Jump to content

Search the Community

Showing results for tags 'peso'.



More search options

  • Search By Tags

    Type tags separated by commas.
  • Search By Author

Content Type


Forums

  • Anabolizantes Esteroides
    • Tópicos sobre esteroides
    • Relatos de ciclos
  • Suplementos Alimentares
    • Tópicos sobre suplementação
    • Relatos de uso de suplementos alimentares
  • Treinamento de Musculação
    • Tópicos sobre treinamento
    • Lesões musculares
    • Diário de treino
  • Nutrição Esportiva
    • Tópicos sobre nutrição
    • Relatos sobre dietas
  • Gente
    • Tópicos de evolução do shape
  • Assuntos Diversos
    • Tópicos diversos

Calendars

  • Campeonatos de Musculação
  • Cursos, Palestras e Feiras

Categories

  • Esteroides
  • Suplementos
  • Treinamento
  • Nutrição
  • Gente
  • Diversos

Categories

  • Esteroides
  • Suplementos
  • Treinamento
  • Nutrição
  • Gente
  • Diversos

Categories

  • Aves
  • Bebidas
  • Carnes
  • Lanches
  • Legumes
  • Ovos
  • Massas
  • Peixes e Frutos do Mar
  • Saladas
  • Sobremesas

Categories

  • Abdominal
  • Antebraço
  • Bíceps
  • Costas
  • Coxa
  • Glúteo
  • Lombar
  • Ombro
  • Panturrilha
  • Peito
  • Pescoço
  • Romboide
  • Trapézio
  • Tríceps

Find results in...

Find results that contain...


Date Created

  • Start

    End


Last Updated

  • Start

    End


Filter by number of...

Joined

  • Start

    End


Group


Telefone Celular (WhatsApp)


