Jump to content
Aline Kuassne

Estou com retenção hídrica com ciclo de Oxandrolona

Rate this topic

Recommended Posts

Estou na reeducação alimentar há um tempinho mas as vezes dou uma relaxada.... Agora porém... Estou fazendo ciclo com oxan.. 20mg por dia. Tomo cafeina e tbm um manipulado para a retenção vou comecar hoje . Ele é muito bom . Mas toda vez que paro de tomar ele .... Me vem a retenção . 

Pior sou baixinha e peso bastante . 

1.60 altura 89.5 peso

Viu mostrar fotos pra vcs e queria saber algumas dicas para dar uma desinchada e definida melhor..... Ou dêem dicas como quiser ok?! 

Minha alimentação é basicamente

Quando não treino em jejum como 

3 claras de manhã com uma gema 

Almoço e jantar legumes e proteína .

Almoco tem 100g de arroz jantar não tem 

Como gelatina .... E alguma fruta no meio do dia.  Como tbm pasta de amendoim com cacau antes do treino pra matar a vontade de doce e treinar 

Mas as vezes como umas porcarias quando dá uma vontade loca de doce .

Pior que é umas 2 vezes na semana . 

Me ajudem pois não tô conseguindo modificar . Apesar de ter trocado bem minhas gorduras pois antes eu era bem gorda . Mas hoje em dia peso o mesmo. Me sinto pesada .

 

IMG_20171117_091556081.jpg

IMG_20171117_091806949.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites

Você usa muito sal na comida ? Tem problema de tireoide ? Toma algum medicamento anti-hipertensivo ? Tem problemas renais, hepáticos ?

Diuréticos naturais ajudam a combater a retenção de líquidos, tais como a castanha da índia, que também é ótima para varizes, chá verde, abacaxi, cavalinha. Um chá de gengibre com limão também é ótimo.

Agora se você está sempre inchada, o correto é saber qual a causa...

Abraços...

Share this post


Link to post
Share on other sites

É importante diminuir a ingestão de carboidratos e também substitua o sal comum por um sal rosa... Vai te ajudar bastante também tomar chá de hibisco, gengibre, canela, cavalinha e pau tenente... como já disse o batataney... 

Eu estou fazendo a dieta Low Carb com o jejum intermitente 16/8h... reduziu muito o meu inchaço... 

No meu ver, está comendo acima das suas necessidades... os alimentos integrais tem muita caloria, e os Light muito sódio... pra reduzir peso é importante aprender a comer... 

Espero ter ajudado... 

Share this post


Link to post
Share on other sites
17 horas atrás, Aline Kuassne disse:

Estou fazendo ciclo com oxan.. 20mg por dia.

Querida, tudo bem?

Algum médico prescreveu a oxandrolona ou foi "por conta"?

Com o seu IMC, não acho que esteja no caminho certo com a oxandrolona.

Você sabe que ela não é uma pílula emagrecedora e que não tem efeitos de redução de fome, correto?

17 horas atrás, Aline Kuassne disse:

Quando não treino em jejum

Treino de pesos em jejum? 

Treinos de peso em jejum não são o ideal. Se for aeróbico, há uma corrente que defende... até vai. 

17 horas atrás, Aline Kuassne disse:

Almoço e jantar legumes e proteína .

Almoco tem 100g de arroz jantar não tem 

Pese seus alimentos. Sempre.

Pense no preparo de alimentos: fritos e milanesa costumam aumentar o teor calórico. Talvez possa ser um dos "erros".

Outra coisa: proteína não é sempre proteína. Compare os alimentos. O teor de gordura de patinho é bem menor que de uma costela, por exemplo! Então é válido pensar no tipo de alimento (de carnes, prefira patinho, alcatra e músculo, todos com menos gordura; frango opte por sassami e peito; peixes, a tilápia é uma ótima opção, além do atum natural ou, Se enlatado, em água).

O arroz é integral? Sugiro pensar nessa opção. Toda forma, eu gostaria isso pela metade!

17 horas atrás, Aline Kuassne disse:

alguma fruta no meio do dia

Cuidado com a ingestão de frutas. Algumas podem ser bem calóricas.

17 horas atrás, Aline Kuassne disse:

Como tbm pasta de amendoim

Pasta de amendoim, embora interessante enquanto fonte de gordura saudável, é bem calórica. Se você não estiver pesando a quantidade que ingere, isso pode ser um tiro no pé!

17 horas atrás, Aline Kuassne disse:

Mas as vezes como umas porcarias quando dá uma vontade loca de doce .

