Jump to content

Search the Community

Showing results for tags 'hipertrofia'.



More search options

  • Search By Tags

    Type tags separated by commas.
  • Search By Author

Content Type


Forums

  • Anabolizantes Esteroides
    • Tópicos sobre esteroides
    • Relatos de ciclos
  • Suplementos Alimentares
    • Tópicos sobre suplementação
    • Relatos de uso de suplementos alimentares
  • Treinamento de Musculação
    • Tópicos sobre treinamento
    • Lesões musculares
    • Diário de treino
  • Nutrição Esportiva
    • Tópicos sobre nutrição
    • Relatos sobre dietas
  • Gente
    • Tópicos de evolução do shape
  • Assuntos Diversos
    • Tópicos diversos

Calendars

  • Campeonatos de Musculação
  • Cursos, Palestras e Feiras

Categories

  • Esteroides
  • Suplementos
  • Treinamento
  • Nutrição
  • Gente
  • Diversos

Categories

  • Esteroides
  • Suplementos
  • Treinamento
  • Nutrição
  • Gente
  • Diversos

Categories

  • Aves
  • Bebidas
  • Carnes
  • Lanches
  • Legumes
  • Ovos
  • Massas
  • Peixes e Frutos do Mar
  • Saladas
  • Sobremesas

Categories

  • Abdominal
  • Antebraço
  • Bíceps
  • Costas
  • Coxa
  • Glúteo
  • Lombar
  • Ombro
  • Panturrilha
  • Peito
  • Pescoço
  • Romboide
  • Trapézio
  • Tríceps

Find results in...

Find results that contain...


Date Created

  • Start

    End


Last Updated

  • Start

    End


Filter by number of...

Joined

  • Start

    End


Group


Telefone Celular (WhatsApp)