Telefone Fixo


Interesses


Facebook


Instagram


YouTube


Twitter


Website


Tumblr


Série de Treinamento


Suplementação


Dieta Nutricional


Ciclos de Esteroides Anabolizantes & Drogas Afins


Academia


Altura


Peso


Percentual de Gordura

Found 7 results

  1. Olá! Tenho 20 anos, acho que 1,82 de altura e 71 de peso. Sou magro, porém tenho uma barriga de chopp considerável! Tenho treinado e comido bastante, os músculos começam a crescer, mas a barriga acompanha, o que faço? Vejam minha rotina: 08:00 Como 2 pães brancos com queijo ou manteiga, e tomo café ou leite. 9:30 treino 11:00 Feijão, macarrão, arroz, carnes, salada e ás vezes batata doce 12:00 vou trabalhar (de 12:30 ás 16:30) - No trabalho bebo água de uma em uma hora, porém não como nada, por que não faço ideia de algo saudável pra levar e que não seja desconfortável em relação aos colegas de trabalho. Quando saio do trabalho vou direto pra a faculdade. Acabo comendo uma coxinha e um pastel, com um del vale de 450ml ás 17:30 Tenho aula de 18 ás 22, como uma barra de whey ás 20 horas. Chego em casa ás 22:30 e repito o almoço. Durmo ás 23:30 Ufa, que desafio, ALGUÉM ME AJUDAA? Gostaria de perder barriga sem perder muita massa muscular, já que tenho pouca! haha TREINO: Peito e tríceps (seg e quin), Costas e bíceps (terça e sexta), Perna e ombro (Quarta e sábado) Domingo OFF
  2. Mantenho dieta e treino de segunda a segunda durante 2 anos sério, não bebo não fumo, durmo e descanso bem, faço musculacao sou natural com 38 de braço, agora após alguns meses deixei de ser natural e resolvi comprar minha genética, comprei A "abençoada" trembolona e após a quinta aplicação tive um aumento 40 cm de bíceps, força, agressividade junto com um estresse, aumento da massa muscular, abdome trincado como sempre, todo definido e coxa corpo na simetria, isso natural cheguei no limite natural com 15 de BF e musculatura, já não visualizo desenvolvimento só fico fibrado e muito dividido já estou na simetria e mesmo comendo de três em três horas não engordo. Agora após três a quatro meses sem nenhuma alteração no shape mesmo acima do padrão, Estou decidido aplicar Trembolona comecei agora, comecei, neste momento tenho três bujão cada um 10 ml. Estou na quinta aplicação 1 ml na segunda 1ml na sexta uso o suplemento cápsula duas ao dia de tribulus terrestris até o final do bujão de 10 ml vou usar duas cápsulas Tribulus Terrestris para TPC durante o almoço, E durante o ciclo tô tomando remédio para fígado umas 20 hrs da noite, tem algo que está faltando na TPC ou durante o ciclo ou antes ou após?
  3. Bom galera, Faz um tempinho que frequento o forum, mas geralmente não comento, apensa leio muita coisa. Vou fazer um relato do suplemento Hydroxycut Hardcore Elite, que da por volta de 1 mês. Treino já a 1 ano sem interrupções, mas a sério mesmo desde Julho/12. Faz uns 5 meses que to baixando de peso, em Agosta tava com 103 kg, em Novembro já estava com 89 kg, em Dezembro, ganhei alguns kgs, e fui para 92 kg. Para dar uma guinada, to suplementando com esse termo. Faço acompanhamento de nutricionista a 4 meses e treino 5x na semana. Correndo 3x na semana 6km. Pretendo chegar aos 83 kg até Março. Meus treinos são ABC dando o máximo, sempre tentando dar o máximo de força em cada exercício. Além do termo, suplemento também Whey da Hilma + Malto. Dados Antes do Hydroxy: Altura - 1.73m Peso - 92kg BF - 27% Medidas: Antebraço Direito - 29cm Antebraço Esquerdo - 28cm Biceps Direito - 37,5cm Biceps Esquerdo - 37cm Peitoral - 106cm Coxa Direita - 68cm Coxa Esquerda - 68cm Panturilha Direita - 40,5cm Panturilha Esquerda - 40cm ABD - 96,50 Dia 1: Tomei apensar um comprimido em jejum. não senti a perda do apetite, mas me deu um gás grande no treino, malho a noite, 19 hrs. Corri os 6km e depois malhei, não me senti nem um pouco cansado. E não foi pscicologico, pois me regro quanto ao que sinto com esses termos. Dia 2: Hoje já senti a perda do apetite. Suei bastante durante o dia, até mesmo no ar-cordicionado. Continuo com o gás extra, inclusive malhei muito pesado, mesmo tento mudado de ficha ontem. Nada de cansaço Dia 