Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
  1. LiancePlealay

    LiancePlealay

  • Conteúdo similar

    • Por fisiculturismo
      Os usuários de suplementos alimentares que contenham a substância Aegeline (como o novo OxyElite) devem ficar alertas para os riscos de contração hepatite.
      Ainda não há conclusão sobre a questão, mas há fortes suspeitas de que a Aegeline tenha sido responsável por uma dezena de casos de hepatite não viral aguda (As principais causas da hepatite não viral são o álcool e os medicamentos. A hepatite pode ser aguda (dura menos de 6 meses) ou crónica; esta doença apresenta-se habitualmente em todo o mundo).
      Preste atenção nos efeitos da hepatite:
      Pele e olhos amarelados; Urina escura; Fezes de cor clara; Sensação de fraqueza generalizada; Enjoo e falta de apetite; Pode haver febre e calafrios; Pode haver dor abdominal. A USPlabs, fabricante do OxyELITE, já se pronunciou sobre a questão e afirmou que a Aegeline não representa qualquer risco para a saúde, mas, mesmo assim, resolveu retirá-la dos novos lotes do seu famoso produto termogênico.
      Fontes:
      - OMS reforça alerta a respeito de suplemento ilegal.pdf USPlabs to Eliminate Aegeline from Supplements amid Hepatitis Probe.pdf Hepatite - Principais Sintomas e Como se Pega - Tua Saúde.pdf Visão geral da hepatite - Distúrbios hepáticos e da vesícula biliar - Manual MSD Versão Saúde para a.pdf Outbreaks > FDA Investigation Summary: Acute Hepatitis Illnesses Linked to Certain OxyElite Pro Prod.pdf
    • Por José Nunes Silva Filho
      Infelizmente, ainda nos dias de hoje é comum observarmos alguns "profissionais" que por desconhecimento mantém incrustados certos conceitos sem quaisquer fundamentações.
      Um exemplo clássico, é quando você aluno/cliente, chega numa academia e depara-se com algumas exigências espalhafatosas, por parte desses, vejamos:
      indicam a ele, fazer apenas exercícios aeróbios; indicam a fazer apenas exercícios com "baixa carga", ou seja, menos pesos e mais repetições (menos carga e mais volume); indicam os alunos a fazer apenas as "famosas" ginásticas aeróbicas. E, infelizmente essas afirmativas estão literalmente desconexas com o que se há hoje de científico sobre "exercício e emagrecimento". Onde, o ideal para que você emagreça de forma saudável, é necessário que faça um misto de atividades corretas onde se incluiria:
      Uma reeducação alimentar, e não a famosa "restrição alimentar" onde muitos deixam de comer, e acabam ficando doentes ao invés de emagrecer (gordura), acabam desidratando-se e perdendo ainda massa magra o que jamais é interessante no processo de emagrecimento (ACSM, 2001); A realização de exercícios intensos (podendo ser resistidos ou ergométricos), onde você acaba forçando seu metabolismo a permanecer acelerado por diversas horas mesmo que após a realização das atividades físicas (SILVA FILHO, 2013, 2014); Um descanso necessário para que haja uma recuperação a altura do estimulo causado nos treinamentos, e seu corpo esteja sempre preparado para receber novos estímulos de maneira intensa. Portanto, procure profissionais capacitados para cuidar da sua saúde, converse com seus Profissionais tanto de Educação Física quanto de Nutrição para eles ajudem-no de forma correta seus exercícios e sua alimentação, para que seus resultados sejam além de otimizados, sejam cada vez mais satisfatórios e saudáveis.
      Referências
      
1. Silva Filho, J.N. Treinamento de força e seus benefícios voltados para um emagrecimento saudável. RBPFEX-Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício, v. 7, n. 40, 2013.
      2. Silva Filho, J.N. Musculação Emagrece?. Disponível em:<www.exerciciofisicocomsaude.com.br>. 2014.
      3. ACSM. Position stand on the appropriate intervention strategies for weight loss and prevention of weight regain for adults. Med Sci Sports Exerc 33:2145–2156, 2001.