Telefone Fixo


Interesses


Facebook


Instagram


YouTube


Twitter


Website


Tumblr


Série de Treinamento


Suplementação


Dieta Nutricional


Ciclos de Esteroides Anabolizantes & Drogas Afins


Academia


Altura


Peso


Percentual de Gordura

Found 204 results

  1. Boa tarde galera. Estava lendo um pouco sobre esse tipo de treino ( Fullbody ). Alguem usa esse metodo? gostaria de saber se ele é vantajoso para hipertrofia. Não tenho muito tempo para continuar treinando pois trabalho e estudo, mais consigo ir na academia em dias intercalados. Será que esse tipo de treino funciona? o bom dele é que eu vou poder aumentar bastante a carga. Me ajudem ai valeuu abraço
  2. Olá.. Tenho 36 anos, 1,70m, 61kg. Treino em média 5 vezes na semana (treino A, B, C feito por personal), faço aeróbico 3 vezes por semana (corro 30min, cerca de 5 km). Me alimento bem, dosando proteínas, apenas carboidratos integrais, verduras, legumes e frutas, de 3 em 3 horas. Atualmente tomo 2 BCAA antes do treino e Whey Protein com dextrose pós-treino. Tem como dar um "up" nessa suplementação para eu melhorar meus resultados? Queria aumentar massa magra, com hipertrofia leve, pois não quero ficar masculina... Agradeço as opiniões.... Vanessa
  3. Treino full body, 3 vezes na semana A: agachamento - 3x10 pant sentado - 2x10 supino reto 3x10 barra fixa - 3x10 rosca inversa - 2x10 abd na bola 3x10 B: levantamento terra - 2x10 desenv. em pé - 3x10 paralelas - 2x10 rosca direta - 2x10 levantamento de pernas (abd) - 2-x10 sidebend na polia - 2x10 (cada lado) hoje 17/12/11 peso total sem a barra: agachamento: 40 kg pant sentado: 85 kg supino: 62 kg barra fixa: so o peso do corpo rosca inversa: 20k (mas acho q vou diminuir e aumentar a amplitude, ñ ta muito boa) abd na bola: 14 kg no pescoço (halter) levantamento terra: 40 kg desenv. em pé: 20 kg cada halter (1 halter cada mão, total 40 kg) paralelas: 10 kg (5 em cada perna) rosca direta: 26 kg levant. de pernas: 16 kg (8 em cada perna) sidebend na polia: 50 kg *a barra do agachamento pesa em media 20 kg, do supino 10 kg e das roscas 6 kg)
  4. Um amigo me falou q Tribulus Terrestris aumentou a força dele e a massa muscular tb, sem atrapalhar na definição. Eu li à respeito do produto na internet e ME PARECE q vale a pena. Alguem pode me ajudar ou falar sobre isso? Se funciona mesmo? Qts tomar e como tomar? Valeu!
  5. Olá pessoal, quero saber se posso aliar o aeróbico em jejum e o aeróbico pós-treino à um treino de hipertrofia. Para ser mais claro, farei os "movimentos" e treino característicos da hipertrofia, mas junto farei estes aeróbicos. A minha dieta é levemente hipocalórica... Sei que não há como emagrecer/definir e ganhar massa. Mas tenho medidas fracas demais e gordura de sobra, principalmente na região abdominal... É besteira tentar "aliar" os 2? OBS: meus treinos são à noite.
  6. Ja fiz ciclos de PH' agora pesquisei bastante e vi que o certo era eu começar com esse ciclo para passar breve a ciclos mais fortes, se puderem me ajudar com dicas fico grato. Pretendo mais definição e ganho de massa corporal com qualidade. Medidas ( Fico devendo esses dias eu posto ) Testogar (proprionato de testosterona) 1 , 2 e 3 semana ( 1ml seg qua sex ) - 9ml (200mg dose) 4 e 5 semana ( 1,5ml seg qua sex ) - 9ml (300mg dose) 6 semana ( 2ml seg qua sex ) - 6ml (400mg dose) Totalizando 24ml Stanozolol Landerlan 4 - 5 semana ( 1ml DSDN ) - 15ml (50mg dose) 6 semana ( 2ml DSDN ) - 14ml (100mg dose) Totalizando 29ml PROTEÇÃO DURANTE CICLO - (NECESSITO DE AJUDA) TPC - Vitrix ou Recicle + Tamoxifeno Suplementação - Glutamina - Vitamina C - Whey Ultra Iso - Dextrose (pós treino) - Caseina - Melatonin (problemas com insonia) - SUPER AMINO 4800 Dymatize
  7. bom gente, minha academia vai fechar por uma semana por causa de um feriado em minha cidade ¬¬' sou endo-meso, ou seja, tenho mta facilidade pra acumular gordura nessa semana,eu queria saber,pra eu naum perder massa muscular , eu devo manter minha dieta de 3000 calorias ou diminuir para naum acumular gordura ? tbm queria saber uns exercicios para eu fazer em casa mesmo nesse tempo parado,algo sabe alguns? obg
  8. Oi geente! Bom...vou começar um treino de hipertrofia pesquisei bastante pra escolher esses suplementos, mas gostaria de receber mais algumas opiniões pra saber c fiz uma boa escolha: *whey da optimum (pós) *dextrose da body action(pós) *albumina salto´s(ao acordar e aantes de durmir) *hipercalorico serious mass da optimum(????) juro que pesquisei antes de abrir esse tópico, não me xiguem :/ lembrando que tenho uma dieta balanceada 5x/dia...e treino a 6 meses só na dieta.