3: Hoje passei a tomar 2 caps. Primeiro em jejum e o segundo as 16 horas. Ambos me deram muito gás e continuo suando bastante. Durante o meu treino me senti com o estomago embrulhado, mas acredito não ser por causa do termo, pois como a ficha é nova e esse treino de ombro e perna são muito intensos e puxado, acredito que tem sido um pouco de hipoglicemia. Mas de qualquer forma vou monitorar isso durante os outros 3 dias tomando esses dois comprimidos. Dia 4: Tudo tranquilo, sem apetite, seguindo a dieta. Tomeis as duas caps novamente e nada aconteceu, nem enjoo e nem dor de cabeça. A tontura de ontem foi em relação ao treino mesmo. Sigo sem sintomas colaterais. Dia 5: Tomei pela manhã, tudo tranquilo. Tomei o outro a tarde, de boa. NAda de efeitos colaterais. Só hoje que não cortou muito o apetite e fiquei com fome após o treino, mas tomei so o whey + malto e fui dormir. Dia 6: Sábado não há treino, apenas vou dar uma corrida de 6km no final de tarde. Tudo conforme planejado! Continuei firme e forte na dieta, sem contra indicações. Tomei normalmente os caps. Dia 7: Domingo é o pior dia pra se seguir a dieta, você acordar tarde e como todo errado. Sai um pouco da dieta no almoço e no jantar, mas tomei normal os caps e não fiz nenhum exercicio. Fora isso, tudo ok. Dia 8: Hoje começarei a tomar 3 caps por dia. Tomei 2 em jejum, houve um aumento da suadeira, mas nenhum outro sintoma, tudo ok. A tarde tomei a 3 capsula, tudo tranquilo. Fiquei mais disposto pro treino a noite e só senti a boca seca ao final do dia e suei muito no treino. Não fiz aerobico por conta que era treino de quadriceps. Se quiserem depois posto a dieta, que sem medo de dizer, é o que realmente faz/fez a diferença nos meus treino pra perca de peso.
  4. DIFERENÇAS ENTRE DUAS METODOLOGIAS PARA SE DETERMINAR A INTENSIDADE (CARGA) DO EXERCÍCIO Ao se planejar um treinamento de força, um aspecto muito importante é a relação volume/intensidade (percentual da carga vs. repetições) (WEINECK, 1999). Badillo e Auesterán (2001) citam o número de repetições por séries, como expressão da intensidade de trabalho, uma das formas mais eficazes e precisas de aproximar-se da intensidade ótima de treinamento. Porém o número de repetições é proporcional a carga utilizada no exercício, sendo indispensável uma correta manipulação das cargas utilizadas no exercício. Existem diferentes protocolos metodológicos para se determinar a carga utilizada no exercício, dentre elas destacam-se duas: Testes de 1-RM Uma maneira de se obter a intensidade (Carga) exata desejada para a realização de um exercício de musculação é o teste de Repetição Máxima, também conhecido como teste de 1RM. Esse teste em especial vem sendo o mais utilizado principalmente na área de pesquisa científicas, devido ao baixo custo, além de ser aparentemente seguro para a maior parte da população. Existem diversos protocolos para se identificar a Repetição máxima em um determinado exercício de musculação, por exemplo: em um dos protocolos os indivíduos serão orientados para tentar completar duas repetições. Caso seja possível completar as duas repetições na primeira tentativa, uma segunda tentativa será efetuada após intervalo de recuperação de três a cinco minutos com uma carga superior (primeira possibilidade) àquela empregada na tentativa anterior. Tal procedimento será repetido novamente, caso ainda não se tinha determinado a carga referente a uma única repetição máxima. Portanto, a carga registrada como 1-RM será aquela na qual foi possível ao indivíduo completar somente uma única repetição máxima (CLARKE, 1973). Dias et al (2005) cita que a familiarização prévia com testes de 1-RM é de extrema importância para a análise da força muscular, mesmo em indivíduos com experiência prévia em exercícios com pesos, sendo que esta avaliação prévia deveria ter pelo menos 3 sessões. Outro dado interessante é o encontrado em um estudo desenvolvido por Maior at al (2007). O objetivo deste estudo foi avaliar e comparar o valor de carga deslocado durante a execução do teste 1RM em duas situações: com e sem privação visual, tendo o autor confirmado a