da 5-alfa redutase, a natureza persistente dessas mudanças é uma área de pesquisa ativa. Os prescritores de finasterida e homens que contemplam seu uso devem ser avisados dos potenciais efeitos adversos de medicamentos."
       
      Risco de disfunção erétil da Finasterida
      "Efeitos colaterais relatado com a finasteride incluem:
      A disfunção erétil (impotência) Ejaculação anormal Baixo volume ejaculatório Função sexual anormal Dor testicular Ginecomastia - desenvolvimento de mamas masculinas Depressão - Merck adicionou este efeito colateral em dezembro de 2010" http://www.medicalnewstoday.com/articles/247858.php
       
      Sintomas depressivos e pensamentos suicidas entre ex-usuários de finasterida com efeitos colaterais sexuais persistentes
      "Os médicos e potenciais utilizadores de finasterida deve estar ciente do risco potencial de sintomas depressivos e pensamentos suicidas. Os resultados preliminares deste estudo demanda novas pesquisas com estudos controlados."
      http://europepmc.org/abstract/med/22939118
    • Por Diego_aromatizado
      Feliz 2020 a todos, vou resumir pra não tomar tempo de vocês, fiz um ciclo a 2 anos atrás, Deca+enantato, fiz tudo errado sem pesquisar nada, enfim aplicava 1 ML de cada a cada 5 dias, quando terminei fiz TPC Sarms,e depois de então a mais de 2 anos não consigo manter um ereção firme pra um relação normal,pois bem a minha dúvida é o seguinte, alguém já tomou pregnenolona e HCG? Pois notei uma enorme diminuição dos testículos, logo pensei por ter inibido o eixo por muito tempo, pode ter ocorrido uma atrofia nos testículos, pensei em mandar 1 shot de 5000ui de HCG e junto pregnenolona pois li muito sobre eles, em recuperação após uso de anabolizantes, alguma dica? Alguém já fez uso? HCG em pós ciclo seria viável? Ele não trara algum Malefício? Desde de já muito obrigado, 
      e se caso alguém precisar de exames, eu tenho vários e muitos meses,pois mecheu com ereção já sabe né kkkkk vlw abraços 
    • Por Bruna Silveira
      Bom, criei outro tópico aqui pra falar sobre o meu ciclo, apesar de o objetivo não ser esse pq já sei que vou ser xingada! Hahaha
      Tá, resumindo, treino a uns 4 ou 5 anos, faço dieta, treino e suplemento, blá blá blá...
      Sou muito magra, relativamente alta e tenho dificuldades de aumentar a massa, porém, acumulo gordura localizada e sei que sou daquelas "falsas magras". Então, me deu uma "leve" loucura e comecei com enantato.
      Com a concentração de 250mg/ml, estou usando 0.5ml dessa droguinha (hehe) 2x por semana. Ok?
      A primeira eu fiz 0.25ml e depois 0.5, mantive nessa dosagem.
      Colaterais: fome, força, aumento expressivo de libido e uma leve "queimaçãozinha" no clitóris, mas tá tudo tranquilo, por enquanto :} hahaha
      Alguma sugestão? Vou morrer? Do subsolo eu não passo, não é mesmo?
      Idade: 20 anos
      Peso: 58kg
      Altura: 1,66
      PS: depois posto fotos
       
    • Por Mestre
      Não vou entrar no mérito da questão novamente sobre SERM(Moduladores Seletivos do Receptor de Estrogênio) e ficar aqui dizendo uma coisa bem batida atualmente que é o fato de que Tamoxifeno e Clomifeno podem ser usados na TPC para recuperação do eixo HPT, e dizendo que MSRE é uma classe de substancias que conta com vários outros MSRE´s e citando o nome dos demais. Pois isso eh uma coisa que já falo a mais de 10 anos e confesso que já estou um pouco cansado disso.
       
      A intenção desse texto é apenas tentar quantificar a intensidade de ação do Clomifeno e do Tamoxifeno no corpo do homem.
       
      Cheguei até a ver citações sobre uma possível diferença que existiria na ação do Clomifeno em Homens se comparado às Mulheres, e que a eficiência do Clomifeno na mulher para incremento de LH e FSH seria superior do que nos Homens, e por isso que Clomifeno é indicado no tratamento terapêutico em mulheres, e que para o tratamento de Hipogonadismo em homens, o ideal seria mais voltado terapeuticamente ao uso do Tamoxifeno.
       
      Mas não foi isso que um Estudo no tratamento de Hipogonadismo em homens conduzido com Clomifeno apontou, pois é relatado uma resposta normal ao Clomifeno, e seu uso em baixas doses por longo prazo(~60 dias) leva à normalização androgênica e melhora visível no aumento da produção de Testosterona1.
       
      Outro fator que se discute sobre Tamoxifeno e Clomifeno, é que a dosagem do Clomifeno eficaz no homem para recuperação do eixo HPT seria superior a do Tamoxifeno, e desta forma acabaria sendo mais vantajoso o uso do Tamoxifeno. E até podemos relacionar a dose eficaz na TPC de 40mg de Tamoxifeno com doses de 150mg de Clomifeno. E de fato na comparação miligrama por miligrama p Tamoxifeno se torna mais vantajoso.
       
      Mas lendo um estudo2 conduzido em um paciente que apresentava testosterona total (TT) de 316ng/dl, onde após ter sido submetido a apenas 25mg de Clomifeno/dia por 60 dias, onde esse paciente após os 60 dias de tratamento teve um aumento significativo de Testosterona, me fez repensar um pouco essa ideia anterior de que eh necessário uma dose mais alta de Clomifeno para fazer o mesmo efeito que uma dose menor de Tamoxifeno faria.
       