  9. Opa tudo bom gostaria de saber como fazer para desevolver as pernas malho a 8 meses e só peguei 2 cm de coxa, panturrilha continua igual e o pior com AE ja os braços desenvolvem muito, peito nem se fala, costa então.... tenho 89kg .182cm...treino pesado Faço 3 series de 8 agachamento smith Faço 3 series de 8 Legpress Faço 3 series de 8 mesa flexora (quadriceps) Faço 3 series de 8 mesa flexora (Biceps femural) Faço 3 series de 8 tibial anterior (tipo panturrilha com calcanhar levantando o pé ) Faço 3 series de 8 Panturrilha sentado Faço 3 series de 8 panturrilha em pé Faço 3 series de 8 panturrilha em pé com os pés pra fora Faço 3 series de 8 panturrilha em pé com os pés pra dentro o que ha de errado ? uma vez eu disse aq que eu fazia esse treino 3 vezes por semana falaram que ta errado passei a fazer 2 disseram q tambem muito agora faço um e acho pouco e agora me ajudem !!! este sou eu
  10. Comecei esta dieta desde abril, de lá ate hoje perdi 18 kg, contudo a concentração de gordura na barriga ainda e um pouco dá ultima vez que fiz a dobra pollock estava com 28 mm, a pergunta com esta dieta consigo secar minha barriga? e possivel trabalha a hipertrofia com esta dieta? 06:50 hs ECA 07:00 hs Misto 2 fatia de pão de forma integral com fatia de queijo minas e uma fatia de peito de peru Coloco uma colher de sopa de Azeite 100% oliva 200ml Iogurte 0% Gordura activa picolinato cromo Vitamina C 10:00 hs água 200ml c/ 100% Whey Protein uma banana media com duas colheres de aveia 12:40 hs Verduras: Alface / Rúcula / Mostarda / Couve / Agrião / 2 Fatia de Tomate Ovos : 2 ovos cozidos somente a clara Carne: -+ 200 g peito de frango grelhado Arroz Integral: 2 colheres Feijão: Meia concha só caldo picolinato cromo Tribullus Terrestres óleo de Linhaça 15:00 hs ECA 16:00 hs Misto 2 fatia de pão de forma integral com fatia de queijo minas e uma fatia de peito de peru 17:00 hs uma banana media com duas colheres de aveia 18:20 hs Treino +- 1 h 3 dias com musculação 3 dias com esteira. 19:30 hs Duas colheres de espaguete integral c/ duas colheres de atum ao suco 200ml Iogurte 0% Gordura activa picolinato cromo Tribullus Terrestres 22:30 hs água 200ml c/ 100% Whey Protein
  11. Boa tarde... Meu nome é pedro tenho 16 anos... Estou pensando em tomar algum suplemento alimentar, porem não sei qual tomar, não vou fazer academia, queria tomar pra obter mais massa muscular e mais pesso, não pra ficar definido e mostrando musculos, apenas para "CRESCER", estava fuçando no google e encontrei essa foto... Queria tomar algo pra crescer e obter mais massa muscular... apenas tomar. Me indiquem alguns suplementos e como tomar..
  12. tenho uma duvida aqui sobre suplementos, por exemplo se eu tomar whey protein e ganhar uns 4 kg de musculo e depois para de tomar eu vo perde esses 4kg?, ou eu consigo manter isso ai consumindo bastante carboidrato? obrigado
  13. Caros colegas de forum, vamos ao assunto. Sou bariatrico com 1 ano e 2 meses de pós cirúrgico. Treino musculação há 4 meses, faço dieta alimentar, porém tenho percebido pouca evolução nos treinos e no ganho de musculatura. Fiz exames recentemente e está tudo em ordem com os índices. Vou colocar abaixo mais dados para melhor análise se o ciclo que pretendo fazer está condizente com minha realidade. - Idade: 33 anos - Altura 1,81 - Peso 77 kg - Medidas - Braço 35 - Peito 101 - Cintura 91 - Quadril 94.5 - Perna 51 - Panturrilha 36 - BF 18% - Tempo de treino 4 / 5 meses - Objetivo Hipertrofia -Ciclo - 1-8 Testosterona 300~600mg/semana - 3-8 Stano 30mg/dia. Podem me ajudar com a opinião de vocês se estou no caminho certo?
  14. bom galera preciso ver se esse treino tem eficacia, não disponho de muito tempo para treinar, somente 4x na semana com 1h20m de tempo para treinar... academia com equipamentos simples, montei esse treino E gostaria da opinião se está certo ou tenho que mudar algo. att Treino 1 Leg Press Agachamento Livre Agachamento Búlgaro Supino Reto com Barra Crucifixo em pé na polia alta (fechar mais miolo do peito) Elevação Lateral com Halter Deitado no Banco Inclinado Elevação Lateral com Cabo (tronco inclinado 30 a 45 graus pra frente) Tríceps Testa Barra Reta Tríceps corda Abdominal polia alta Panturrilha em Pé Treino 2 Levantamento Terra Mesa Flexora Cadeira Adutora Barra fixa pegada supinada Remada Unilateral com Cabo Polia Alta Remada Serrote Crucifixo Inverso com Halteres Deitado no Banco Inclinado Rosca Concentrada com Halter Rosca Martelo com Halteres Elevação de pernas Panturrilha Treino 3 Desenvolvimento Militar Elevação Lateral com Halteres (tronco inclinado 30 a 45 graus pra frente) Supino Inclinado com Halteres crucifixo reto Tríceps Francês com Halter Unilateral Leg press Cadeira extensora cadeira abdutora Abdominal roda Panturrilja Treino 4 Remada Curvada Remada Baixa Puxada Frente Puxada Triângulo Crucifixo em pe na polia alta Rosca Direta com Barra Reta Rosca Inversa com Barra Reta RDL Cadeira Flexora Hanging Leg Raise Panturrilha Seria esses.