efetividade do teste de 1RM com privação visual pelo fato de evitar que o sujeito visualize a carga de teste, conseqüentemente, subestime o seu desempenho e, hipoteticamente, aumente sua auto-eficácia cognitiva. Apesar do tempo total do teste ser considerado pequeno por alguns pesquisadores, pode ser que para um professor de musculação, esse tempo não seja tão curto. Ou seja, talvez para um professor que tenha muitos alunos em um mesmo período, ou em uma academia com muitos alunos e poucos professores, esse teste acaba sendo inviável, devido ao curto tempo que o profissional pode disponibilizar ao aluno, sendo mais acessíveis os testes de repetições máximas utilizando uma tabela de conversão. Tabelas de Conversão As tabelas de conversão através de realizações de repetições máximas possibilitam a identificação estimada da força máxima sem a necessidade do teste específico de carga máxima, fazendo uso apenas de uma técnica matemática de regra de três simples e evitando assim uma possível manobra de Valsalva dos avaliados durante a avaliação. Na literatura especializada encontram-se várias tabelas que abordam esta relação de forma generalizada. Como exemplo temos os estudos sobre a tabela de conversão de Matvéiev (1986), que demonstram as possíveis repetições máximas com os respectivos percentuais de carga máxima e ainda classifica as faixas por intensidade, dando a luz para a criação do teste de carga por repetições máximas. O teste de carga por repetições máximas propriamente ditas, consiste na inversão do teste de carga máxima, ou seja, realiza-se um número máximo de movimentos com a carga não variável. Após a realização do teste de carga por repetições máximas, faz-se a identificação e associação do número de repetições máximas obtido, com o percentual apresentado no quadro de Matvéiev (1986), em seguida aplicou-se a regra de três simples sobre o resultado, para que fosse identificada a carga máxima ou os 100% de carga em cada aparelho testado. Um ponto positivo é que a não utilização de testes de carga máxima possibilita a realização de testes em exercícios variados em uma única sessão de treinamento sem estimular a fadiga central, porém o protocolo de carga máxima é considerado mais fidedigno, pois consegue se aproximar mais da carga máxima suportada pelo indivíduo, ao contrario do teste de repetições máximas utilizando uma tabela de conversão, que estimam a carga máxima. Na realidade, o ideal realmente seria que o professor de musculação tivesse tempo para escolher qual seria o melhor método para identificar os níveis de força máxima de seus alunos, porém para que isso aconteça é necessário que existam um número suficiente de professores ou profissionais da área de educação física nas academias, sendo que infelizmente o que se vê é o contrario, muitos alunos nas academias para um número reduzido de professores. De qualquer forma os resultados obtidos com uma sessão de musculação podem ser melhorados com uma correta periodização do treinamento e da estruturação do treino, respectivamente. Bons Treinos!!!!! Gustavo Barquilha Joel Mestrando em Ciências do Movimento Humano pela Universidade Cruzeiro do sul (Unicsul). Membro do Grupo de Estudo e Pesquisa em Atividade Física da Academia Marathon Wellness (Bauru) REFERÊNCIAS BADILLO JJG; AUESTERÁN EG. Fundamentos do treinamento de força : aplicação ao alto rendimento desportivo. Editora Artmed. São Paulo. 2° edição. 2001 CLARKE DH. Adaptations in strength and muscular endurance resulting from exercise. In: Wilmore JH, editor. Exercise and Sports Sciences Reviews. New York: Academic Press. 73-102. 1973 DIAS, R.M.R. ; CYRINO, E.S. ; SALVADOR, E.P. ; CALDEIRA, L.F.S. ; NAKAMURA, F.Y. ; PAPST, R.R. ; BRUNA, N. ; GURJÃO, A.L.D. . Influência do processo de familiarização para avaliação da força muscular em testes de 1-RM. Revista Brasileira de Medicina do Esporte, Niterói, v. 11, n. 1, p. 34-38, 2005. MAIOR, Alex Souto ; VARALLO, Ângelo Testa ; MATOSO, André Gustavo de Paula Santos ; EDMUNDO, Danilo Andrade ; OLIVEIRA, Moises Marinho de ; MINARI, Valquiria Aparecida . Resposta da força muscular em homens com a utilização de duas metodologias para o teste de 1RM. Revista brasileira de cineantropometria & desempenho humano, v. 9, n. 2, p. 177-182, 2007. MATIVEIEV, L.P. Fundamentos do treino desportivo. Lisboa: Livros Horizonte, 1986 WEINECK, J. Treinamento ideal. São Paulo: Manole, 1999.