    • Por fisiculturismo
      O site r7 noticiou que a russa Aleksandra Rudenko, que tem apenas 24 anos de idade, estaria envelhecida e com cabelos brancos em razão do uso de esteroides anabolizantes. O site não indica quais drogas teriam sido utilizadas pela russa, limita-se a apresentar fotos de Aleksandra, conhecida por Sasha, com 23 anos, e fotos da atleta com 24 anos.
      No curto período de um ano, a atleta teria ficado com o rosto visivelmente envelhecido e com os cabelos brancos. Seriam mesmo os cabelos brancos efeito colateral dos esteroides em mulheres? Ou teria a atleta simplesmente pintado os cabelos? Não temos suporte científico para rejeitar ou confirmar a notícia, mas fica o alerta para as mulheres que pretendem fazer uso de esteroides anabolizantes.
      Quanto ao envelhecimento, parece não haver dúvida que o uso abusivo de esteroides anabólicos por mulheres prejudica a pele, deixando-a muito oleosa, além de aumentar o crescimento de pelos no rosto, provocando o efeito visual do envelhecimento. Visivelmente também há a masculinização do rosto, com alterações no nariz e orelhas, o que também contribui para o efeito visual de envelhecimento.
      Fontes:
      Destruída pelas bombas? Garota fica sarada e choca ao aparecer de cabelos brancos e envelhecida
    • Por Fábio Moura Veras
      Caros colegas, está provado que incluir amêndoa na dieta acentua a redução de peso. E tem mais: ela é rica em proteína, fibra, cálcio, ferro e gordura do bem, que protege o coração. Se você acha que as amêndoas, castanhas e nozes devem passar longe da sua dieta por conta das calorias, você não sabe o que está perdendo. Elas fazem parte do seleto grupo das frutas oleaginosas, que, além de carregarem muitos nutrientes, podem ser excelentes parceiras na hora de emagrecer.
      Estudos indicam que, quando aliadas a uma dieta, essas castanhas auxiliam na perda de peso, pois são ricas em gorduras mono e polinsaturadas, responsáveis por manter o nível de açúcar no sangue estável e ativar o metabolismo da queima de gorduras. O mais recente deles, publicado na revista norte-americana International Journal of Obesity, comparou os efeitos de uma dieta para emagrecer enriquecida com amêndoa a uma mais tradicional, suplementada com carboidratos complexos.
      O grupo que comeu amêndoa não só obteve mais sucesso na redução do peso e do total de gordura corporal como também teve mais facilidade em manter a perda de peso durante o tempo estudado. Lançar mão das gorduras do bem para emagrecer é um recurso cada vez mais defendido por especialistas no mundo todo. O efeito principal que o uso dessas oleaginosas têm é quanto a redução do nível de insulina liberada pelo pâncreas, ajudando assim, a converter os estoques de gordura corporal em energia.
      Além disso, os especialistas são unânimes ao classificá-las como ótimas moderadoras de apetite. “Ao comer cinco ou seis nozes antes da refeição, você se sente saciado mais rápido e por mais tempo”, escreve o médico norte-americano Michael Roizen, autor dos best sellers Idade Verdadeira e A Dieta da Idade Verdadeira.
      E não é só isso. A família das castanhas é muito rica em nutrientes. Na lista de seus componentes benéficos entram fibras, proteína, cálcio, ferro, potássio, zinco, selênio, vitamina E, ácido fólico, entre outros. A castanha-do-pará, por exemplo, já ficou famosa por seu alto teor de selênio, mineral que atua no equilíbrio da tiróide (evitando oscilações de peso), previne tumores, fortalece o sistema imunológico e protege contra a ação dos radicais livres.
      Um estudo da Universidade de Otago, na Nova Zelândia, atesta que a ingestão diária de duas castanhas-do-pará recentemente rebatizadas castanhas-do-brasil eleva em 65% o teor de selênio no sangue. Mas provavelmente os neozelandeses não usaram o legítimo produto brasileiro. Ora, nós somos sortudos. É que as castanhas produzidas no Norte e no Nordeste do país são tão ricas em selênio que bastaria uma unidade para tirar o mesmo proveito.