Pior que é umas 2 vezes na semana . 

Isso se chama descontrole e propensão à sabotagem. Tente evitar ao máximo. Uma única "porcaria" pode gerar uma bomba calórica bem difícil de se gastar depois.

Faça a comparação de quantas calorias (fora carboidratos, gordura e sódio) há em coisas tolas (como uma fatia de panetone só para dar um exemplo) e quantas horas de atividade física precisará para consumir essa ingestão desnecessária.

É assombroso.

17 horas atrás, Aline Kuassne disse:

Me ajudem pois não tô conseguindo modificar .

Faça download de algum aplicativo para cálculo de calorias.

Eu uso o Fat Secret. 

Passe a pesar seus alimentos para saber exatamente o que consome.

Tentar consumir 70 até 75% da sua ingestão calórica diária recomendada / de metabolismo basal para redução de peso é uma estratégia.

Pense em um treino de musculação de 6x na semana, com táticas mais intensas, como tri set, bi set e super série. 

Inclua aeróbicos no pós treino  (30 - 50 minutos) ao menos dia sim / dia não.

Tem muita dica boa pela internet.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

  • Similar Content

    • By Ana paula de azevedo
      Idade : 24
      altura:1,59
      peso:56 kg
      Medicamento em uso : anticoncepcional 
      nenhum problema de saúde ou histórico de cirurgias 
      Exames de sangue hormonais : nenhum recente 
      Tempo de treino : 3 anos, parei 1 ,voltei a 1 
      Primeiro ciclo: boldenona com Stano injetável, bom ganho porém muitos colaterais mesmo em dose baixa .
      Ciclo proposto : masteron 8 semanas, 0,5mg a cada dois dias /marca aceito sujestao..
      Treino : 6 dias na semana, 2 superior, 2 posterior, 2 quadríceps conciliando aeróbico 2x na semana ! todos os dias as 14:00
      Pretendo fazer esse novo ciclo para dar uma secada e aumentar a massa magra, nível de gordura corporal em 19%.
      Pretendo pagar uma nutri para fazer uma dieta mais restrita pois devido a quarentena ganhei gordurinhas que nunca tive  e tbm um personal durante o ciclo . 

      O masteron é realmente a melhor indicação no momento ou oxandrolona ?
      stano nunca mais ...



    • By Ricardo Moacyr
      Pessoal, estou estudando como fazer um ciclo de Oxandrolona
      Encontrei essa marca na farmácia porem nunca ouvi fala, alguém conhece ou já fez uso?
    • By BigBossFrank
      Fala galera boa noite, estou com uma dúvida que está me incomodando, vou começar um ciclo de boldenona, testo e Diana ou oxan, queria usar Diana, mas não me aconselharam, disseram que oxan é certeza no ciclo, mas já vi alguns aqui com Diana!!! Mas e aí galera? Posso seguir com a Diana ou não é mesmo viável, tenho 1,83 de altura e no momento com 75 kg, perdi muito devido a pandemia e não ter como malhar 
    • By fisiculturismo
      Em vídeo super sincero publicado em seu canal no YouTube, a atleta Dora Rodrigues revelou todas as drogas esteroides anabolizantes que usa para ficar com o shape incrível para os campeonatos de fisiculturismo.
      Essas foram as substâncias anabolizantes que a atleta confessou usar:
      Testosterona em gel bioidêntica; Masteron; GH; Oxandrolona; Turinabol; Clenbuterol; Anastrozol. Outras drogas:
      Finasterida. Efeitos colaterais relatados:
      Queda de cabelo (testosterona); Espinhas (oxandrolona); Retenção (turinabol).  
      O que você acha das substâncias utilizadas pela atleta?