  5. Salve galera!Gostaria de tirar uma dúvida com vocês, fiz uns exames no final do ano passado e o resultado foi devastador; EXAME FEITO EM 25/11/2015 TESTOSTERONA TOTALMétodo : QuimioluminescênciaMaterial : SangueResultado: 259,2 ng/dLValores de referência (ng/dL):Homens: 241,0 a 827,0TSH ULTRA SENSIVELMétodo : QuimioluminescênciaMaterial : SangueResultado: 2,413 µIU/mLValores de referência (uIU/mL):Crianças 01 a 23 meses : 0,870 a 6,150Crianças 02 a 12 anos : 0,670 a 4,160Adolescentes 13 a 20 anos : 0,480 a 4,170Adultos : 0,350 a 5,500TESTOSTERONA LIVREMétodo : Cálculo baseado nos níveis de testosterona total e SHBGMaterial : SangueResultado: 4,90 ng/dLValor de referência (ng/dL):Adultos: Homens : 4,58 a 18,33 Mulheres :0,03 a 0,95Tenho tido há algum tempo dificuldades de ereção, pouca libido, acumulo de gordura corporal muito grande, dificuldades em manter e perder peso, logo, acredito ser esse ai de cima o culpado.Fui em um urologista e o mesmo me pediu exames mais atuais para sacramentar se a testo está baixa ou não.Gostaria da opinião da galera, sobre os resultados. EXAME FEITO EM 24/04/2016 TESTOSTERONA LIVRE Método : Cálculo baseado nos níveis de testosterona total e SHBG Material : Sangue Resultado: 7,22 ng/dL Valor de referência (ng/dL): Adultos: Homens : 4,58 a 18,33 Mulheres : 0,03 a 0,95 TESTOSTERONA TOTAL Método : Quimioluminescência Material : Sangue Resultado: 379,0 ng/dL Valores de referência (ng/dL): Homens: 241,0 a 827,0 Resultados Anteriores: 259.2ng/dL TSH ULTRA SENSIVEL Método : Quimioluminescência Material : Sangue Resultado: 0,639 µIU/mL Valores de referência (µIU/mL): Adultos : 0,350 a 5,500 Adolescentes 13 a 20 anos : 0,480 a 4,170 Crianças 02 a 12 anos : 0,670 a 4,160 Crianças 01 a 23 meses : 0,870 a 6,150 Resultados Anteriores: 2.413µIU/mL (27/11/2015) () () Data da Coleta: 20/04/2016 T4 LIVRE Método : Quimioluminescência Material : Sangue Resultado: 1,00 ng/dL Valor de referência (ng/dL): 0,65 a 1,76 Data Liberação: 20/04/2016 Liberado por: Dr Claudio Cerqueira - CRMMG6888 Data da Coleta: 20/04/2016 PROLACTINA Método : Quimioluminescência Material : Sangue Resultado: 7,78 ng/mL Valores de referência (ng/mL): Homens: 2,1 - 17,7 Data Liberação: 20/04/2016 Liberado por: Dr Claudio Cerqueira - CRMMG6888 Dados;31 anos1.83 m95 quilosÚnico ciclo feito na vida aos 20 anos (Dura + Stan) Infelizmente, o urologista atual insiste que os resultados estão normais. Os médicos só sabem ler o resultado x níveis de referência, não importando idade ou estilo de vida do cara. Ou seja, um homem de 30 anos sedentário e com hábitos alimentares irregulares, com 300 ng/ml de testo e um homem de 30 anos, que se exercita regularmente, que tem uma alimentação balanceada com os mesmos 300 ng/ml está com os níveis normais... WTF!? É claro que isso não é uma verdade absoluta, já que há vários aspectos para se influenciar os fatores hormonais das pessoas, mas, alguém condicionado terá níveis melhores que alguém não condicionado. Minha dúvida é, o que acham que posso fazer? Estou farto de ficar pagando consulta em urologista e o cara dizer que minha baixa líbido é psicologica. Com isso estou ganhando peso, desmotivado, preguiçoso, acumulando muita gordura e gostaria de reverter o quadro. Recomendam que eu insista com médicos ou parto para um protocolo, talvez TRT. Qual dosagem recomendariam? Não pretendo ganhar músculos, não pretendo ganhar volume, inclusive, gostaria de opiniões para um ciclo para perda de peso. Não me importo com a massa magra, preciso perder volume.
  6. Não comecei a treinar ainda, acabei de completar 17 anos e logo pretendo começar a treinar, tenho 55kg de peso e 167,5 de altura, meu IMC é 19,60, é um IMC considerado normal para meu peso e altura, quero saber se com isso tem como saber se eu sou Ectomorfo ou Mesomorfo.?