  15. Salve amigos, Entrei de cabeça no mundo da musculação a cerca de 3 meses por isso sou leigo e tenho uma dúvida a respeito de suplementação. Tenho 20 anos, entrei na academia pesando 57 kg, hoje já estou pesando 60 kg, tenho 1,75 m. Treino todas segunda à sexta e meu objetivo é a hipertrofia, e o único suplemento que faço uso é o Whey Protein da Optimun (isolado). Queria saber qual seria o tempo ideal para fazer uso de Creatina, Hipercalóricos e afins para obter melhores ganhos? OBS: Reconheço que de nada adiantara a suplementação sem uma boa dieta. Abraços!
  16. Nestes últimos anos se fez muito alarde em cima do uso do hormônio GH, promete-se milagre tanto na parte muscular, como na queima de gordura e até na parte estética, no rejuvenescimento. Mas será que realmente podemos confiar? Vale a pena o gasto de grandes quantias em dinheiro com este hormônio? Leia e tire suas conclusões: O que é GH (hormônio do crescimento)? Também conhecido como somatotropina é produzido pela glândula pituitária, possui uma cadeia de 191 aminoácidos. É responsável pelo crescimento dos músculos, ligamentos e cartilagens. Atua também na melhora da textura da pele e na lipólise (queima de gorduras). O GH atua diretamente no aumento da lipólise (queima de gorduras) e promove a resistência à insulina. O GH é produzido em jovens para o crescimento adequado dos ossos, músculos e outros tecidos. Em adultos é responsável por evitar a perda de tecido muscular, como já mencionamos antes, pela lipólise, pela regulação dos aspectos de nossas funções metabólicas, pela manutenção de um corpo saudável em idade avançada, pela mantenção e reparação de nossa pele e de outros tecidos. Com a idade o nível de GH de nosso corpo vai caindo. Isso ocorre logo após a adolescência. Depois dos 20 anos a produção de GH é reduzida em aproximadamente 14% por década. Aos 60 anos você produz 25% do que produzia quando tinha 20 anos, por isso, envelhecemos. Causas da diminuição do GH: Aumento de gordura; Diminuição do volume dos músculos; Diminuição da densidade óssea, com isso ocorre doenças como osteoporose, e outras doenças da degeneração óssea; Diminuição da função cerebral, perda do intelecto; Aumento das doenças devido a menor qualidade do sono; Envelhecimento da pele. O que me admira é que sabendo de tudo isso, por que não se faz uma administração médica de GH após os 30 anos? Isso reduziria esses sintomas e atuaria no rejuvenescimento. Existem tantas técnicas que adotadas em clinicas de estética para prevenir envelhecimento, muitas vezes absurdamente caras, e sem resultado nenhum. Será que uma administração de GH não seria a solução mais simples? Quais são os interesses por trás da mistificação do uso do GH? Fica aí a duvida. O GH é produzido em nosso corpo naturalmente pelos exercícios intensos, pelo stress, e por algumas drogas. A produção principal é pelo sono (nas duas primeiras horas de sono profundo). Por isso, vem sendo questionada a forma como é administrado o GH exógeno, normalmente antes de se deitar para dormir. Seria correto, já que o corpo vai produzir durante o sono, administrar o hormônio exôgeno em horário diverso, onde a produção natural é menor. Após o GH ser liberado, ele tem uma vida muito curta. O GH atua durante meia hora. Dentro dessa meia hora, viaja até o fígado e outros tecidos e induz a secreção de um hormônio polipeptídico denominado fator de crescimento, semelhante à insulina (IGF-1). O fator de crescimento estimula a proliferação dos condrocitos (células de cartilagem), resultando no crescimento ósseo, também envolvido no estimulo à proliferação e diferenciação dos mioblastos (percursor das fibras dos músculos). O IGF-1 também estimula a capacitação de aminoácidos e síntese de proteínas nos músculos e outros tecidos. Para quem utiliza o GH para aumento de massa magra, o maior beneficio do GH é na lipólise. Não tem ele influência expressiva no aumento de massa muscular. Por isso, quem normalmente busca mudanças físicas administra o GH com outros hormônios, tais como insulina, testosterona, além dos hormônios da tireóide. Eu acho engraçado quando alguém diz "vou fazer um ciclo de GH". Não existe ciclo de GH!!! Ao contrário de outras drogas, o ciclo de 8 a 12 semanas de GH nada vai te adiantar. É um hormônio de custo elevado. Você vai perder muito dinheiro, tanto se buscar rejuvenescimento quanto se buscar performance física (hipertrofia muscular e lipólise). O GH só funciona se for usado a longo prazo, constantemente. Ao iniciar a administração de GH, inclua-o no seu orçamento mensal. Assim como a dieta, será um companheiro para o resto de sua vida. Para encerrar, uma dica: não espere deste ou de qualquer outro hormônio um milagre, pois nada faz milagres. Sem uma dieta correta e um treino intenso, de nada adiantará você gastar milhões com GH e outros hormônios. Os resultados não serão os esperados. Fique esperto antes de investir seu dinheiro, pense que você vai ter que treinar pesado e fazer dieta de verdade. Até a próxima!!!!!