    • By Vanessa Dantas
      O que é cafeína?
      A cafeína (1,3,7-trimetilxantina) é uma substância psicoativa popularmente conhecida e que tem sido utilizada por esportistas em âmbito mundial em razão de seu potencial ergogênico, caracterizado pelo aperfeiçoamento do desempenho físico.
      Fontes de cafeína
      Além de esta substância fazer parte da composição de um grande número de suplementos alimentares, ela está presente, sob diversas formas, na composição de várias bebidas e alimentos comumente utilizados no padrão alimentar humano, como cafés, guaranás, chás, refrigerantes, chocolates, guloseimas, e até mesmo em medicamentos analgésicos.
      Benefícios da suplementação com cafeína
      A cafeína pode ser utilizada por meio de suplementação por proporcionar, em tese, a maximização do desempenho de atletas. Isso se dá por meio da mobilização de ácidos graxos livres do tecido adiposo, aumentando o suprimento de gordura ao músculo, suprimindo a utilização do glicogênio muscular e melhorando a função neuromuscular, prolongando o tempo de exercício e retardando a fadiga. 
      Além disso, a cafeína atua na melhora da contratilidade dos músculos esqueléticos e cardíacos.
      Também atua como um estimulante do SNC (sistema nervoso central), o que é benéfico em atividades que requerem concentração.
      Outro efeito da cafeína consiste no cruzamento da barreira hematoencefálica e antagonização dos efeitos da adenosina, resultando em altas concentrações de neurotransmissores estimulatórios e, dessa maneira, aumentando o estado de vigília e melhora o humor.
      Os benefícios do uso da cafeína não se limitam ao desempenho esportivo. Seu consumo está associado à prevenção de inúmeras doenças crônicas, como alguns tipos de câncer, diabetes mellitus tipo 2, doenças renais, cardiovasculares, neurológicas, hepáticas e distúrbios endócrinos.
      Doses recomendadas
      A suplementação de cafeína em um estado anidro exerce um efeito ergogênico maior em relação ao café. A ciência tem demonstrado também que a cafeína é eficaz como recurso ergogênico quando administrada em doses baixas a moderadas (3-6 mg/kg/dia - para um indivíduo de 70kg: 210-420 mg) sem resultar em aprimoramento adicional no desempenho quando consumido em doses mais elevadas (≥ 9 mg/kg/dia - para um indivíduo de 70kg: 630 mg).
      A individualidade biológica (peso, idade, sexo, fatores genéticos, e etc.) deve ser levada em conta ao se considerar a metabolização da cafeína no organismo. 
      Um teto de menos que 500 mg de cafeína é considerado como uma dose segura a ser consumida diariamente.
      Para pacientes com doenças cardíacas ou hepáticas, a dose deve ser mais baixa, ou não deve ser prescrita a cafeína. 
      Não parece existir clara evidência na ciência de que o consumo exagerado da cafeína resulte em certo risco relevante para a saúde em pessoas saudáveis. Porém, devido à variabilidade biológica, uma mesma dose de cafeína pode ser tolerada por um indivíduo e levar a reações adversas em outro.
      Efeitos adversos (colaterais) da cafeína
      Dentre os efeitos adversos mais frequentes da ingestão de cafeína podem ser citados: 
      insônia; irritabilidade; ansiedade; dependência; sensibilidade; taquicardia; sensação de zumbido no ouvido; distúrbios visuais; cefaleia; cansaço; prejuízo na concentração e na memória (por interrupção repentina do uso); tensão muscular crônica (tremores e palpitações); náuseas; desconforto gastrointestinal (podendo ser agravado em pacientes com tendência a úlcera ou gastrite). Esses efeitos adversos relacionados à utilização da cafeína são mais frequentes em indivíduos que utilizam a substância de maneira excessiva (dose maior do que a recomendada no tópico anterior) ou nos que possuem maior sensibilidade à substância.
      A cafeína pode ainda estar relacionada com o aumento da temperatura corporal, o que sugere um aumento na produção de calor em repouso devido ao seu potencial termogênico, podendo, dessa forma, prejudicar o desempenho de esportistas em exercícios sobre altas temperaturas. 
      Por inibir o hormônio antidiurético (ADH), a cafeína pode levar ao aumento da diurese e potencializar a excreção de cálcio e magnésio pela urina. Como consequência, pode prejudicar o desempenho de atletas levando a uma possível desidratação durante a competição. 
      Entretanto, a ciência mostra um efeito diurético sutil, sem grande impacto na desidratação em massa de atletas.
      Conclusão
      O efeito ergogênico dessa substância vem sendo comprovado por inúmeros estudos e parece estar envolvido com mecanismos de ação relacionados com o sistema nervoso central, além de alterações metabólicas e fisiológicas que melhoram o desempenho atlético.
      Em relação aos possíveis efeitos colaterais enumerados no texto, não parece existirem evidências na ciência de que o consumo exagerado resulte em riscos relevantes para a saúde de pessoas saudáveis. 
      As alegações dos efeitos adversos da cafeína sobre o sistema cardiovascular ainda são inconclusivos. O que deve ser levado em conta é a individualidade biológica dos indivíduo, atentando-se para a sensibilidade à substância que alguns indivíduos podem apresentar.
×
×
  • Create New...