  7. Boa tarde, Tenho 19 anos, pouco mais de 1.80 de altura e sou magro, e quando olho no espelho, tenho a sensação de ser bem mais magro do que deveria, mas não sei o meu peso. Sofro com depressão desde o começo da adolescência, então parei de comer, raramente me alimentava, e quando me alimentava, era pouco. Hoje em dia, eu até consegui recuperar um pouco do peso, mas acho que ainda está meio longe do ideal. Além de ter parado de comer, eu me isolei do mundo e me tornei sedentário, apenas dentro de casa e sentado, não praticava nenhuma atividade física. Então, eu não sei se isso tem algo a ver com o meu problema... mas eu acho o meu tronco pequeno, parece meio infantil pra minha idade. E também por causa da depressão, ficar sem comer, estar sedentário e apenas sentado, eu acabei ficando meio paranoico, achando que todos os "defeitos" do meu corpo foram causados por conta disso, como as formas do meu corpo, a barba meio falha e um pouco fina (não acredito que seja genética, ninguém da família é assim), a bunda meio achatada e caída, parecendo de gordo. Fico muito aborrecido com meu corpo, ainda mais aborrecido porque parece que as roupas não se encaixam muito bem... nossa, calça jeans é pra matar, fica muito feio. Acho que meus ombros até são meio largos (pelo menos, parece, de costas), e quando olho no espelho apenas do umbigo pra cima, não parece tão desproporcional ou estranho, mas quando o rosto entra em cena, fica tudo "desconfigurado". Por muito tempo, eu achei que minha cintura era muito grande, até que eu procurei por essas coisas na internet e li uma resposta pra um usuário em um fórum que mudou meu pensamento: "na verdade, seu tronco é fino". Queria ter um tronco, braços e pernas maiorres, com músculos e definidos... tô bem perdido, não sei por onde começar. Como eu faço pra ganhar peso, aumentar o tamanho do meu corpo e definir ele? Não quero ficar grandão tipo aqueles caras de academia, só queria ficar em um tamanho mais normal. Se uma dieta normal é de 2.500 calorias, eu devo comer umas 3.000 por dia? Eu achei uma dieta de 3.000 calorias por aqui, mas eu tenho algumas dúvidas sobre isso. -------- Café da Manhã Fruta 1 porção Leite 1 copo Pão 1 1/2 unidade Margarina 2 colheres (chá) Café com adoçante à vontade Lanche da Manhã Fruta 1 porção Almoço e jantar Arroz 7 colheres (sopa) Feijão 5 colheres (sopa) Carne magra 2 porções Legumes 2 porções Salada 2 porções Sobremesa 1 fruta Lanche da tarde Fruta 1 porção Leite 1 copo Pão 1 1/2 unidade Margarina 2 colheres (chá) Lanche da noite Leite 1 copo -------- Minha dieta é um pouco diferente disso... no café da manhã não tem frutas, às vezes como mais pão do que tem ali, menos margarina. Quase nunca faço esses lanches da manhã e tarde, e quando faço é alguma fruta, e não como diz ali. No almoço, faço entre meia xícara / uma de arroz integral, dois rolos de macarrão, duas conchas de feijão e um pedaço de peito de frango, praticamente sempre sem legumes e saladas, e o que como já me deixa cheio. Pro jantar, tento fazer o mesmo que o almoço, mas nem sempre dá. Será que tô fazendo errado ou comendo mais do que deveria? Não sei qual seria o tamanho de cada porção de carne, mas cada pedaço de peito de frango é meio grande até... e deve dar umas 10 colheres de arroz, mais ou menos. Outra coisa, pessoas que fazem musculação e tem uma dieta boa, podem comer porcarias de vez em quando, tipo tomar um copo de refri no final de semana, comer algum chocolate, biscoitos, etc? Eu como essas coisas de vez em quando, mas não me fariam falta... Por enquanto eu não tenho como fazer academia, não sei quando poderia entrar em uma. Eu vou ter que começar a trabalhar, e acho que estudar de noite também, aí ficaria complicado achar tempo pra academia tendo que trabalhar e estudar todos os dias da semana, só sobraria o final de semana. Isso prejudicaria pra conseguir resultados, malhando só no final de semana? Desculpem pela péssima qualidade da imagem (nos dois sentidos kkkk), tive que tirar no espelho de longe e dar zoom. http://www.imagebam.com/image/d6cb16322121837 Pô, espero que vocês consigam me ajudar! Obrigado!!!
×
×
  • Create New...