Treino de costas completo com o campeão de fisiculturismo Alexandre Cardoso

fisiculturismo
  • , 1.981 visualizações
Gostou? Compartilhe!

O campeão brasiliense de fisiculturismo de 2016, Alexandre Cardoso, revela seu treino completo de costas. O treino é dividido da seguinte maneira:

Aquecimento:

  • Rotação externa
  • Remada Romana

Exercícios:

  • Puxada Romana;
  • Remada Curvada com Barra em biset com Remada no Smith;
  • Barra Fixa em biset com Puxada Articulada;
  • Remada Serrote.

Execução:

  • Número de séries: 3;
  • Número de repetições: 8 a 15;
  • Tempo de intervalo: 1 a 2 minutos;

Dicas:

  • Músculo não sabe contar, treine até a exaustão;
  • Treine com um parceiro.

Conheça mais sobre o campeão de fisiculturismo Alexandre Cardoso na entrevista que gravou para o nosso site:

 

Editado por fisiculturismo

Gostou? Compartilhe!

Comentários


2 horas atrás, DanielB disse:

Gostei do treino, bem legal. Poderia ter mais dicas sobre outros treinos kkk

Em breve vamos publicar treinos do Alexandre para outros grupos musculares!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Gostou? Compartilhe!

Treino maneiro, movimentos dele show de bola, porem o de preto claramente não aguenta a carga do Alexandre e faz movimentos incompletos. (erro de muitos)

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Gostou? Compartilhe!
Em 10/9/2016 em 15:34, brunoautran disse:

Treino maneiro, movimentos dele show de bola, porem o de preto claramente não aguenta a carga do Alexandre e faz movimentos incompletos. (erro de muitos)

É verdade que movimentos sem a amplitude máxima estão longe do ideal, todavia, não se podem descartar as repetições forçadas como uma das técnicas de periodização do treinamento, principalmente quando se pode contar com um parceiro de treino!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Gostou? Compartilhe!

É verdade, temos sempre q tentar superar ouuuuu tentar dar uma equilibrada no peso da falha com amplitude. O importante é treinar e não se lesionar. :biggrin:

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Gostou? Compartilhe!


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma conta em nossa comunidade! É rápido, fácil e grátis!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar agora

  • Conteúdo Similar

    • Por Fael Kiler
      Vamos lá
      Sou Rafael tenho 24 anos treino a 2 anos com intervalo de 3 meses por causa da greve na faculdade.
      Estou Preste a começar um ciclo de oxandrolona porem estou com duvida nos exercício, pois faço academia na universidade onde estudo e consequentemente os "Personal Trainer" são acadêmico de educação física, então ele passam uns exercícios padrão nada foda para crescer.
      Então queria uma ficha ABC do tipo para ganhar massa muscular. Sendo que a minha e só AB.
      OBS; vou citar meu ciclo e minha dieta para o ciclo para vocês terem uma ideia e caso tiver alguma sugestão estou a escuta.
      Dieta: Vou comer uma omete de manha de 3 clara 1 gema, antes do almoço vou comer uma barra proteica, almoço 6 (sassami frango) grelhado no Grill sem gordura com batata doce, pre treino whey, pois treino Hipercalórico, cafe da tarde, queijo talvez 2 ovos cozido, janta novamente o frango ou peixe para não enjoar de frango.
      Ciclo: vou tomar 40mg nas 4 primeiras semanas sendo 10mg cada 6 horas e 60mg nas 4 ultimas semanas 15mg cada 6 horas. Sendo 8 semana os ciclo.
      detalhe fiz os exames ante, vou fazer no meio, e vou fazer quando acabar, estar sendo receitado por um medico.
    • Por Darkz.hd
      Galera por favor se alguém puder me ajudar, Tenho 18 anos, treinei 1ano e dois meses direto e percebi uma mudança significativa... Tive q parar por 6 meses por conta de tempo.
      Voltei agora e gostaria de ajuda na divisão dos treinos e os exercícios...
      Tenho 1,72 de altura 
      Peso: 62kg
      Medidas de braço e etc não sei ao certo, me considero ectomeso, tenho muita dificuldade para ganhar peso muitas mesmo!!! E ganhar massa muscular na região dos músculos pequenos como bíceps e tríceps
    • Por gator
      Treino já faz 5 meses e um més atras comecei a tomar hipercalórico, isso junto com minha dieta fez com que eu ganhasse algo entre 3 a 4 kg , eu tenho 1,70 de altura e atualmente estou pesando 55 kg, gostaria de saber se continuo tomando o hipercalórico ou se troco pelo whey. Sei que posso tomar os dois juntos, mas agora só tenho dinheiro pra comprar um dos dois, qual devo comprar ???
    • Por lucas_vadinho90
      Boa tarde pessoal,
      Treino regularmente tem 1 ano, 4 vezes por semana. Nunca faltei neste 1 ano.
      Tive que fazer uma cirurgia e vou ficar uma semana sem treinar.
      Quais as chances de perder massa?
      Minha dieta tem boa quantidade de carboidrato, devo retirar um pouco para não engordar ou manter ela integralmente?
    • Por Dra. Elissa Amaral da Cunha