  17. O maior desejo de todas as pessoas que praticam exercícios é eliminar gordura e aumentar massa muscular magra, pois só assim para o corpo ficar forte, definido e com músculos aparentes. Porém, esse é o objetivo mais difícil de alcançar, afinal, exige muita disciplina, treinos intensos, descanso e alimentação regrada. Todos esses fatores necessitam de uma orientação profissional, afinal, pessoas que tentam fazer treinos e dietas por si só, raramente alcançam bons resultados, entrando em métodos malucos, incorretos ou da moda, porém, desanimam ao perceber que o resultado demora para vir, não vem ou pior: vem ao contrário! Então, trago aqui para os leitores as dicas mais eficazes de como ter bons e rápidos resultados na hora de emagrecer, porém não perder a massa muscular conquistada e, até melhor: aumentá-la. Tome nota: 1- Vá com calma nos aeróbios Um dos fatores que pode causar uma perda de massa magra, quando não bem planejado, é o excesso de exercícios aeróbios. Normalmente, quem quer secar, acaba extrapolando os treinos na esteira, bike ou piscina, então, tome cuidado. Você pode manter sua rotina de treino aeróbio de acordo com a prescrição do educador físico, porém, limite-se àquilo, pois gasto calórico excessivo, facilita a perda de músculos; 2- Capriche nos treinos de musculação (ou com pesos) Os treinos de contra-resistência (com cargas) são os mais eficientes para quem deseja aumentar os músculos, então, seja frequente neles. Não tenha preguiça, vá de 3-4x/semana no mínimo e sempre aumente suas cargas. Se você mantém a mesma carga por meses, seus músculos ficarão iguais por meses, então, se quer mais músculos, coloque mais carga (claro, sempre aumentando aos poucos para não ganhar lesões); 3- Coma logo após os treinos O hábito de treinar e não comer nada em até 1 hora é um perigo para quem deseja melhores resultados. Após o treino o organismo está debilitado e necessita de uma reposição rápida de vários nutrientes, então, se você o deixa sem alimentos, ele poderá buscar reservas do corpo (o alvo pode ser a proteína dos seus músculos). Então, logo após treinar, realize uma suplementação adequada ou uma refeição completa; 4- Aumente o consumo de proteínas magras As proteínas são nutrientes essenciais para o ganho e manutenção da massa magra, então, capriche no consumo delas, desde que sejam na versão magra. Exemplos: peito de frango, peito de peru, atum, queijo branco, leite ou iogurte desnatado, whey protein, caseína, peixes, ovos, etc.; 5- Consuma carboidratos de baixo índice glicêmico Por demorarem mais para virar glicose sanguínea, carboidratos de baixo índice glicêmico são excelentes para repor sua energia, glicogênio e não causar picos de insulina no sangue (evitando assim acúmulo de gordura). Então consuma mais cereais integrais e frutas com casca; 6- Não fique muito tempo sem comer Passar mais do que 3 ou 4 horas sem comer, pode aumentar o acúmulo de gorduras no corpo e também deixar seu metabolismo mais lento, então, corte esse hábito fazendo de 5-6 refeições ao longo do dia. Nunca saia sem tomar um bom café da manhã e nunca durma sem ter feito uma refeição leve rica em proteínas e gorduras boas. 7- Utilize suplementos anticatabólicos Por último, lance mão de suplementos que ajudam na hora de “segurar” seus músculos. São eles: BCAA, leucina, glutamina, HMB, hipercalóricos e whey protein. Utilize-os somente após orientação de um nutricionista esportivo. REFERÊNCIAS: KLEINER, Susan M.; GREENWOOD-ROBINSON, Maggie. Nutrição para o treinamento de força. São Paulo. Editora Manole, 2002. BIESEK, Simone; GUERRA, Isabela, ALVES, Letícia Azen. Estratégias de nutrição e suplementação no esporte. Editora Manole, 2005.