      Já amendoim, amêndoa e pistache são boas fontes de proteína e não devem faltar na alimentação de quem não come carne. O zinco, presente especialmente na castanha-do-pará e de caju, tem papel fundamental na produção de glóbulos brancos; magnésio, encontrado na maioria dessas castanhas, ajuda a controlar a pressão e a reduzir sintomas da tensão pré-menstrual; sem falar no potássio, mineral fundamental para contração muscular.
      As gorduras monoinsaturadas presentes nesses alimentos também são uma vantagem e tanto. Elas reduzem o nível de colesterol ruim e aumentam o HDL, o colesterol do bem, responsável por limpar as artérias. Por isso, elas são armas poderosas para afastar as doenças cardíacas. Uma pesquisa norte-americana revelou que duas colheres de sopa de nozes por dia é capaz de reduzir em 13% o nível total de colesterol. Cada 1% do colesterol reduzido significa 2% a menos de risco de doenças cardiovasculares.
      Mas não se esqueça de que, mesmo sendo do bem, essas gorduras carregam muitas calorias. Um pacotinho de 100 gramas de amendoim ou castanha de caju, por exemplo, vale o mesmo que um Big Mac. Nem é preciso dizer que, consumidas em exagero, acabam como estoque de gordura. Por isso, o recomendado é comer as castanhas no lugar de outro alimento, não apenas adicioná-las à dieta.
      Qualquer que seja a sua escolha, o melhor é consumir as oleaginosas cruas. Se não gostar, uma boa alternativa é torrá-las em casa, pois o calor do forno não é suficiente para tirar os benefícios dos nutrientes nelas contidos. Para preservá-las, conserve em lugar seco e afastadas da luz e evite os grãos muito salgados, que favorecem a retenção de líquidos.
    • Por Enzo Perondini
      “O Senhor é meu Pastor e não me faltará”.
      “Ainda que eu passe pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum, porque Tu estás comigo, a tua vara e o teu cajado me consolam”. (SL 23.1,4).
      Estou dando inicio a essa matéria usando um texto da Bíblia Sagrada, um salmo onde Davi que foi um rei em Israel, reconhece e expressa seu sentimento, sua incapacidade, sua fragilidade diante da morte.
      Eu que sempre fui tão alto-suficiente, tão independente, tão alto-confiante, estribado em minhas conquistas e vitorias e sucesso profissional, mas de uma hora para outra, vi meu castelinho de areia indo por água abaixo.
      E a maior certeza que temos nessa vida é que mais cedo ou mais tarde vamos nos deparar com esta realidade, em algum momento de nossa caminhada, estaremos cara a cara com a morte!
      Você está preparado para isso?
      Estou hoje com 46 anos de idade, desses 46 anos eu dediquei 30 ao esporte.
      Acumulei ao meu curriculum mais de 180 titulos.
      Muita coisa foi escrita ou falada sobre mim, mas é a primeira oportunidade que tenho, onde de próprio punho posso relatar minha historia.
      Faz 10 anos que Deus me livrou da morte, e eu entende que tenho como missão, contar meu testemunho e alertar a todos , sobre os riscos e perigos, ao se fazer uso de anabolizantes.
      Meu diagnostico medico “ Hepatocarcinoma (muticêntrico e/ou com metástases)”,” vesícula biliar hidrópica com barro biliar”, “nefropatia crônica” nos rins.
      Os médicos me deram pouca expectativa de vida, me lembro que a sugestão foi que eu fosse aos E.U.A. tentar fazer um transplante de fígado lá, pois se entrasse na fila aqui no Brasil não resistiria, não havia mais tempo, e nem nada que eles pudessem fazer por mim.
      E mesmo que eu fizesse o transplante de fígado, ainda assim teria que fazer hemodiálise o resto de minha vida, pois meus rins não funcionavam mais.
      Foi bem difícil para mim ter que ouvir tudo isso, estava diante do vale da sombra da morte, totalmente desacreditado pelos médicos.
      Nessa época do ano de 1998 estava me preparando para o campeonato mundial que aconteceria na Turquia no mês de novembro.