      Nesse mesmo estudo2, um paciente com TT de 280ng/dl onde foi administrado nele Tamoxifeno 20mg/dia por 30 dias, e ao final dos 30 dias o paciente já apresentava também um aumento significativo de Testosterona.
      Portanto baseado nessas informações acima, dá mesmo a impressão que o Tamoxifeno foi mais eficiente.
       
      Não estou aqui afirmando nada que Tamoxifeno é melhor que o Clomifeno para essa função ou vice-versa, e estou apenas tentando ilustrar melhor essa história, apresentando para isso referências de pesquisas e estudos de veracidade.
       
       EFEITOS COLATERAIS
       
      Vou citar abaixo alguns colaterais, e vou pegar os colaterais dessas substâncias que eu mais observo sendo citado pelas pessoas. Mas claro que pegando a bula dessas medicações, veremos um infinidade de outros colaterais. 
       
      Sobre os efeitos colaterais do Clomifeno
       
      É normal vermos comumente sendo citado pelas pessoas como efeitos colaterais do Clomifeno, Depressão e Alterações Visuais como Embaçamento Visual e Fotofobia.
       
      Algumas pessoas apontam a Depressão como colateral mais inconveniente do Clomifeno, já outras pessoas tendem a achar mais problemáticos os problemas relativos à visão, onde alguns afirmam que esses problemas de visão se acontecerem seriam irreversíveis, mas outras fontes apontam para o fato de que esses problemas visuais desaparecem rapidamente após a descontinuação do Clomifeno3. Salvo a raríssimas exceções onde a continuidade do tratamento com Clomifeno após o aparecimento de problema visual foi continuada por muito tempo; nesse quadro aconteceram algumas raras ocorrências de dano irreparável3.
      Mas segundo fontes, o raríssimo dano irreparável da visão é plenamente possível de ser evitado, se a pessoa descontinuar o uso do Clomifeno ao primeiro sinal de problema visual3.
       
      Sobre os efeitos colaterais do Tamoxifeno
       
      Vou citar também os colaterais do Tamoxifeno que mais vejo comentado, e um deles que também traz assim como o Clomifeno, são problemas visuais e também Tromboembolismo Venoso.
       
      Na parte visual oque pode acarretar o uso do Tamoxifeno, que segundo pesquisas ocorre em 10% dos casos do uso é a catarata onde a pessoa começa ter uma visão embaçada e turva. A Catarata ocorre quando a "lente" dos olhos que é utilizada para dar foco na luz da retina fica embaçada, e esse efeito colateral é bastante comum no uso do Tamoxifeno4.
      Mas devemos também salientar, que esse colateral ocorre em mulheres se tratando de câncer de mama, onde o uso de Tamoxifeno é bem prolongado, e não sei se no uso mais breve que se faz dele na TPC isso ocorreria tbm numa incidência de 10%.
      Com relação ao Tromboembolismo Venoso, os SERMS aumentam o risco de Tromboembolismo Venoso, uns mais e outros menos.
       
      Vou comparar aqui os dois SERMS que mais pegam nessa parte de Tromboembolismo Venoso, que são o Tamoxifeno e o Raloxifeno(que também pode ser usado na TPC).
      O Aumento na incidência nos casos de Tromboembolismo Venoso no comparativo, é de aproximadamente 3 vezes relativo ao Raloxifeno, e de 7 vezes se considerarmos o Tamoxifeno5,6.
       
      Sendo que essa incidência maior de Tromboembolismo Venoso por parte do Tamoxifeno, pode estar associada aos já executados tratamentos oncológicos em pacientes com câncer de mama, que pode ter distorcido esses números e creditado ao Tamoxifeno um maior potencial de Tromboembolismo Venoso5,6.
      Os SERMS tem sim o potencial de aumento de Tromboembolismo Venoso, inclusive o Clomifeno também pode causar tais efeitos, mas citado em algumas literaturas em menor escala que o Tamoxifeno e o Raloxifeno5,6.
      Considerações Finais:
      Como eu já citei acima, a ideia desse texto nem é ficar apontando para as pessoas qual é melhor ou pior para determinada função, e sim apresentar dados com referências, para que as pessoas com posse desses dados possam ter algo para formar um própria consciência do assunto.
      Colocando um resumo das pesquisas aqui apresentadas em humanos com Tamoxifeno e Clomifeno, podemos concluir também que ambos recuperaram a produção endógena de Testosterona dos pacientes, a diferença é que o Clomifeno fez isso em 60 dias com 25mg, enquanto o Tamoxifeno fez isso em 30 dias com 20mg.
      Elaborado por Mestre fórum FISIculturismo
      Referências:
      1- Guay AT, Bansal S, Heatley GJ. Effect of raising endogenous testosterone levels in impotent men with secondary hypogonadism: Double blind placebo-controlled trial with Clomiphene citrate J Clin Endocrinol Metab 1995
       2- Arq Bras Endocrinol Metab 2000;44/5: 440-444
       3- Bula do Clomid fabricado pela Medley Industria Farmacêutica Ltda.
       4- Alice Adler PhD e nbsp Senior- Scientist Emerito Schepens Eye Researc Institute Massachusets Eye and Ear- Harvard Medical School
      5- MEIER CR, JICK H. Tamoxifen and risk of idiopathic venous thromboembolism. Br J Clin Pharmacol. 1998
      6- PLU-BUREAU G, Hormonal contraception and risk of venous thromboembolism: When to ask for an asessment of hemostasis Which parameters Ginécologie Obstétrique & Fertelité 2008

×
×
  • Criar Novo...