  18. O Paradoxo do Exercício Físico Todos sabemos que a atividade física proporciona benefícios ao organismo, e que estes são estendidos à melhoria de inúmeras funções corporais, como melhora da flexibilidade, da resistência cardiovascular, da força, dentre outros benefícios. Vale a pena comentar também que o exercício físico, diferente da atividade física, proporciona outros ganhos ao corpo humano, principalmente por acelerar processos metabólicos e induzir o organismo à níveis de atividade mais intenso o que, conseqüentemente, favorece o processo de adaptação. Vamos partir do princípio de que, todo o tipo de estímulo que o organismo recebe, gerará respostas que, conforme a intensidade destas, gerará adaptação (em níveis molecular, celular e tecidual). Entretanto, quando a intensidade e a frequência do exercício físico atingem níveis máximos, o organismo começa a responder (e adaptar-se) de maneira diferente da que pretendemos, propiciando o que chamo de “estresse excessivo do treinamento” comumente conhecido como “síndrome do overtraining”. A Síndrome do Overtraining Em definição básica, a síndrome do overtraining consiste em um estado de treinamento muito além que o indivíduo pode suportar, ocasionando sérios problemas no organismo em níveis psicológicos e fisiológicos. Estes problemas vão desde lesões em articulações ou músculos (e, conforme o caso, fraturas ósseas), até problemas mais sérios como insônia, depressão, irritabilidade, impotência e problemas reprodutivos, propensão a problemas respiratórios e gastrointestinais, perda de peso e baixa imunidade. Os sinais que indicam overtraining nem sempre são claros, o que dificulta seu diagnóstico, principalmente pelo fato de envolver fortes fatores psicológicos que demoram a se manifestar. Todavia, depois de instalada esta síndrome o corpo pode levar vários meses, ou mesmo alguns anos, até que o distúrbio deixe de existir e os sinais e problemas fisiológicos desapareçam por completo. Entre os sinais físicos e psíquicos mais conhecidos, encontram-se: Diminuição da Performance (força/peso); Diminuição da Massa Muscular; Diminuição dos níveis de Testosterona; Aumento dos níveis de Cortisol; Irritabilidade e apatia; Depressão; Diminuição da Glutamina e, Aumento exponencial da vulnerabilidade infecciosa. A alta incidência desta síndrome entre os atletas deixa cada vez mais clara a necessidade de se analisar as possíveis causas desse fenômeno. O desencadeamento da Síndrome do Overtraining é um processo complexo, resultado de drásticas alterações de fluxo hormonal em função da maior ativação do sistema nervoso autônomo e do eixo hipotálamo-hipófise-adrenal, além da supressão do eixo hipotálamo-hipófise-gonadal (Lehmann & col, 1998). Essa afirmação fica clara quando encara-se o exercício físico intenso como um dos fatores desencadeadores do estresse, tanto físico quanto psicológico. Contudo, alguns autores classificam estas alterações do sistema endócrino como uma conseqüência do overtraining, e não necessariamente a sua causa. Como possíveis causas, algumas pesquisas sugerem que são: lesão e inflamação; redução drástica dos estoques de glicogênio (muscular e hepático); diminuição da disponibilidade de glutamina durante o exercício; hipótese de fadiga central. Vale a pena citar que grandes Volumes de treinamento físico vem por originar a maior parte das causas citadas para o desencadeamento do overtraining, com mais influência do que a que sua Intensidade, confirmando que a quantidade de exercício influencia com maior grau o aparecimento dos efeitos negativos desse fenômeno. Outro fator necessário de citação diz respeito à importância da Glutamina para otimizar o sistema imunológico e suprimir os efeitos do overtraining. A glutamina é um aminoácido não essencial (ou seja, o organismo pode sintetizá-lo a partir do ácido glutâmico, valina e isoleucina). A síntese da glutamina acontece primariamente nos músculos, mas ocorre também nos pulmões, fígado, cérebro e possivelmente no tecido adiposo. É importante citar que em condição de overtraining (e também lesões ou estresse), os órgãos necessitam de uma demanda muito maior de glutamina, o que não pode ser suprido apenas pela síntese corporal, sendo sugestiva a possibilidade de suplementação com este aminoácido. Concluindo Como mencionado, a atividade física bem como o exercício físico regular, promove a melhoria de inúmeras funções corporais. Todavia, em efeito contrário, quando o exercício intenso é realizado com freqüência que não facilita a recuperação do organismo, o indivíduo começa a sofrer os efeitos malignos do excesso de treinamento. A sobrecarga de exercício excessivo e prolongado com inadequada recuperação e descanso leva ao engano, leva ao estado de fadiga central, leva ao overtraining! Referencial Bibliográfico - Lehmann, M. Foster, C. Dickhuth, H. Gastmann, U. Autonomic Imbalance Hypothesis and Overtraining Syndrome. Medicine Science Sports & Exercise 1998; 30:1140-5; - McArdle W. Katch F. Katch V. Fundamentos de Fisiologia do Exercício. Guanabara Koogan. Rio de Janeiro, 2002.