      Era final de setembro estava já a dois meses fazendo dieta e me preparando, e fazendo uso dos anabolizantes, sei que muitos tem curiosidade para saber o que eu estava tomando, eu estava tomando:
      Testosterona aquosa 100 mg, Stanazolol 100 mg, oxandrolona 100 mg, 12 U.I. de G.H., eu tinha um contrato de patrocínio, onde uma das clausulas era estar sempre em forma para campanhas fotográficas e apresentações ao publico, eu mantinha a forma praticamente o ano inteiro, mas isso nunca foi sacrifício para mim, pois sempre gostei de fazer minhas dietas, ainda hoje tenho hábitos alimentares saudáveis e é muito difícil sair fora das minhas dietas, cabeça de fisiculturista acho que nunca muda.
      No começo do mês seguinte, fui ministrar um curso em Recife, e acabei passando muito mal, era na época em que havia um surto de rota- vírus, foi quando atraves de exames, os médicos detectaram todos esses problemas.
      Me lembro que quando recebi a noticia fiquei meio chocado, mas aos poucos fui entendendo que Deus tinha um plano em tudo isso.
      Eu me converti a Jesus Cristo no ano de 1992, quando morei nos E.U.A., e quando estava atravessando o meu vale de sombra da morte, eu sentia muita paz e confiança Nele.
      Acho que ninguém esta, nem nunca vai estar preparado para morte, mas eu aprendi que Jesus foi o único que venceu a morte.
      Respeito todas as religiões, mas eu não acredito em nenhuma delas, porque no tumulo de seus fundadores você encontra seus restos mortais, mas no tumulo de Jesus lá em Jerusalem, tem uma placa escrito Ele não esta aqui, Ele ressuscitou, seu tumulo esta vazio!, só Ele poderia me dar essa vitória.
      Fiz uma oração, onde pedi a Ele perdão pelos meus erros, e pedi a Ele que me deixasse vivo, pois não queria morrer!
      Em 15 dias eu tive uma melhora incrível, os médicos não sabiam explicar o que estava acontecendo comigo, todo aquele quadro trágico de morte se reverteu! Jesus o meu Pastor me carregou no colo e atravessou o vale da sombra da morte comigo!
      E agora? O que vou fazer com essa nova vida?, pois me sentia como se tivesse nascido de novo!
      Primeira atitude,” vou tornar meu problema publico, para que não aconteça com ninguém o que aconteceu comigo”.
      Eu nem imaginava a repercussão que daria quando fiz a primeira matéria para a revista veja em novembro de 1998.
      Segunda atitude, “Não posso ficar de braços cruzados e não fazer nada com relação a experiência sobrenatural que tive com Deus”.
      Comecei a estudar e me preparar através de seminários e estudos relacionados a teologia, Deus tem uma obra e uma missão para mim, não só na área do esporte, mas eu quero fazer algo pela minha geração, e pela nova geração que esta se levantando, pois com 46 anos vi com meus olhos a maioria de meus amigos serem enterrados, vitimas de acidentes de transito, over-dose de drogas, AIDS, etc.
      Sete anos de minha vida fui pastor da igreja bola de neve, mas faltava algo.
      Hoje estou com um ministério o nome é ZION, onde eu e muitos outros Cristão, profissionais da área de esporte estamos ensinando aos jovens o esporte saudável e a palavra de Deus, combinação perfeita, pois somos corpo e espírito, não adianta cuidar do corpo e não cuidar do espírito, quando o seu vazio existencial é preenchido com a palavra de Deus, você não quer nem saber de drogas!
      Antes de ser pastor eu fiz mais um pedido a Deus, competir mais uma vez, seria a ultima, pois eu queria escrever minha historia, não como um homem que encerrou sua carreira porque teve uma doença e não poderia mais competir, mas como um homem que abandonou sua carreira no esporte por gratidão a Deus, por Ele ter restaurado a minha saúde e me dado uma nova vida, e essa nova vida iria dedicar a Ele e a sua obra.
      Em 2002 eu venci o Campeonato Brasileiro, e pela ultima vez estava pisando em um palco para competir, dali em diante eu piso em palcos para anunciar a Palavra de Deus, o seu amor, a sua bondade e que Ele verdadeiramente faz você atravessar o vale da sombra da morte, faz você deitar em verdes pastos e te guia mansamente as águas tranqüilas.
      Continuo praticando esporte, amando o esporte, sou casado e tenho uma grande família, sou muito feliz e grato pela vida que Deus me deu.
×
×
  • Criar novo...