      Olá pessoal, tudo bem?
      Ontem li um artigo que a Sociedade Internacional de Nutrição Esportiva (ISSN) fornece que se trata de uma revisão crítica objetiva e crítica relacionada à ingestão de proteína para indivíduos saudáveis e em exercício.
      Com base na literatura atual disponível, alguns tópicos relatados no artigo são:
      1 ) Um estímulo de exercício agudo, principalmente em se tratando de um exercício de resistência junto a uma ingestão de proteínas adequada, estimulam a síntese de proteínas musculares (MPS) e são sinérgicos quando este consumo de proteína é feito antes ou depois do exercício de resistência . 
      2) Para construir massa muscular e para manter a massa muscular através de um balanço positivo da proteína muscular, é necessária uma ingestão diária de proteínas na faixa de 1,4 a 2,0 g de proteína / kg de peso corporal / dia (g / kg / d) Isso seria o suficiente para a maioria dos exercícios, valor este, que se enquadra dentro do intervalo de distribuição de macronutrientes aceitável publicado pelo Institute of Medicine para proteínas.
      3) Existem algumas evidências que sugerem que uma maior ingestão de proteína (> 3,0 g / kg / d) pode ter efeitos positivos sobre a composição corporal de indivíduos treinados (para diminuição do percentual de gordura). 
      4)As Recomendações sobre o consumo ótimo de proteína por dose para os atletas para maximizar o MPS são variadas e dependem da idade tipos de exercícios de resistência aplicados.
      As recomendações gerais são 0,25 g de uma proteína de alta qualidade por kg de peso corporal ou uma dose absoluta de 20 a 40 gramas.
      5) As doses agudas de proteína devem conter 700-3000 mg de leucina e / ou um maior teor relativo de leucina, além de um conjunto equilibrado de aminoácidos essenciais (EAAs). 
      6) Essas doses de proteínas devem, idealmente, ser distribuídas uniformemente, a cada 3-4 h, ao longo do dia. 
      7) O período de tempo ótimo durante o qual ingerir proteínas é provavelmente uma questão de tolerância individual, uma vez que os benefícios são derivados da ingestão pré ou pós-treino; 
      No entanto, o efeito anabólico do exercício é duradouro (pelo menos 24 h), mas pode diminuir com o aumento do tempo pós-exercício.
      8) Embora seja possível que os indivíduos fisicamente ativos obtenham seus sua proteina diária através do consumo de alimentos integrais, a suplementação é uma maneira prática de garantir a ingestão de qualidade e quantidade de proteínas adequadas, ao mesmo tempo em que minimiza a ingestão de calorias, particularmente para os atletas que normalmente completam altos volumes de Treinamento.
      9) As proteínas rapidamente digeridas que contêm altas proporções de aminoácidos essenciais (EAAs) e leucina adequada, são mais eficazes para estimular MPS.
      10) Diferentes tipos e qualidade das proteínas podem afetar a biodisponibilidade dos aminoácidos após a suplementação de proteínas.
      11) Os atletas devem considerar concentrar-se em fontes alimentares inteiras de proteínas que contêm todas as EAAs (ou seja, são as EAAs que são necessárias para estimular MPS).
      12) Os atletas de resistência devem se concentrar na obtenção de ingestão adequada de carboidratos para promover o melhor desempenho; A adição de proteína pode ajudar a compensar os danos musculares e promover a recuperação.
      13) A ingestão de caseína pré-sono (30-40 g) proporciona aumentos na MPS durante a noite e na taxa metabólica sem influenciar na lipólise.
       
      Ou seja, o consumo de maiores quantidades de proteínas está relacionado a indivíduos com maior maturidade muscular, fisicamente treinados.
      Por isso, invista seu primeiro dinheiro em um bom profissional nutricionista e uma academia,  comece sua dieta do arroz com feijão e vegetais, inicie seus treinos de verdade, passe para o frango com batata doce e vegetais, e depois invista em bons suplementos para auxiliar nos seus treinamentos!
      Treine de verdade e use as estratégias nutricionais disponíveis a seu favor!
      Você merece os melhores resultados! 
      Abraços e conte comigo!
      Elissa Amaral da Cunha 
      Nutricionista e Master Coach