  19. O uso a longo prazo de medicamentos anti-inflamatórios sem receita médica (MIP) podem inibir o crescimento muscular em indivíduos jovens, saudáveis e praticantes de treinamento de musculação, de acordo com um novo estudo do Karolinska Institutet, relatando os efeitos do ibuprofeno sobre os músculos esqueléticos e publicado na Acta Physiologica. A maioria dos medicamentos analgésicos e antitérmicos, além do paracetamol, são do tipo AINE (medicamentos anti-inflamatórios não esteroidais). Essas drogas são amplamente consumidas no mundo e todas elas inibem as chamadas enzimas Ciclo-oxigenase (COX). No estudo, homens e mulheres saudáveis de 18 a 35 anos foram aleatoriamente divididos em dois grupos, um que tomou uma dose relativamente alta de AINE (1.200 mg de ibuprofeno, que é uma dose normal de 24 horas) e um relativamente dose baixa (75 mg de aspirina) todos os dias durante oito semanas. Durante o mesmo período, os participantes também realizaram exercícios supervisionados de musculação para os músculos da coxa duas a três vezes por semana. Os pesquisadores então mediram certas variáveis, como crescimento muscular, força muscular e marcadores anti-inflamatórios nos músculos. Descobriu-se que, após oito semanas, o aumento no volume muscular, medido pela ressonância magnética, foi duas vezes maior no grupo aspirina em baixas doses do que no grupo de ibuprofeno em altas doses. “Os resultados são extremamente interessantes, uma vez que o uso de anti-inflamatórios é tão difundido mudialmente, não apenas entre os atletas de elite e indivíduos ativamente recreativos”, diz o investigador principal Tommy Lundberg, pesquisador do Departamento de Medicina Laboratorial do Karolinska Institutet. “Optamos por analisar o efeito do ibuprofeno, pois é o anti-inflamatório mais estudado no mercado, mas acreditamos que altas doses de todos os tipos de AINEs têm efeitos semelhantes”. A força muscular também foi prejudicada com altas doses de drogas anti-inflamatórias, mas não de forma tão pronunciada. Análises de biópsias musculares mostraram que os marcadores clássicos de inflamação foram inibidos nos músculos do grupo do ibuprofeno. “Isso sugere que os processos de inflamação muscular quando combinados com o treinamento com pesos são benéficos para o desenvolvimento a longo prazo da nova massa muscular, pelo menos nos jovens”, diz o Dr. Lundberg. “Nossos resultados sugerem que os jovens que fazem musculação para aumentar a massa muscular devem evitar altas doses regulares de anti-inflamatório”. Os resultados contradizem parcialmente os estudos em populações mais velhas, que indicaram que medicamento anti-inflamatório podem proteger contra a perda de massa muscular relacionada com a idade. Os pesquisadores pensam, portanto, que o mecanismo regulador da massa muscular difere entre o idoso e o jovem. Fonte: Mats Lilja, Mirko Mandić, William Apró, Michael Melin, Karl Olsson, Staffan Rosenborg, Thomas Gustafsson, Tommy R Lundberg. High-doses of anti-inflammatory drugs compromise muscle strength and hypertrophic adaptations to resistance training in young adults. Acta Physiologica, 2017; DOI: 10.1111/apha.12948 https://nutrindoideias.com/musculacao/remedios-anti-inflamatorio-hipertrofia/
  20. Treino a bastante tempo porém nunca fiz uma dieta direcionada aos meus treinos mas dessa vez estou bem focado no meu objetivo que é aumentar meu peso com qualidade. A baixa segue algumas informações. Então quem puder me ajudar a montar uma dieta agradeço.
  21. Treino já faz 5 meses e um més atras comecei a tomar hipercalórico, isso junto com minha dieta fez com que eu ganhasse algo entre 3 a 4 kg , tenho 1,70 de altura e atualmente estou pesando 55 kg, gostaria de saber se continuo tomando o hipercalórico ou se troco ele pelo whey ?
  22. As 18 hrs eu vou para academia, chego em casa por volta de 19:30 (30 minutos é o tempo par achegar até a academia, vou a pé), faço meu treino, tomo meu whey com malto e entre 40 min - 1hr após tomar eu janto, como muito, carne, arroz feijão (um verdadeiro "prato de pedreiro"), estou me alimentando corretamente ? Devo comer algo mais leve ? Devo aguardar mais para comer ?
  23. Ola, sou novo no fórum, criei minha conta apenas para esse tópico, mas ja li e acompanhei relatos aqui como em outros fórum. Estou para fazer um ciclo com PH, para ganho de peso e gostaria de tirar algumas duvida e saber de algumas experiências. Antes de falar sobre como desejo fazer e dúvidas, gostaria de informar que, sim já li sobre PH, talvez não seja a melhor forma, talvez pelo meu peso e minha estrutura eu não precisaria (PRECISARIA SIM PQ JA TENTEI DE TUDO), os colaterais, é oral, etc, etc... Eu peso 57 kg, tenho 1,77, sou magro, ja fiz academia por um ano com suplementos, dieta, gastei dinheiro, mas poucos ganhos, e perdas rápida, acredito que sou magro de ruim (CERTEZA), então para tentar ganhar um peso resolvi recorrer aos pro-hormonal, acredite se desse eu usaria 'aes', mas NÃO DÁ! Então vou recorrer aos PH. Então... Seguinte, pesquisei ja sobre os dois PH citados no título, Tiamat e Hydra, vou dizer o pouco que acho sobre eles, e pq estou em dúvida. Tiamat: Sobre que entendi vai ser um PH para eu ganhar uma massa, talvez de uma forma menor que o Hydra, mas acredito que depois do tpc, tenha menas perca e retenção de líquido. Hydra: Acredito que seja mais ganhos de massa, mas também vi também que pode ocorrer bastante retenção de líquido, e colaterais, e bastante perca pós tpc. Não consegui achar nenhum relato confiável, confesso que do tiamat até achei, mas do hydra muitas incertezas, e pelo fato de ele parecer melhor que o tiamat mas com muitas incógnitas me deixou com essa indecisão. OBS: Estou em duvida do PH, mas no uso do dois irei fazer um dieta bulking, pretendo investir muito nela (MINHAS ECONOMIA ;-;), Minha dúvida realmente é o PH! Desculpem se errei em algo, ou a ignorância, sou novo no fórum e nesse assunto, se deixei de informar algo digam que repassarei.
  24. Treino desde os 15 anos de idade, atualmente tenho 25, mas nunca consegui definir meu abdômen. Resolvi pagar a consultoria de um fisiculturista famoso aqui na minha cidade e disse que não faria uso de esteróides pois há casos de pessoas com câncer na minha família. Treino querendo longa vida e muita saúde, só que ver que estamos maiores ou mais definidos estimula mais, afinal tudo que fazemos tem um propósito. Ele disse que 1º preciso ganhar muita massa para depois definir. Devo seguir essa dieta até dia 01/01/2014. Gostaria que opinassem, afinal essa dieta foi passada por um atleta premiado nacionalmente e no exterior também. IDADE: 25 ANOS ALTURA: 1,82 PESO: 82-83 %G: 13 BIOTIPO: MESO/ECOTOMORFO DIETA REFEIÇÃO I – 5.15hs OPÇÃO 1: . 2 scoop de whey protein (blend) . 90g de aveia em flocos + 40g de uvas passas . ½ abacate ou mamão . 1 caps de polivitamínico OPÇÃO 2: . 180g de peito de frango ou filé mignon grelhado . 200g de batata doce ou macaxeira (4 pedaços) . 1 banana . 1 caps de polivitaminico Opção 3: . 01 dose de hipercalórico (85g de carbo e 50 ou+ de proteína) . 1 cápsula de polivitamínico REFEIÇÃO PRÉ-TREINO – 5.45hs . 1 dose de NO Shotgun . 5g de glutamina . 5g de bcaa’s . 1 cápsula de franol (efedrina) REFEIÇÃO PÓS-TREINO – 7.30hs . 2 scoops de whey protein (Gold da ON) . 40g de maizena (amido de milho é o mesmo que Waxy Maize e apenas R$ 3,00 500g) . 2 comprimidos de ornitargin (Arginina, Ornitina e Citrulina) . 500mg de vitamina c, 400mg de vitamina e REFEIÇÃO II – 8.45Hs . 200g de arroz com passas . 200g de picadinho de musculo ou patinho . 5g de creatina . 5g de glutamina . 5g de bcaa’s OPÇÃO 2: . 250g de batata doce . 180g de peito de frango grelhado OU 150g de Lombo de porco assado . 5g de creatina . 5g de glutamina . 5g de bcaa’s REFEIÇÃO III – 11HS . Omelete de 10 claras e 1 gema ou 5 ovos cozidos inteiros . Brócolis Opção 2: . 1 ½ scoop de whey protein (blend) . 2 cápsulas de complexo-b REFEIÇÃO IV– 12.30HS . 180g de peito de frango grelhado ou 2 latas de atum sólido . 200g de batata ou macaxeira cozida Opção 2: . 200g de arroz . 200g de picadinho de musculo ou patinho Obs: Após 1 ½ hs consumir 1 cápsula de lipo-6 unlimited REFEIÇÃO V – 15.30HS . 2 scoops de whey protein (blend) . 30g de aveia em flocos . 3g de zinco + vitamina D e cálcio (400mg) OPÇÃO 2: . 1 ½ scoop de whey protein (blend) . 1 scoop de amendoim torrado . 3g de zinco + vitamina D e cálcio (400mg) REFEIÇÃO VI – 18.30HS . 150g de batata doce ou macaxeira . 150g de peito de frango grelhado ou peixe (tilápia ou salmão) . Brócolis . 5g de creatina . 5g de glutamina REFEIÇÃO VII – 21.30hs . 60g de albumina ou Omelete de 10 claras e 1 gema c.tomates e cebolas picados . 6g de melatonina . 5g de glutamina . 5g de bcaa’s . 2 cápsulas de ornitargin (farmácia) Também estou suplementando com ZMA + Tribulus + Maca Peruana Segue uma foto minha há 10 dias atrás, vou atualizar daqui a uns 5 dias, para atualizar as mudanças a cada 15 dias.
  25. Vou aproveitar as férias pra focar nos treinos e dieta. Eu treino a 11 meses mas com treinos de instrutor (cresci mt pouco)até que outubro eu descobri um fórum e montei uma dieta e esse treino que vou postar mais a frente.Ganhei 1,5cm de braço em 1 mês kk Idade: 16 Peso: 58Kg Altura: 1,70 (chutando) TMB: 1600 calculadora online Bf: 8% (Segundo calculadora) Coxa: 53 cm Braço: 31 cm cintura: 73 cm Dieta: (No desejum está escrito e/ou pré treino,mas é pq as vezes vou depois do almoço) (DIETA DIA ON): 3011 kcal / 363 carbo / 159 proteína / 64 gordura (3 vezes na semana) (DIETA DIA OFF): 2661 kcal / 268 carbo / 163 proteína / 64 gordura (4 vezes na semana) E ai,o que acham?
×
×
  • Create New...